Quantcast
PplWare Mobile

Recupere o Linux após a instalação do Windows 8

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Mário Sousa


  1. LuisF says:

    Julgo ter visto um LiveCD dedicado a essa recuperação.

  2. Justino Lopes says:

    Segui estes passos mas não funciona.

    Quando eu istala o windows 8 eu fas particionar todo espaço disponivel. Quando reinicia eu tem windows 8 mas meu gentoo não está mais lá.

    Eu correu os passo indicado mas não funciona. Alguém pode ajuda o Justino?

    Brigado

  3. Diogo O. says:

    Uma solução mais fácil ainda: EasyBCD.
    Permite adicionar, editar ou apagar itens do boot menu, reparar erros no boot e dispõe de versão gratuita.

    Para os interessados:
    http://neosmart.net/EasyBCD/

    Cumprimentos

  4. David Oliveira says:

    E com o Boot Repair consegue-se resolver esse problema de forma mais automática?

    https://help.ubuntu.com/community/Boot-Repair

  5. João Pedro says:

    Pra que tudo isso de linhas de comando????
    Basta instalar o grub manager e apertar no botãozinho pra refazer o grub.

  6. Carlos Carvalho says:

    Boa tarde ,

    Com esta nova versão do boot repair pode ser que se consiga fazer a reparação , com a que tenho actualmente num portátil não me foi possível reparar , mas saliento que já verifiquei que foi executada com uma versão mais antiga do boot repair .

    Bom tutorial , tinha-me feito muito jeito a uns 2 meses atrás , acabei por fazer de outra forma mas lá consegui resolver o problema , lá está o velho ditado quem não tem cão caça com o gato .

    Cumprimentos

    Carlos Carvalho

  7. fernando martini says:

    vixe mais facil manter o windows 8, comandos demais nese linux EayBCD fsz isso mais facilmene

  8. Dav7 says:

    Eu queria era o contrário, tenho o Ubuntu a fazer boot em 1º e antes conseguia alterar para o Windows 7 quando queria, mas agora não me deixa selecionar mesmo que clique nas setas, e entra sempre em Ubuntu :S

    • Paulo Teixeira says:

      Pois eu estou com um problema idêntico… também não consigo entrar em windows… eu quero que o Ubuntu fique como o primeiro boot mas quero também conseguir entrar no windows coisa que não estou a conseguir, não sei o que se passou, sempre funcionou bem.
      Vou ver se com esse EasyBCD consigo alguma coisa, deve dar nao??

      • antonio says:

        se consegues arranjar o Ubuntu, vai á linha de comando e edita manualmente o ficheiro grub.conf

        machine-name# vim /boot/grub/grub.conf

        vais encontrar os valores:

        default=0 —-> sistema de arranque default
        timeout=5 —-> delay do menu

        atençao, “0” é para a primeira linha (sistema operativo configurado no grub)

  9. irlm says:

    eu instalei o ubuntu, fedora, manjaro por uefi, e agora não saiem do bootloader da bios extensões .efi.
    podem ajudar como tiro isto da bios, já tentei limpar o disco a zeros, reiniciei a bios em default, e ainda continua sem efeito.

  10. Cover says:

    Não consigo perceber como ainda existem pessoas a usar linux para fins pessoais…..
    Configurar um simples dual boot… relatório de 500 páginas.

    • CMatomic says:

      Isso é porque não utilizas sistemas Linux , pois utilizasses irias entender que este tutorial apresentado aqui esta um pouco tendencioso , o que origina respostas como a tua , pois existe soluções bem mais simples que esta apresentada aqui.

  11. Splinter says:

    Boas,

    Pensei em deixar o meu testemunho. Provavelmente não é a melhor forma de fazer este processo, mas não conheço outra forma.

    Quando comprei o windows 8, já tinha o elementary OS instalado e o windows 7 instalados em Dual Boot.

    Instalei o W8 Pro em clean install por cima do W7 e tudo correu sem problemas.

    Este problema em particular ocorre se por exemplo eu decidir remover a partição do Linux para, digamos, instalar uma outra qualquer distribuição. No windows removo a partição do Linux. Quando reinicio, a MBR diz que não há sistema operativo, embora tenha o Windows instalado. Neste caso, faço o seguinte:

    LiveCD do Ubuntu, ou qualquer outra distribuição; download do “Boot Repair” e uso o “Automatic Repair”.

    Já está, reinicio e tenho acesso imediato ao Windows.

    Depois, claro está, tenho o disco só para o windows. Posso voltar a criar uma partição destinada ao Linux.

    Já agora, se alguém souber de uma melhor forma de efetuar este processo, ou seja, remover a partição Linux para ter outra distribuição, sem mexer na MBR nem no Windows, aceito sugestões e ajudas.

    Cumprimentos

    • Pedro Reis says:

      Se queres só instalar outra distro, porque é que simplesmente não instalas por cima da que tens actualmente? É o mesmo que instalares do 0, sem o tempo perdido a apagar a partição e a restaurar o MBR.

      Em relação ao artigo, isso está ligeiramente complicado de mais, como disseram há o boot-repair e mais não sei quantas maneiras de resolver isto. É sempre mais uma se as outras não funcionarem e isso é que interessa!

      Cumps

  12. tfae says:

    É deste tipo de tutoriais que gosto de ver no Pplware. Embora “simples” de certeza que irá dar jeito a muita gente.

    Parebéns pelo artigo 🙂

  13. Olá, sou o autor do artigo e queria só realçar uma passagem do mesmo, devido ao burburinho a rumorar nos comentários:

    “Há programas que o fazem automaticamente, contudo a maneira mais rápida, fiável e indolor acaba por ser a mais arcaica de todas. Usando a consola e uma série de comandos, vamos aceder à partição do nosso computador onde o sistema está instalado, iniciar sessão pela consola e executar a reinstalação do GRUB, tornando-o de novo gestor de arranque, agora detectando também o Windows 8.”

    Programas como o Boot Repair ou o Grub Manager são do meu conhecimento, extremamente úteis e já foram mencionados no Pplware várias vezes. No entanto, todos eles se baseiam nestes princípios que expliquei, então porque não ir directamente à fonte? É um bocadinho como comer comida da Bimby ou comer comida cozinhada… 😉

    O Pplware tem efectivamente um sub-grupo de leitores a quem estes artigos apela – daí esta minha contribuição – e toda uma audiência exigente e discernente. Não faço parte de uma ordem secreta com o fim máximo de plantar fantasmas acerca da inimizade do Linux, calma. Só quis adicionar mais ao já bastante diversificado repositório de conhecimento do Pplware.

    • Cláudio says:

      “Não faço parte de uma ordem secreta com o fim máximo de plantar fantasmas acerca da inimizade do Linux, calma.”

      Nem vejo porque alguém faria isso. Toda a gente ganha com a existência de concorrência, seja ela Linux ou Windows, mas isso já é offtopic.
      E parabéns pelo tutorial, já agora 🙂

    • Yep, Parabens pelo tutorial
      levantou aqui algumas questoes tecnicas o que e bom entre quem gosta de aprender mais.

      A minha experiencia diz que:
      os programinhas que fazem tudo sao muito bons quando funcionam,

      qdo alguma coisa falha e nao sabes o que está por “debaixo da cortina”…. e ai.. o http://google.com é o teu melhor amigo 😀

  14. Stefo says:

    Thanks e parabéns pela dica, graças a ela tou a conseguir recuperar a minha instalação que estava numa especie de estado inconsciente depois de ter esquecido de ligar o cabo de alimentação durante uma atualização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.