PplWare Mobile

Use uma “check box” para seleccionar no Vista


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

47 Respostas

  1. t@ndre says:

    heheh Vitor…
    continuas a usar esse sistema operativo?? que nos deixa sempre sem palavras 😛

    Tens de te juntar ao grupo de renunciadores de Vista!! estamos a crescer 🙂

  2. Vítor M. says:

    t@ndre tirando o Server 2008 ainda não encontrei mais nenhum que fosse tão bom como o Vista 😉

    E olha que, como sabes, mexo com todos eles 😛

  3. Trollitito says:

    Eu assino por baixo. 😛

    Mas já agora, para aqueles que usam o método de abrir ficheiros com um clique, como descrito, como seleccionam vários ficheiros assim? 😀
    Nunca me tinha lembrado de ver isso. Seja como for, está aqui mais uma boa dica. 😉

  4. t@ndre says:

    ehehehh
    Parece que o virus do Vista está mesmo a espalhar-se

    eu devo confessar que ainda não lhe toquei a sério, isto porque oiço realmente muitos comentários a rebaixar tal SO.. por outro motivo também creio que as minhas réplicas de PC não suportem as especificidades e requirimentos do Vista.

    Mas enquanto a Microsoft não lançar o SP5 para o Vista não considero mudar…

    Chamem-me antiquado 😛

  5. Bruno Santos says:

    Boas pessoal.
    Victor só uma questão. Referiste em cima que poderiamos para seleccionar todos usar CONTROL+T. Suponho que tenha sido lapso teu, pq nunca consegui seleccionar todos com esta combinação, em várias maquinas que tem vista. Encontrei sim outra combinação que o faz: ALT+E+E.
    Mas obrigado pela dica das check box pq vai dar mt jeito.
    Abraço

  6. Helder Pinto says:

    Aí é que está o mal… vivemos numa sociedade de “modas” e agora está na moda dizer que o Win Vista nao presta e logo toda a gente abana a cabeça e concorda… mesmo sem o experimentar… Se perguntarmos porquê que o Vista nao presta, ou porquê que nao gostam de o usar, 90% do pessoal não sabe responder ou não tem argumentos para responder, porque apenas diz que nao presta porque é o que toda a gente diz… E está na moda dizer que o windows e o Vista nao presta…
    Não quero com isto criticar ninguém, cada um tem o direito à sua opinião, mesmo que seja fundada na opinião geral, apenas acho que antes de dizer que algo nao está bem ou nao presta, deviam pelo menos experimentar…
    Cumprimentos

  7. Joao Campos says:

    Eu experimentei quando saíu e posso dizer porque não gostei: Muito software incompatível, algum hardware incompatível, e aqueles irritantes “Tem a certeza de que quer continuar” ou lá o que é que apareciam a cada 10 minutos de utilização (devia estar a testar coisas, claro, mas é isso que se faz quando se experimenta um S.O., e aquilo chateou-me).

  8. Starkiller says:

    “Experimentei” o vista durante 4 meses na esperança de melhorar com o sp1… back to xp

  9. Fausto says:

    Eu acho uma burrice isso. Esse checkbox só aumenta os passos necessários pra se selecionar mais de um arquivo. Qual o problema da pessoa segurar Ctrl e clicar?

    Com relação ao Vista, eu também experimentei, e acabei voltando pro XP. O sistema parece ser feito pra alguém que nunca usou um PC, e ainda é mais lento. Não há nada nele que justifique uma troca.

  10. Bruno Santos says:

    Concordo plenamente com o Helder Pinto.

    Estou na área de informática e uso o Vista praticamente à um ano; reparo que algumas pessoas dizem mal do vista… pq dizem ser só incompatibilidades, e bugs…e tudo mais, mas no final de contas se perguntarem: JÁ USOU O VISTA? e durante quanto tempo o usou? Elas respondem na sua maioria… eu nunca usei, ou então, usei uma semana e mudei logo. Como se numa semana se conseguiriam habituar a um novo modo de trabalhar, sem sentir qualquer dificuldade minina; dificuldade essa que é perfeitamente normal na transição e adapatação entre SO’s.
    As pessoas por natureza são tendencialmente viradas para a inadaptação a coisas novas, e algumas delas como o caso destas, são fracas ao ponto de se deixarem vencer por preconceitos e boatos.
    Quanto à questão das incompatibilidades, deixo só uma nota que nos dias de hoje o vista é cerca de 90% compatível com hardware e software de mercado; as incompatibilidades apenas se registam a nível de produtos que já não estejam em mercado, e destes apenas aqueles cujas marcas nao desenvolveram ainda soluções para o vista.

    Apelo só ao bom senso das pessoas, para não falarem só por falar, e recordo que não quero estar a condenar ninguém, porque felizmente ainda somos livres de usar o que queremos.

    Abraço

  11. Momceras says:

    Quanto às alegadas caixas irritantes, (e acredito que o possam ser) basta desactivar o controle de conta no painel de utilizadores. Quanto à lentidão causada pelo aspecto gráfico … basta desactivá-los e seguir um considerável número de conselhos. Quanto à compatibilidade de hardware e software, só digo uma coisa: lembrem-se quando o XP chegou ao mercado.

    Agora quanto às melhorias deste SO ninguém duvide !!!

    Maior segurança, estabilidade, controle na instalação de aplicações (podendo evitar a instalação inadvertida de spyware e adware), maior suporte a periféricos nativo (leia-se mais drivers para diversos dispositivos)…

    É claro que quem tem máquinas antigas, >3 anos, então o Vista “não presta”, mas isto por ser inadequado ao seu hardware…

    Mesmo os requisitos actuais são elevados , podendo aumentar com o SP1 mas a evolução faz-se com estes desafios.

  12. Cubillas says:

    Como é possivel ainda existir quem prefira o XP em relação ao Vista?

    Só desculpo os que não têm máquinas para acompanhar a evolução. O resto é malta que vai no diz que disse…

    Sinceramente, para quê renegar a evolução do novo SO da Microsoft se este é claramente melhor?

    Vitor, obrigado pelas dicas do Vista.

    Abraços!

  13. Vítor M. says:

    Bruno tens toda a razão, falha minha, terminei o artigo numa máquina com o XP e meti água… Obrigado pela correcção.

    E reforço o que foi dito, muita gente não gosta do Vista porque não usou (grande parte), porque tem preguiça para o actualizar em função da máquina que tem ou porque tem uma máquina antiga que não permite utilizar o Vista com todo o potencial que este oferece.

    Caso contrario estamos a falar num sistema operativo muito mais seguro e muito mais ágil.

    Tem as suas falhas, é uma verdade, mas em relação ao XP tem substancialmente menos falhas, tendo em conta alguns aspectos comparativos.

    Outra questão prende-se com aqueles que dizem que só o utilizarão quando sair o SP1, pois aí vai ser uma problema maior, principalmente para quem tiver máquinas menos capazes, o SP1, como aconteceu no XP, irá pesar mais nos recursos das máquinas…

  14. Miguel says:

    @ Vitor M.

    “tirando o Server 2008 ainda não encontrei mais nenhum que fosse tão bom como o Vista”

    Tão bom como o vista a fazer o quê? É comum ler-se escrito por essa net fora que X é melhor que Z, mas raramente argumentam com razões sólidas.
    É melhor porque é mais bonito? Arranca mais rápido? É mais seguro? Tem alguma funcionalidade xpto que outros não têm? O vizinho também tem? …

    A respeito do win vista uma vez tive a oportunidade de perguntar a um distinto colaborador da MS Portugal o seguinte: “O que é que eu posso fazer com o Vista que não faço com, por exemplo, o XP ou o 2000? Resposta: nada” 🙂

  15. Starkiller says:

    Não compreendo como podem gostar do vista, mas pronto, ainda para mais pessoal ligado a informática não conseguem admitir que o vista não é nada mais do que um SO falhado, é demasiado pesado e so trás umas mariquices dumas transparências que de nada servem, a mais valia ainda seria o DX10 mas nem ai convence, o uso memoria pode ter sido melhorado mas de que é que isso serve quando em idle o raio do pc come 800MB, readyboost e etc de nada servem, não digo com isto que não volte para o vista la po SP3/4 ^.^ mas neste momento não convence ninguém nem com SP1

    venha o Windows 7 se o que eles prometem for avante será um SO mais leve e será possível instalar so o que realmente precisamos! até la viva o nlite e o vlite

    concluindo, o que corre no vista corre no XP mais rápido porque razão hei de mudar para um SO aleijadinho?!

    cumps

  16. Vítor M. says:

    Miguel posso te dizer que existem vários pontos em que o Vista é melhor que o XP, por exemplo, se queres trabalhar com portas multimédia, principalmente as Firewire, o XP é mais lento, é mais complicado a ligar e muitas vezes tem problemas de drivers, o Vista reconhece facilmente, a procurar drivers é mais rápido o que permite a utilização mais estável.

    Ainda em termos multimédia o Vista é mais expedito, é mais simples de exportar e importar elementos.

    Em termos de segurança o Vista é muito mais seguro que o XP, basta ver o nível de falhas detectadas até hoje.

    Em termos de aspecto é mais atraente, em termos de gestão de memória é melhor, bem melhor fazendo aplicações com que as aplicações mais “pesadas” optimizem os recursos em função da memória disponível.

    Depois a estrutura do Vista está preparada para lidar com mais facilidade e qualidade com dispositivos e tecnologias móveis, lidas muito melhor com redes wireless do que o fazes com o XP.

    Em termos de recuperar de erros o Vista é melhor, no XP é simples certos erros degradarem o sistema, levando a problemas que só com a reinstalação o repararias, no caro do Vista os erros são identificados e mesmo com muitos restauros e alguns bluescreens este ainda rola sem problemas, e olha que eu consigo instalar muita coisa num sistema operativo 😉

    Posso continuar a falar na minha experiência, pois todos os dias uso o XP e o Vista, comparativamente o Vista é melhor. Isto é apenas a minha experiência 😉

    Podemos depois abrir um debate com dados concretos para afinar ideias.

  17. Bruno Santos says:

    @Vítor M.
    « Podemos depois abrir um debate com dados concretos para afinar ideias.»

    Excelente ideia Vítor! Um dia desses temos de partilhar algumas ideias mais técnicas sobre estes dois sistemas, alertando os intervenientes que não se trata de nenhuma guerra ou competição claro.

    abraço

  18. Trollitito says:

    Acho que está tudo dito por aqui. Eu se tivesse uma máquina ficaria-me pelo Vista e de lá nem saía, mas a locomotiva que tenho não me permite ter o Vista e uma carrada de processos a correr, assim sendo fico-me pelo XP para assim correr tudo mais ‘livremente’. Fora este pormenor do Vista puxar mais que o XP, não vejo desvantagens significativas a ponto de se dizer que o Vista não presta, senão diria também que o XP não presta em relação ao 98, mas pronto, cada um dá a sua opinião tendo esta algum fundamento ou não. 😉

  19. Rui Silva says:

    Em resposta aos defensores do Vista:

    O que traz o Vista melhor que o XP??

    Task Manager, compatibilidades com redes wireless e dispositivos melhores. Indiscutivelmente concordo.

    O que traz de pior que o XP?

    Incompatibilidades com algum hardware e software não mto recente.
    Lento em tarefas absolutamente rotineiras, o cick do rato sobre o ficheiro não pode ter 1 segundo de resposta, nem sequer 100ms. Tem de ser instantaneo!

    O vista tem falhas estrututais enormes devido ao seu tamanho colossal e ao consumo exagerado de recursos!

    tem suporte wireless que quando o xp saiu não havia a mesma necessidade. É mais bonito mas isso vale o que vale e o xp quando saiu não poderia consumir recursos para isso.

    No resumo o XP fui mto mais bem conseguido que o Vista

    Se me esqueci de alguma coisa realmente boa que o vista faz a mais ou melhor que o xp avisem!

  20. Ana Nunes says:

    Em relação a esta “discussão” , sinceramente concordo com os que preferem Vista, eu prefiro, foi dificil habituar, mas prefiro.

    Uma coisa que não foi referida, e que se calhar é o que muitas das pessoas que aqui estão “contra” o Vista pensam, e se calhar lhes faz reforçar a ideia “anti-Vista” é o facto de hoje em dia qualquer computador trazer esse SO, quando todos sabemos e não vale a pena negá-lo, necessita de mais recursos para que possamos utiliza-lo nas melhores condições.
    Quem compra um pc com 512ram (por exemplo) e que contém o vista, obvio que não vai gostar de usá-lo, porque na verdade não o vai conseguir usar.

    Btw, esse método de seleccionar os items é útil, escapa-me sempre a mão do ctrl 😡

    Cumps *

  21. @Vítor! Nova versão do Ccleaner disponível para download.

    1 abraço.

    Jorge Salvador.

  22. Luís Santos says:

    Comprei um portátil com Vista (AMD Turion TL-58 1.9GHz, 2GB DDR II, 160GB 5200rpm, GeForce 8400 GS 128MB, etc…) e, mesmo depois de lhe espetar muitos programas em cima, ele mexe-se bem.

    Não obstante, e devido a inúmeros problemas de compatibilidade (uns graves, outros nem tanto), decidi voltar ao XP SP2. Tendo em conta que o portátil é um HP, foi uma luta para arranjar os drivers, mas consegui. Ficou a trabalhar a 100% com XP e, claro, muito mais rápido que no Vista e com melhor autonomia de bateria. Salvaguardei todos os drivers (dá sempre jeito) e pensei cá para comigo que um bom informático tem que estar por dentro das novidades, e que me rendia mais enfrentar o Vista do que evitá-lo.

    Então lá voltei a meter o Vista, e fui tentanto contornar os seus problemas, especialmente na instalação do Office 2003 (precisa de updates e do SP2), do Visual Studio 2005 (precisa do Office 2003 com o SP2 e de mais updates), do SQL Server 2000 (mais updates), etc… e já para não falar de vários programas multimédia e afins que não funcionam no Vista, ou que requerem algum trabalho para que passem a funcionar.

    E assim se perderam uns bons serões durante esta semana 😛

    Resumindo: o Vista é engraçadinho… mas o XP parece-me mais adequado a quem quer trabalhar sem grandes constrangimentos.

  23. ZeX says:

    Starkiller diz:

    “venha o Windows 7 se o que eles prometem for avante será um SO mais leve e será possível instalar so o que realmente precisamos! (…)”

    Será? 🙂
    Eu já optei por esperar… sentado 😉

    http://www.theinquirer.net/gb/inquirer/news/2008/02/06/ms-cuts-windows-features

    “THE ‘SHORTHORNING’ of Windows 7 has begun, features are being shed left and right. The latest one is graphics a API, DirectX 11 in this case”

  24. Miguel says:

    @ Vitor M.

    Desde já obrigado pelo tempo que tomou a escrever uma resposta mais completa. 🙂

    Vamos aos argumentos então:

    Drivers: a qualidade dos drivers tem tanto a ver com o Vista como tem com qualquer outro sistema operativo. Em último caso tudo depende do fabricante do hw.

    Multimédia: a que elementos se refere? Audio/Video? Qualquer outro SO consegue ler as mesmas coisas que o vista consegue e tratá-las da mesma forma. Penso que o win xp media center é bastante decente nesse domínio. (Nunca usei o media center, falo do que vejo nas máquinas de outras pessoas)

    Beleza: como já li algures “Beauty is in the eye of the beholder” 🙂

    Segurança: em relação à restante família windows, pelo que tenho lido, de facto penso que o vista se tem mostrado competente nesse domínio. Ainda assim, quem procura segurança não escolhe produtos de uma empresa com um passado tão negro. Lembram-se da história do “Pedro e o lobo” ? A MS agora até pode estar mais seguro, mas depois de tanta miséria, já ninguém quer saber!

    Gestão de memória: ainda bem que a microsoft aprendeu a fazer gestão de memória, algo que qualquer sistema UN*X já faz bem há muito tempo.

    Tecnologias móveis: a gestão wi-fi do windows normalmente é substituida pela do fabricante do hw. O gestor wi-fi da intel (por exemplo) é suficientemente bom para fazer esquecer o do windows. Bluetooth é a mesma coisa. Que funcionalidade extra eu ganho com o vista?

    Degradação do sistema: não estou em posição de comentar, já que não uso o vista. Mais uma vez digo que qualquer sistema UN*X não tem esses problemas de degradação do sistema. O simples facto de (por norma) o utilizador corrente nunca ser o root é o suficiente para proteger as componentes vitais do sistema em caso de erro fatal. Sim, eu sei do UAC do vista. (30 anos depois do UNIX!) Talvez seja por isso que esteja melhor do que os seus antecessores. 🙂

    Conclusão: Nenhum desses argumentos me convence a comprar uma máquina com vista. O vista nada mais é do que uma evolução (em alguns campos) do XP, e não uma revolução como alguém nesta thread queria fazer querer.

    Eu quero um SO que seja seguro (com provas dadas), que seja ergonómico do ponto de vista do GUI, que siga o modelo UNIX (preferência pessoal), que seja rápido mesmo em hw mais antigo, que tenho o software todo que eu preciso, que tenha boas ferramentas de desenvolvimentos, que me permita mexer nas suas entranhas livremente (mexer no reg do win não conta!), e que não seja sustentado num único fornecedor. Há quem descure isto, mas a diversidade é importante, e deixar a MS ter a quota de mercado que tem hoje em dia é perigoso. Viva a interoperabilidade. 🙂

  25. ZeX says:

    Vítor M. diz:

    “Em termos de segurança o Vista é muito mais seguro que o XP, basta ver o nível de falhas detectadas até hoje.”

    Strange things happen!… Mesmo com aquelas mariquices todas acrescidas das 300 perguntas melgas de 5 em 5 minutos o desgraçado do Vista não se consegue ainda defender capazmente do seu principal inimigo. O que normalmente esta situado entre a cadeira e o teclado… 😉

    Ainda há bocado fui tentar um “socorro de emergência” numa operação tão simples que, sem ver a maquina, eu não percebia porque é que o user não a conseguia completar cmg ao telefone.

    10 minutos à frente da maquina, contando já com os 5 do arranque, chegaram para perceber que aquele Vista já estava de tal maneira infectado que, ou perdia ali umas horas a tentar recuperar aquilo ou lhe receitava o velho format c: e seguia em frente (format este mais dedicado ao user do que propriamente à maquina mas enfim… ;))

    Simultaneamente tinha ao lado um ubuntu a actualizar quando uma simpática mocinha se lembra de, sem aviso prévio, lhe cortar a corrente na tomada… :S Ora o que, no caso de um windows seria motivo para pelo menos 10 “aí Jesus!!” e 3 queixas formais no livro de reclamações do Bill Gate$, resolveu-se logo a seguir com um comando de 3 parâmetros e seguiu em frente como se nada se tivesse passado. E siga a dança! 😉

  26. Bruno Santos says:

    @Miguel

    « Gestão de memória: ainda bem que a microsoft aprendeu a fazer gestão de memória, algo que qualquer sistema UN*X já faz bem há muito tempo.

    Tecnologias móveis: a gestão wi-fi do windows normalmente é substituida pela do fabricante do hw. O gestor wi-fi da intel (por exemplo) é suficientemente bom para fazer esquecer o do windows. Bluetooth é a mesma coisa. Que funcionalidade extra eu ganho com o vista?

    Degradação do sistema: não estou em posição de comentar, já que não uso o vista. Mais uma vez digo que qualquer sistema UN*X não tem esses problemas de degradação do sistema. O simples facto de (por norma) o utilizador corrente nunca ser o root é o suficiente para proteger as componentes vitais do sistema em caso de erro fatal. Sim, eu sei do UAC do vista. (30 anos depois do UNIX!) Talvez seja por isso que esteja melhor do que os seus antecessores. 🙂 »

    Então mas não estávamos a comparar o Vista ao XP? os sistemas UNIX já nós sabemos que em nada se comparam ao sistemas da MS.

    Se vamos comparar o Vista com o UNIX e o XP com o UNIX, parece-me a mim que este último será derrotado mais facilmente. Mas não vamos por ai.

    Abraço

  27. Luís Santos says:

    @ Miguel: muito bem exposto! E confesso que sou obrigado a concordar.

    Neste momento tenho o XP no meu desktop e Vista no protátil (e o SME Server a correr num Celeron 1.7 com 512MB de RAM).
    Uso o Vista no portátil apenas para estar “actual”. Como de tempos a tempos presto apoio informático a particulares e o Vista “anda aí”, decidi juntar-me à manada.

    Para trabalhar, no entanto, nada melhor que o OS400 😛

  28. Miguel says:

    @ Bruno Santos

    “os sistemas UNIX já nós sabemos que em nada se comparam ao sistemas da MS.”

    Não comparam? Porquê? Estamos a falar de sistemas operativos em ambos os casos. Os sistemas UNIX não são perfeitos, mas arquitecturalmente são muito mais modulares e desacoplados do que o win. Sim, fala-se aí num tal de MinWin, mas para já é só vaporware. Para não dizerem que eu sou (muito) tendencioso, há, no entanto, algo em que a família NT é tradicionalmente melhor do que o universo UNIX: a granularidade ao nível das permissões. Em todo o caso, essa limitação já foi corrigida com projectos como o TrustedBSD ou o SELinux, entre outros. Já lá vai há muito o tempo do simples “rwx”. Fora isso não me ocorre nada em que o win seja mais apelativo!…

    O top-10 da netcraft para os hosting providers mais fiáveis tem tradicionalmente FreeBSD no topo, a maioria é Linux, um ou dois win 2k3.

    “UNIX powers the internet” (TM). Querem ambiente mais hostil para provar o que um SO vale? 😉

  29. Bruno Santos says:

    Miguel, estou em pleno acordo consigo, mas não estávamos a comparar com sistemas UNIX.
    Simplesmente estávamos a comparar entre o XP e o Vista, e tirar as diferenças entre ambos.

  30. Tiago says:

    Vitor, quando publicas aquele belo tutorial para instalar o Leopard 10.5 num PC?

    Aí acabavam-se as discussões e a malta usava toda o mesmo software :p

    Abraço

    PS: é a primeira vez que comento neste blog que sigo diariamente. Parabéns pelo excelente trabalho.

  31. Vítor M. says:

    Miguel dei-me ao trabalho (com satisfação) de responder objectivamente com alguns dos muitos pontos onde o Windows Vista supera o XP, o Miguel respondeu sem dizer nada, desculpe lá mas não disse rigorosamente nada… e foi ao ponto de trazer o Unix para justificar o que não estava sequer em conversa.

    Mas ok seja como for, eu como utilizador há muitos anos de ambos e seus antecessores digo e reafirmo a superioridade, não vale nada estar a dizer mal se não o usamos.

    Só um aparte para o corrigir, é falso que o XP tem o mesmo desempenho em termos multimédia que o Vista, não é só uma questão de drivers, e hardware de terceiros, é uma questão de gestão das capacidades do processador e na nova arquitectura dos componentes (gráfica, board, memorias, etc.).

    Pode ser que o novo SP3 para o XP aproxime o desempenho do XP ao do Vista em capacidade de interpretação estrutural da máquina, pode ser mas… esperemos para ver.

    Agradeço ao Miguel esta oportunidade de abrir estes argumentos, é salutar.

  32. Vítor M. says:

    Tiago de facto ando a “tentar” correr o Leopardo na máquina virtual para escrever umas linhas, mas a versão que “saquei” não deve estar muito católica… ou sou eu 😉

    Mas quem o tiver e quiser fazer isso para a nossa comunidade eu agradeço…

  33. Miguel says:

    @ Vitor

    A minha ideia era mesmo essa, trazer a discussão. No entanto, permita-me discordar de si, mas tenho a certeza de que argumentei de forma válida. Parece-me pertinente justificar que a ms não deu à luz nada de especial perante outras ofertas existentes. Eu não “disse mal” do vista, simplesmente tenho sérias dúvidas sobre se vale a pena usá-lo. Apesar de não ser utilizador do vista, sou suficientemente informado para debater certos tópicos. Por outro lado, não estava escrito em lado algum que esta discussão seria sobre vista vs. xp. Claro que tinha que trazer o UNIX para a conversa, afinal o win concorre com o quê? Em boa verdade, o vista concorre com o xp, se bem que os acordos oem da ms vão garantir que isso deixe de acontecer.

    Quanto às capacidades multimédia, não me referia ao desempenho, mas às funcionalidades. Preferia que me tivesse dito que o DX 10 é exclusivo do vista, por exemplo. 🙂

  34. Luís Santos says:

    Eu gostava de apontar mais alguns aspectos em que, a meu ver, o Vista perde para o XP.

    1 – Tocaram no tema das redes wireless. O Vista tem-me dado mais chatices nesse campo do que o XP, expecialmente se forem redes wireless que não emitem o SSID. Além de que, enquanto andamos a tentar configurar a ligação, o Vista obriga-nos a ir a vários ecrãs (e a forma como aparece uma nova janela ao invés de exibir o novo conteúdo na mesma janela irrita-me solenemente :P), ao passo que no XP é bem directo (ícone da ligação, propriedades e “está a andar de mota”).

    Aliás, essa mania que o Vista tem de abir várias janelas atrapalha qualquer processo que nos obrigue a percorrê-las.

    2 – Outro aspecto negativo do Vista face ao XP é a quantidade e “tralha” que traz instalada e os obstáculos que coloca à sua remoção. Mesmo quando queremos apagar o Windows Mail ou Windows Calendar, por exemplo, e vamos às respectivas pastas e forçamos com o belo do Shift+Del, somos presenteados com um aviso de que não temos permissão para o fazer. Ora se o Vista é meu, o PC é meu e eu sou o administrador do SO, como raios é que não tenho permissões para apagar o que bem entendo? Uma lata que só Vista 😛

    Ou seja, em termos de personalização, apesar do Vista ter muita “mariquice” para o embelezar (confesso que o acho mais bonito que o XP), perde largamente para o XP quando lhe queremos aplicar uma “dieta”. Ganha-se aqui, perde-se ali.

    3 – Gestão de energia (em portáteis). Neste capítulo o Vista tem muito mais opções que podemos configurar no painel da gestão de energia. Conseguimos ir a níveis bem baixos para cada “setting” (poupança, desempenho, etc…). O problema é que o XP é muito menos exigente com a bateria, anulando esta vantagem teórica do Vista. Ou seja, essa melhoria da configuração das opções de energia apenas permite ao Vista gastar tanto quando o XP, e não menos, como seria de esperar.
    E, claro, no XP podemos sempre ir ao gestor de dispositivos e mudar individualmente as opções de energia para cada componente. Mas dá muito trabalho e não compensa o tempo que se perde.

    5 – Em relação à segurança, e como falaram concretamente no número de falhas encontrado até hoje em cada um deles, basta dizer que o XP leva muito mais tempo no activo que o Vista. Logo, é normal que este exiba maior número de falhas encontradas. Em relação ao Vista, só o tempo o dirá.

    6 – Memória. Aqui os dois SO’s têm filosofias distintas. Um vai usando a que necessita, o outro aloca-a e vai disponibilizando às aplicações à medida que estas vão precisando. Logo à partida, isto obriga a que o Vista corra em máquinas com mais de 1GB de RAM. 2GB é mesmo o recomendado, o que assume ainda mais importância quando falamos de sistemas com gráficas partilhadas (não só nos portáteis, mas em “workstations” empresariais, onde é costume usar-se esse tipo de soluções gráficas. Nesses casos, uma máquina com 1GB de RAM e uma gráfica partilhada de 256MB (vamos supor) deixa-nos apenas com 768MB, que o Vista imediatamente monopoliza. O mesmo cenário no XP implica muito menos restrições. Tudo isto conta quando se fazem contas ao preço dos PC’s, por exemplo.
    E, novamente, o Vista acaba por ser uma faca de dois gumes: por um lado gere melhor a memória, mas por outro o próprio SO absorve mais recursos dela (em parte também devido ao “embelezamento” de que foi alvo, à “sidebar”, etc…).

    Há mais coisas, mas neste momento também há trabalho 😛

  35. Vítor M. says:

    Luís Santos se isso é pior que o XP, posso concluir que tudo o resto é bem melhor, o saldo é naturalmente positivo, como venho há algum tempo a dizer. 😉

  36. Luís Santos says:

    Bem… se é melhor ter mais chatices a configurar serviços (como o wireless), ter mais trabalho a andar por mais janelas que ficam espalhadas pelo ecrã, ter um maior consumo de bateria (em portáteis), maior dificuldade na remoção de elementos inúteis (e, portanto, maior ocupação obrigatória de espaço em disco) e um alocamento significativo da memória, então o Vista emerge como vencedor do comparativo, seguramente 😉
    Especialmente quando traz, como bónus, a obrigação de um “upgrade” para um PC melhor, no caso de quem não tem um que cumpra os requisitos 😛

    Agora mais a sério: face ao que oferece o Vista, ao que custa e ao que exige da máquina, mais as chatices resultantes da sua operação quotidiana, diria que o XP leva alguma vantagem. Basta ver pela net fora a quantidade de blogs, fóruns e sites dedicados ao tema “downgrade de Vista para XP”.

    Como nota final, digo que, depois de ter feito um “downgrade” desses, voltei a instalar o Vista, mas apenas porque sou informático e achei que era mais pedagógico para mim tentar resovler os problemas decorrentes da sua utlização. Com efeito, consigo usar no Vista praticamente todo o software e todas as ferramentas que usava no XP, mas ao custo de muito trabalho e muita paciência. Só por aí, o XP tem logo vantagem. E eu teria menos cabelo brancos! 😛

  37. Vítor M. says:

    Luís Santos, só concordo com o consumo de bateria… de facto o meu portátil sofre largo com o consumo do Vista.

    Os restantes argumentos são idênticos a outros que na transição do ME para o XP forem atirados. Mais um ano e ninguém quer saber do XP.

    Quanto às máquinas terem que evoluir… bom é um mal necessário, faz parte do curso da história. É a lei da vida, os cabelos brancos igualmente 😉

  38. Bruno Santos says:

    Já que o Luís Santos falou nas diferenças de operabilidade entre os sistemas, queria reforçar a ideia que qualquer mudança de sistemas operativos vai tornar alguns processos que findam o mesmo objectivo, muito diferentes.

    Vou dar um pequeno exemplo:

    Alguém se lembra do menu iniciar do 98 ou ME, era simples apenas do tipo gaveta. A introduçao do XP veio trazer um novo modelo de menu iniciar, embora ainda do tipo gaveta, esta teria que levar mais passos até abrir o que pretendiamos. Quantos de nós não reclamaram e acharam mais que inconveniente aquele sistema no início?! E para além disso quantos de nós nos primeiros tempos não colocam a barra classic que remetia para o win 98?!
    Pois mas hoje em dia simplesmente é banal, e já ninguém liga. Reparem, então, no paralelismo que nos surge entre os menus iniciar e os sistemas operativos.

    Quero com isto dizer que a novidade é sempre algo estranho, mas o ser humano, felizmente tem a capacidade de adaptação.

    Abraço

  39. Luís Santos says:

    @ Bruno Santos: verdade, e ainda bem que somos adaptáveis 🙂

    Mas não é menos verdade que ainda assim há diferenças. Uma das formas de acelerar processos é reduzir o número de “clicks” necessários para os efectuar, e é nesse sentido que vão as minhas críticas ao Vista. Claro que o XP está longe de ser eficiente nesse campo, mas comparativamente… bom, o Vista é pior ainda.

  40. Ana Elisa says:

    Gostei e aprendi com essa troca de argumentos, parabéns a todos.

    Acabei de ler que a “Microsoft abre código de softwares e produtos”,

    vou deixar aqui o endereço http://tecnologia.terra.com.br

  41. Vis says:

    a mim so me faz confusao é ter de usar o XP na escola…. entao o menu iniciar é dificil deixar o do vista…depois de se estarmos habituados nao se quer outra coisa…
    incompatibilidades? lol… duvido que ainda haja alguma que nao tenha resolucao..
    e 90% dos problemas que se falam por ai sao culpa dos users..

    mas “e fixe” dizer mal do vista…

  42. aver says:

    Eu ando a experimentar o Vista há uma semana e ainda não lhe consegui encontar interesse nenhum. Reparem no post – criar “caixas de verificação” para os ficheiro, de modo que a mesma operação (abrir, copiar,…) sirva para todos.

    Claro que fui experimentar, ando a ver se encontro coisas novas no Vista que valham a pena.

    Está giro. Mas, em rigor, qual é a grande diferença em relação ao XP, em que se iam marcando os ficheiros com as tecla Ctrl (ou Shift) premidas ?

  43. Rui Silva says:

    Se os utilizadores analizarem criticamente vao chegar a uma conclusão bastante engraçada: Normalmente discutem-se sistemas operativos de diferentes fornecedores no mesmo espaço temporal.( XP e Linux qualquer que seja a versão) aki discutem-se SO do mesmo fornecedor mas num espaço de tempo mto grande… Então mas com estes anos todos de desenvolvimento o Vista não deveria ser indiscutivelmente melhor que o XP??? O que raio andaram os tipos da Microsoft a fazer este tempo todo??? Foi só desenhos e transparências?

    Sou um user de 2003 Server no trabalho e Vista em casa, mas existem jogos (lançados 2004 por ai) que nem que me esfole todo os consigo por a correr no Vista

  44. Luís Santos says:

    Eu nem falo de jogos, falo mesmo em aplicações e ferramentas, de entre as quais as próprias “suites” da Microsoft (Office 2003, SQL Server 2000, Visual Studio 2005, etc…). Claro que, para muitas delas, com mais ou menos “truques” um gajo mete aquilo a correr. Mas para quem não quer perder tempo nem paciência a reinventar a roda, felizmente existe o XP.

    Reforço a ideia de que, se o Vista fosse assim tão bom, não havia tantos fóruns/blogs/sites dedicados APENAS à temática do “downgrade” do Vista para o XP. C’est la vie 😛

    Mais ainda: no meu trabalho (um banco, entenda-se) andamos a testar o Vista nalguns pc’s e notebooks, para ver como se comporta na rede e com todas as nossas (muitas) aplicações. Eu não sou do helpdesk nem da área de sistemas, mas como estão mesmo aqui ao lado dá para ter uma ideia dos stresses que têm havido. Se fosse realmente melhor não veríamos situações destas. Nem as vimos assim na altura do XP que, apesar de também ter problemas, não iam a áreas tão abrangentes como no Vista. O que é mais estranho ainda se considerarmos que o Vista é um “facelift” do XP.

  45. IceBurn says:

    Fantástico! Já uso Vista praticamente desde Janeiro e ainda não tinha conhecimento desta funcionalidade!
    Dá realmente muito jeito!!

  46. Nuno says:

    Não conhecia essa funcionalidade.

    Muito jeito que dá. 😀

  47. Rogeer says:

    Continua assim Vitor estas dicas são muito boas já conhecia algumas ajuda sempre que precisamos quanto ás bocas foleiras não ligues..fica bem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.