Visualizador Saft-PT – Verifique os dados da aplicação de gestão


Destaques PPLWARE

35 Respostas

  1. 34 says:

    Sweet!! o que procurei um programa destes…
    Agora só falta um para o SAFT da Contabilidade

  2. Luís Miguel says:

    Não está preparado para nova estrutura saft …

    • 34 says:

      Lê correctamente mas só lê o SAFT da gestão comercial com a facturação, não lê o SAFT da contabilidade.

      • Luís Miguel says:

        eu digo para leres o que eu disse “Não está preparado para nova estrutura saft …”

      • Luís Miguel says:

        Ou seja Fatura Simplificada / Fatura
        FS/FP/FT

        • asdasd says:

          diz-se “factura” e não “fatura”. o acordo ortográfico ainda não está em vigor.

          • Boa tarde,

            O acordo ortográfico já está em vigor. Existe um periodo de transição até 2015 onde ambas as grafias são aceites.

            Contudo, todos os serviços dependentes do Estado têm que usar o AO.

            Eu, pessoalmente ainda não uso o AO, contudo há empresas que já o exigem (e.g. Portugal Telecom).

            “Em Março de 2008 o Acordo Ortográfico foi aprovado pelo Governo português e ratificado pelo Presidente da República, sendo estipulada uma moratória de seis anos para a sua integral aplicação.

            Este período de transição termina em 2015, ano em que o Acordo Ortográfico passa a vigorar em Portugal, na sua plenitude.”

            Cumprimentos,
            rmc

        • LC says:

          Recuso-me a usar uma lingua alterada por decreto, que torna-a dúbia.
          Ex:
          fato e facto passa a ser fato
          pára e para idem.

          • Boa tarde,

            A mim não me faz confusão; é uma coisa natural. Acho até que a questão foi empolada por questões políticas.

            Já existiram vários acordos ortográficos ao longo da história do Português. Este é apenas mais um.

            Uma vez que o espírito do acordo é aproximar a escrita com a oralidade, continuará a ser possível escrever de forma antiga (desde que justifique que escreveu algo de uma forma porque oralmente pronuncia assim).

            Se o AO é perfeito? Claro que não.

            Contudo, vejo-o com bons olhos para não acontecer o mesmo que o Francês:

            Como não existe um Acordo Ortográfico Francês há muito tempo (300 anos, salvo erro), o idioma falado é substancialmente diferente do escrito, o que é uma dor de cabeça para todos os que estão a aprender a língua.

            Cumprimentos,
            rmc

          • LC says:

            Pois, mas onde é que Pára de parar é parecido com para?
            Eu digo Factura e leio o c, e em facto, e em Egipto leio o p (senão coitados dos egipcios ficavam sem país).
            No caso do para ou pára
            “Schars para 2 semanas” foi um titulo de jornal, sinceramente não percebi.
            ora uma transcrição de uma escuta entre uma testemunha que poderá passar a reu devido ao acordo: “Para aí Zé” afinal era “Pára aí [Não o mates]” ups a escrita ficou então parecida com o Francês sem nexo nenhum e ilegivel!

          • Antes do AO, já existiam centenas de palavras Homónimas. E isso acontece em qualquer idioma.

            Caberá a quem escreve usar outras palavras ou usar informação de contexto para comunicar as suas ideias de uma forma clara.

            Cumprimentos,
            Rmc

  3. O visualizador Saft-PT v2.0 está preparado para as novas regras impostas pela AT.
    Cumprimentos
    A equipa do projecto colibri

  4. PeopleSoftware says:

    Parabéns por lançarem este produto..No entanto, está muito longe das soluções que já existem no mercado à vários anos. Como por exemplo, o da CentralGest que é um visualizador SAFT completo, que também analisa a contabilidade e é gratuito para empresas de menor dimensão, e ainda existe o da SAGE, mas mesmo assim…bom trabalho.

  5. Pedro Ferreira says:

    Boas

    ler estes comentários só me dá vontade de RIR!!

    O povinho tuga é mesmo pobre e mal agradecido, @PeopleSoftware pega no visualizador da CentralGest e executa-o em Linux, ou então pega no da SAGE e faz o mesmo ou então em MAC OSX como é o meu caso! Continuem a dar dinheiro a quem não precisa é assim que o nosso pais cresce 😉 Bem haja pelo bom trabalho! Há muito que procurava algo assim para poder executar em Mac OSX
    Abraços

    • Vítor M. says:

      Pedro, essa malta não quer abrir os cordões à bolsa e “oferecer” nada em troca da ajuda ao pequeno comerciante, ou pequeno empresário, querem é tentar “limpar” o máximo que conseguirem, e não estão a ver que não é a forma de sustentarem o seu próprio mercado.

      É velho o ditado “semear para poder colher”.

  6. Pedro says:

    Não consigo abrir a aplicação.
    Só funciona para quem tem o Colibri instalado?
    Dá-me erro que não tenho java instalado.

  7. David Dewasmes says:

    Boa tarde,

    Obrigado pela boa aplicação, embora eu uso windows 7 x64 e para funcionar tive que instalar a versão 32bit, porque a versão 64 estava sempre a dar erro de java.

    Agora queria saber se algum tem um verificador do ficheiro saft (tirando o das finanças). Assim podia ver se a ahve está correcta se existe algum dado que não está confirme ao xsd, etc…

  8. 34 says:

    Tem que se fazer o downloado do java usando o internet explorer 64bit (parece-me, e parece-me é a palavra chave, que que não há outro browser a 64 bit).
    Sendo assim, ao fazer o download do Java recebe o java de 32bit e por consequência tem que instalar a versão de 32 bit.
    Quem tem um windows 64 bit, e o internet explorer 8 ou 9, e usa o atalho que veio de origem, quer no ambiente de trabalho, quer na barra de tarefas está a usar o internet explorer a 32bit também.
    Para se usar o internet explorer a 64bit tem que ir ao menu iniciar/programas/internet explorer 64bit(caso queira passar a usar sempre o de 64 bit pode, já há java, flash, schockwave, etc… a 64 bit).
    E é neste internet explorer a 64bit que ao fazer o download do java, vos é dado o java a 64 bit, e podem passar a usar programas em java 64bit.

    • asdasd says:

      hein? isso não tem nada a ver. há mais browsers a 64bits e, mesmo que não houvessem, o facto do browser ser de 64 ou 32 nada tem que ver com o que se pode transferir da net.

      • 34 says:

        Tem Tem.
        Para correr uma coisa feita com Java a 64 bit precisa-se do Java a 64 bit, mas se usar um browser a 32 bit para fazer o download o site dá o Java a 32 bit.
        Quem quiser transferir o Java a 64 bit com um browser a 32 bit, manda a lógica que é só procurar no site e transferir manualmente, mas o meu uso deste site é mínimo e deixei esta afirmação para ser feita por quem sabe.
        Quanto aos browsers serem 32 ou 64 bit, na idade da pedra só o Internet explorer é que havia a 64 bit, do que se passou de lá até hoje não sei nem imagino, por isso é que sublinhei tanto o “parece-me” para que as pessoas saibam que o meu comentário foi escrito a partir desta super-incerteza.

  9. vitorpt says:

    Instalei e ao abrir um ficheiro já validado e enviado para a AT, dá SAFT inválido.

  10. Cristina Branco says:

    Bom dia Vitor,

    Os meus parabéns por este post, estava mesmo à procura de uma aplicação deste género, simples e intuitiva, pelo que gostaria de saber se já existe uma versão actualizada, de acordo com a legislação em vigor.
    Pois já tentei o da centralgest mas encontra-se limitado a 25000 registo e pelos vistos, tenho mais que isso.

    Cumprimentos
    Cristina Branco

    • Bolas says:

      Existe uma aplicação da Sage e da OTOC, que penso que seja a que é utilizada pelos inspectores da AT, pois dão formação a inspectores (tabela de preços), que para além da estrutura, valida NIFs, cruzamentos de valores entre a contabilidade e as vendas, etc.

  11. Bolas says:

    Já agora, o SAF-T alterou novamente (portaria 160/2013 de 23 de Abril), sendo a sua nova estrutura obrigatória a partir de 1 de Junho de 2013.

    • David Dewasmes says:

      Boas,

      A nova estructura só entra em vigor a 1 de Julho e não 1 de Junho.

      Abraços.

      • Bolas says:

        Obrigado pela correcção.
        Para além de ser uma manta de retalho ainda tem a letra mais pequena que um grão de mostarda.

        “Artigo 5.º
        Entrada em vigor
        A estrutura de dados a que se refere o artigo 2.º da presente portaria e as alterações ao sistema de identificação a que se refere o artigo 3.º da Portaria n.º 363/2010, de 23 de junho, entram em vigor em 1 de julho de 2013.”

  12. Tiago Luís says:

    Boa noite,

    Alguém sabe de dizer se com a versão Free é possível passar para Excel a listagem de documentos emitidos.

    Estive a tentar e apenas consigo visualizar a informação, mas pretendia copiar a informação para Excel para ser mais fácil de validar se todas as facturas que estão na contabilidade estão em Saft e vice-versa.

    Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.