PplWare Mobile

Fim das burlas por SMS! App Mensagens da Google vai proteger utilizadores do Android


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Joao Ptt says:

    Por momentos pensei que iriam acabar com o SMS, afinal não, vão só fingir que é possível acabar com o problema sem alterar por completo a forma como as redes públicas telefónicas funcionam… boa sorte para tal: vão MESMO precisar.

    Sem autenticação/ assinatura digital integrada de origem nas redes públicas telefónicas como vão prevenir a falsificação de remetentes? Não vão.

    E mesmo assim, com a quantidade de truques para fazer os operadores dar o número a outra pessoa que não o legítimo proprietário do número, que mesmo tal autenticação/ assinatura digital integrada seria sempre de utilidade limitada.
    O modelo de funcionamento teria de ser completamente modicado, para permitir a flexibilidade da mudança da forma final de alcançar a pessoa/ entidade (para quando perde o dispositivo, furtada, roubada, identidade usurpada, etc.) e mesmo assim permitir manter a identidade verificada de que é aquela pessoa/ entidade que o está a contactar de facto. Se é fácil de resolver? Não. Se é possível? Provavelmente não. Mas certamente pode ser muito melhor e a tecnologia para tal já aí está toda, é só conjugá-la de forma apropriada para aumentar exponencialmente a dificuldade em fazer-se passar por terceiro(s). Impossível nunca será, mas se for difícil o suficiente para que em 99.9% dos actuais casos não se consiga já será bem melhor.

  2. rikardo pereira says:

    isto devia ser como outros paises.. para comprar um cartao de telemovel é preciso o cartao de cidadao

    • Joao Ptt says:

      Mas isso vai contra o princípio do anonimato e privacidade a que todos devem ter direito.

      O maior problema é que as redes públicas telefónicas permitem a falsificação do remetente que é exibido… e quanto a isso não há apresentação de cartão de cidadão que resolva, porque é um problema técnico a nível das redes de comunicações em si. Pode aparecer o seu número de telefone como sendo o remetente de uma mensagem e nunca enviou nada para essa pessoa sequer… ou não envio dessa vez.

      Nos EUA pressionados pela FCC os operadores estão a implementar um sistema (SHAKEN/STIR) que dificulta a falsificação do remetente que é exibido… o que não impede as empresas de call center no estrangeiro de obter os números dos EUA, mas apenas de falsificar os números dos EUA para parecer que são algum vizinho e coisas do género… que era uma praga de tal maneira que mesmo o super amigo das operadoras, o chefe da FCC andou mesmo a pressionar as operadoras para adoptar tal sistema ou eles faziam normas que as obrigariam a isso… ou seja, não as obrigou por escrito em formato de regra a ter de ser seguida obrigatoriamente para operar no território (por ser muito amiguinho delas) a ter de cumprir num prazo curto de tempo, mas eventualmente é capaz de vir a ficar escrito. Mais informações em: https://www.fcc.gov/call-authentication
      A coisa tem de ser muito grave por lá, porque o chefe da FCC é todo a favor de tudo o que facilite a vida às empresas operadoras, a pressão de políticos e público deve ser gigantesca, de outra forma nunca fariam nada, como não o fizeram até há pouco tempo… e como de resto tal ainda não foi passado a regra obrigatória.

  3. Filipe says:

    Sim claro. Vamos dar mais alguns dados pessoais ao Google que ele tem poucos…

  4. barta says:

    Uma questão, a ver se me ajudam. Acham que a diferente entre um telefone 3GB para 4GB de ram vale uma diferença de 35€????? 32GB armazenamento é mais que suficiente e não jogo qualquer jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.