PplWare Mobile

Redes sociais: em Portugal, dedicamos-lhes mais de duas horas por dia!


Imagem: Global Digital 2019

Fonte: Global Digital

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Daniel says:

    E o incrível é que já substituem muita da interacção visual… Eu não tenho perfil em redes sociais, não lhes entendo o entusiasmo nem o interesse… Mas assisto a grupos de amigos, sentados num café, a falar através das redes sociais, sem conversa, com pouca ou nenhuma interacção… Cada qual com a sua ideia, mas, para mim, não obrigado…

    • maxim says:

      eu sempre tive, mas uso cada vez menos, sinto que me prejudicam muito a crescer como pessoa pois as ideias e os estímulos daquilo são quase sempre os mesmos. As conversas nos cafés são cada vez mais fúteis, estou a falar de uma geração nova que não deveria dedicar-se a fofoca ou a julgarem tudo o que vêm de acordo com o umbigo delas.. vamos ver no que dá, eu por aqui ando atento

      • Daniel says:

        Exactamente… ainda este fim de semana senti isso… Estava num café, com um grupo de amigos, a falar daquilo que gostamos, filmes, heavy metal, coisas nossas, e parecia que nos viam como se fossemos “anormais”, pois mais nenhuma mesa havia conversa… haviam, isso sim, muitos telemóveis, muitos portáteis, e pouca ou nenhuma conversa…
        socialmente, as redes como o Facebook e afins, têm-se mostrado muito vazias… digo eu…

        • paulo rodrigues says:

          Infelizmente o que se vê é mesmo gente a usar as redes sociais… mas o que mais me espanta é que a maioria, ao usar, só produz é “lixo digital” e em grande escala! Acho que a escala deste lixo é já tão grande como todo o lixo de plástico, que é um cancro para o planeta. Eu não tenho perfil em nenhuma rede social, nunca tive e estou bem assim. Terá um senão: não posso concorrer aqui nos passatempos da pplware…

  2. Luis says:

    À seis anos apaguei a minha conta do face, nunca tive Instagram nem qualquer outra rede social. Hoje questio-me: porque cheguei a criar essa conta no face?!

  3. Jorge Gomes says:

    A Tugolandia se a passar tempo nas redes sociais fosse trabalhar, seriam as pessoas mais ricas do mundo, assim sao as mais ignorantes.

  4. Vasco says:

    Estou bem acima da média. Uns 45 minutos de manhã ao pequeno almoço, depois pela hora de almoço, mais 1h, ao final da tarde pelas 20 enquanto o jantar aquece mais uma hora, hora e meia – varia, e todas as noites antes de adormecer, uns trinta a quarenta minutos. A minha filha são pelo menos -agora que está em férias- umas seis horas por dia -estimativa conservadora-, e as amigas/os a mesma coisa, pelo que noto pois 90% da interacção dela são mensagens de voz no WhatsApp e chat. No futuro estaremos mais ligados ainda. Acredito que vamos literalmente acabar todos ligados em rede ao nível cerebral, dentro de algumas décadas.

  5. goolo says:

    2h por dia nas redes sociais, era bom era, no inicio quando as comecei a usar talvez até mais, mas com o decorrer dos anos, hoje já não apenas uso as redes sociais para ver informação útil e comunicar com amigos familiares por breves instantes ao longo do dia, mas tudo somado se gastar 20 minutos num dia inteiro já é muito, tenho dias que nem vou as redes sociais, tenho outras prioridades, mas vejo como já foi dito a malta principalmente a mais jovem estão todos juntos mas apenas fisicamente, o debate que devia ser cá fora está a ser no mundo virtual, tendências modernas.

    • Daniel says:

      Ainda que hajam temas que o goolo e eu não concordemos, neste caso, concordo completamente… e é isto que falta, a essa geração mais jovem: o debate físico, o contacto visual…
      Como eu costumo dizer: o brincar na rua… jogar à bola com os miúdos vizinhos…

  6. Casuístico says:

    As redes sociais, todas elas, como bem foi dito nos comentários acima, são uma grande tragédia em termos de isolar as pessoas em grupos tribais. Ficam ali, turmas e mais turmas a digitar bobagens, rirem com postagens pseudos engraçadas, etc. Não se conversa mais, não se observa mais a natureza, paisagem, pessoas, a vida. Todos se sentam e nem se olham. Para mim é mais um indício do começo do fim da atual civilização. Oremos. Saudações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.