PplWare Mobile

Android: Detetadas 172 aplicações maliciosas na Google Play


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. João Sousa says:

    O Android é uma casa arder. A Google não consegue ter mão na loja e há mafiosos a viver do azar dos incautos. Corrigir ta quieto.

  2. security says:

    Nem são muitas, tendo em conta os (poucos para não dizer nenhuns) testes que são feitos nas apps android. Em menos de 2h tens uma app aceite na Google Play e online para o mundo descarregar.

  3. Nelson Lavrador says:

    Cabe ao utilizador ser responsável nas apps q instala no seu equipamento. De qq das formas já saiu em noticias q a Google está cautelosamente a identificar as apps mais danosas e a coloca-las fora da play store.

  4. Nuno says:

    Para Android, o numero até não é mau.
    Nos tempos do Android 2.3 era raro nao teres alguma app infetada .

  5. Alberto Silva says:

    Uma coisa que ahei engraçada.
    Ao ver o titulo desta pagina, pensei.
    Bem vamos lá ver quais são as apps.
    Abre-se a dita cuja e….. contem as apps de que falam.
    Fica aqui uma dica.
    Poderiam ter um tópico que fosse atualizado de vez em quando inserindo as ditas cujas com a bicharada.
    Os utilizadores que as tivessem instalado, pensariam melhor. Assim……
    Só o bom senso, mas será que serve muito.

  6. Alberto Silva says:

    Uma coisa é certa.
    Quando formos instalar uma app e ela pede permissões menos lógicas, a unica lógica é NÃO a instalarmos.
    Já me deparei com certas apps que queriam ter acesso a certas coisas que pela lógica do bom senso nem precisavam delas, be, uma solução LIXO IMEDIATO SE ESTIVER INSTALADA, OU STOP ANTES DE INSTALAR.

  7. Pedro R. says:

    E ainda a Google acusa outras lojas, como a Aptoide, de serem permeáveis a malware! Está provado que é apenas tática de combater a concorrência através da difamação.

  8. José Fabri says:

    onde está a lista dos app infectado pra ver a lista de instalados.

  9. Nelson Lavrador says:

    Ah se estiverem a contar com o CAMscanner retirem 100 milhoes dos infetados pois já foi resolvido (app foi retirada e voltou após verificar q foram feitas mudanças).

    Mas é como já foi dito aqui…onde estão os nomes das apps para avisar os users? Ou verificar essa acusação? Hummm cheira me a engodooo #maçagonnamaçates

  10. Yamahia says:

    Isto é apenas uma pequena amostra.

  11. falcaobranco says:

    A culpa tambem é do utilizador… instalam tudo o que é apps, muitas delas, a maior parte das pessoas não usa, não sabem o que é, instalam… as pessoas tambem se não tiverem cuidado vai a google ter por elas?

    Temos que ter sempre cuidado porque nos dias que correm já não existe um simples virus como existia em 1992…

  12. Tiago says:

    O problema e que o Google remove da loja mas devia a avisar o utilizar para desinstalar do telemovel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.