PplWare Mobile

Tem o CCleaner instalado? É melhor não atualizar para a última versão


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Jorge says:

    Seria interessante dizerem qual é concretamente a número da versão em causa.

    • joglo says:

      está escrita a versão na 1ª imagem

      • Jorge says:

        Com tantas centenas de actualizações da CClener fiquei com dúvidas. Parece-me uma falha de quem fez a notícia não introduzir a versão no texto.

        • Sérgio says:

          Boa tarde,

          Acho que convém LER a notícia ajuda a compreender de que se trata da última versão, antes de atribuir falhas seja a quem for 🙂

          Abraço

          • Jorge says:

            Amigo Sérgio,

            LER é uma coisa que aprendi há muitas décadas. A última versão de hoje provavelmente não será a de amanhã, visto que o CCleaner está sempre a actualizar as versões. Portanto, identificar um problema de um programa com a “última versão” não é uma coisa muito inteligente. Alegra-me saber que o Pedro Simões adicionou posteriormente o número da versão. Ainda mais importante do que LER é PERCEBER as coisas 😉

            Um abraço.

      • Napoleon Bonaparte says:

        Não é essa, certamente. A última é a versão v5 45.6611.

    • Pedro says:

      É a versão 5.45.6611, é a mesma que eu tenho e não consigo desactivar a monitorização do sistema 🙁

      • pedro sousa says:

        A Versão que está na imagem não corresponde à ultima actualização, pois não? 5.05.5176 é a versão da imagem, certo? agora pergunto, qual é a que está a dar problemas? a da imagem ou a versão 5.45.6611?

      • Francisco says:

        desinstala, na filehipo (link do baixar grátis) tens acesso a versões anteriores!

  2. David Guerreiro says:

    A Avast vai acabar por integrar o CCleaner numa das suas soluções, e deixa de o distribuir isoladamente, vai ser com certeza esse o futuro.

    • Falcão Azul says:

      Concordo a 100% com o que afirmou.Eu também tenho toda a certeza que daqui a pouco tempo vai deixar de haver o CCleaner como programa livre para ser inserido como ferramenta premium do Avast Pro Antivírus.Na versão paga quero eu dizer,muita atenção !! Para mim vai acontecer o mesmo que se sucedeu com o Malwarebytes Anti-Malware.Era tão bom quando era disponibilizado livremente aos utlizadores por todo o mundo,que quando começou a ser pago foi posto completamente de parte.Devido ao preço,quero eu dizer.Mas afinal quem é que hoje em dia quer gastar 40 euros anuais de subscrição pelo Malwarebytes Anti-Malware ?? Olhem,eu decididamente é que não !! Ainda depois de ter lido ontem esta notícia sobre o Windows Defender no website Softpedia.com—»(https://news.softpedia.com/news/windows-defender-has-finally-become-a-top-rated-antivirus-product-522192.shtml).De notar—»”Test results—»The results of the latest AV-TEST antivirus evaluation shows that Windows Defender is a top product with a score of 17.5 points from a maximum of 18. This means Windows Defender got the same score as other highly-successful security solutions like Bitdefender Internet Security, Avast Free Antivirus, and AVG Internet Security.
      Windows Defender got 6 points for protection, 5.5 points for performance, and another 6 points for usability. According to detailed test results, Windows Defender managed to detect all malware samples malware attack simulation, blocking both 0-day and known forms of malware.
      In terms of slowdowns caused to standard and high-end PCs, Windows Defender has managed to beat the industry average in nearly every single test. For example, it generates a slowdown of just 1 percent when copying files on a standard PC (versus 4 percent industry average), and 3 percent on a high-end PC (6 percent).
      Windows Defender issued zero false warnings when visiting websites, and generated just a single false positive during a system scan in one of the two tests. The industry average, however, is 11.” VEJAM BEM,O WINDOWS DEFENDER !! O tal que muitos dizem tão mal !! 🙂

  3. anjodefogo says:

    Quem gosta da m3rd@ do avast, tem aí uma noção do que se pode fazer, pegar num programa que era bom e ficar uma verdadeira porcaria!
    Já o seu AV, quantas vezes tenho apanhado problemas de desinstalação…. fica no sistema, parece um carrapato agarrado ao saco do escroto

  4. ervilhoid says:

    “O extremo chega agora, com a última versão, que desligou todas as possibilidades de recolha de dados e outras opções de privacidade.”

    desligou todas as possibilidades de recolha?

  5. PGomes says:

    Desde que o CCleaner foi comprado pela Avast, que deixei de usar este programa, pois já previa uma situação deste género.

  6. Azulnauta says:

    Qual a melhor alternativa no momento?

  7. mjmft says:

    Seria realmente útil se dissessem qual a versão, Eu tenho a versão 5.45.6611 pro instalada que o CCleaner diz ser a última.

    • Falcão Azul says:

      É essa versão,”mjmft”. 🙁

    • Pedro says:

      É mesmo essa a versão, o que pode acontecer é tu conseguires desligar a monitorização na versão Pro 😉

      • Amaro says:

        Tenho a versão FREE a 5.45.6611 64bits, e consigo desativar, sem problema nenhum.

        • Pedro says:

          Também eu utilizo a Free na versão 5.45.6611 64bits e também o consigo desactivar…

          O problema aqui é que, mesmo que desactives a monitorização naquele momento, ela activa-se novamente por conta própria mais tarde 🙁

          No entanto, sempre que vejo o CCleaner na barra de tarefas mesmo depois de ter desactivado a monitorização, abro o Gestor de Tarefas e termino o processo dele 😉

  8. Nuno Cardoso says:

    Aconselho o BleachBit-Portable . É basico, não intrusivo e serve perfeitamente para o efeito.

  9. Sandro says:

    Melhor solução: Ashampoo WinOptimizer 2017. É completamente gratis. Tenho testado muito, é bastante bom. Experimentem. https.//www.ashampoo.com. Não utilizem o 2018, pois este, embora mais recente, tem tendência, em eliminar também, alguns pontos de restauro.
    O Ccleaner, elimina também, o que não deve. No good.

  10. DB says:

    Capacidades únicas de rebentar o sistema a longo prazo.

  11. Spoky says:

    Usem alternativas, melhores que o CCleaner! Ficou 10x pior desde que a AVAST o adquiriu nada que não espera-se.

    https://singularlabs.com/software/system-ninja/
    https://privazer.com/

  12. Daniel Costa says:

    Alternativas ao Ccleaner? 🙂

  13. Pedro says:

    Num pequeno pc ainda tenho a versão 5.44 mas já não funciona bem como antes. Por exemplo, a opção “Correr CCleaner” na reciclagem nunca funciona à primeira ou segunda tentativas. Também não reconhece o HDD que interpreta como sendo SSD. Não sabia que tinha mudado de dono. Mas foi a Piriform que foi adquirida pela Avast ou apenas o CCleaner?

  14. Phoenix says:

    Isto é um autentico ataque à privacidade por parte da Avast! O ideal é manter uma versão antiga.
    Vi nesse site (http://bitly.com/1jwfxVP) as versões afetadas por este “ataque”, basta não instalá-la ou usar outro programa para o efeito 🙂

  15. TSSRK says:

    Eu uso o defraggler? Também vem minado? https://www.ccleaner.com/defraggler

  16. David says:

    Tenho a versão 5.42.6499, e já não tem a opção de Privacy!
    POr acaso nunca tinha reperado.

  17. Sujeito says:

    “Desligou as possibilidades de recolha de dados”? Se assim fosse, estava tudo bem.

  18. Amaro says:

    Tenho a versão 5.45.6611, 64bits Instalada.
    Não tenho problema nenhum em desativar a monitorização ativa, assim como a do sistema.
    Aquilo que é reportado na noticia, no meu caso não se aplica !

  19. Ramed Ahcor says:

    “Felizmente Hoje Há Luar”…
    E com esta frase que terminava alguns noticiários da RTP antes do 25 DE ABRIL, com tremendo pavor da censura salazarista e da PIDE, acrescento esta verdade:
    – Felizmente Hoje Há Glarysoft…
    E para quem não se importar de investir alguns euros, existe a Ashampoo (de origem alemã), com suites de fantásticos Programas para todos os fins, destacando-se vários para Segurança dos nossos computadores (e dispositivos Android).
    … De nada!

  20. Joao Ptt says:

    Como bom carneirinho, já fui remover o programa.
    Estou cheio de receio do que eles possam a estar a fazer com os meus dados.

  21. 1904_3526 says:

    Com a chegada do Windows 10 deixei de usar o CCleaner.
    Tenho neste momento o Advanced System Care e chega

  22. Alex says:

    O CCleaner sempre foi uma porcaria carregada de publicidade e outras coisas irritantes… agora ainda ficou pior aparentemente!

  23. RJCA says:

    Desinstalei o Ccleaner e instalei o PricaZer? Fiz bem?

  24. Alex says:

    Há o bleachbit também

  25. Fak says:

    Não percebo a obsessão do pessoal em substituir os programas nativos para até mesmo ir pagar fortunas anuais por programas terceiros…

    Alguém me explica?

  26. José says:

    Há 3 anos a Microsoft desaconselhava o uso do CCleaner. Estava preocupada connosco, ou tinha medo da concorrência?

  27. Joe Becerra says:

    No meu caso foi o pior possível! Ao tentar instalar a última versão, o Sistema ficou instável, piscando e, para desinstalar a parte instalada, há que se sair do PC por meio do Gerenciador de Arquivo e reiniciar o equipamento. Desisti do bom e eficiente C-Cleaner…estou usando o Glary Utilities que “chega perto”, mas não é igual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.