Quantcast
PplWare Mobile

Análise: Canon 5Ds, o poder dos 50 megapíxeis

                                    
                                

Autor: Andreia de Almeida


  1. Tiago Ferreira says:

    O peso destas máquinas é sempre elevado, e com lentes decentes podes duplicar o peso, mas isso faz parte.
    Comprar com telemóveis não tem comparação, uma foto em raw da canon com alguma correcção de cores, sombras e detalhes e ficará a anos luz de qualquer telemóvel. No entanto já temos telemóveis com uma capacidade bastante aceitável para um tipo de fotos mais simples, alguns até já fotografam em dng e nota-se a diferença.

    • Rui says:

      É o que sempre refiro, mas ainda há experts que teimam que um telemóvel com dezenas de megapíxeis, objectiva de plástico ou vidro barato e todo riscado e com processador de imagem n vezes mais pequeno que esta Full Frame (36mm x 24 mm do sensor óptico)…….. consegue competir com uma máquina profissional ou semi-profissional………

      • Tiago Ferreira says:

        E com sensores desses continuam a insistir em aumentar os megapixeis… neste caso o marketing é um tiro no pé. Embora não seja grande apreciador neste caso dou valor à apple que não entra nessas guerras parvas.

        • Rui says:

          A maior parte das pessoas ainda pensa que mais megapíxeis é melhor!
          É um enorme erro e as marcas que trabalham para profissionais tb olham para esse mercado! A Nikon tem uma câmera de 36 megapíxeis? A Canon faz uma de 50!!!!!!

          • Christian says:

            Mais megapixels é melhor sim! Pelo menos para quem faz impressões das fotos. As fotos vêm com muito mais detalhes delicados, por exemplo. Agora, muitas pessoas compram câmaras para publicações das imagens na Internet, o que torna um pouco irrelevante este tipo de resoluções.

          • Tiago Ferreira says:

            Isso de mais megapixéis ter melhor qualidade é mito. A qualidade do pixel também conta, pesquisa sobre isso Christian.

          • Christian says:

            Não é mito Tiago. Os 50MP da 5DS permitem impressões fotográficas até tamanho A1. Por exemplo a 5D Mark III 22MP permitem impressões até A2. Para pessoas que fazem impressões é melhor a 5DS pela maior resolução. Os detalhes delicados são muito mais definidos.

          • Christian says:

            Correcção a 5DS/R permite impressões até A0.

          • Christian says:

            A 5D Mark III permite impressões até A1.

          • Rui says:

            Não é a isso que me refiro. Se estivermos a falar do mesmo equipamento sim, mas não é a mesma coisa 50 megapíxeis desta máquina em comparação com 50 megapíxeis de um telemóvel. É a isso que me refiro.

            É o mesmo que um processador. Um processador de 1 core e 3Ghz só em algumas tarefas é mais rápido que outro de 2Ghz e com 8 cores!!!!!!!

          • Christian says:

            Em 1º não podes comparar uma câmara com um telemóvel pois os sensores são de tamanhos diferentes. As pessoas têm muitas vezes tendência a comparar coisas que são o oposto. Como por exemplo não se pode comparar câmaras micro 4/3 com APS ou Full Frame.

          • Rui says:

            Se não se pode comparar 1 imagem de 50 megapíxeis produzida por um Canon 5Ds MarkIII com outra imagem de 50 megapíxeis produzida por um telemóvel, quer dizer que a qualidade não é a mesma, correcto? 🙂
            É precisamente isso que quero provar e está à vista de todos, porque a qualidade de um sensor que regista 50 megapíxeis não tem nada a ver com outro muitas vezes mais pequeno, com mais ruído, etc…..

          • Renato says:

            Podes imprimir em que tamanho quiseres com os megapixels que quiseres.

            Quanto aos megapixels, a partir de 30 para um sensor full frame, é deitar dados fora, porque não há lentes que consigam essa resolução, a memos de cases especificos como o macro e teles muito caras.

            Mas a canon e nikon têm sabido aumentar os megapixels sem perder noutros aspectos como low light.

          • Christian says:

            Não se pode comparar porque os sensores são diferentes e teres uma objectiva f1.8 num smartphone não é a mesma coisa que numa full frame por causa do tamanho dos sensores. Uma f1.8 será muito mais luminosa em FF pois um smartphone terá um sensor muito mais pequeno e terás de calcular o factor.
            Sou fotógrafo profissional há 11 anos e sei muito bem a necessidade de elevadas resoluções para “fine art”, ou não houvessem câmaras de médio formato a fazer 100MP, e não, não é “desperdicio” pois aí ganham fiabilidade na cor e resposta dinâmica, no médio formato por exemplo.

          • Christian says:

            Queres usar teleobjetivas para teres detalhe? Essa é nova! Detalhe só alcanças com “primes”… Sabes o que são objectivas “prime”? São objectivas fixas, sem zoom… Esquece objectivas zoom para máxima qualidade de imagem. E sim há objectivas que fazem mais e muito mais de 30MP usáveis!

          • Christian says:

            Para terminar existe a Canon 5D Mark III que faz 22MP e 5Ds e 5DsR que fazem 50MP.

    • Machado says:

      Tiago, o meu lumia 1520 tira sempre fotos em 2 formatis, um deles raw. Isso serve para…? (desculpem a ignorância)
      😉

      • Joel Henriques says:

        os raws servem para teres uma foto antes de ser convertida para JPEG e seres tu a controlar o que queres da foto é um “negativo” que precisa de ser revelado, depois de ser revelado fica melhor que um jpeg direto isto se souberem mexer neles

      • Rui says:

        RAW é um tipo de ficheiro/extensão, muito utilizado na fotografia. De uma forma simples posso dizer-te que 1 ficheiro RAW fica imaculado por muitos e muitos anos, sem nunca perder qualidade, porque quase não utiliza compressão e podes abrir e fechar que ele fica imaculado.

        Já 1 ficheiro jpeg, ou outro qualquer, como tem uma enorme compressão, de cada vez que abres a foto e voltas a fechar, ela vai perder qualidade que nunca mais recuperas.

        Por esse motivo, muita gente e eu próprio incluído, utilizo a minha máquina a gravar 2 ficheiros em cada foto (RAW + JPEG à qualidade máxima). Com isso daqui a uns 100 anos, se os ficheiros não desaparecerem, a foto continua com toda a qualidade como quando foi tirada (em RAW) 🙂

        Aspecto negativo, um RAW normalmente ocupa 4 a 5 vezes mais espaço que 1 jpeg!!!! No meu caso com uma Canon 5D MarkIII de 22 megapíxeis, cada foto ocupa 25 a 35 mega (RAW + JPEG)!!!!!

        • rodrigojds says:

          “Já 1 ficheiro jpeg, ou outro qualquer, como tem uma enorme compressão, de cada vez que abres a foto e voltas a fechar, ela vai perder qualidade que nunca mais recuperas.”

          O que dizes???????
          Isso nao faz sentido nenhum!! O jpeg so perde qualidade quando ‘e criado/convertido do RAW. Ou entao se ‘e aberto num editor qualquer (tipo photoshop) e ‘e constantemente guardado.

          Quando abres uma imagem so estas a ler a imagem e quando fechas nada ‘e guardado.

        • badsector says:

          “de cada vez que abres a foto e voltas a fechar, ela vai perder qualidade que nunca mais recuperas.”

          Espero que estejas a gozar…

          • LG says:

            Creio que o @Rui queria referir que o abrir (do genero no Paint/Photoshop para fazer seja o que for) e voltar a guardar alterações faz perder qualidade em si…

        • Tiago Ferreira says:

          O jpeg só perde qualidade se for gravado, se for só abrir e fechar só estás a ler portanto não perde qualidade.

        • Rui says:

          Estou a referir-me a 2 coisas. Assim que o JPEG é criado e guardado pela 1ª vez, já perdeu qualidade que nunca mais recupera. De cada vez que a imagem for editada ou guardadas alterações, está também a perder qualidade que nunca mais recupera. Foi isso que me ensinaram no curso de fotografia 🙂

          Bom fim-de-semana

        • Christian says:

          RAW não é uma imagem. É um pacote de código do sensor que depois irá ser “interpretado” por software e daí, tens uma imagem. Voltando ao analógico RAW é o negativo a revelação é o jpeg, tiff, etc

        • Renato says:

          “Já 1 ficheiro jpeg, ou outro qualquer, como tem uma enorme compressão, de cada vez que abres a foto e voltas a fechar, ela vai perder qualidade que nunca mais recuperas.”

          Que lol! Isso não é verdade, isso é se editares o jpg e guardares como jpg.

          • Rui says:

            Renato? Assim que a máquina guarda 1 ficheiro jpeg pela 1ª vez, já perdeu qualidade. Editas o jpeg, tratas a imagem e guardas…. voltou a perder qualidade e por aí a fora. E não é só jpeg, é com qualquer ficheiro com a excepção do raw

      • ze says:

        RAW é a foto em bruto. Sem qualquer tipo de correcção por parte da máquina. É um ficheiro que contém toda a informaçao captada na foto. O JPEG por outro lado é o resultado de um processamento criado pela camara. O potencial do formato RAW é enorme para a criação de uma boa imagem 🙂

      • Tiago Ferreira says:

        Quando tiras uma foto em .jpeg com um dispositivo qualquer, seja um telemóvel ou esta canon a máquina depois de capturar a imagem vai guardar o ficheiro em jpeg aplicando as suas definições de software. Basicamente vai meter saturação, sharpness, shadows, highlights, noise reduction etc. mediante o que está definido no seu software. O ficheiro raw é o ficheiro em bruto tal como o sensor captou e sem este processamento, depois abres este ficheiro num software que o reconheça e aplicas a pós produção conforme entenderes.
        Esta é uma das razões dos jpegs ficarem com qualidade mais baixa pois após a aplicação dos filtros e do guardar há uma série de informação que é “descartada” e não consegues recuperar tanta informação de uma foto como irás conseguir de um raw.
        Também é este o motivo de telemóveis ou aparelhos com sensores iguais produzirem resultados finais diferentes, pois o processamento interno e respectivo guardar da foto é parametrizado pelos fabricantes.

        • Christian says:

          A real razão de um jpeg ter menos qualidade é de ter 8 bit de informação. Os raws são armazenados com 14 bit. Atenção que RAW não é uma imagem. É uma compilação de código do sensor que depois é interpretado pelo software.

        • rodrigojds says:

          Nunca tiro fotos em formato .jpeg – ‘e sempre em RAW. Depois quando chego a casa faco a conversao para jpeg no PC.
          Posso garantir que a imagem do jpeg fica mt melhor quando ‘e convertido assim do que quando ‘e feit na maquina fotografica.

  2. Carlos Penedo says:

    excelente artigo. de qualquer forma, a qualidade das fotografias/vídeo pode sempre ser alcançada por um smartphone, principalmente se for iPhone

  3. Rui says:

    Boa análise. Destaco 2 pormenores da 5D, de facto utiliza 2 cartões, mas 1 é SD e outro é compactflash (maior e normalmente mais rápido).
    Em relação à estanquidade, eu próprio já várias vezes utilizei mesmo durante a chuva (convém não ser muita e o elo mais fraco é a objectiva), com a minha 5D fotografo perfeitamente com chuva a cair-lhe em cima, mas convém não arrumar a máquina no estojo toda molhada e deixar passar muito tempo! Um colega meu fez isso e……. a humidade destruíu a máquina, por não secar devidamente quando chegou a casa. Não é totalmente à prova de chuva 🙂

    Quanto ao foco, principalmente no jardim, um truque para dar mais cor ou ao contrário, mais sombra, é focar a máquina para 1 ponto escuro (ou claro) e sem largar o botão, enquadrar a foto. No caso do jardim, ficava muito mais clara 🙂

    • MylittleLife says:

      Os tlms ate ja tiram fotos em raw hj em dia, uma dslr é apenas para profissionais pois é demasiado pesado e fragil enquanto o smartphibe tira logo a foto ou video. Iphone e excelente e o melhor nesse aspecto

      • Joel Henriques says:

        so e melhor em portabilidade jovem nem compares a pip dum telemovel a uma DSLR

      • Rui says:

        Olha que não, olha que não 🙂
        Garanto-te que uma DSLR não é frágil como pensas. As mais caras e pesadas têem o corpo em titãneo, como no caso de qualquer 5D. Posso dizer-te que a minha 5D já caíu ao chão (tijoleira) de uma altura de 50cm (só o corpo, sem objectiva. Só coloco a objectiva quando vou fotografar) e não teve qualquer moça, risco ou que quer que seja! Utilizo com chuva e sem problema nenhum.

        A DSLR não é só para profissionais, eu não sou, é apenas para quem quer mais do que um telemóvel dá. Não compares o incomparável. Mas se queres fazer a experiência, fotografa por exemplo no interior de edifícios ou à noite com o telemóvel (seja ele qual for) e depois usa a DSLR…. no fim compara as fotos….. 🙂

      • Rudua says:

        O Iphone não suporta RAW nem DNG. Só TIF

      • rudua says:

        O melhor não é de certeza. Tira boas fotos mas mas como não suporta RAW nem DNG perde bastante na edição.

    • Obrigada Rui 🙂
      Sim, esta Canon 5Ds é resistente à água, mas não é para mergulhos =P

      Quanto ao jardim, se for a foto que estou a pensar e pessoalmente (isto é apenas questão de gosto) queria exactamente as árvores mais escuras. Mais uma vez, pessoalmente, gosto do contraste das cores simples do céu. Lisboa é óptima para estas coisas 😀

      Continuação de boas fotos 🙂

      • LG says:

        Duas perguntas Andreia:

        As fotos exemplares no Parque Ed. VII foram tiradas a tripé? E com que apertura? Pergunto me pois acho que a nitidez tem algo a desejar mas poderá ser também da compressão JPEG

        • Rui says:

          Ali, pelo facto de ser um grande centro urbano, nota-se muita poluição no ar, por isso a nitidez foi muito afectada. Precisava de vários filtros ou……. esperar que chova e no fim as fotos saem magníficas em termos de nitidez, a seguir a 1 chuvada, porque a poluição assenta toda 🙂

        • Bom Dia LG 🙂

          Todas as fotos apresentadas foram sem tripé. Tenho tendência a não gostar de tripés eheheh só quando necessário, mesmo a nocturna é sem tripé.

          Por ser JPEG também não ajuda, no entanto o próprio ambiente da zona também não é propício à maior nitidez possível. 🙂

        • LG says:

          @Rui & @Andreia

          Obg pelo esclarecimento! Pela experiência própria sei que faz muita diferença mesmo com uma velocidade de disparo rápido especialmente com zoom. Sem tripé as vezes prefiro improvisar e pousar em cima de um muro ou algo do género e adicionar um temporizador para não apanhar a vibração de carregar no disparo 😉

      • Rui says:

        Por isso referi mais claras ou mais escuras (à vontade de cada um 🙂

        Boas fotos

  4. Picante says:

    Penso que em video o meu iphone ganha claramente mas em foto as dslr sao claramente melhores.

  5. MylittleLife says:

    Em video os smartphones estao a frente das dslr..o meu iphone tem um focus bem melhor e silencioso ao contrario destas dslr mto mais caras e pesadas. Em fotos sim as dslr brilham

  6. censo says:

    Não ha ninguém com mente sã que se atreva sequer a comparar uma qualquer dslr com um telefone. Mas enfim, hoje em dia há de tudo.

  7. LuisPinto says:

    Claro que não se pode comparar uma câmara fotográfica, com um telemóvel. Mas o meu lumia 1020 com 41 megapixéis, faz maravilhas! ☺

    • rudua says:

      Não digas isso que vai já algum argumentar que não vale nada.
      Os smartphones hoje em dia tiram fotografias com excelente qualidade mas nunca comparável a uma boa SLR. Quem disser isso não sabe do que fala

      • M.Manuelito says:

        Subscrevo, comparar as fotos de um bom telemóvel com as de uma boa DSLR, não faz sentido. Há mais de 30 anos que faço faço fotografias, já tive carradas de máquinas e de smartphones e não se pode comparar.

    • Adrien says:

      Digo o mesmo! Gostava era que dizem uma nova versão para os 1000, podiam sair um 1050…

  8. Filipe Cordeiro says:

    Sem dúvida que essa Canon é uma excelente máquina, embora eu prefira as Nikon.

    Não esquecer que numa máquina como esta vidro de boa qualidade é essencial. Também é preciso ter em consideração o tamanho dos ficheiros RAW, é preciso um bom computador para se trabalhar as fotografias.

    A quem dizia que o se Iphone filmava melhor que uma DSLR eu percebo o que quer dizer. Filmar com uma DSLR requer muita prática, por norma a focagem automática é longe de ser fiável, as Canon nesse aspecto é melhor que a Nikon. Mas com a prática, principalmente ao focar manualmente consegue-se resultados excelentes.

    O meu conselho para quem se quer iniciar nas DSLR é de comprar a Nikon D7200 se querem fazer principalmente fotografia, a Canon 70D se querem também fazer vídeo e a Canon 7D Mark 2 se querem fazer fotografia maioritariamente a desporto.

  9. RF says:

    Da minha experiência.. tenho uma Nikon D3200 com 24mpix com duas lentes, uma lente 18-105mm e outra 18-55mm. Tenho uma outra máquina.. uma Samsung WB35f com um zoom 21x que uso como “point and shoot”. Para passear, praia, férias e grandes cidades.. sem dúvida nenhuma que a Samsung é a “melhor” no que toca a mobilidade.. no entanto toda a experiência que envolve tirar uma foto com uma DSLR é algo totalmente diferente, e a qualidade e também o cuidado que se tem a tirar a fotografia é diferente! Esta Canon 5D sem dúvida que parece ser uma excelente máquina, mas…. o preço…. uiii!!

  10. Pedro Silva says:

    Eu também sou adepto da Nikon, não porque tenha alguma coisa contra a Canon, mas, por que sim (são duas excelentes marcas). Agora muito sinceramente, nunca compreendi, nem vou compreender, o facto de haver algumas pessoas que queiram comparar telemóveis com DSLRs. O telemóvel para mim é um equipamento que faz chamadas e que pode tirara umas fotografias, enquanto que as DSLRs, são para o que são FOTOGRAFIA e ponto.

    Neste contexto, gostava de ver, sim, um comparativo entre esta Canon 5Ds e a Nikon D5. Pois aqui sim, estamos a falar de equipamentos dentro da mesma gama.

    Agora comparativos entre telemóveis e DSLRs, poupem-se ao trabalho.

    Sem menosprezar seja quem for, comparativos entre telemóveis e DSLRs, só pode partir de pessoas que nunca souberam o que é tirar uma verdadeira fotografia (o ter em conta a abertura, o ISO, a velocidade do Obturador, controlo dos brancos, da intensidade do FLASH, entre outras variáveis, tudo para um único momento, o CLICK – LINSO!!!), chamo a isto paixão.

  11. Jose says:

    O que vos parece a questão dos pixeis no sensor serem de cerca de cerca de 30% mais pequenos? Notam grande diferença no que toca à sensibilidade? Também reparei que esta permite ISOs muitos mais baixo que a já velhinha 5dmark3.

    • Rui says:

      não digas que a 5D MarkIII é velhinha que fico já deprimido 🙂

      Partindo do princípio que a marcas de máquinas fotográficas (Canon, Nikon, Sony, Leica, Hasselblad, Minolta, etc, etc) não trabalham com tecnologia da idade da pedra (sensores, processadores de imagem, etc……) é evidente que sensores mais pequenos não têem a hipótese de guardar toda a informação sem perda de qualidade e para a mesma resolução.

      Mas para o comum dos mortais, 30% de tamanho do sensor não vai fazer falta nenhuma ao comum dos mortais. Por isso as máquinas DSLR mais vendidas são cropadas e muito mais baratas do que a máquina do artigo.

      Eu notei uma diferença enorme quando passei de uma 30D para a 5D 🙂

      Mas olha? Estamos a esquecer um factor muito, muito importante, as objectivas!!!! Uma objectiva L com 1/2,8 ou mais baixo ainda faz toda a diferença! Até neste teste, se fosse utilizada uma L, a luminosidade melhorava seguramente!

      • Jose says:

        eu tenho uma canon macro usm 100mm 2.8, serie L. Para tirar fotos macro com flash, com aberturas f32, achas que compensa a diferença de MP?

      • Jose says:

        Esqueci-me de dizer, que onde eu acho que poderia ser interessante a diferença de MP.
        As fotos que tiro, são todas exclusivamente macro, e por vezes ao editar tenho de recortar imenso a foto. apesar de não imprimir, para objectos pequenos ando com a ideia de que isto ia melhorar bastante as minhas fotos. O que achas?

      • Rui says:

        É uma das objectivas que ando a ver à algum tempo, assim como a L 24 – 70mm:2,8 II USM (a minha objectiva de sonho!!!!) Mas a L 24-70mm custa praticamente tanto como a Canon 5D 🙁 tive de me contentar com a 24-105mm L 1:4

        Quanto à tua questão, eu não sei como se porta esta 5D com pouca luminosidade, mas um leitor da pplware referiu aqui que esta 5Ds é menos sensível à falta de luz que a 5D Mark III com apenas 22 megapíxeis. Mas não tive oportunidade de comparar com esta máquina para tirar essa dúvida.

        Se tiveres oportunidade de deitares a mão a esta máquina, experimentavas com a tua objectiva, também gostava de saber.

        O que posso afirmar-te categoricamente é que a 5D Mark III, mesmo com objectiva mais escura como a 24-105mm L IS USM (com estabilizador de imagem, para evitar às vezes arrastar o tripé e motor ultra-rápido), consegue tirar fotos com muito pouca luminosidade soberbas, com mais luz do que a própria vista humana consegue ver e isto tudo com velocidades de 1/60.

        Agora, se conseguires tirar a dúvida quanto à luminosidade e esta máquina não for tão sensivel à luz, duvido que mais resolução vá ajudar-te!

      • Rui says:

        O Jorge Silva escreveu o seguinte, quando foi aqui apresentada a 5Ds:

        “Silva Jorge
        5 de Fevereiro de 2016 às 11:49

        Olá Ana, O digic 6 não é sinónimo de menos ruído! aliás a 5D markIII tem melhores prestações em alto iso do que a 5ds. Tenho as duas, e sendo da mesma linha, para mim são câmaras muito diferentes para propósitos diferentes. A 5ds sai a perder com a sua irmã no iso e em algumas specs no vídeo, contudo tem uma qualidade brutal em vídeo e a cereja desta câmara é a qualidade de imagem, rapidez, usb 3.0, flicker mode, informação no viewfinder e RGB+IR metering sensor.
        Esta câmara em estúdio alegra-me os olhos quando faço um zoom 100% :)”

        • Jose says:

          As fotos que saco têm sempre a luminosidade bastante controlada porque são impossíveis de tirar sem flash. envio-te o link para teres uma ideia de que tipo de fotos falo. Esta foto foi tirada com uma 600d com F32 e iso100, Canon EF 100mm f/2.8L Macro IS USM e dois speedlight 270 ex II angulados com dissipadores.
          O que eu mais queria era melhorar a qualidade da foto, poder corta-la ou amplia-a sem perder tanto detalhe…
          http://i.imgur.com/QfYhSGw.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.