PplWare Mobile

Ainda é necessário antivírus no Android em 2018?


Tomás Santiago

A tecnologia e aquilo que é possível fazer com ela sempre foi algo que me cativou bastante. Estudo Ciência de Computadores na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Adoro programar e desenvolvimento de aplicações móveis, principalmente para iOS. É a escrever para o Pplware que partilho os meus conhecimentos. Sigam-me no Twitter: @mrtomasantiago

Destaques PPLWARE

39 Respostas

  1. pedro says:

    90% das pessoas idosas e putos com smartphone usa Android.
    Portanto está tudo dito.

    • Belmiro says:

      As pessoas idosas quase não usam smartphone e as poucas que usam quase não fazem downloads; os “putos” com smartphone sabem tanto ou mais disto que os adultos e normalmente são os jovens adultos que se põe a instalar apk para verem jogos de futebol ou jogos pagos pirateados que põe em risco.

      Até agora em dezenas e dezenas de pessoas com Android e IOS não conheço ninguém (exceto uma com um BQ que se comporta como se tivesse, se bem que não foi instalada nenhuma APP) com malware ou sinais deles.

      O medo dos updates e/ou vírus são muito induzidos, a maioria (tal como no PC) são auto induzidos pelo utilizador (páginas de pirataria, sexo ou futebol grátis, jogos alterados ou pen de outras pessoas infectadas)

    • Fabio José Ramos Costa says:

      Digamos que 90% do mundo usa

    • Miguel Nóbrega says:

      Ora nem mais

  2. Alexandre says:

    Boas,

    Eu utilizo o centro de manutenção da Samsung do note 8 e nunca se tive problemas.

    Cumprimentos

  3. Carlos Fernndes says:

    Para mim, eset para android ,foi a unica solução para um Bluboo

  4. Iurie Solomon says:

    @tomas santiago, é possivel saber o que fizestes para infectar o teu tlm?

  5. Miguel Mendes says:

    Alguém sabe de um bom e barato? Pena não ter espaço para o instalar visto que o meu telemóvel é uma porcaria.

    • Artur António Carvalho Teixeira Oliveira says:

      Pode optar pelo 360 que é gratuito; a versão premium custa uns 15 euros por ano; entre outras opções, pode experimentar este.
      http://www.360totalsecurity.com/pt/

      • TiagoDM says:

        Uso imenso, e gosto, apenas um defeito: mais falsos positivos que a média, no entanto, é gratuito e faz bem o trabalho. Por ser chinês, talvez abra backdoors, mas para já é especulação, não há provas que o faça mesmo.

    • Mad Makz says:

      McAfee muito bom e gratuito, muito eficaz na web (vários browsers), limpa ficheiros inuteis, cache, bloqueia chamadas e sms indesejados, bloqueador de apps, segurança wifi, etc. No pro tens apoio personalisado… Eu acho bom, já me foi utíl.

    • k says:

      Para telemovel/tablet? ESET Mobile Security: 9.99€/1 ano.
      Para PC? ESET Antivirus: 24.99€/1 ano.

      Fica mais barato quantos mais anos forem adquiridos.

      • Miguel Mendes says:

        Ok, obrigado. Pena não ter espaço no telemóvel. No PC tenho o Kaspersky Total Security e o Malwarebytes versão paga se bem que no caso deste último não corre de início no sistema para evitar possíveis conflitos. Será que mesmo assim eles podem ocorrer se estiverem os dois a correr ao mesmo tempo? Eu tenho o Malwarebytes porque detecta muitas coisas que o outro não detecta.

  6. Maats says:

    O Knox da Samsung não cumpre bem a função?

  7. Anónimo says:

    Não consigo compreender como é que uma aplicação de antivírus (sem acesso privilegiado ao sistema) pode providenciar uma proteção eficaz quando as aplicações Android estão isoladas umas das outras e não é possível analisar a um antivírus fazer o mesmo tipo de análise que se faz num PC. A análise de tráfego (que pode ser cifrado) e dos APKs descarregados é apenas uma pequena parte que dificilmente pode garantir uma segurança eficaz a todos os vetores de ataque.

    Não digo que o trabalho de análise forense das empresas de antivírus não seja importante, mas pessoalmente quando aparece um estudo destas empresas a dizer que o Android é inseguro, sinto necessidade de questionar a idoneidade destes estudos, pois o objetivo parece-me ser o de vender os seus produtos.

    Pessoalmente conheço dezenas de pessoas com dispositivos Android e não tenho conhecimento pessoal de nenhum caso de dispositivos infectados… Se calhar estamos todos infectados e não sabemos…

  8. Ruca says:

    Bons antivirus: Norton (já usei e é muito bom, o apoio deles é bastante bom, atenderam a um pedido meu rapidamente). Kaspersky (uso actualmente e estou bastante contente, mas o norton é melhor).

  9. Iurie Solomon says:

    ok, mas pelo menos que sintomas tinha o teu tlm qd era infetado? ou que de errado lhe tava a acontecer? cm te apercebestes k era infetado? e cm te livraste da infecçao?

    • Era um ficheiro específico que me aparecia numa pasta no armazenamento interno do smartphone (não me lembro do nome). Comecei a notar que tinha 2 ou 3 apps e que estava sem espaço. Sei que na altura fui pesquisar e cheguei à conclusão que a única forma de eliminar a pasta era reinstalar o SO (precisei de software específico). Foi o que fiz. Livrei me do malware e voltei a ter o smartphone operacional.

      Abraço

  10. Asdrubal says:

    Uma vez entrei no site de Farmácias de Serviço pelo smartphone Android, e começou a aparecer algo estranho como que estava a instalar algum malware, como uma barra a progredir uma instalação. Cliquei várias vezes para trás para desaparecer. Foi o mais estranho que me aconteceu.

  11. André Fontes says:

    Antivírus no Android é completamente useless na maioria dos casos e concordo com o Adrian.
    As aplicações antivírus no Android não têm low-level access o que significa que têm as permissões limitadas (ao contrário do que acontece por exemplo no Windows), por isso não existe nenhum mecanismo nas aplicações antivírus que permita impedir a instalação de outras aplicações, detectar exploits ou mesmo impedir o acesso a determinados sites.
    A única coisa que as aplicações antivírus podem fazer é a verificação de do package e comparar com uma blacklist e emitir um alerta de malware, mas este mecanismo é tão fácil de se ultrapassar que faz disso um processo inútil, basta uma alteração no nome do package e o antivírus deixa de o associar a qualquer referencia na blacklist enquanto esta não for adicionada ou ainda mais ridículo se torna no caso de modded apks já que estas tem o nome do package igual ao original, por exemplo pode fazer um package com.spotify.music com malware que não pode ser adicionado à blacklist porque nesse caso sempre que se instalasse o package original também iria dar alerta de malware.
    Depois alguns dos antivírus têm também o network monitor que de pouco ou nada serve porque apenas consegue fazer o scan do tráfego e na loucura bloquear o tráfego mas mais uma vez com base numa base de dados, o que cai por terra no caso da troca de dados ser feita de forma segura, para piorar a intersecção e registo desta atividade consome muita bateria, recursos do equipamento o que criar lag e pode resultar também num consumo extra de dados, esta actividade nem as ferramentas da Google conseguem parar e tem de ser feita uma analise por parte do utilizador, quem não sabe pergunta, ainda assim é uma melhor solução.
    Da mesma forma que as empresas que criam estas aplicações criam bases de dados com aplicações maliciosas, a Google faz o mesmo e até de forma mais eficiente já que os mecanismos de protecção da Google estão inseridos nos Google Play Services que têm low-level access e por isso têm permissões de sistema em vez de estar restritas a sandbox do package com.google.android.*, conseguem fazer scan a todos os serviços que estão a ser executados, ter acesso às directorias criadas no sistema por cada aplicação e ai sim detectar aplicações maliciosas sem ter de depender exclusivamente do nome do package.
    Isto é feito deste modo desde 2014 de forma continua e incluindo aplicações de fontes não oficiais.

    Existem aplicações antivírus que prometem ser mais eficientes obtendo acesso root, o problema é que uma aplicação maliciosa consegue também obter acesso root e bloquear os mecanismos de defesa que as aplicações antivírus possam ter e de forma muito mais agressiva parando toda a actividade do antivírus, ou seja, torna a aplicação de tal forma inútil que empresas como por exemplo a Kaspersky aconselham mesmo a não fazer root.

    Para terminar o sucesso das aplicações antivírus em Windows é de tal forma grande que estas tiverem de exportar os serviços para um dos sistemas mais usados em todo o mundo, fazendo uso da fama para conseguir mais alguma reputação e uns bons trocos.

    • André Fontes says:

      PS: Só para comentar os dados do gráfico deixados no texto, este está complemente descontextualizado, está a servir de suporte a uma teoria que não faz parte da investigação original.
      No gráfico estão contabilizados ficheiros que não são detectados por aplicações antivírus e que exploram falhas no próprio sistema Android, ou seja, que os antivírus não conseguem travar, são falhas resolvidas através de Security Patches lançados pela Google, por isso com ou sem antivírus estes ficheiros podem estar nos equipamentos e estas falhas continuam a existir e ser exploradas se a OEM/carrier não actualizar os security patches.

    • Carlos Fernandes says:

      useless na maioria dos casos … concordo (já passaram pelas mãos vários androids com e sem root e nada) no entanto se o telemóvel aparecer constantemente com publicidade para clicar…antivírus nele. no meu caso um Bluboo com android 6 de um dia para o outro começou a fazer o download de um ficheiro para a pasta de transferências, sempre que apagado voltava a ser descarregado. Para alem de encher o telemóvel de publicidade, ainda alterava a proteção para aceitar apk´s de terceiros…como disse anteriormente única solução depois de testar vários foi o eset. Ps: continua free e o problema desapareceu.

  12. Hugo says:

    então e para o IOS???

  13. Ricardo says:

    Eu uso anti vírus bom senso e até hoje nunca tive problemas.

  14. bom senso says:

    uso android há anos e nunca usei antivírus, nem tenciono começar a usar, o melhor antivírus continua a ser o utilizador…

  15. Renato Nismo says:

    android user desde 2012, vários dispositivos. eu e muitas pessoas à minha volta.
    Zero de malwares, tem de saber por onde anda e perceber as diferenças entre genuíno e cenas estranhas.

    • Miguel Nóbrega says:

      O eng de segurança está a trabalhar bem para garantir o seu posto de trabalho..

      Mas concordo contigo, nunca os vi, já vi foi gente instalar programas chatos de limpeza que enchem de notificações, mas isso eu deito fora e problema resolvido.

  16. João Tavares says:

    Nunca foi preciso antivirus no android, porque é que em 2018 seria diferente?

  17. zacarias says:

    então mas o android não vem do linux? também usam antivirus no linux?…

  18. João says:

    Ainda bem que tenho o SO morto e enterrado Windows 10 Mobile.
    O SO Mobile mais seguro até á presente data.

  19. Vesgo says:

    Boas Pplware.
    Já chegaram a fazer a análise dos melhores antivírus para Android?

  20. J. M. says:

    Novidades deste artigo?

    Obrigado!

  21. Fernando paulo says:

    Qual o mais acertado para o Android que seja free

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.