Quantcast
PplWare Mobile

Musk perguntou como o seu dinheiro poderia resolver a fome no mundo e a ONU respondeu

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Cristina Rodrigues says:

    Lmao eles nem disseram como isso ia resolver a fome no mundo. Apenas dava um pouco de comer a algumas pessoas durante pouco tempo. Nao acabava com a fome no mundo.

    A fome , tal como a pobreza, são problemas criados pelo governo de qualquer país.

    • Rrrrrrr says:

      “A fome , tal como a pobreza, são problemas criados pelo governo de qualquer país.”
      isso, e tambem pelos governos e politicas dos paises mais poderosos, indo ate ao tempo em que as Africas foram varridas e usadas por outros países (incluindo Portugal).

      • Miguel says:

        Atenção que Portugal tentou evoluir o país incluíndo os nativos, ao contrário de outras nações.
        Correu mal, também por pressões Francesas, mas houve essa tentativa, chegamos a ver uma universidade lá onde todos podiam concorrer, incluindo nativos!

        • Cristina Rodrigues says:

          Sim claro porque os países da africa são uma porcaria por algo que lhes aconteceu à 500 anos atras LOL

          • Miguel says:

            Claro que não, quem disse isso? Não ignoremos factos. São grandes países, caso contrário Portugal não teria interesse em melhorar as condições lá e tirar algum benefício.
            Apenas não ignorem factos que apenas criam ódio ao nosso País

      • KodiakShadows says:

        Calado eras um poeta e tinhas melhor contribuição. Das Colonias /Provincias portuguesas és um ignorante só comentas daquilo que ouvistes falar. Se queres eu te envio(/ou vai googlar) uma cópia do Relatório feito pela CIA em 1973, a mando do Gov Amaricado e assim vai entender o porquê de elas ( colonioas) incomodarem tanto as grandes potências, Bifes de Londres, amaricados e os PD dos francius.

      • João Ferreira says:

        sim, quando viviam em tribos eram todos ricos e gordos pela comida abundante. Enfim.. O pessoal fala com a vida à 1000 antes fosse fácil. Alias como e a vida antes da revolução industrial fosse fácil.

      • Jorge Silva says:

        Estas ONGs não os ensinam a ser auto-sustentaveis, ensinam que vem o homem branco e dá comida grátis, podes ver inumeros relatos disso.

        “Se deres um peixe a um homem faminto, vais alimentá-lo por um dia. Se o ensinares a pescar, vais alimentá-lo toda a vida.”

        • Rafael says:

          Acredito que a complexidade que vivemos hoje não permite apenas ensinar, mas podemos sim fornecer mais infraestrutura para que pessoas possam sim enfim poderem “pescar” para serem independentes.

    • Henrique says:

      Exato. A lista de medidas simplesmente adiam a fome no mundo.

  2. Tito Portugal says:

    Enquanto houver corruptos e regimes nestes países, nunca vão acabar com a fome. Desde de tenra idade que oiço a falar em acabar com a fome em Africa e até hoje as pessoas passam fome por aqueles lados. Eu já não faço ajuda por intermediários, ajudo directo pois assim sei quem vai receber minha ajuda. E Elon Musk que abra bem os olhos.

    • Rafael Faria says:

      Existe no Netflix o documentário do Bill Gates sobre os problemas que ele comprou a briga em resolver, que para nós (cidade), não existem mais, e vejam como é complexo tentar resolver um problema e como milícias e outros pontos dificultam essa resolução… As pessoas acham que apenas dinheiro resolve as coisas, se fosse assim, não precisaríamos de políticos.

  3. César Oliveira says:

    Como eu sempre digo. Não há duas espécies de seres humanos na terra. Não existe uma humanidade de 1º e uma humanidade de 2º. Então estamos todos no mesmo “barco”. Brancos, Pretos, Amarelos, Ricos, Pobres, da religião A, B ou C, etc, etc, etc
    Então não é aceitável que ajam seres humanos a morrer à fome.

    Os habitantes de outro continente não são seres de outros planetas. São seres humanos que vivem cá no planeta terra.

    É preciso:
    1º eliminar a fome do mundo
    2º educar intelectualmente e moralmente a humanidade
    3º Criar meios para que ninguém fique sem uma fonte de renda, isto é, conseguindo um trabalho, uma reforma, uma pensão, etc,

    Capitalismo sem humanidade é monstruoso.

    Já sei, os extremistas de direita vão me chamar comunista. Chamem à vontade.

    Mas o comunismo é uma aberração que precisa ser eliminado do mundo.

    • Tonheco says:

      Quando aplicas a principal lei da natureza, todas essas observações passam ao mundo da fantasia.
      Somos todos da mesma especie, mas não da mesma raça e muito menos todos iguais.

      A primeira lei da natureza define isso muito bem, e em milhões de anos continua a ser a primeira lei.

    • Zé Fonseca A. says:

      Na verdade o comunismo no papel é a melhor politica, em termos praticos simplesmente não é concretizável e viram ditaduras.

      É muito bonito dizer o que dizes, problema é que para isso acontecer teria de existir uma “policia mundial”, a fome não provém de falta de dinheiro ou recursos, provem da ganancia e malvadez de muitos lideres, não seria com dinheiro que resolverias os problemas, mas sim com confrontos militares para ter governos de transição que possam ocidentalizar os costumes desses povos durante 100 anos.

      Quanto a termos humanos de 1ª ou 2ª, prefiro que morram humanos à fome e que os animais continuem vivos, sofrimento humano diz-me zero quando comparamos a opção a escolhe dos animais face à nossa.

      • FreakOnALeash says:

        “Quanto a termos humanos de 1ª ou 2ª, prefiro que morram humanos à fome e que os animais continuem vivos, sofrimento humano diz-me zero quando comparamos a opção a escolhe dos animais face à nossa.”

        Que monstruosidade!
        Erradicar o PAN do parlamento deve tornar-se desígnio nacional!

      • César Oliveira says:

        Zé Fonseca, O comunismo é uma aberração. Por vários motivos:
        1º não respeita a vida: sempre que podem aprovam leis de extermínio: Aborto, eutanásia, só falta o assassinato generalizado.
        2º Cria ditaduras monstruosas.
        3º Defende o ateísmo, isto é, separa o homem de Deus.

        Por outro lado, não é possível fazer com que toda a gente do mundo todo tenha o mesmo dinheiro.
        Se alguém pudesse dividir o dinheiro igualmente por todos passados menos de 5 minutos já existiram pessoas mais ricas e pessoas mais pobres.

        O que é preciso, e isso sim, é tornar a diferença muito menor ao ponto de ninguém passar fome no mundo todo.

        Capitalismo sem humanidade é monstruoso.

    • FreakOnALeash says:

      Não acho que o as propostas que assinalastes seja comunismo.
      Se calhar colocava a educação como 1º passo. Com moral e educação não devem surgir governos que deixam os povos à fome!

      • César Oliveira says:

        FreakOnALeash, quem tem o estomago vazio não tem cabeça para estudar, para se educar.
        Primeiro comida, depois educação.
        A educação intelectual e moral são fundamentais mas são um luxo para quem está a morrer à fome.

    • João Ferreira says:

      Regra numero um. Ensina-os a pescar não lhes dês o peixe. A ONU é experta, olha que não compra comida dos agricultores locais nem os ajuda a melhorar a produtividade da agricultura desses países nem financiam barragens ou riso artificiais para os ajudar a ter água para criar comida. Eles metem parte do dinheiro no bolso deles, compra comida na Europa ou America enviam para lá e pagam aos corruptos dos políticos para não permitirem que os ataquem. Tão simples como isto. Por isso que deixei de dar dinheiro para estas organizações mundiais. Foi tudo apoderado por ativistas e burocratas que no final do dia estão a cagar-se ou cegos pela sua ideologia que não vêm o mal que fazem.
      Até a China está a explorar África como muitos europeus à 500 anos e ninguem diz nada.

      • César Oliveira says:

        João, a edução para quem está a morrer à fome é um luxo.
        Depois da barriga cheia vamos lá ensinar a pescar.

        Não quero dizer que isso que dizes da ONU seja um pretexto para não ajudares. Mas para muita gente é. As vezes mascara-se o egoísmo. Não estou a dizer que seja o teu caso. Mas acontece.

    • Filipe says:

      O socialismo necessita de ir de vela primeiro, pois além de estar constantemente a ser o disfarce de outras maneiras de governar, só está cada vez a piorar tudo.

  4. Miguel says:

    Então era isso, ia mesmo dar dinheiro à ONU para resolver um problema destes.
    Estão à tantos anos com o problema na mão e agora o Musk dá-lhes dinheiro e ia resolver de uma vez por todas…
    Nem o Pai Natal acredita nisso.
    E nem sou fã do Musk, é um como tantos outros, mas vejam só. Passam a vida com voluntários, mas os auditores iriam receber 400 Milhões!
    Pelo que conheço do Musk, se lhe dessem uma ideia viável para o propósito ele faria das suas próprias mãos e dinheiro. Dar o dinheiro à ONU é falhar na primeira instância.
    Equivale aos portugueses darem uma ajuda ao governo para resolver o caso de Pedrogão Grande (Nunca esquecerei, não me venham com histórias de solideriedade + política).

  5. Sergio J says:

    A fome no mundo não se acaba com comida, mas sim com educação, infraestruturas para os ajudar a crescer.
    Claro que sem comida não pode haver educação. Mas dar comida de forma isolada nada resolve.

    • Miguel says:

      Exacto, daí resultar mais os esforços que o Bil Gates fez do que qualquer um que a ONU queira fazer com o dinheiro do Musk

    • Tonheco says:

      A fome no mundo apenas acaba com:

      -Dimunuição da população.
      -Aumento drástico da poluição.
      -Empobrecimento do primeiro mundo.

      Como sou realista, na minha opinião a medida mais urgente seria de alguma maneira impedir a reprodução nos locais mais miseráveis, que curiosamente (ou nãO) são esses mesmos onde a reprodução é mais intensa.

      • Miguel says:

        Porquê o segundo ponto?

        • Tonheco says:

          Alimentar milhões d e pessoas de maneira barata e eficaz requer poluir muito. (Cultivo e criação intensivas).
          Os aliementos não chovem.
          Se quiseres oferecer boas condições de vida e mobilidade a essas mesmas pessoas, podes multiplicar muito essa mesma poluição.

          • Miguel says:

            Verdade.
            A ideia era ensinar a produzir do lado deles, o mais sustentável possível e reduzir população para atenuar esse aumento de poluição até equilibrar.
            Mas percebo e entendo o que dizes, seria mesmo muito complicado esse lado.
            Eu também tinha pensado no corte de florestas para dar lugar ao cultivo, teria de ser necessário…

      • antonio silva says:

        de alguma forma tens razão e acho que devia começar por garantir que tu e seres pensantes como tu não podassem procriar assim garantíamos a existências de menos anormais.
        falar de barriga cheia é muito fácil, tivesses tu o azar de ter nascido num desses países ou continentes pensarias de outra forma.

        • PeFerreira says:

          Não é falar de barriga cheia. É falar com logica apesar de ser dura e crua e impensável para os mais sensíveis (como você aparentemente).
          E não há azar de nascer em país pobre se nem sequer poderes nascer. Os países mais desenvolvidos são os que têm taxa de natalidade menor e os países menos desenvolvidos são os que têm uma taxa de natalidade (e mortalidade) enormes.
          Somos 7.7 mil milhões (9 zeros). Este planeta (nem nenhum) não tem matéria prima que nos sustente.

          • PeFerreira says:

            Isto vale também para todos os países. A regra é simples.
            Se não têm condições de criar um filho, NÃO OS TENHAM!

  6. Vrael says:

    Dar dinheiro e comida é apenas um penso rapido na ferida, é preciso os governos desses países agirem e começar a desenvolver os países e pararem a corrupção

  7. Há cada gajo says:

    Tanta hipocrisia condensada. A fome não vai acabar, antes pelo contrário. E não é a despejar dinheiro deste ou daquele que se vai resolver. No excel tudo tem solução…mas na prática…O problema é mais estrutural : temos um sério problema de descontrolo demográfico. A espécie multiplica-se e não pode ser. É “tão” simples quanto isto.

  8. Fernando Boluele says:

    O meu ponto de vista, o programa da NU no combate a fome (PAM), iria comprar alimentos naqueles que já são podres de dinheiro (máfia), mas e for mesmo para dominuir o indice elevado da fome no mundo, sugiro implantar fabricas nestes países e junto com a equipe do governo destes estados (países), em conjunto com á equipe de Elon Musk, desenvolver agricultura e não só por forma a deminuir a importação de produtos. Se alguém tiver o e-mail do Elon Musk agradeceria que me envia-se.

    • Tonheco says:

      Finalmente um comentário adequado á realidade e sem navegar num mundo que não existe.

      A fome mata-se não oferecendo um peixe, mas ensinando a pescar.

      • Palm says:

        Se toda a gente pescar, os peixes acabam-se num instantinho.

        • Joao Ptt says:

          Cada um “pesca” a sua coisa… uns peixe, outros carne, outros legumes, outros fruta, outros calças, outros sapatos… e assim cada um consegue ser útil e resolver uma necessidade dos que se encontram em redor… não tem de ir tudo plantar oliveiras….

          Uma coisa importante é garantir os preços de venda, para compensar e não acontecer como no Afeganistão onde as pessoas preferem plantar coisas que dão em drogas em vez de alimentos… é mais rentável… mas depois atraem a desgraça em larga escala para os outros e para eles mesmos.

    • Zé Fonseca A. says:

      De que vale desenvolver a agricultura se não tens estradas, portos, infraestrutura, transportes, mão de obra…
      De que valeria investir nisso tudo se depois tens secas, tempestades, furacões que deitariam a perder cultivos inteiros.. quem cobriria depois os prejuízos como se faz no 1º mundo com subsidios?
      Facil falar, 3º mundo é 3º mundo porque não se quer ocidentalizar, preferem viver nos seus costumes e culturas em vez de evoluírem, dessa forma não há investimento nenhum que dará frutos.
      Precisam de aprender “não se resolvem problemas de dinheiro com dinheiro..” pesquisem.

    • Miguel says:

      Exacto e ainda assim é complicado, envolve muita coisa pelo meio. Mas sem dúvida, o que o Tonheco diz e acrescento também que o combate à corrupção é também uma forma de combater a fome.

    • Há cada gajo says:

      Não vale a pena. Nunca haverão recursos suficientes. Onde ficam aqui as alterações climáticas ? O que seria do planeta se todos os países estivesse no mesmo estado de desenvolvimento… A espécie está num beco sem saída. Isto é como o autocarro na hora de ponta: mesmo estando cheio, cabe sempre mais alguém embora todos queiram ir sentados. Não dá. Não temos hipótese alguma. Nós somos o vírus que infetámos o planeta. Terá de vir uma vacina do exterior para fazer limpeza (um evento catastrófico como no passado), um reset.

      • Filipe says:

        Há coisas bem mais importantes e urgentes a tratar antes das tais alterações climáticas que não são mais que ciclos do planeta, pois a terra já os teve antes e nessa altura não havia fábricas nem carros a gasóleo. Enquanto as gretas da vida tiverem tanta atenção dirigida a elas, não sairemos deste barco a afundar como espécie.

    • KodiakShadows says:

      @ Fernando Boluele , não és o primeiro a pensar nisso, já nos anos 60 se pensou e se começou a pôr em prática em Angola e Moçambique. No Relatório feito pela CIA em 1973 a mando do GOV Amaricado isso era destacado e não havia interesse, poderia escrever aqui mais mas já se passaram 50 anos e não ia apagar as borradas feitas a mando dos grandes interessado Americanos, Ingleses e Franceses. E claro que continua a não interessar ao grande Capital

    • Joao says:

      Podes falar com ele diretamente através do Twiter

  9. Tonheco says:

    Uma ajuda rápida era começar já a usar a subvenção vitalicia do guterres.

  10. jaugusto says:

    Tretas !!!
    1º – Existem países a passar fome e na miséria que tem mais de 90% da sua terra fértil ocupada com culturas que só servem os ocidentais: café, cacau, oleo de palma etc … e eu não vejo ninguém a deixar de tomar o seu cafézinho, a usar maquilhagem, ai acudam preciso do meu expresso latte!!
    2º – O desperdício de comida é brutal no ocidente chegam aos 50% a quantidade de comida deitada fora pelos supermercados ainda em condições de ser usada.
    3º – Ensinem a pescar em vez de dar peixe.
    4º – Matem as elites corruptas que governam esses países cheios de recursos.

    (https://www.nytimes.com/2018/11/20/magazine/palm-oil-borneo-climate-catastrophe.html)
    (https://www.dumpsters.com/blog/grocery-store-food-waste-statistics)

  11. Hugo says:

    Mas estão a reescrever a situação como se tivesse acontecido ontem!? Ficaram com cara de rabo depois da resposta do Musk e agora descobriram a pólvora!? Então e o que é que andaram a fazer até agora? Então onde estão os cerca de 8 mil milhões que mamam por ano!? Trocam favores sexuais com crianças por comida e agora querem fazer mais o q?! Resolver um problema que andam á décadas por resolver!? Ponham o Musk responsável por isso, com carta branca para resolver o problema, e vão começar a ver logo resultados! Não poderão papar mais uns meninos, mas pronto, jogam com a canhota!

  12. B@rão Vermelho says:

    Para alem de tudo aqui já referido também temos alguns dos países mais pobres com secas estremas, níveis de poluição gritantes e acima de tudo falta de cultura e ferramentas.
    Como aqui alguém já disse ensinem a pescar.
    Outros dos problemas deste países é o racismo, que em nada ajuda um país a andar para a frente o clima é muitas vezes um inimigo sem rosto, ou seja neste países a torrada cai sempre com a manteiga virada para o chão.

  13. Bibó says:

    “Os restantes 400 milhões de dólares serão direcionados para a gestão de operações e pagamentos a auditores independentes que estarão responsáveis pelo controlo de todo o programa”
    Já sabia que boa parte é para burocracia, infelizmente é muito mais do que 400M.
    Resumindo, só atenua, não resolve e permite que a máquina esteja a funcionar indefinidamente.
    Acredito que a pobreza extrema seja provocada pelos governos, porque estes são “apenas” 20% da população e contam muito pouco para eleições.
    Um exemplo por cá: deixar alguém com um valor de 200€/mês para viver durante um mês é um crime.

  14. Lelo says:

    Proverb:
    “give a man a fish and you feed him for a day; teach a man to fish and you feed him for a lifetime”

    ONU da treta

  15. wtvlol says:

    O Musk já está a ajudar os países mais pobres. Quando o lixo electrónico dos Teslas for para África vai ser um festim naquelas lixeiras gigantescas. 100% saudável estar nesses lugares.

  16. Hugo says:

    Em vez de distribuir peixe, penso que é melhor distribuir canas de pesca. Distribuir comida seria uma solução efémera.
    Além dos governos corruptos e outras monstruosidades, um dos problemas tb reside no aumento da população mundial que, em pouco mais de um século, foi multiplicada por 10. Nos países mais pobres a taxa de natalidade ronda as 6 ou 7 crianças por mulher! Acrescentando a isto o aumento do consumo excessivo , o aquecimento global, etc, os recursos serão cada vez mais escassos e a situação não vai deixar de piorar

  17. Zed says:

    Acabavam com a fome… Por um mês.

  18. João Ferreira says:

    A solução dos burocratas e ideologistas é sempre atirar dinheiro. Como se isso resolvesse alguma coisa. O Bezos sempre teve mais dinheiro real que Musk e não foi por acaso que ainda não consegui chegar ao espaço. é preciso saber usar o dinheiro.

  19. . says:

    Bom!

    Falando de fome, somos obrigados, sempre, a falar de muito mais.

    Se falarmos da tal “regra”,” basica” , da natureza, temos a própria historia da “humanidade”( ou a falta dela)…versua os seus “desenvolvimentos”, do antes, como do agora…e da mesma medida, do que virá…

    David e Golias…

    O pequeno Portugal…

    E muitas outras e muito mais ( mais uma vez a Historia…)

    Uns dos assuntos da actualidade, o ambiente. Já nos mostra um certo caminho, que para dar certo, vai contra os interesses dos mais fortes… ( não se pode, ou deve, continua como até aqui, ou é o fim, para todos.).

    o exemplo dos refugiados por si só, já mostra, parte do problema que todos os poderosos fingiram não ver.

    Ser mais desenvolvido é ter mais responsabilidades…mas nunca foi assim, e hoje , chegamos todos ou quem tem consciência, à conclusão, que tudo esta ligado e todos dependentes uns dos outros…ou será escravidão…se já nao o for…

    Os mais desenvolvidos têm culpas, seja, na fome como na questao dos refugiados, ambiente e de certo modo, todos contribuem para que a coisa se agrave…

    Poderemos sempre reclamar de nós mesmo em primeiro lugar.

  20. Sardinha Enlatada says:

    As pessoas em Africa passam fome, mas os politicos nao. Entao definitivamente e um problema politico em todos os aspectos. Falta de visao ou desinteresse em quererem desenvolver um pais.

  21. Danyyel says:

    Comprar e distribuir comer não resolve o problema. Apenas alivia no momento.

    “Dê ao homem um peixe e ele se alimentará por um dia.
    Ensine um homem a pescar e ele se alimentará por toda
    a vida.”

    Se disserem que uma parte do dinheiro seria para formar pessoas e criar instalações de produção de alimento, ai sim resolveria o problema

  22. PJ says:

    1.º este problema nunca se vai resolver atirando dinheiro para cima;
    2.º tb não se vai resolver sem admitir que muitos desses países são estados falhados, muitas vezes não democráticos, com governo corruptos (apoiados por grandes potências/empresas interessadas nos recursos naturais, daí os conflitos e guerras civis existentes);
    3.º essa admissão implica reconhecer que alguns países não se conseguem desenvolver sozinhos, e teriam de ser colocados sob uma eventual tutela da ONU (e isso iria romper com qualquer princípio do direito à soberania reconhecido internacionalmente);
    4.º intervencionar esses países sob a égide da ONU será impossível, simplesmente porque no Conselho de Segurança da ONU existirá sempre alguém a bloquear as decisões.
    Portanto, sem uma mudança radical do modo de funcionamento das Organizações Internacionais e dos próprios governos dos países mais desenvolvidos, relativamente a estas partes do mundo, tudo ficará na mesma. Continuando a aplicar medidas que não resolvem nada de modo definitivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.