PplWare Mobile

Chegou o BleachBit 4.0! Tenha o seu Linux e Windows “limpinho”


Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    Desaconselho completamente o CCleaner que agora pertence ao Avast / AVG.
    Pois eles vendem os vossos dados! Basta pesquisar.

    Como alternativa:
    https://privazer.com/ (desabilitar de limpeza de registo)
    https://singularlabs.com/software/system-ninja/

    BleachBit é uma ferramenta fenomenal sempre melhor que o bloatware do CCleaner

  2. Rui Silva says:

    TFC – Temp File Cleaner by OldTimer, pequeno e eficaz

  3. Fiu says:

    O meu windows está limpo. Não o preciso de sujar com programas extra.

  4. ElectroescadaS says:

    Desconhecia existir o BleachBit para Windows. Vou experimentar…

  5. SANDOKAN 1513 says:

    Eu prefiro o CCleaner.Sempre o usei e hei-de usar.

    • Spoky says:

      Rir com isso, enquanto isso os teus dados estão a ser vendidos, já que a CCleaner foi adquirida pelo Avast que tambem pertence a AVG.

      E eles agradecem! 🙂

  6. Teixas says:

    Boa tarde
    Tenho um pc com 4G memoria e disco SSD de 120gb. É um I3 -2120 3.3GH. Funciona 5 estrelas para o uso diário normalíssimo, de acesso à net, word excell e nada mais.
    Tenho tb um portatil LENOVO serie 300, com 8G memoria e disco de 1T não ssd. É um i7 (nãi sei de cor a ref). Hiper lento, mal consigo ver videos no youtube, demora n tempo a arrancar… Será só do SSD ?
    Já o limpei com o CCLEANER, mas continua mesmo muito lento. Que aconselham ?

  7. George Orwell says:

    No Lixux, durante muito tempo usei o BleachBit.
    Passei a usar menos quando descobri o Stacer. Esta aplicação é mais abrangente, um autêntico canivete suiço com uma interface bem mais apelativa e polida de fazer inveja às aplicações da Apple e do Windows.
    Porém, descobri que qualquer delas apaga lixo que a outra não apagou.
    Daí que, para higiene total, de tempos a tempos a combinação vencedora Stacer + BleachBit as root.

    No Windows sempre usei o Ccleaner sem problemas e mantive a versão anterior à compra pela Avast mesmo conhecendo o historial da aversão da MS ao Ccleaner nomeadamente o alerta de que o Ccleaner poderia apagar o backup do sistema anterior ao upgrade. Mas, reitero, nunca me deu problemas. Os problemas têm outro culpado. Um “must” do Ccleaner, muito raro noutras aplicações, é a possibilidade deste, se configurado para tal embora fique muito mais lento, apagar o lixo do disco à prova de qualquer futura recuperação utilizando técnicas de sobreposição e baralhamento de bits, curiosamente, um dos settings diz ser à prova da NSA!

    Mas agora que existe o BleachBit também para Windows vou experimentar.

    • George Orwell says:

      *Linux

    • Jorge Santos says:

      “Um “must” do Ccleaner, muito raro noutras aplicações, é a possibilidade deste, se configurado para tal embora fique muito mais lento, apagar o lixo do disco à prova de qualquer futura recuperação utilizando técnicas de sobreposição e baralhamento de bits, curiosamente, um dos settings diz ser à prova da NSA!”

      O que será que andam a fazer para necessitar de uma limpeza à prova da NSA … hummmm

      • George Orwell says:

        Hahaha !
        Imagine que o disco tem dados pessoais, por exemplo contabilidade da empresa, contas bancárias, cartões, identificação, conteúdo de cartas e comunicações privadas e, por azar, tem de ir para a garantia por estar a dar muitos erros e blocos errados que o “chkdsk /f” não corrige ou quer oferecer um disco usado a alguém. É o que me ocorre.
        Mas se optar por tal utilidade o Ccleaner fica muito leeennntttto pelo que não é nada aconselhável numa utilização regular.
        O facto de poder contar essa rara possibilidade não deixa de ser uma curiosidade em abono do Ccleaner que merece ser referida.

  8. mc says:

    Teixas um SSD dá outra vida ao computador… É de acesso direto e não sequencial como um HDD. Há HDD hibridos mais rápidos para quem precisa realmente de espaço. Sugeria verificar o disco com o hdtune a ver se tem amarelos ou vermelhos. Erros amarelos de interface são normais. Discos de 5400 rpm que costumam vir nos portáteis tb säo lentos.

  9. Rui says:

    Há muito tempo que oiço falar do Bleachbit mas nunca usei, porque quando me iniciei no mundo Linux li nalguns artigos que era um programa a não usar, por haver risco da malta apagar aquilo que não devia.
    Usei o CCleaner quando tinha Windows e gostava, isto antes de se ter tornado manhoso (segundo aquilo que vocês dizem, nunca mais liguei ao assunto).

    • fak says:

      há mais risco de apagares o que não deves com o Ccleaner do que com o bleachbit.
      eu pelo menos já usei Ccleaner à uns 3 ou 4 anos, um dia meti aquilo a limpar, reiniciei o computador e ele nunca mais deu boot, tive de reinstalar o windows, desde esse dia deixei de usar ccleaner e passei para o bleachbit, até agora 0 problemas.

  10. Jorge Pinto says:

    Tenho o Windows 7 instalado desde à 10 anos, com 4 ou 5 programas de tratamento de imagem e vídeo, com Office, Outlook e Thunderbird, 5 browsers, dezenas de utilitários para várias funções, e um antivírus pago. E nunca formatei o computador nem utilizo nenhum utilitário de limpeza. Apenas limpo os ficheiros temporários manualmente. E funciona como um relógio suíço. O principal truque é testar tudo o que é “novidade” em máquinas virtuais.

  11. Thiago says:

    !!!ATENÇÃO!!! McAfee Enterprise detectou Trojan no arquivo: unicodedata.pyd [Artemis!]

    • fak says:

      @Thiago, é falso positivo.

      o McAfee é dos piores lixos de antivirus que por aí andam para empresas, basta ires ao site Av-comparatives.org, o McAfee teve resultado “Aprovado”, ou seja, nem estrelas tem, no site Av-test.org o McAfee é o 2º pior antivirus para empresas…
      estamos a falar de proteção obviamente, a nivel de performance e usabilidade o McAfee é aceitável mas de nada serve se não te consegue proteger e manda falso positivos a torto e a direito…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.