PplWare Mobile

Google vai obrigar os fabricantes a usar o Android 10 em todos os novos smartphones


Fonte: Xda Developers

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. SANDOKAN 1513 says:

    Já a partir de Fevereiro e em todos os novos smartphones,muita atenção !! Acho muito bem. 🙂

    • David says:

      A ver… as marcas demoram muito actualizar… e acho inadmissível 18meses apenas para updates… deviam ser obrigados a mais… mas a culpa é nossa…

      • eu mesmo says:

        Agora disseste tudo, não interessa ter um maquinão se depois não tem updates!
        Se o pessoal começa-se a escolher apenas as marcas que são conhecidas por lançar updates, as outras seguiam caminho, ou então ficava tudo no Android One

      • O novo do restelo says:

        As “marcas”. Existe já um pódio de marcas que sao mais rápidas e outras mais lentas. Nao esperes é que as marcas dêem updates para terminais até 200€ com a mesma celeridade que para terminais >500€. Também nao podem argumentar “ah e tal o meu LG de 100€ nao teve updates e o iPhone ou S10 do meu vizinho sim”, já que falamos de gamas muito diferentes.

        Isso sim a Google deve obrigar as marcas a lancarem pelo menos uma nova versao (ex Android 11) para cada terminal independentemente do preco e pelo menos 24 meses de updates de seguranca.

      • Tx2 says:

        Penos menos os patches de segurança deves receber uma vez que são atualizados atraves da play store no android 10

        • ervilhoid says:

          Não tenho essa ideia, então quer dizer que tendo a playstore actualizada, vais a definições-> sobre o dispositivo (algo assim) e tem lá o Patch de segurança sempre actualizado?

    • ervilhoid says:

      já disseram isso há uns anos, ma tu como patinho do costume acreditas em tudo

  2. Joao Ptt says:

    A Google “queixa-se”, mas também não faz a sua parte para garantir que os requisitos para se colocar Android certificado por eles sejam de tal forma que não só possam ir lançando novas versões do sistema operativo como actualizações intermédias e de segurança durante pelo menos 5 anos para o mesmo dispositivo aprovado.
    A Apple consegue garantir um período alargado de actualizações, a Google só não consegue o mesmo porque não faz questão disso. Os fornecedores dos componentes principais não são assim tantos, era perfeitamente possível definir parâmetros mínimos a ser garantidos para assegurar um processo transparente e directo a todos os níveis.

    • Saqueador de bits lord says:

      O mesmo acontece no Windows e em escala muito maior. Nunca foi um impedimento para a MS lançar updates… por isso concordo, a Google podia fazer melhor.

  3. ROBOTRIX.eu says:

    Eu gosto do meu Nokia Lumia com o mobile Windows 10.
    E quando ele “morrer”, Ou compro um Huawei, ou um sem internet, por 30€.

  4. Saqueador de bits lord says:

    O mesmo acontece no Windows e em escala muito maior. Nunca foi um impedimento para a MS lançar updates… por isso concordo, a Google podia fazer melhor.

  5. Sergio says:

    Final mente um boa decisão da Google estao de parabéns agora podia era obrigar atualizar telemóveis mais antigos ex s7 a5 2016 a7 2016 entre outros que tenham 2g deram e 16 de armazenamento para versões mais recentes e ter pelomos actualizações de segurança com no pc windows

    • Nuno says:

      16gb de espaço ja nao serve pra nada.

    • mico says:

      Nop. O fabricante vende equipamento, nao SO. Por isso os clientes droid têm tendencia de mudar de telemovel mais vezes para ter o SO atualizado. E o fabricante vive disso. Em troca usa android.
      São as duas faces da moeda. Na primeira ganha a google e o fabricante perdendo o consumidor. Da segunda, ganha o consumidor e perdem as outras duas partes. A decisao do fabricante é lógica.

  6. Luis Fonseca says:

    E nós temos de andar constantemente a mudar para satisfazer os interesses comerciais, pensava que Android escapava a esse esquema. Mas pelos vistos vai seguir o rumo do windows

  7. R says:

    Fabricar o hardware é relativamente fácil. Já o software/firmware… Por isso não entendo porque é que a maioria das marcas não utiliza o stock android. Seria muito melhor.

  8. Pedro Fernandes says:

    Acho muito bem 🙂 :). Aperta com eles.

  9. Renato Nismo says:

    1 de fevereiro ? eu acho que devia ser uns meses antes.. os fabricantes agora estariam a antecipar a todo o custo e paravam de produzir 100 modelos por mês como huawei, samsung e xiaomis….. e produzir os melhores modelos, assim com menos tlms facilita o foco de update neles.

    se é disto que a google se queixa, mas nunca se queixava quando do android 5.0 até 9.0 não havia enormes mudanças, foram sempre migalhas de novidades a cada nova versão..
    e enquanto as fabricantes estavam a preparar o 5.0, a google metia 5.1.. e alguns meses depois já cá estava o 6.0.. a mesma coisa do 7.0 7.1, 8.0 8.1 e as fabricantes nem conseguiam acompanhar a tempo,

    e também acho que a google devia oferecer as melhores ferramentas para os fabricantes conseguirem desenvolver máscara e sair tudo bem optimizado e sem bugs no menor tempo possível, mais depressa os tlms seriam actualizados, até hoje não vi grandes melhorias no mercado,

    e só se ouvia que o project treble prometia muito e agora vê-se que foi um fiasco para os fabricantes, pois muito mais depressa os custom modders do xda conseguem entregar o novo android graças a treble, como fabricante só o nokia é que respeita o consumidor, actualiza até os tlms mais rascas que tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.