Quantcast
PplWare Mobile

Tenha cuidado! Se usa uma VPN destas no Android, os seus dados estão à venda

                                    
                                

Fonte: CyberNews

Autor: Pedro Simões


  1. LG says:

    Acho extraodinário em temos onde toda a gente anda preocupado com a sua privacidade gastar dinheiro para permitir todo o tráfego passar por uma rede privada sem esta ser regulada só porque estes garantem “privacidade”.

    https://www.youtube.com/watch?v=WVDQEoe6ZWY

    • Louro says:

      O que importa é terem a impressao que estao seguros, nao que estejam efectivamente seguros.

    • Filipe says:

      É a tal “falsa sensação de segurança”. Se reparares, todos os serviços de vpn à venda dizem todos a mesma coisa. Por isso não são só estas três que aproveitam para “roubar” uns dados à socapa.

      Sobre a “falsa sensação de segurança”, o nosso governo já se tornou também especialista em fazer passar isso para o povo, mas isso já é off-topic.

    • Vítor M. says:

      Boas. ui isso levava-nos para uma discussão sem fim. Primeiro tínhamos de definir o que era a segurança online. Como se alcançava esse estado de proteção. Só aqui, nunca iríamos chegar a lado algum.

      Depois, definir o próprio conceito de internet, como ela funciona, como cada um de nós se identifica perante a utilização. Depois, quem tutela os dados que nos identificam, como “utilizador digital” e quem “guarda” essa informação. Só por aqui já perdemos todos os interessados na conversa, nunca iríamos saber quem são os intervenientes todos neste processo e era andar à volta da mesa.

      Depois, o que seria então uma VPN e para o que poderia servir. Como funciona e quem a tutela.Eram mais umas horas sem chegar a nenhum resultado credível e finito.

      Posto isso, no final de uns dias, eventualmente semanas, iríamos chegar à conclusão que a “segurança na internet” é uma utopia e que ninguém é anónimo nesta rede gigante digital.

      A cena todas depois era a definição de anónimo e o valor que cada um tem para valer a pena “ser procurado”. 😉

      • LG says:

        É impossível. No fim das contas é preciso utilizar um bocado o “senso-comum”.

        “Quero o meu tráfego encriptado a correr pela minha ISP para o destino final ou prefiro o meu tráfico a correr pela ISP depois por um serviço privado VPN e finalmente ao destino?”

        É para desbloquear conteudo Netflix ou outros tipos de bloqueios geo-referenciados? Ok… Para todo o resto de garantir uma navegação “privada”… bullsh*t… É impossível garantir uma navegação privada de uma empresa VPN que sugriu do nada a utilizar marketing com factos compeltamente errados. Acho que o Tom Scott simplificou os factos muito bem…

        • Vítor M. says:

          É como te disse, isto em abono da verdade, na internet podes correr, mas não te podes esconder. Se quiserem mesmo dar contigo, tu deixas o rasto do caminho. Depois é saber “o que vales” para se perceber se vale a pensa alguém gastar energia e recursos para te descobrir. É sempre na ótica do ROI.

  2. rui says:

    Não vejo grande diferença no artigo do pago ou gratuito, foi devido a vulnerabilidades. quanto à venda é expeculativo e também o pode acontecer nas pagas, há os termos e condições e está lá o que podem fazer, violação dos mesmos é igual para as duas.
    Utilizar qualquer serviços de VPN operado por terceiros terá sempre o mesmo risco associado, o pretendido é uma rede privada, deixa de o ser ao englobar a 3rd party.

    • Spoky says:

      Se não ves diferença, então é porque não percebes nada de VPNs e certamente já devem ter os teus dados.

      Ou pensas que os servidores se pagam sozinhos, nas VPNs gratuitas? Tu tens almoços grátis em vários restaurantes? Se sim, diz-me assim também la vou.

      Pensa…

  3. Asdrubal says:

    De VPNs gratuitas só utilizei mesmo a do Opera browser, de resto não confio em mais nada.

    • Pedro Falcão says:

      A do pornhub (VPN hub) também é de confiança e grátis.

    • Mike says:

      Óbvio que ninguém “dá” nada a ninguém. Mas em que medida o facto de pagar por uma vpn, garante segurança e anonimato?! (A não ser que se esteja a referir a foss e doações ao programador…)

    • Spoky says:

      Lool confiar numa VPN gratuita, vê-se mesmo que tens noção no que fazes ” de resto não confio em mais nada”

      O que te leva a confiar numa VPN Integrada no Opera Browser?

  4. Alex says:

    O único aspecto que me interessa na VPN que uso é o acesso é o acesso a serviços de portugal quando estou no estrangeiro.

    • AqueleAmigo says:

      Ou desbloquear conteúdo.

      Quem é que acede a contas de banco, finanças, etc com vpn’s?! Não deviam de todo, seja uma vpn gratuita ou paga.

      • dr_jivagos says:

        já tive as contas bloqueadas 3 vezes, e só à 3ª vez é que percebi que devia ser da vpn que por acaso estava ligada quando acedi ao homebanking.

  5. Informático Amador says:

    O HTTPS já encripta. O DNS sobre HTTPS presente na maioria dos Browsers – excepto em Linux que parece que só o Firefox tem – reforça a Segurança. O DNS sobre HTTPS para toda a maquina e não só para os browsers, logo ao iniciar, está em preparação. Para o comum dos mortais, fora o desbloqueio de conteúdos ou aceder a um serviço específico, que adianta uma VPN que em muitos casos até diminui drasticamente a velocidade da ligação NET?

  6. Cicrano says:

    Purevpn não dá hipótese…

  7. André Magalhães says:

    Uso o Parrot OS, tem a opção de navegar anonimamente além de outras ferramentas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.