PplWare Mobile

10 Passos para apagar o seu rasto digital na Internet


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Johnny says:

    Não existe maneira, de desaparecer da internet assim do nada, quem é que nunca introduzi-o os seus dados reias, ou corretos em algum sitio? Até eu já cometi esse erro, mesmo que possa modificar, as grandes empresas não são tontas, devem possuir um “whois registry” ou seja ficam com a informação que tinha posto antigamente, e com a nova.. E o resultado disso? tudo o que alterares, ira ficar sempre gravado, indepentemente se é outra morada ou não.. mesmo que mudes vai registando 1 a 1.. Por isso resumindo e concluindo e pelo que aprendi essas dicas, deve-se começar quando se entra no mundo de internet.. apos estar-mos completamente conscientes e cientes dos perigos da Internet a que damos valor a essas dicas, até la as pessoas vão ignorar e submeter os seus dados reiais em sites como redes sociais, contas de email e por ai fora..

    Não existe maneira de apagar.. existe maneiras de ocultar, ou então evitar que a tua informação fique visivel, ou mais “exposta” mas apagar completamente nem por isso, até porque se assim fosse a Google, neste momento já tinha posto as seus termos e privacidade mais “agressivos”

    • Carlos Bonaparte says:

      Sim, existe: em 2014, há sensivelmente 3 meses, entrou em vigor a lei do direito a ser esquecido. Isto implica que nenhum dado esteja acessível na internet, sobre nós. É uma espécie de começar de novo. Digamos, é o mesmo que desinstalar e instalar o Windows, mas não o mesmo que formatar a unidade C. O efeito é quase o mesmo, mas não exatamente o mesmo.

      • Cláudio Barbeiro says:

        Boa sorte com isso !

      • Luís Ferreira says:

        Humm… Na pratica isso é difícil, eu posso guardar as tuas informações e estarem disponíveis na Internet, de forma a que “não sejam visíveis a todos”, Get it?! É verdade que tens direito à tua privacidade, mas existem termos, inclusive, que no momento em que os aceitaste, essa informação seja dada a terceiros e etc… Basicamente é quase impossível eliminares TODA a informação por ti exposta 😀 Se o estás a pensar em fazer então, boa sorte!

  2. Jonh Doe says:

    Muito Bom! Já fiz alguns desses passos, incluindo a mais drastica que foi mudar de email – dígamos que era pouco profissional! xD

    Na altura cancelei as contas que já não usava, pisquisei pelo meu nome completo, primeiro e último, e pelo email, sempre entre aspas. E nas contas que fiz o “sign up” pelo facebook tive a ideia de fazer algumas alteraçoes e depois apaga-las! Pelos vistos foi um bom palpite. 😀

    Quanto ao facebook, vou lá apenas algumas vezes e depois disso, termino a sessão. Nao tenho instalado nos meus dispositivos móveis, porque acho que é uma distração e pelo fato de consumir muita energia.

    Tenho um email que so uso para “serviços de armazenamento cloud” e nunca introduzi lá nenhuma informação que me pudesse identificar diretamente, como numero de telefone (desvantagem, não ter a autenticação em segundo passo ativo – abri mão da segurança, para ter alguma privacidade :/ …)! – Não que tenha algo a esconder, apenas gosto de ter alguma privacidade e dar algum trabalho e quem tentar retirar-mo!

    Na minha opinião podia-se ter falado um pouco mais sobre os cookies (de rastreio)…

    Bom Post e continuem com o bom trabalho!

  3. Sampas says:

    Bem me parecia que ja tinha visto um artigo sobre o mesmo assunto com exatamente a mesma imagen, VPDM How To Disappear From The Internet in 9 Steps

    Os passos até são sensivelmente os mesmos, mas sendo o mesmo tema, seria de esperar

  4. ko says:

    A minha escola mete as notas de toda a gente no site deles e elas são indexadas pelo google. Como posso fazer para ocultar essa informação?

  5. David says:

    Como faco para desaparecer do rasto do governo Portugues? Posso solicitar a desnaturalizacao? Seria mais interessante algo desse género 🙂

  6. alexandre says:

    excelente artigo. cada vez mais somos manipulados pelas empresas de marketing e publicidade sem sabermos. sabem mais sobre os nossos gostos e comportamentos do que nos próprios (quase). grande parte das pessoas ainda não se apareceu disso. este artigo é o início para se começar a ter algum cuidado e se pensar duas vezes sobre o que publicamos online.

  7. bcardoso says:

    O problema para mim é aceder à internet através de servidor proxy (p. ex. no trabalho). Será que posso navegar à vontade por onde quero sem te haja forma de descobrirem por onde andei?

    • Bahh says:

      Usar 3G/ 4G pago por si, no smartphone/ tablet/ computador… pessoal e totalmente adquirido e pago por si.

      Pode tentar usar o Tor Browser a partir de uma PEN USB/ CD/ DVD: https://www.torproject.org/projects/torbrowser.html.en mas pode não funcionar, em especial se tiver a usar o computador da empresa… e como passa pelo proxy é difícil para mim afirmar que vai funcionar.
      Lembrando que usando a rede TOR alguns pontos de saída de tráfego são conhecidos por monitorizar o que lá sai e entra e alguns até adicionam código maligno (vírus informático/ cavalos de Tróia…)… usar somente para web sites com ligações encriptadas e com certificado digital válido, que seja o mesmo quando usa uma ligação normal não alterada.

  8. César says:

    Rasto e não rastRo. Mudem lá isso que de brasileirada estou eu farto. Já enerva tanta invasão daquela lingua.

    • Miguel says:

      Caro César, seu comentário totalmente xenofóbico me chamou a atenção, fique sabendo, o senhor, que pessoas, como tu não apenas me enojam, mas sim, à todo bom cidadão que tem em mente que cada nacionalidade tem seus costumes, sua música e principalmente sua escrita. O Brasil é aquele país que recebe todo mundo de braços abertos, é o país da miscigenação racial, e mesmo assim, tendo todos os anos milhares de pessoas de todo o mundo, usufruindo de seus “serviços”, esse povo tão receptivo, é constantemente abalado por criticas preconceituosas de pessoas mal informadas. Pertencer à Portugal, um país tão “nobre”, com um povo tão “pobre”, ás vezes me envergonha!

  9. Manuel Tojeiro says:

    Boas.
    Bom artigo sim senhor.
    Mas será que poderão dar uma ajuda numa coisa muito mais básica: Como barrar nºs de telefones fixos sendo cliente da MEO?

    Já fui cliente da TVCabo e na àrea de cliente que me estava reservada podia fazê-lo sem grandes complicações nem justificações.

  10. Artur says:

    Pesquisando pelo meu nick na internet só aparece 13000 resultados. Parece fácil desaparecer. :p

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.