PplWare Mobile

GraphicConverter para Mac – Um Super Editor de imagem


Autor: Vítor M.


  1. Pedro says:

    Que tendencioso…

  2. Gilberto Pereira says:

    Na verdade está a realidade pura e dura. É na edição gráfica onde o Mac OS X sempre se evidenciou, Pedro, por algum motivo, há décadas, as tipografias usava macs 😉

    Por algum motivo os estúdios e laboratórios de imagem usavam e preferem macs… ora usa lá o cérebro, porque será? 🙂

    Antes de atirares calhaus…. usa a cabeça

    • x86 FTW xD says:

      mas isso era antes… quando os Macs usavam PowerPCs…
      desde do tempo que passou a ser com processadores x86 (core2duos e assim) que passou a ser a mesma coisa, o que muda agora é a capacidade dos programadores, ter photoshop no windows ou em OSX é a mesma coisa com um cheiro diferente.
      das poucas vezes que usei mac para editar video o raio do aftereffects tava sempre a bloquear…

      • eduardo says:

        :S
        não fazes ideia do que dizes! Para quem usa a plataforma a mudança de processadores não alterou em nada as vantagens que encontrava, até com o tempo trouxe algumas vantagens, pois obrigou muitos programas a optimizar código antigo e a seguir o caminho definido pela Apple com as suas APIs.
        Qualquer pessoa consegue trabalhar nas duas plataformas, mas elas seguem “filosofias” diferentes, e muita gente acha que no Mac consegue trabalhar melhor! como tb haverá muita gente a achar o contrário… mas isso foi sempre assim, a mudança de processadores não alterou nada nisso, aliás levou mais gente a interessar-se pelo Mac e a gostar das suas vantagens.

        • x86 FTW xD says:

          alterou sim, tal e qual como os programadores gostaram mais de programar para a xbox360 e queixavam-se da arquitectura da ps3

          • x86 FTW xD says:

            e dai saem programas bem programados ou nao, quando eram programados para powerpc eram eficientes, a partir do momento que passaram a programar para x86 passaram a ter os desafios e problemas que os programadores do windows têm, logo, entre um e outro so muda a capacidade dos programadores e o facto de estar bem implementado que o outro

        • eduardo says:

          agora que falas nisso, realmente o teu argumenta nota-se perfeitamente, os programas agora estão mais lentos do que em 2005, foi uma regressão espantosa. A perda de funcionalidade, nem se fala, já nem consigo aplicar um filtro como deve ser, em vez de Sepia sai Preto e Branco!
          Coitados dos programadores, perderam acesso a uma variedade de recursos, tiveram reaprender a linguagem de programação…
          Ou será que não!? A linguagem usada (continua a mesma) e as APIs conseguem quase sempre abstrair do tipo de processador, e quem necessitar de optimizar mais o código tem acesso a muitos mais recursos/código no chips da Intel do que aqueles que existiam para PowerPC, pelo simples facto de haver muita mais gente a trabalhar nestes chips.
          O PowerPC era bom mas perdeu o investimento necessário para continuar a concorrer em performance com os chips da Intel.

          A situação em nada se compara ao exemplo que dás! a PS3 mudou para processadores e ferramentas de programação as quais ninguém estava habituado
          No Mac, as ferramentas continuaram as mesmas, as APIs tb, muitos dos programadores pouco tiveram de mudar no código para poder correr nos novos processadores, bastava que estivessem a seguir as APIs Cocoa… ao ponto de agora ser para muitos fácil reutilizar código entre o iOS e o Mac, pois usam basicamente as mesmas APIs apesarem de estarem em processadores diferentes.

          Resumindo, a escolha das pessoas advém muito mais da forma como as coisas são organizadas, como isso afecta a sua forma de trabalhar, e não porque um certo processo pode correr 2% mais rápido noutro lado… a forma como se trabalha afecta a produtividade! É aí que reside a principal diferença entre Windows e Mac, sempre foi!

          Já agora, experimentaste a transição entre os processadores para saberes sobre o que estás a opinar?

          • x86 FTW xD says:

            não na primeira pessoa, nisso tens razão, e eu não disse que os programas estavam mais rápidos, o que queria dizer era que os Mac antes eram conhecidos pela sua estabilidade e o pessoal tinha queixas dos breaks e bsods do windows. eu apenas usei um imac x86 de um amigo para o ajudar com a edição de um anuncio. Estava sempre a dar erro e a bloquear, decidimos ir para o meu e8400 com windows que custou menos de metade e os problemas não existiam.

            a minha opiniao nao é de que o mac nao presta. mas sim que todo o wipe que existe à volta dele é de tempos passados… quem hoje escolhe mac é porque tem dinheiro a mais ou porque vai atrás de modas e não pela sua inquestionável superioridade de estabilidade como acontecia antes

          • eduardo says:

            se não estiveste na transição como é que podes opinar tão veemente o que dizes?
            Uso Mac há mais de 20 anos! Já passei pelas várias transições que ocorreram e sei que o que dizes em nada coincide com o que se passou e passa. Foi uma transição tão suave e tão bem feita que para a maioria a diferença foi nenhuma.
            Ninguém associa a transição para os processadores Intel a problemas de estabilidade. O Mac não perdeu estabilidade, aliás foi corrigindo os seus problemas e ganhou muitas novas funcionalidades. Certamente que se pode ter problemas com algum update de sistema, mas tal sempre pôde ocorrer e acontece noutros sistemas.
            Um “crash” num Mac é uma coisa rara. Muitos dos problemas que ocorrem são nas aplicações e não no sistema, sempre foi assim!

    • NTV says:

      Trabalho em edição de imagem há mais de 20 anos, sempre utilizei Macs e Pcs, e posso afirmar com total certeza que já lá vai o tempo em que os Macs tinha superioridade em termos de fiabilidade e performance. De lá até cá muito mudou. Os Mac já não têm os mesmos processadores e performances, e os sistemas operativos não são nada estáveis, posso mesmo afirmar que são geradores de problemas. O trabalho corre muito melhor, muito mais rapidamente, e com menos precalços num PC. Muitas empresas continuam a ter Mac por continuarem a receber alguns trabalhos nessa plataforma e por haver problemas de compatibilidade entre os dois sistemas. Outras continuam a utilizar Mac porque também vivem nessa mesma ilusão de uma superioridade que não existe…

      • Vítor M. says:

        Podes ter essa percepção, mas pelo que tenho visto, a própria Adobe tem melhorado e apostado bastante no segmento Mac.

        Há quem diga que a Master Collection CS6 tem um desempenho substancialmente melhor em Mac OS X 😉

        • NTV says:

          Já experimentaste? A minha percepção vem da experiência em trabalhar a sério com ambos os sistemas e não do “há quem diga” 😉 Trabalho em artes gráficas e utilizo diariamente o Photoshop, Indesign, Illustrator e Acrobat e sei do que falo, não sou um utilizador básico. Também trabalho com o CS6. Os Macs têm vindo em queda livre em termos de qualidade de há uns anos para cá. Já fui um total fã de Macs, e ninguém me dizia que um PC era melhor, mas isso em meados da década de 90…

          • Vítor M. says:

            Só algumas aplicações, por isso não tenho a percepção se, em máquinas idênticas, as mesmas ferramentas de processamento de vídeo e edição de imagem dessa suite têm comportamentos diferentes de plataforma para plataforma, por isso não falei na primeira pessoa 😉

      • eduardo says:

        Essa não dá para perceber!
        Ninguém se queixa que o Sistema tem perdido estabilidade.
        Com a Adobe aí a coisa já é diferente… Muita gente queixa-se que não tem investido tanto no Mac. Os problemas com a última versão resultam mais das várias mudanças a Adobe fez que coincidiram com algumas mudanças no OSX [muitos plugins necessitavam de actualização]… e dalgumas novas funcionalidades que a Adobe introduziu e deu pouco suporte em hardware no Mac. Mas não é com uma versão que as pessoas mudam, pois como a história indica, muitos dos problemas acabam por ser resolvidos!

  3. Alexandre says:

    Parece-me um bocado básico quando comparado com outros… só praticamente voltado para a fotografia?!

  4. Íria R. M. says:

    Boa tarde,

    Gostei bastante deste vosso post, no entanto gostaria que me esclarecessem algumas questões, se possível. Este produto seria um equivalente ao photoshop, virado para a edição de imagem e com outros extras, correto? O valor de compra parece-me realmente excepcional e compensatório. Na verdade tenho utilizado apenas programas de freeware ou de valor que consiga pagar evitando todos e quaisquer programas em modo ilegal. Tenho um MacBookPro e substitui o office pelo libre office, o autocad pelo Draftsight, o photoshop pelo Gimp, o archicad pelo sketchup e o vray pelo Kerkythea. No entanto existe um programa que tenho tido dificuldade em substituir que é o adobe illustrator. Já ouvi falar do inkscape, mas não o consigo instalar no meu Mac (10.7.5) e sei também que este programa não permite por exemplo o uso de mais do que uma página no documento (coisa que o Illustrator permitia).
    Têm alguma sugestão? Este programa Graphic Converter permite desenho vectorial?
    Aguardo a vossa informada opinião. Desde já agradeço a atenção.

    • eduardo says:

      Não, não creio que se possa considerar este programa equivalente ao Photoshop, pois não suporta “layers” o que reduz muita da funcionalidade vs Photoshop. Mas é possível aplicar vários filtros e efeitos idênticos ao que se usa no Photoshop.
      Não suporta desenho vectorial.
      O melhor é experimentar e ver se serve, pois não se paga para descarregar.
      Para encontrar bons programas aconselho o macupdate.com. É fácil pesquisar e depois descobrir sugestões para programas idênticos. É de confiança, embora dize-lo aqui sirva de pouco

      • Íria R. M. says:

        Obrigada pela sua completa resposta, seguirei essas sugestões e fiquei efetivamente mais elucidada.

        Cumprimentos

        • Vítor M. says:

          Íria, um dos melhores, gratuitos, para Mac é o Inkscape:

          https://pplware.sapo.pt/windows/software/inkscape-0-48-1-um-dos-melhores-para-imagens-vectoriais/

          É fantástico e verá funcionalidades com muito potencial.

          E até o encontra aqui 😉 nem precisa de sair daqui para encontrar ferramentas espectaculares, ao contrario do Eduardo (que fez um óptimo trabalho ao sugerir um bom sitio também), eu sugiro sempre vasculhar nos nossos artigos, temos mais de 20 mil artigos, todos com o nosso cunho 😉

          Qualquer esclarecimento… estamos cá para isso.

          • Íria R. M. says:

            Obrigada Vítor,

            Realmente já tinha ouvido falar do inkscape e já estive a ver os vossos antigos posts sobre isso. De facto o único senão parece-me ser o facto de só permitir criar uma página em cada documento, tenho alguns documentos que vieram do illustrator e receio que não sejam compatíveis.
            De qualquer forma não estou a conseguir instalá-lo no meu mac (10.7.5) por muitas voltas que dê. Continuarei a tentar solucionar esta questão, e espero conseguir experimentar o programa, fiquei entusiasmada com os vossos artigos.

            Obrigada!

          • Vítor M. says:

            Íria, já leu aqui:

            http://inkscape.org/download/?lang=en

            Logo já testo esta última versão.

            PS: deve ser esta última versão do XQuartz que lhe falta…

            http://xquartz.macosforge.org/trac/wiki/Releases

          • eduardo says:

            O macupdate é um “agregador” de programas para Mac, não um site de “reviews”! Se alguma coisa boa existe é bem provável que esteja lá, é um ponto de partida para depois se ir ver reviews!

  5. DonkeyKid says:

    Sempre “guerrinhas” entre Pc e Mac… isso não interessa agora…
    Alguma coisa assim +- equivalente para Win? Sem contar o PaintNet…
    ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.