PplWare Mobile

E se a Google começar a cobrar pela utilização do Android?


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Hugo Segão says:

    Até pode cobrar aos produtores, mas depois isso vai-se refletir na fatura final….

  2. DrFrankenDerpen says:

    Quanto pagas por Android? zero
    Quanto pagas por Chrome? zero
    Quanto pagas por email/gmail? zero
    Quanto pagas para maps/earth? zero
    Quanto pagas para cloud/sheets/etc..? zero

    O modelo de negócio da google é a venda de publicidade e utilizacão dos teus dados. Quantas vezes não vos aconteceu pesquisarem alguma coisa e depois comecarem a ver publicidade sobre isso em tudo o que é canto? Lembro de há umas semanas atrás ter pesquisados umas colunas da JBL e nos dias seguintes era só publicidade a esse tipo de colunas.

    Em vez de pagares com €, pagas com a tua informacão toda, o que acaba por lhes compensar mais.

    • ug says:

      “Quantas vezes não vos aconteceu pesquisarem alguma coisa e depois comecarem a ver publicidade sobre isso em tudo o que é canto? Lembro de há umas semanas atrás ter pesquisados umas colunas da JBL e nos dias seguintes era só publicidade a esse tipo de colunas.” antes de falares treta vê premiero como desativar isso. prefiro no android que seja assim do que aparecer publicidade de treta.

      os tugas só sabem criticar.

    • Joao Vasconcelos says:

      Agora imagina pagares com a informação e ainda teres que pagar €..

    • Miguel Costa says:

      Falta-lhe aí outro pormenor:
      Quem compra um equipamento Apple paga 160 euros/150 dólares pelo software e updates gratuitos. Também tem instalados só coisas da maça, nalguns casos que são lixo (Safari) e que são usados por 96% dos clientes. Ao mesmo tempo, nas condições do Itunes, o cliente está a fornecer autorização para a recolha de 160000 milhões de parâmetros do seu equipamento que podem ser vendidos a qualquer cliente que queira publicitar…
      Acaba por ser a mesma coisa mas, já pagaram à partida. No caso do Android só há a publicidade e venda de dados. No caso da Apple há pagamento e a mesma venda de publicidade e de dados. A diferença é mesmo nos 320 milhões de equipamentos que a Apple tem activos e os 18800 milhões que tem o Android… É só nisto que há diferença.
      Já agora, 99% da publicidade que vê no facebook, é obtida da mesma forma que diz. Espreite a pasta de cookies, apague-a e volte a logar-se no facebook. Veja os 720 que lá aparecem imediatamente e que tem mais de 3000 milhões de parâmetros que começam a recolher dados.

    • Joao says:

      É certo que o business core da Google é esse, a publicidade/venda de info, mas não é a unica fonte de receita. Tu podes não pagar nada mas há a opção de o fazer. Muitas empresas têm esses serviços contratados à google e oviamente pagam pelo serviço.

    • Bruno Almeida says:

      Basicamente, se não és cliente, és produto.

    • Hugo says:

      A verdade é que levamos com publicidade em tudo. Filmes, séries, anúncions, futebol, telejornal. Nuns mais que outros, mas volta e meia lá está ela disfarçada, portanto esta questão da publicidade, para mim é um “não-problema” de virgens ofendidas.

  3. Dominico says:

    E pensar que a Microsoft era o diabo há uns anos…. agora são uns meninos à beira destes 🙂

  4. Pto says:

    Quando a UE multou a Microsoft por causa do Windows trazer o Internet Explorer como browser por default a Google aplaudiu a decisão alegando que finalmente se abria espaço aos browsers da concorrência, principalmente ao seu Chrome, o que era do interesse e mais benéfico para os utilizadores.

    Mas agora que estão a receber o mesmo tratamento da parte da UE já não os vejo com tanta preocupação com esses mesmos utilizadores.

    Tanta hipocrisia.

    • Filipe F. says:

      Bem diferente….
      A Google permite tu instalares ou repores qualquer aplicação deles pré instalada e sem teres que as abrir para obter outras (claro que menos a loja de aplicações naturalmente).
      Tu no Windows, mesmo assim não consegues apagar o Edge, e tens de o usar num cenário normal, para ir buscar browsers da concorrência. (Sim existem outras formas)

      Aqui a duvida é: Os utilizadores escolhem Android e sabem com o que contar. Tu lembra-te que uma marca tem de fazer um manual de instruções das funcionalidades. Se um telemóvel diz que tem navegação, browser, camera etc, isso tem de vir descrito no manual de instruções como se usar. Ora se não tiver um browser instalado, uma aplicação de mapas, ou de camera, como é que se pode vender um telemovel alegando que faz essas 3 coisas? E como se faz um manual de utilizador para essas 3 funcionalidades sem aplicações?

      Acharias normal comprares um Android vanilla? Ligavas e não tinhas nada… Nem cliente de e-mail, nem browser, nem aplicação de mapas, cloud etc. Tinhas a Play Store, e depois um manual de instruções para tu proprio teres de andar a procurar sem saberes qual o melhor ou recomendado para cada tipo de aplicação. Isto para jovens é perfeitamente normal mas e para pessoas mais leigas ou que não são tão experientes com tecnologia?

      É muito giro falar mas quando se compra um produto quer-se as funcionalidades todas lá. Não se quer um questionario a perguntar entre 20 browsers qual quer, entre 20 apps de camera qual quer, etc. Um sistema operativo sem aplicações/funcionalidades base, é o que na verdade? Nada.

      Pensem nisso, como seria comprar um telemóvel seja de 100 euros ou 1000 euros em que o ligavam e nao podiam fazer nada porque não tinha nenhuma funcionalidade ou aplicação senão chamadas (pois até apps de mensagens há concorrência)

      Quando o fascismo domina as lideranças da UE dá nisto.

      • Kekes says:

        Da mesma forma que vendes um PC para productividade e tens de comprar o Software à parte.

        Eu tenho Android One e não consigo desinstalar nada, dá para tirar as actualizações mas continua lá, além que sempre que actualiza pergunta o quré queres pôr por defeito.

        A Google apoiou a EU quando começou com estas acções. Agora que são contra ela, já não acha piada. Ridículo.

        Além que já recebem contrapartidas para deixarem pôr Android por parte dos OEM.

      • Joao says:

        Mas então é exactamente o mesmo que um Windows…Não há diferença absolutamente nenhuma. Se compras um PC que diz que tem browser, tem de trazer um browser. Da mesma forma que não dá para desinstalar o edge, também não dá para desisntalar o chrome no android.

        • Ralk2 says:

          Não é a mesma coisa. A microsoft lucra vendendo o windows, office e os outros. O google lucra com a informação que recolhe. Se deixar de faze-lo, ele vai a falência é isso o que ele esta alegando. A microsoft continuaria ganhando dinheiro mesmo que o internet explorer não viesse instalado.

      • Cortano says:

        Primeiro dizes que é diferente, depois descreves como funciona no Android que, curiosamente, é mais ou menos o mesmo modo de funcionamento do Windows!

        Afinal… afinal… é igual 😉

      • Eu mesmo says:

        Visão demasiado redutora. Isso aplica-se à câmara, não se aplica ao browser (que é usado para coleccionar dados e vender publicidade)

    • Kekes says:

      Agora é que disseste toda a verdade.

      • Carlos1 says:

        A Google já tinha resolvido este problema se desse na configuração do smarphone a opção de escolher outros navegadores, eu acho muito bem que a UE aplique esta multa, na verdade estes Srs. dos USA pensam que somos uma colónia da América do Norte.

        Tenho defendido inúmeras vezes que a Europa se deveria preocupar em criar sistemas operativos alternativos aos que existem oriundos dos States ( Aple, Microsoft , Android , ChromeOS) , como é que queremos ter uma ambição nesta nova configuração do Mundo se não formos autónomos nesta área.

        Lembro que o Android é Linux com algumas modificações e que até o tornam menos fluido , do que é que estamos há espera .

  5. ug says:

    que muitos parem de fazer sempre next e começam a ler os termos e condições. assim já não falam besteiras

  6. Maria Vieira a atriz says:

    RIP Google

  7. Carlos costa says:

    e multar o iOS e apple por nem sequer deixar mudar o browser default?
    e multar o iOS e apple por nem sequer deixar usar outro motor web sem ser webkit?
    e multar o iOS e apple por nem sequer deixar instalar forks de iOS?

    • Rodrigo Da Silva says:

      e falares sobre a google que ‘e o que ‘e falado no texto? Deves ter algum fetiche pelo apple

    • Jorge Carvalho says:

      E que tal saberes as razoes todas da multa ?

      Abc

      Ps: Nao foi o browser ….

    • Rui Girão says:

      não há razoes para isso, não podes obrigar um empresa no seu hardware, com o seu software a autorizar intervenção externa, a apple não autoriza mais ninguem a usar o seu software, a google ja foi diferente, licencia o software mas exige obrigações que não permite haver concurencia aos seus serviços!!

  8. Mr.T says:

    Respondendo à pergunta que faz o titulo do artigo…
    É-me indiferente, e vou continuar a escolher o smartphone da mesma forma, seguindo os pontos abaixo:
    1. Potencial de desempenho do equipamento (quanto mais potente possivel, melhor – processamento, grafismo, espaço interno, expansibilidade de espaço, memoria, otimização do SO, etc etc…);
    2. Potencialidade de expansibilidade e interligação com outros equipamentos ou plataformas (cartao de memoria, jack 3.5, radioFM, tipo e forma de carregamento, etc etc);
    3. Preço;
    4. Design e Suporte da marca.
    Tudo o resto é-me indiferente… Seja Samsung (que ja tive e abandonei por ter deixado de cumprir os pontos 2 e 3 acima mencionados), seja Apple (que ainda não tive por não preencher os requisitos 1, 2 e 3), seja Alcatel, Sony Ericsoon, Asus, LG (que tenho atualmente e que estou extremamente satisfeito), ou outra qualquer, vou sempre escolher de acordo com os pontos pela ordem acima e usando como criterio de desempate os pontos seguintes.

  9. hommer says:

    se tiver de pagar por o SO Android, não vejo o problema disso já o fazemos á anos para outros não vejo onde estaria o problema nisso…

    é claro que a fonte de rendimento é publicidade dai ser tudo gratuito, a receita tem de vir de algum lado…

  10. Marco says:

    Primeiro, qual a base que sustente e justifique a coima de 4 mil milhões? A Google invadiu algum país que não saibamos? Causou destruíção em alguma sociedade? Não! Claro que não. A coima multimilionária servirá provávelmente para alimentar a banca europeia que ainda tem os bolsos furados. Não há qualquer fundamento para uma coima dessa ordem de valores. Outro pormenor interessante é que verifico que afinal a crise em Portugal já passou já findou, e que já há até quem não se importe de pagar pelo S.O. da Google mesmo sem saber os valores que eventualmente serão cobrados posteriormente na venda dos equipamentos. Fico muito contente quando mais uma vez verifico que o portugues não se importa em pagar, em dar largas á sua carteira em que está sempre disposto a pagar tudo que se lhe apresente. Mesmo por aquilo que já se utiliza sem ter que pagar por isso mas se lhe fôr apresentada uma conta para este pagar ele pagará com alegria pelo mesmo que antes utilizava mas sem qualquer custo. Boa a cada ano que passa o portugues esta cada vez mais inteligente e rico. Com tanta vontade de pagar tudo e por tudo só quero imaginar onde se situará os valores dos salários no final do mês e se estes chegarão até ao meio do mesmo mês. Eu não defendo a Google e muito menos uma EU que já o foi. Apenas mostram as suas pretenções de que apenas se baseiam em tirar dinheiro facil de forma camuflada baseada em pseudo leis de proteção da concorrência para a causa consequência no fonal deste processo a Google iniciar a taxação do seo S.O. aos fabricantes e estes como claro está, fazerem se cobrar ao cliente final. Moral da história, smartphones mais caros ou bem mais caros e aí talvez nas contas da UE comecemos a optar por Iphones pelo diferencial de valores entre Andrpid e Iphone. Acho que devemos estar mais atentos às pseudo leis pseudo decisões da UE aos seus job for the boys sobretudo aos Lobbies.

  11. Francisco M. says:

    Quando tiverem de pagar 100+€ a mais pelos equipamentos android já sabem a quem agradecer.

  12. Alan says:

    Cobrar pelo Android? Não seja por isso, pode mandar o meu sem play store ou google services.

  13. A. says:

    Oh pessoal o facto de ter de pagar a google até é um beneficio pois assim pode ser que eu consiga desinstalar o chrome, maps, google play services que esta escondido e olhem bem para este, e o que faz ; youtube etc

    Efectivamente é verdade há que haver alternativas e há chama-se lineage OS e antigamente tinha outro nome duvido que não conheçam por aqui a questão é a forte restrição que a google coloca, para podermos ter tal liberdade a começar do facto de o instalar adeus garantia, por parte da samsung, huawei, etc… o expliquem me porque nem o youtube e outras app não podem desinstalar, do sistema unicamente podem usar alternativas por exemplo ao google maps, mas desinstalar este não!

    e é verdade a google apoio o que foí a tentativa que falhou parcialmente quando a comissão europeia teve esta guerra com a MSFT$ e o seu Internet explorer, pelo menos no win é só o iE que há alguma dificuldade em desinstalar embora seja possível e há alternativa muito aqui posta quem não gosta do win linux! e o pplware felizmente não para de nos dar dicas sobre o linux e suas diferentes distribuições…

    Gostva de ver a mesma facilidade com que contornamos o windows neste mercado como num pc afinal não sejamos idiotas os smartphone não são mais que um pc pequeno e bem disfarçado seja apple ou google…

  14. Heldr says:

    Pagar por um SO que não vale um tostão furado?

    É já a seguir!

    • Hefesto,o Grande says:

      Ó homem,não diga disparates !! Que tristeza de comentário !! 😐

    • Pérolas says:

      @Heldr: o mesmo se pode dizer do ios… que em termos de segurança e privacidade é uma questão de fé na arquitectura tipo «queijo suiço». O androind tem 86% de quota de mercado e enquanto for código aberto vai ter a preferência dos utilizadores, pagando ou não.

  15. censo says:

    Devem pensar que não pagam já pelo sistema quando hoje compram um telefone… Falsa questão.

  16. Paulo Silva says:

    Eu acho que está tudo louco. Então uma empresa cria um sistema operativo para smartphones; pagas com os teus dados, é um facto, mas não te é exigida contrapartida financeira, nem ao intermediário (marca de smartphone) nem ao consumidor final; pré-instala as suas aplicações para ir buscar dados para obter lucro; disponibiliza a plataforma para criação de app’s alternativas; e agora vai pagar uma multa bilionária porque tem os seus serviços pré-instalados? Então mas a Google é uma empresa privada cujo objetivo é gerador lucro ou é uma ONG ou uma instituição de caridade?
    Podemos sempre voltar ao início em que cada marca disponibiliza o seu próprio SO e não interage com qq outro (caso da Apple). O que eu gostava de ter o Symbian de volta e não interagir com Samsung ou Huawei ou qq outro …
    Tudo louco

  17. Eu mesmo says:

    Que raio de GIF é aquele? Espero que não seja oficial porque é só ridículo. Esse “simples tutorial” não desinstala a aplicação. A mesma fica lá a consumir recursos, e convenientemente a recolher alguns dados!
    Enfim, isso é atirar areia para os olhos das pesssoas.

  18. A. says:

    Uma coisa é certa se efectivamente não queremos, que a google continue com esta prática eu por exemplo não quero, e espero que haja muitos por aqui as elevadas multas da CE, e que sejam todas as semanas!
    são a única forma de fazer pressão para que algo mude para melhor e no site da CE que no startpage.com ou duck descobrem facilmente devem como cidadão da UE, fazer pressão para que a multa tenha um resultado prático, se não vai tudo dar a mesma a google consegue reduzir no recurso judicial que vai por uma redução da multa, paga uma pequena multa e continua tudo na mesma… não foi assim que a msft e depois de um falhado acordo com a CE que nada mudou com o IE ? e agora fazem pior com o win 10 porque sentem que ganharam e dobraram a CE ??

    Efectivamente como consumidores e tendo possibilidade de concorrência esta é uma boa noticia…

    Será que a linage vai disponibilizar o SO a mais versões no seu site oficial ?

  19. jorge says:

    Ia a falência com a falta de segurança que o android tem………. cobrar?

  20. Tiago says:

    Cliquei bait dos bravos

  21. CLAUDIO MARCELO SILVA says:

    Cabe uma ENORME ressalva nesse título.

    A culpa da cobrança NÃO É exatamente da Google, mas da própria União Européia, que nunca perde a chance de fazer o possível para prejudicar empresas de fora do continente.

    É claro que a empresa anexa e privilegia seus serviços ao oferecer o sistema de graça.

    A UE esquece que no caso do ecossistema do iPhone/iPad por exemplo, a Loja de aplicativos da Apple é a ÚNICA opção autorizada e ninguém reclama. Os aplicativos do sistema NÃO podem ser retirados e ninguém reclama.

    A Google foi processada por pretender ser a opção oficial dentro de uma liberdade que ela mesma criou.

    Se os europeus assim preferem, que cada um deles pague o preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.