PplWare Mobile

Primeiro smartphone com Android foi lançado há 11 anos


Autor: Pedro Pinto

Destaques PPLWARE

  1. Luciano says:

    192GB de RAM?

  2. ervilhoid says:

    o meu 1º samrtphone com android foi 1 HTC com Windows Mobile, e um emulador que permitia correr o Android 1.6

  3. Íngreme says:

    É 192 MB.

  4. REGINALDO ROGERIO DA SILVA says:

    192MB de ram

  5. Quim says:

    Pelo primeiro consegue se perceber a filosofia de cada SO.

    Apple: simples e touch. Sabiam o que queriam e sabiam o que era melhor para todos.

    Android: nasceu a querer fazer tudo, só faltava leitor de disquetes. E ainda hoje é a mesma porcaria. Tentam fazer tudo e não fazem nada de jeito.

    • Renato Nismo says:

      exactamente como dizes, se isso acontece nos androids é porque estão lá users errados que não têm capacidades para tirar melhor partido e que precise de mega segurança que defenda por eles 😉

    • Paulo Fernandes says:

      Opiniões!

    • Nuno says:

      Para mim fazem tudo de jeito, eu não tenho razões de queixa como user Android aos anos. Lembrar que a Apple é simples demais para algo tão caro, isto falando dos dias de hoje… Só supera o Android em muito poucos quesitos. E lembrando que tem a vantagem de ser um sistema fechado. Algo que até obriga os seus users a ficarem com a marca e a pagarem balúrdios…

      • Gaspar Oliveira says:

        Era utilizador Android e adorava por ser sistema aberto, poder fazer a mesma coisa de na maneiras. Entretanto o meu smaertphone com android avariou e emprestaram um iPhone até me safar, comecei a ficar maravilhado, e fiquei com ele mais um tempo para ter certeza. Sabes o que aconteceu acabou Android e comprei um iPhone.
        Não tenho tempo para perder com mariquices, prefiro pagar e aquilo funcionar, do que ter de perder tempo com customizações, esperar que aquilo funcione. Sai-me mais barato. Além dom ais o iOs esta muito melhor desenhado, simples e eficaz.
        Mas são gostos, convem é verdadeiramente ter experimentado os dois sistema como deve de ser, tanto serve para Android como para iOs para ter uma opnião. Não é ter pegado num smartphone de um SO que não usa por 3 minutos e emitir uma opnião.

    • ze tolas says:

      o que não tem jeito é a estupidez dos ifans!

  6. Fixo says:

    … este anti-iPhone \O/
    O Android antes e depois do Android.
    https://www.designer-daily.com/wp-content/uploads/2011/08/iphone-before-after.jpg

    Basicamente tiveram que deitar fora o Android que tinham quando saiu o iPhone e fazer outro pro-iPhone, no ano que passou entre a saída de um e do outro. Foi um choque violento.

  7. KodiakShadows says:

    Eu ainda tenho o meu com versão 1.6 que tinha sido atualizado do 1.5

  8. MMendez says:

    HTC, olha, mais uma marca que apareceu e morreu

  9. dajosova says:

    apesar de nunca ter saído cá no mercado, foi deveras marcante.
    inicialmente a HTC nem sequer era marca visível para o consumidor; apenas fabricava para várias marcas e os equipamentos tinham outros nomes de marca: XDA, MDA, Dopod, i-Mate (EUA), QTek (Europa), etc. Só mais tarde surgiu como marca própria.
    Graças ao Android, democratizou-se o smartphone e o iPhone teve de melhorar.
    Lembro-me como se tivesse sido ontem… andávamos nós com Palms e Pocket Pc’s quando se ouviu falar deste novo player. E o mundo tecnológico nunca mais foi o mesmo.

  10. ze tolas says:

    o meu qtek com windows já fazia isso tudo! e o meu nokia symbian s60 também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.