Quantcast
PplWare Mobile

Vídeolog Android – Como capturar o ecrã

                                    
                                

Autor: Hugo Cura


  1. Luis Hermeiro says:

    Faltou mostrar a forma fantástica de tirar um screenshot passando a mão por cima da tela.

    Funciona na stock rom do SGS3, não tenho a certeza nas outras roms.

  2. MigM. says:

    Para WP este artigo resume-se a uma pequena linha: botão on/off + botão Windows. Artigo feito.

    • diogo says:

      esta é daquelas funções que não percebo porque não fazem todos igual ao android stock, só sabem inventar

    • See Mee says:

      Devido à grande variedade de equipamentos com sistema Android é normal que haja diferentes formas de fazer o “screenshot” nos diversos fabricantes. Mas claro que era preferível todos terem a mesma sequência tal como o Windows Phone… 🙂

  3. António Pereira says:

    Mas que raio! O artigo não explica nada como efetivamente capturar o ecrã. Como faço no Nexus 7??

  4. MisterRato says:

    Boa Tarde

    Como posso gravar o meu ecrã (vídeo) sem root?

    Thanks!

  5. Luis says:

    Tenho um acer liquid duo E2 com jellybean 4.2.2, e nenhuma dessas combinações funcionam…

  6. António Pereira says:

    Bem, no Nexus 7 é assim:

    “Certifique-se de que a imagem que pretende capturar é apresentada no ecrã.
    Prima em simultâneo os botões Ligar/Desligar e Diminuir volume.
    A captura de ecrã é guardada automaticamente na Galeria.”
    https://support.google.com/nexus/7/answer/2811098?hl=pt

  7. JMCS says:

    Não há uma forma de configurar a pasta onde são guardadas as capturas do ecran?
    Já agora no Samsung GT-i8730 as teclas são Power+Iníco durante 2 segundos.
    Cumprimentos

  8. Nelson says:

    Aqui está uma coisa que copiaram diretamente do iOS… mas caladinhos…

    • Filipe Santos says:

      Foi isso e o “control center” no iOS 7… Lol

    • Nelson says:

      Primeiro, antes de aparecer no android, o control center já andava um tweak parecido na Cydia para iOS com jailbreak. Tanto no Android como no iOS, são os utilizadores a merecerem os créditos e não a Apple ou o Android Open Source Project ou qualquer marca Android.

      Além disso, a Apple inventou aquilo que hoje temos a ideia de “Painel de Controle”…

      http://www.guidebookgallery.org/pics/gui/desktop/full/macos11.png

      Mais…

      Aliás, a Apple inventou o rato, o multi touch, os botões no ecrã, menus pull down, check boxes, radio buttons, navegação por hiper-texto (como hoje temos a web), blá blá blá…

      São 37 anos de inovação contínua, aliás, fora a IBM, é a fabricante de computadores (e tudo em volta) mais antiga do mundo ainda a fazer “business”, e o resto é tudo treta passageira, tipo Microsoft…

      • António Pereira says:

        O rato “Embora tenha sido inventado por Bill English, a sua patente pertence a Douglas Engelbart, com a patente nr. 3.541.541 nos EUA datando de 1970.
        Engelbart apresentou este periférico pela primeira vez em 9 de dezembro de 1968 denominando-o de “XY Position Indicator For A Display System”. Constituía-se então em uma pequena caixa de madeira com apenas um botão. O invento de Engelbart ficou sem muita utilização devido a falta de necessidade de tal dispositivo. Afinal a maioria dos computadores utilizavam apenas textos sem cursores na tela.”
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Rato_(inform%C3%A1tica)

        • Nelson says:

          Tens razão, mas nenhum fez um computador completo baseado numa interface gráfica, com um rato de série, e o pôs no mercado.

          Mesmo os PC’s, o rato era um acessório “oh, para quê?”

      • António Pereira says:

        ….
        The Xerox Star Workstation introduced the first GUI Operating systems.
        Engelbart’s work directly led to the advances at Xerox PARC. Several people went from SRI to Xerox PARC in the early 1970s. In 1973, Xerox PARC developed the Alto personal computer. It had a bitmapped screen, and was the first computer to demonstrate the desktop metaphor and graphical user interface (GUI). It was not a commercial product, but several thousand units were built and were heavily used at PARC, as well as other XEROX offices, and at several universities for many years. The Alto greatly influenced the design of personal computers during the late 1970s and early 1980s, notably the Three Rivers PERQ, the Apple Lisa and Macintosh, and the first Sun workstations.
        The GUI was first developed at Xerox PARC by Alan Kay, Larry Tesler, Dan Ingalls and a number of other researchers. It used windows, icons, and menus (including the first fixed drop-down menu) to support commands such as opening files, deleting files, moving files, etc. In 1974, work began at PARC on Gypsy, the first bitmap What-You-See-Is-What-You-Get (WYSIWYG) cut & paste editor. In 1975, Xerox engineers demonstrated a Graphical User Interface “including icons and the first use of pop-up menus”.[3]
        In 1981 Xerox introduced a pioneering product, Star, incorporating many of PARC’s innovations. Although not commercially successful, Star greatly influenced future developments, for example at Apple, Microsoft and Sun Microsystems.[4]
        Early developments[edit source | editbeta]

        Xerox Alto and Xerox Star[edit source | editbeta]
        The Xerox Alto (and later Xerox Star ) was an early personal computer developed at Xerox PARC in 1973. It was the first computer to use the desktop metaphor and mouse-driven graphical user interface (GUI).
        It was not a commercial product, but several thousand units were built and were heavily used at PARC, other Xerox facilities, at least one government facility and at several universities for many years. The Alto greatly influenced the design of some personal computers in the following decades, notably the Apple Macintosh and the first Sun workstations.
        http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_the_graphical_user_interface
        Atenção que sou um adepto da Apple..“O seu a seu dono“

  9. Miguel says:

    Ah e tal no android é sempre tudo no mesmo sítio, da mesma forma ( teoria do autor do vídeo acerca do botão Back no android – como se isso fosse realmente uma vantagem e fundamental)

    Aqui se vê que a uniformidade é uma utopia no mundo android

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.