Quantcast
PplWare Mobile

Como aceder à Disney+ em Portugal

                                    
                                

Autor: Mário Sousa


  1. Fernando Seabra says:

    Bom tutorial, apesar do carácter publicitário. Contudo é importante ressalvar que simulando um acesso a partir dos EUA por exemplo, não estará eventualmente disponível o áudio em português. Tendo em conta o público a que se destina (crianças), é importante referir este constrangimento.

    • Mário Sousa says:

      Fernando, muitas pessoas associam o Disney+ como se fosse para crianças, mas, na verdade, é uma plataforma que, pelo que tive já a oportunidade de verificar pode superar, em muito o Netflix….sim, não me enganei, o Netflix.

      O catálogo é vasto e encontramos um pouco de tudo e ao nível de crescimento de conteúdos a Disney promete novidades para breve.

    • Edgar says:

      O Disney+ do Reino Unido tem áudio em Português de Portugal. Isto no novo Rei Leão, não experimentei outros.

    • Mario Alturas says:

      “não estará eventualmente disponível o áudio em português”
      Obrigado pelo aviso. Realmente para mim não serve. As miudas é que andam a falar nisso à montes de tempo.

    • ze says:

      Tem audio em PT para titulos que foram lançados em PT pós 1994 e audio PT-BR para os que foram lançados em BR.
      Seja como for, já fui criança e lembro-me de não ver desenhos animados dobrados, comecei cedo a esforçar-me a ler as legendas e isso potenciou o meu desenvolvimento cognitivo, querem estupidificar ainda mais as crianças?
      Além disso o comportamento corporal e movimento das bocas é mimica da voz original, tudo o resto tira a experiência.

      Relativamente a este serviço, já o uso desde o seu lançamento e o catalogo peca por muito pobre, após 3 meses decidi cancelar o serviço.

  2. Diogo Simões says:

    Quem escreveu o artigo não deve ter conhecimento que há data para o lançamento em Portugal (pelas considerações finais).

    Para quem já usa, a maior parte do conteúdo já está legendado em português.

    • JP says:

      Olá Diogo,
      em que país encontramos as legendas em PT-PT?
      Obrigado.

    • Rodrigo says:

      Se tivesse lido todo o artigo, iria verificar que está lá bem descrito a data do lançamento para Portugal. Há que ler tudo, não só o que interessa para ter uma desculpa para comentar.

      • Diogo Simões says:

        Caro Rodrigo,

        “Palavras finais
        A Disney+ pode ou não implantar-se em Portugal até ao outono de 2020. Se não conseguir manter a paciência por tanto tempo, pode subscrever a PureVPN e aceder agora à Disney+ em Portugal.”

        Há que também ler bom português antes de estar a atacar alguém que estar a atacar e como se tivesse eu interesse da vida comentar artigos. Antes sim uma chamada de atenção e evitar incongruências.

  3. Abreu says:

    Só com legendas e que assino!

  4. Luis says:

    Bom tutorial…para vender um serviço VPN 🙂

  5. Paulo Rodrigues says:

    Para além da publicidade travestida de tutorial, podiam informar que o serviço Amazon Prime Video está disponível em Portugal, e não carece de recurso a VPN.

  6. Fábio Dantès says:

    Isso é muito subjetivo, eu uso Disney+ sem qualquer VPN em Portugal, a única coisa necessária para a conta para quem não tem familiares ou amigos em países com Disney+(no meu caso Espanha) é que precisa de VPN apenas para criar a conta e fazer o dito pagamento, de resto o serviço funciona sem VPN sem problema. Em relação a áudio e legendas, algumas coisas(maior parte) são legendadas em português, outras também já tem áudio PT-PT ou em alguns casos PT-BR, com a aproximação da data de estreia em Portugal, tem havido um incremento de traduções nos dois formatos até a data. O que para quem tem crianças ou necessite de apoio escrito/auditivo tem sido um ponto chave. Quando vejo pessoal a dizer que o serviço faz frente a Netflix, não vejo por aí, isto porque a Netflix tem muito bons conteúdos, seja originais, seja de terceiros, mas com o crescimento de outros serviços de streaming como a Disney+, a HBO Max, Amazon Prime, entre outros, a Netflix tem perdido conteúdos muito importantes que poderão fazer a diferença daqui para o futuro, como é o caso específico do que falamos no artigo, Disney+, a Disney tomou a iniciativa de não renovar contrato com cadeias de streaming de forma a os seus conteúdos serem exclusivos e apelativos para o consumidor, sendo este um estúdio com bastantes e atuais “Hits” é normal que de início todos saiam a correr. No futuro vejo um serviço de streaming que se não evolui e oferece realmente conteúdos diversificados, mesmo os miúdos vão se fartar e querer conteúdos diferentes. Atualmente para quem tenha possibilidade, ter Netflix e Disney+ será realmente a escolha acertada, pois as duas complementam-se. Quem quiser ir mais além e ter conteúdos de qualidade a Amazon Prime Video é uma boa relação qualidade preço, com conteúdos equilibrados e exclusivos originais de muito boa qualidade, seguido da HBO com algumas séries bem construídas e com a vantagem de em alguns provedores de serviço saírem ao preço da “Uva Mijona”. Claro que há muitos mais serviços de streaming por aí disponíveis e discutíveis, falei nestes pois são os que estão/estarão disponíveis em Portugal. (Todos estão menos a Disney+ atualmente). PS. Para quem tem TVs 4K e sistemas de som em condições para mim a Disney+ é quem tem a melhor qualidade de imagem/som, seguido do Amazon Prime Video. Mas isto é só a minha opinião.

  7. Pedro Pereira says:

    Fazer concorrência à Netflix…só daqui a uns bons anos. Já tive oportunidade de ver os conteúdos do serviço e é ( a meu ver ) muito fraco. Tenho tb a Amazon prime que tem excelente qualidade e muitos conteúdos mas muito pouco conteúdo para os mais pequenos em PT de Portugal. Fico mesmo com a impressão que julgam PT-BR é Portugues de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.