Como importar pastas IMAP de um backup de Outlook

Por António Eduardo Marques para Pplware.com

Destaques PPLWARE

21 Respostas

  1. José Rodrigues says:

    Ainda há empresas a usar IMAP e POP3? E PSTs também, nunca ouviram falar em archiving e politicas de retenção ou legal hold?
    Certamente empresas que não são auditadas, deixem chegar Março de 2018 que eu começo a rir-me com as multas.

    • Peace says:

      Um comentário verdadeiramente útil era explicares tudo o que disseste. Ou achas que toda a gente tem o mesmo nível de informação que tu?

      • TekMan says:

        O entendido em cima não sabe que empresas auditadas são uma minoria no tecido empresarial, e ainda menos no universo de utilizadores de email.
        Sim, IMAP e POP3 vão viver por muitos e bons anos.

        • José Rodrigues says:

          O entendido sabe que o GDPR está a chegar e que essa minoria de que falas há muito que devia ter seguido boas práticas da indústria de IT, em todo os meus clientes já só se usa SMTPS e emails assinados digitalmente, já para não falar com políticas de DLP e RMS em cima. Não se pode brincar aos computadores sem conhecer as consequências, e é isso que 90% das empresas faz.

    • A Oliveira says:

      Nem todas as empresas contam com colaboradores com tamanhos conhecimentos em “archiving e políticas de retenção ou legal hold”. Mas não vai ser causa disso que vão desaparecer.
      Talvez o post tivesse sido bem mais positivo e bem mais revelador dos seus conhecimentos se tivesse feito uma abordagem construtiva em vez de uma premonição apocalíptica pela ignorância que muitos possivelmente sobre esta matéria.

      • carlos says:

        Premoniçao apocalitica e basofia narcisista…

      • José Rodrigues says:

        Não disse que iam desaparecer, só dei a entender que após o GDPR entrar em vigor vão levar com umas multas jeitosas 😉
        Mais construtivo não poderia ter sido, contribuí para ajudar a largarem protocolos e metedologias do tempo da minha avózinha.

    • António Eduardo Marques says:

      Interessante… o que é que os protocolos IMAP e POP3 têm que ver com arquivo de mensagens e políticas de retenção? A pergunta é retórica – eu respondo: nada. Como se costuma dizer nestes casos (ou, pelo menos, *eu* costumo), “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa”.
      Santa paciência…
      BTW, para quem pretenda saber um pouco mais sobre sistemas de email e quais os prós e contras de cada um, este é um link útil – mas não para si, José, que já sabe tudo sobre o assunto! 😉 http://www.envisionup.com/blog/pop3-imap-microsoft-exchange-email-platform-use/

      • José Rodrigues says:

        Caríssimo Tony, não tem nada a ver como é lógico, por isso teve pontuação a separar os temas, se quiser posso fazer parágrafo e mudar de linha se isso ajudar ao seu entendimento.

        Santa paciência 🙂

    • Paulo says:

      Sim, tenho centenas de clientes a usar email, e assentam em vários clientes e até webmail, mas o MS Outlook é de longe o mais usado seja IMAP ou POP3. E deve continuar por muito tempo, não sei do que está a falar…

      • José Rodrigues says:

        Já ninguém usa IMAP ou POP3, não sei que clientes são esses, devem ser empresas de vão de escada, o standard há alguns (longos) anos que é MAPI para receber e SMTP, de preferência com TLS, para enviar.

  2. NS says:

    Resposta típica de um especialista especializado em especialidades.

    Desmistifique lá o que quer dizer com archiving, politicas de retenção e legal hold, para menos iluminados como eu saiba em que medida isso é melhor que os protocolos abordados neste artigo e já agora se leu com atenção o GDPR.

    • José Rodrigues says:

      Archiving, retenção e legal hold serve para combater a praga dos PSTs que não sei como ainda existem empresas com essa permissividade, já vi muitos processos em tribunal e muita fuga de informação de empregados despedidos por causa de PSTs. A questão é que nenhum patrão se quer molhar, mas muitos andam à chuva.
      E sim, conheço o GDPR de cor, caso contrário não sei o que faria a trabalhar na área que trabalho, como muitos “especialistas” que trabalham com POP’s e IMAP’s (não confundir com POPS ou IMAPS) 😉

  3. Nuno Ricardo says:

    A propóstio, existe alguma forma eficaz de bloquear mensagens de correio electrónico indesejado – SPAM, sem que esta nos volte a incomodar? Refiro-me, em concreto, aos emails (…)xx.pharma.xx, que, por mais que os bloqueie, quase todas as semanas surgem com endereços diferentes, embora similares, sendo comum, apenas a palavra “pharma”

  4. Kevin Guerreiro says:

    Ninguem utiliza o pop e imap…Mas o MAPI é o mais utilizado porque ?

    Não me parece que empresas pequenas isso seja muito relevante se é por mapi ou imap.

    No entanto podemos afirmar que para maior segurança, deverá configurar as contas, sejam elas POP ou IMAP com TLS/SSL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.