Quantcast
PplWare Mobile

Snapdragon 865 Plus – Qualcomm irá lançar nova versão do seu processador de topo

                                    
                                

Autor: Daniel Jesus


  1. SG says:

    Muito sinceramente, para o uso que damos aos smartphones e tendo em conta o atual poder de processamento dos mesmos, qual a necessidade de até o processador ser revisto a meio do ano? Ou seja, Samsung S20 Ultra, por exemplo, que ainda está em pré-reserva cá, não vai demorar 3 ou 4 meses a deixar de ser flagship, pois já não vai integrar o processador mais recente. Não que isso afete os atuais topos de gama, que conseguem manter sem problema fluidez durante anos em uso normal, mas mesmo assim… na minha opinião, esta saturação de mercado está cada vez mais fora de controlo.

    • Hugo Nabais says:

      Nenhuma. É pura estupidez. Ainda por cima se estivermos a falar de aumentos de 5% de performance… Hoje em dia isso é imperceptível e desnecessário.

    • Mestre em direito says:

      Não estás a ver a perspetiva: a ideia é ir lançando modelos novos durante o ano, quando precisares ou ficares cativado por um, compras. Achas mesmo que 90% das pessoas precisa realmente mais do que um Samsung S8 ou equivalente?

      O meu S20 ultra 5G já chega nos próximos dias e só o comprei porque quero o melhor e maior ecrã, 120 Hz associado às melhores câmaras, bateria e quero DeX super rápido, uso imenso o telemóvel para trabalho. De resto tenho consciência que a maioria ficaria mais que satisfeita com um smartphone de 300-500€.

      • SG says:

        Pois, mas o problema é mesmo esse: ir lançando constantemente modelos novos. O que isso, no final do dia, significa, é que as marcas nem sequer se dão ao trabalho de aproveitar completamente o potencial de cada aparelho. E dou-te o exemplo do smartphone que compraste, que não deixa de ser uma boa opção: dois dos argumentos de venda são a taxa de 120hz e o seu incrível ecrã. O problema é que os dois não são completamente compatíveis, ou seja, apesar de teres um ecrã de topo QHD, não podes utilizar os 120hz em QHD, vais ter de colocar o ecrã num Full HD “normal”, caso contrário, a QHD será de 60hz. E é a isso que me refiro: andar a mandar cá para fora modelo atrás de modelo, processador atrás de processador, sem se tirar o melhor do que antes existia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.