Quantcast
PplWare Mobile

Cuidado: Boxes Kodi podem ser muito perigosas para utilizadores

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. David Ramos says:

    Lol deixem me rir. Queria ver eles replicarem um incêndio num destes equipamentos de baixa tensão……

  2. Marcolino says:

    As histórias do lobo mau já não metem medo a ninguem. Nem a box, nem o Kodi me estão a dar problemas.

  3. Belmiro says:

    Que novidade, box a custar 20-30€ em que só o chip custa metade desse valor…

  4. lulu@rroz says:

    Isso assustem as pessoas, IPTV/Stream é o futuro e não vai ser o cinema que o vai parar!

  5. Alex says:

    Só este parágrafo diz tudo “Apesar da Electrical Safety First ser uma entidade isenta, este estudo resulta de uma parceria com a FACT, a Federação Contra o Roubo de Copyright (Federation Against Copyright Theft), o que pode significar que existe uma agenda paralela e com outros propósitos.” Lol

  6. Redin says:

    Já me parece aquela tentativa frustrada de impedir os automóveis movidos a gás de poderem entrar nos parques de estacionamento dos centros comerciais. Em todo este tempo de milhares a funcionar e sem registros de incidentes queriam fazer o mesmo que agora tentam fazer a este tipo de equipamentos. Obviamente que me cheira a interesses.

  7. rui says:

    o que tem o kodi a ver com as boxes?!!!

  8. Spoky says:

    Tretas, ainda por cima com uma parceria como estas “FACT (Federation Against Copyright Theft)” o que esperavam de um estudo? Podem utilizar, são totalmente seguras e adaptas para usar em qualquer parte do mundo?

    Seria algo demais, mas é obvio que este “estudo” foi comprado, ou então foi pago só para meter medo as pessoas (se tiverem medo e duvidarem mesmo isto, então meus amigos fujam do mundo da Internet e do Kodi que não é para vocês).

    É ignorar, e continuar a usar. Tudo o que venha da MPAA, FACT e outras associações anti-pirataria em parceria com estudos é de fugir, onde a realidade é puramente inventada só para criar o medo aos utilizadores.

    É como diz o ditado “É ignorar e deixar a andar”

  9. stealth says:

    nao uso nenhuma box mas sejamos sinceros este titulo e clickbait.. tanto quanto sei o kodi e software..

  10. Pynheyro says:

    Incendios nao causam, ate porque, como um colega ja referiu, a voltagem é muito minima…
    O que pode acontecer, por experiencia propria, nas boxs de 20€ do aliexpress, é estourarem de um momento pro outro, mas nem isso deu origem a que sequer o quadro eletrico disparasse. Simplesmente estourou e foi pro lixo :p
    A seguir decidi comprar uma num hiper nacional, e ate a data sempre a funcionar, ja a tenho à 7meses…

  11. Nuno Picado says:

    Se há uma campanha para denegrir o Kodi, o @Pedro Simões é também parte dele, seja de forma voluntária, ou por simples ignorância.

    Ao referir-se a “boxes Kodi” está a induzir o leitor a pensar que o Kodi tem alguma coisa a ver com o caso. Se o problema é eléctrico, não é de software, logo, o Kodi, que é apenas uma das aplicações que se pode usar numa destas boxes, não vem ao caso para nada.

    Em resposta a outro comentador, o @Pedro Simões usa de linguagem pouco cordial, como quem não gosta de ser contrariado, esquecendo-se que quem escreve em público estará sempre sujeito ao contraditório.
    E a resposta foi para ‘experimentar ler o artigo de origem’.

    Bem, ou bem que o @Pedro Simões diz que este artigo é só uma tradução de outro, e nesse caso, a tradução está um bocado incompleta, ou então é um artigo próprio baseado em informação de outro, mas nesse caso só tem dois caminhos:

    Ou o que diz é o que pensa, e assume que assim é – não remetendo para a fonte as culpas do que diz mal;
    Ou o que diz não é o que pensa, e se assim é, remete para a fonte quando diz mal e assume que não é escritor de nada, apenas palrador de ideias alheias.

    Um pouco de humildade em reconhecer os erros não ficavam mal. Experimenta fazer isso…

    • É tanta a campanha que nos temos lançado artigos sobre Kodi como poucos e com guias para o usar. O que não fazemos é explicar como o usarem para atividades ilegais.

      Quanto às boxes correrem outro software, sim elas podem e permite. Mas acho que estás a ser pouco lógico e inocente ao acreditares que são usadas noutras funções que não essa. São compradas prontas a aceder a conteúdos ilegais e sempre via Kodi.

      Se chegam e atacam tudo o que escrevemos, quase sempre quando vão contra a vossa ideia atacam e só sabem dizer que estamos numa campanha contra A ou B. Curiosamente quando contra-argumentamos acabamos a falar sozinhos.

      Somos tanto contra que no artigo temos a contra-argumentação de que o parceiro dessa avaliação é uma entidade que não quer que se use o Kodi.

      • Nuno Picado says:

        Pois, talvez não corram sempre o risco de ficar a falar sozinhos…

        O facto de não explicarem como usar para actividades ilegais não vem ao caso. Mal era se o fizessem. Aliás, nenhum outro artigo vem ao caso, a crítica (construtiva) foi relativa este e apenas este.

        “Quanto às boxes correrem outro software, sim elas podem e permite. Mas acho que estás a ser pouco lógico e inocente ao acreditares que são usadas noutras funções que não essa.”
        Esta frase podia traduzir-se nesta: “eu só uso para isto”.

        Curiosamente eu tenho uma e não tenho lá o Kodi. Tenho vários usos para ela. Uma Box destas é um computador em todo o sentido da palavra, e como tal, pode fazer inúmeras coisas. Pode servir para usos simples, como editar texto, ir à net, e ver fotos, mas também para usos mais complexos, como controlar sistemas de inteligência doméstica. Inúmeros usos, ou seja, argumento inválido. Talvez eu esteja a ser inocente de achar que mais alguém as use para outra coisa que não video. Ou talvez não. Mas garantidamente, não estou a ser pouco lógico. A lógica é outra coisa. A lógica diz por exemplo que se algo pode ser usado para mais do que um fim, é lógico que seja usado para mais do que um fim. Pouco lógico seria dizer que algo que pode ser usado para mais do que um fim só é usado por todos para um único fim.

        E porquê que vamos assumir que é sempre para conteúdos ilegais e sempre via Kodi? Há tanto de errado nesse argumento.
        Primeiro, como já demonstrei, não são sempre usadas para isso.
        Segundo, até parece que só com o Kodi se tem acesso a conteúdos ilegais. Há tantos outros que são criados exclusivamente para isso, enquanto que o Kodi, curiosamente, não é feito para isso, e requer o uso de add-ons criados por terceiros para aceder a esse conteúdo – ou seja, não é o Kodi que acede a conteúdos ilegais, tanto quanto não é o Windows ou o Android ou qualquer outro OS. Ao dizeres isso, estás a perpetuar a imagem que os criadores do Kodi tentam combater, e que é a mesma que está por trás do artigo original.

        “Se chegam e atacam tudo o que escrevemos, quase sempre quando vão contra a vossa ideia atacam e só sabem dizer que estamos numa campanha contra A ou B.”

        A ideia de que quem contesta um artigo, total ou parcialmente, vos está a atacar é uma verdadeira aberração, e um case study de várias pesquisas na área da psicologia.

        Das duas umas: Ou acreditas que és perfeito enquanto escritor, e portanto achas que ninguém tem o direito de te criticar – caso em que, lamento dizer-te, estarias redondamente enganado – ou entendes que ninguém é perfeito e toda a gente se pode enganar.
        Se for este segundo caso, parabéns, estás no bom caminho. Mas se assim é, tens de perceber que, quando te enganas, poderá haver quem te critique.

        Agora, não estou a dizer que todas as críticas que se fazem a um artigo são válidas. Longe disso, a internet está cheia de comentadores de bancada, sem argumentos válidos nem sequer lógicos.
        Mas estou a dizer que deverás, enquanto escritor de artigos publicados, analisar cada uma dessas críticas e ter a humildade de assumir quando erras.

        No caso concreto deste artigo, falhaste. E falhaste tanto que mais que uma pessoa te apontou o erro. Nem precisava, porque é flagrante.
        Podias simplesmente dizer: “Sim, realmente o título não foi o mais feliz, vou corrigir isso!” – mas não… Sentiste-te atacado, e como tal, passaste ao ataque. E com isso, perdeste uma primeira oportunidade de sair bem.
        E admiras-te que, quando contra-argumentas, acabas a falar sozinho. Se por um lado há pessoas que têm dificuldade em entender certos argumentos, por outro há pessoas que não estão para se chatear com quem dá argumentos desses.

        “Somos tanto contra que no artigo temos a contra-argumentação de que o parceiro dessa avaliação é uma entidade que não quer que se use o Kodi.”

        Isto realmente foi o save-face do artigo. É a única parte em que contrarias a ideia que passas no título.
        Uma pequena linha no ante-penúltimo parágrafo do artigo, para corrigir o que diz o título e ao longo do artigo. Muito bem!
        Curioso que a ‘defesa’ para um título mal construído é que o contradizes no artigo. Consegues perceber a ironia?

        Humildade, humildade, humildade… Ficava bem, e não fazia mal nenhum.
        Ou então assume de uma vez que foi pelo click-bait e está tudo bem, também não morre ninguém por causa disso!

        • Estamos a perder tempo de mais com isto, mas ainda te respondo.

          TU usas para mais do que apenas acesso a conteúdos ilegais, mas tens de admitir que 95% dos utilizadores dessas boxes procuram apenas e só o acesso a eles. É a forma mais simples e mais rápida. Não há volta a dar a isso.

          Eu não sou perfeito, longe disso. Agora não posso admitir que digam mal e que mandem abaixo o nosso trabalho, na quase totalidade das vezes de forma gratuita e apenas porque vamos contra a opinião de A ou de B. E isso tens também de admitir que acontece na maioria dos casos.

        • Vasco Almeida says:

          Eu tenho box e não tem Kodi, já somos 2 em meia dúzia de comentarios. Uso para netflix, Youtube, Controlar luzes de casa, para correr a app de videovigilancia e pouco mais.
          Mas a má reacção há critica não é de agora nem exclusivo do Pedro Simões…

      • David Ramos says:

        Pedro, se formos ver bem muitas das vossas noticias tem títulos com uma hipérbole em cima ou não tem nada a ver com a notícia. Percebe-se perfeitamente que é para ganhar visualizações. Agora cabe a vocês decidirem se são mais uns ou se são profissionais (com um pouco de humildade se for possível). Pergunto-me se perdem mais tempo a escolher o título do que a construir a notícia

        • Permite-me dizer-te apenas que estás enganado quanto ao querermos títulos que tragam visualizações e que sejam atrativos em demasia.

          Não é essa a nossa forma de estar e nem gostamos de ter esse tipo de atitude.

  12. Diogo says:

    fui agora mesmo comprar um extintor não vá a box incendiar a casa. existem mais players que não o kodi não são iguais mas servirão para o que o utilizador pretende ver. eles querem matar o kodi pelos addons para ele criado, isso sim, tudo que de para ver matéria ilegal não convém porque dizem não dar lucro, não sei se da ou não, do resto cada um sabe o que fazer. O bem de uns é o mal de outros.

  13. guga says:

    e as televisores smart tv também vão explodir

  14. Luis says:

    Parece-me uma desculpa esfarrapada para os consumidores não utilizarem mais as boxes…

  15. AlexX says:

    Se esse estudo tivesse a mínima credibilidade teriam (a ESF) anunciado que 9 boxes são, quanto mais não fosse para alertar as pessoas que as têm. E grande lata meterem o Kodi ao barulho (Independent ou/e ESF) como se as boxes não servissem para mais nada. Muito medo, além de eventual pirataria por conteúdo ilegal somos agora potenciais terroristas.

  16. ze tuga says:

    pra ver tv basta o mobdro, até no pc funcemina na boa através do bluestacks!

  17. António Terra Lisa says:

    O alerta existe e vem do UK, devendo cada um dar-lhe a relevância que entender. Mas será bom notar que o artigo refere a parte eléctrica ou mais especificamente a fonte de alimentação e o facto de esta aquecer é da experiência diária, assim como também será do conhecimento comum que o calor desenvolvido vai depender essencialmente da corrente que possa passar. Sendo assim não se deve descartar que, nessas denominadas Kodi Boxs, de que se terão vendido milhões no UK, haja um qualquer componente que falhe por defeito de fabrico ou mesmo que haja um erro de projecto e que tal ocorrência venha a provocar os problemas referidos. E isto não terá a ver com a app Kodi, cujo uso é legal, terá sim a ver com quem produz a “box”.

  18. alx says:

    ja querem proibir o kodi epa estes gajos sao lixados

  19. paulo carvalhas says:

    ou gostaria de saber se esses senhores tambem fizera um estudo quando encerraram todos os video clubes para ficarem com o munopolio da videodemande

  20. Rui says:

    LOL
    O Kodi Entertainment Center, ou simplesmente Kodi é um software multimédia gratuito e de código aberto, criado e mantido pela XBMC Foundation.
    Mas o que a Kodi tem a haver com o caso das box serem mal fabricadas ?
    A Electrical Safety First devem ter lá uns INGINHEIROS muito bons, para confundirem hardware com software…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.