Quantcast
PplWare Mobile

O seu smartphone já tem suporte para a rede 5G?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Coppola says:

    Portugal tem de facto 5G? É essa a tecnologia que está implementada, são essas as antenas que existem? As velocidades em nada correspondem.

  2. Asdrúbal says:

    Tenho suporte, mas nem pensem que vou pagar mais à Vodafone só para ter acesso ao 5g.

  3. LR says:

    O meu smartphone não tem 5G, mas como amanhã vou levar a dose de reforço da vacina, tenho a certeza que eu próprio ficarei com suporte total para receção/transmissão por 5G.
    PS: Nem imaginam o jeitão que o 3º braço que me nasceu nas costas tem dado, não só para coçar as costas, como para colocar a carteira no bolsa de trás das calças. Supimpa!

  4. Orbi says:

    Comprando os preço de Portugal com outros países europeus dá vontade de mandar o 4G e o 5G para as urtigas.

    Será que as pessoas tem noção dos salários em Portugal?
    Será que as operadoras e o pplware pensa que todos tem um salário de professor de ensino superior?

  5. Vitor Tavares says:

    Para mim um smartphone “tem de durar” pelo menos 7/8 anos…como o meu Huawei P20 tem uns quatro anos só daqui a mais uns 4/5 anos começarei a pensar na sua substituição. Calculo que nessa altura já haverá algo parecido com uma rede 5G em Portugal…

  6. Antonio Santos says:

    Para que serve o 5G afinal?

    • lopes says:

      para teres mais velocidade de acesso à internet móvel, no entanto, como é natural, havendo mais velocidade mais depressa estoiras o trafego disponível, logo, também estes precisam de ser ajustados, mas como temos uns operadores que só gostam de chular a malta, o 4G chega bem para os gasto.

      • RPG says:

        Havendo mais velocidade, mais depressa estoiras o tráfego disponível? Podes elaborar melhor essa teoria? Se fores de Lisboa ao Porto mais depressa, também fazes mais Kms? Melhor então é ir de bicicleta.

  7. says:

    O meu smartphone tem capacidade 5G mas não tenho nenhum interesse em usa-lo. O 4G, onde existe, funciona muitíssimo bem. Não vou pagar por um aditivo que não me vai trazer vantagens.

  8. Xiaopi says:

    Iphone pro max 13 5g de 1670 euros com 5G cheio de sinal! Uma maravilha!

  9. Pedro says:

    O meu telemóvel tem 5g mas como nem o 4 utilizo não me serve para nada.
    No meu tarifário meo com 500 min/sms/mg pago 5€/mês, agora vai aumentar para 5,5€, e dos 500 Mb costumo chegar ao fim do mês com 500mb.
    Um bom negócio para o Costa que encaixou uns bons milhões com o leilão.

  10. VT0521 says:

    Num país em que os vigaristas é ao virar da esquina e transversal à sociedade em si, não vou alimentar uma rede que nada acrescenta ao cidadão comum no seu simples quotidiano. Ao nível da saúde e outras áreas computacionais mais exigentes que paguem eles a fatura, pois será 1o os cidadãos individuais que irão pagar a fatura num país de chulos e outros organismos agradecem, acordem como em tudo parece reino de cegos instruídos, enfim.

  11. Anti-Chulice says:

    Todos os comentários já feitos e com razão, só mostram a chulice e roubo que é o negócio de cartel que as operadoras têm, pelo que e infelizmente, o que agora está serve prefeitamente, além do outro roubo que é os preços dos telemóveis, mais a mais sendo 5G, pelo que, Portugal continua na mesma como à lesma, para pior claro está!

    Dou aqui 1 exemplo bem conhecido da Vodafone (não sei se o mesmo se passa noutras operadoras), mas para as pessoas que usam tarifários pré-pagos, o que nos dias de hoje, cada vez serão menos, mas é a Vodafone no seu pior, e que é o seguinte.

    Pré-pagos são os tarifários para quem não usa muito o telemóvel, e tendo que carregar esse cartão com dinheiro/saldo, sem necessidade de ter alguma regularidade, é quando 1 pessoa precisa, para usar o telemóvel no seu funcionamento básico, telefonar e mandar SMS.

    Ora, existe 1 comando que pode ser usado, para se saber qual esse saldo é, quanto dinheiro existe em cartão, e que é o seguinte, através de uma chamada, ou seja, usa-se o teclado ou guarda-se num contacto, não é através de envio de nenhum SMS:

    *#100#

    Inexplicavelmente, mas estamos a falar da Vodafone, nada de surpresas, se usarem esse comando em rede 4G/LTE, ele não funciona, não dá para obter a informação do saldo, pelo que, para se obter, 1 pessoa tem que ir sempre às configurações do telemóvel e fazer a alteração da rede para 3G, voltando depois a ter que meter em 4G, após a obtenção da informação!

    Isto diz tudo acerca da operadora que disse, estamos em 2022, e veja-se o básico que isto ém e imagine-se o que será com o 5G, o mesmo irá continuar, será que as pessoas pagam a chulice do 5G, mas depois, para acederem a serviços básicos, têm que mudar de rede para uma inferior? Temo que sim, e por isso é que, o que agora existe, mal e porcamente serve muito bem…

    Como a Anacom finge de ser reguladora, continuamos com estas e outras barbaridades, sendo sempre lixado o elo mais fraco: o mexilhão/utilizadores, para eles depois fazerem edifícios sede imorais para o estilo de vida do normal cidadão tuga, pelo que o 5G, com estas operadoras, com a Anacom inexistente, NÃO, OBRIGADO, dispenso!

  12. Tiago E. says:

    O meu tem, mas não apanho sinal em lado nenhum na zona norte (Porto, Braga, Guimarães).
    Não era suposto estar disponível gratuitamente até final de janeiro?
    Já há efetivamente 5G em Portugal???

  13. Miguel Gandara says:

    Eu ficava feliz em ter rede de telemóvel (possibilidade de fazer chamadas) em todo território português. Seria um bom começo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.