PplWare Mobile

Volvo bate a Tesla na Condução Autónoma? Estudo diz que sim


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

83 Respostas

  1. Tiago Silva says:

    O estudo no fundo é um questionário às pessoas de qual a marca mais segura! O estudo vale zero e o artigo idem…

  2. LR says:

    “Em que automóvel autónomo se sentiria mais seguro?” A resposta maioritária na Volvo reflete o que as pessoas pensam, ou seja, que se sentiriam mais seguro num automóvel autónomo da Volvo. Provavelmente reflexo dos níveis elevadíssimos de segurança que a marca apresenta, e das contribuições feitas nesse capitulo ao longo da sua história, que hoje são usadas por todas as marcas.

  3. Pedro says:

    Exato, o estudo não diz que a volvo bate a tesla, mas sim que as pessoas confiam mais na volvo. O título está errado. Não há lugar a outras interpretações.

  4. Nuno José Almeida says:

    Sendo que na prática, com a excepção da Google, nenhum está sequer perto de ser seguro.

  5. Miguel says:

    Ainda bem que sim, se não fosse a Tesla ainda hoje as marcas da Europa estavam a 200% ligadas ao petróleo …

  6. Mateus says:

    Se os estudos médicos fossem como este “estudo” estávamos todos tramados…

  7. paulo says:

    A volvo é uma muito antiga tanto quiser Daimler, ambas são confiáveis já tesla é bem nova porém esta na frente da sueca em evolução tecnológica.

  8. Vítor Nunes says:

    ACHO QUE AS MESMAS MARCAS TAMBÉM DEVERIAM PENSAR EM AUTONOMIA DO CONSUMO DAS BATERIAS POIS ACHO QUE É PERFEITAMENTE POSSÍVEL CONSTRUIR UM AOTOMOVEL COM UM SISTEMA DE AUTOCARREGAMENTO POIS TODA A GENTE SABE QUE ISSO É POSSÍVEL E NÃO É ASSIM TÃO DIFÍCIL DE VER POIS BASTA VER O FUNCIONAMENTO DE UM AUTOMÓVEL ATUAL EM QUE O ALTERNADOR RECARREGA A BATERIA ESTANDO O MOTOR EM MOVIMENTO NOS ELÉTRICOS ERA A MESMA COISA SÓ QUE APROVEITAR A TRACAO DO AUTOMÓVEL PARA FAZER GIRAR UM ALTERNADOR OU MESMO MAIS DO QUE UM POIS POR CADA RODA DO AUTOMÓVEL ASSIM COMO A ENERGIA EOLICA QUE PODE SER GERADA COM O AUTOMÓVEL EM MOVIMENTO ENTRE OUTRAS SULUCOES PORQUE O QUE EU ACHO É QUE NO MEIO DISTO TUDO NÃO ESTÃO A PENSAR NO FUTURO DO PLANETA MAS SIM NUM NEGÓCIO QUE SEJA LUCRATIVO PARA OS GOVERNOS DE TODO O MUNDO POR ISSO DEIXO AQUI O O MEU DESAFIO A TODAS AS MARCAS DE AUTOMÓVEIS DE TODO O MUNDO QUE SEJAM RADICAIS NESSE CAMPO É CONSTRUAM CARROS 100% AUTOR RECARREGÁVEIS OU AUTOSUSTENTAVEIS COMO LHE QUEIRAM CHAMAR…
    PESSO A TODOS OS QUE LEREM ISTO QUE AJUDEM A LEVAR ISTO MAIS AVANTE PARA QUE CHEGUE ATÉ AOS RESPONSÁVEIS DE TODAS AS MAS AS POIS ISSO SIM É UM FUTURO E NÃO O QUE ESTÃO A IDEALIZAR…

    Ass: Vítor Nunes

  9. iDespairing says:

    A Tesla esta a tornar-se uma Apple? Pelos comentários que leio nos artigos envolvendo Tesla recentemente parece ter já uma grande legião de FanBoys. Pessoalmente prefiro a Volvo 50 vezes. Quem está desactualizado que leia o que a Volvo está lançando e vai lançar brevemente para o mercado.

  10. Vítor Nunes says:

    Não diga que é algo parecido com o que eu escrevi ontem pois se for digo que é um grande passo para a grande evolução do mundo automóvel…
    MAS por acaso ainda não li nada sobre isso mas gostava de poder ler se por acaso não for pedir muito será possível colocar o link nqui para que se possa ver…
    Na lei da física o que não fala são energias que podem ser aproveitadas para fazer recarregar um automóvel eletrico estando o mesmo em movimento…

    • Toychico says:

      Você tem uma vendetta contra a pontuação?

    • Francisco says:

      Com certeza Vítor, realmente é provável que não encontre nada em frases simples estes assuntos. E estou me a referir que isto é realmente difícil de explicar.

      olha, encontrei aqui um vídeo, infelizmente em inglês, sobre como funciona a travagem regenerativa:

      https://www.youtube.com/watch?v=pqRlkAYLDZs

      Resumindo:
      Em vez de a energia cinética ser convertida em energia térmica devido à fricção quando se usa o travão.
      A máquina elétrica que estava a funcionar como motor (Energia elétrica convertida em binário mecânico) vai parar de funcionar e das duas uma:
      1- Convencional: usa – se o travão para parar
      2- Regenerativo: a máquina elétrica passa a funcionar como gerador e em vez de estar a favor do movimento, passa a fazer ‘força’ contra o movimento através de polarizações reversas, dito assim, de forma não bem científica. Assim é a máquina que trava através de efeitos eletro-magnéticos e converte PARTE do movimento cinético em potencial (tensão elétrica). e falei parte que em tudo há perdas, nem que seja em corrente necessária à própria magnetização da máquina.

      TL;DR:
      energia elétrica -> transformação eletromagnética -> magnetismo -> movimento
      movimento -> transformação eletromagnética -> potencial -> energia elétrica

      os dois ao mesmo tempo é uma contradição que só existe em imaginação, infelizmente.

  11. Vítor Nunes says:

    E sem dúvida que a volvo é sim uma grande. marca é que apresenta sempre boas surpresas e com os modelos sempre muito atrativos e com equipamentos de última geração

  12. rui says:

    Nem a Google, Uber, Apple, que estão com projetos à mais tempo aparecem na lista 🙂

  13. Vítor Nunes says:

    Amigo Francisco se todos pensarem assim o que seria do homem que inventou a lâmpada pois até já não digo que seja 100% autosustentavel mas que pelo menos podes se fazer uma viagem de 10 horas sem paragens já era um grande passo e estariam os problemas quase todos resolvidos e caso não saiba a única forma de fazer de recarregar as baterias não é só quando se trava pois enquanto o automóvel circula existem um monte de energias alternativas possíveis que podem ser aproveitadas e transformadas em eletricidade tal como a força do vento {energia eólica} os painéis de energia solar entre muitas outras formas de criar eletricidade sem ser pelo método de travagem que atualmente existe…

    • Francisco says:

      Vítor, claro que é preciso pensar em grande!
      Sei sim Vítor.
      ok, força do vento: se pensar nos navios à vela, o vento tem de estar a favor.
      De carro, todo o vento está contra o vidro da frente não é ? 😀

      os paineis de energia solar, eh pah, já há carros pequeninos a energia solar. há até um avião!!
      o problema disso é que o binário é proporcional ao quadrado da tensão que determinada fonte de energia produz, ou seja, se não se conseguir atingir potências e tensões elevadas, não se consegue mexer mais que carrinhos telecomandados.

      Pela área de um carro consegue -se sei lá, pôr painéis que produzam 2000 watts, vendo as áreas mais ou menos
      e para comparar
      um carro de 100 cavalos, é o equivalente a 74 570 watts xD

  14. bruno coimbra says:

    Como se pode fazer um titulo destes com um estudo de mercado??? enfim

  15. Vítor Nunes says:

    Amigo Francisco se estiver num automóvel em andamento é abrir uma janela do mesmo o que é que entra pela janela o que é?
    Vento suponho eu esse mesmo vento pode ser aproveitado para gerar energia de suporte para aumentar a distância de km a percorrer assim como o painel fotovoltaico também se pode dar uma pequena ajuda e um ou mais alternadores também pois todos os veículos estando em movimento pode-se fazer um aproveitamento de todas essas forças naturais e dar uma ajuda bastante significativa no que diz respeito a distância percorrida em km e talvez mais que o dobro do que está neste momento a sair do mercado…
    Pense bem e diga se tenho ou não razão pois a ideia é construtiva e entre muitas ideias é só passar para a prática assim os grandes construtores de automóveis o queiram e no fim quem ficava a ganhar era o consumidor o planeta etc…

    • Francisco says:

      “se estiver num automóvel em andamento é abrir uma janela do mesmo o que é que entra pela janela o que é?” -> Em relação ao movimento, é atrito, por isso é que um carro na auto-estrada por exemplo consome mais de janelas abertas, porque o vento em movimento funciona >CONTRA< o carro.

      Acho que pensei bem, e não dá para usar essas ideias como o vítor pensa.
      e eu estou lhe a dar exemplos práticos e até números….

      A única solução a este problema é baterias com elevada autonomia ou quase nenhum tempo para troca de baterias, como a bateria de alumínio.

      E claro, obrigado por fomentar diálogo, é sempre importante!

      é assim mesmo!

    • bruno coimbra says:

      continuamos com a locura á desgarrada…muito bem
      Vamos so pensar no peso dos componentes todos que quer adicionar ao veiculo e a energia necessaria para mover…
      Entao mas sao forças naturais ou forcas resultantes do movimento da viatura? acho que se perde um bocado nos conceitos basicos

      Acho que nem vale a pena explicar como funciona as forças envolvidas nestas equações ou um balanço de energia porque claramente não faz ideia do que diz

    • Joao says:

      Vítor Nunes, isso seria completamente contraproducente. Já imaginou um aerogerador montado num carro? Para que esse aerogerador funcione terá que necessariamente ter pás… Estamos a falar de montar uma “ventoinha” gigante num automovel. Essa mesma “ventoinha” aumentaria o peso do automovel e resultaria numa aerodinamica nada eficiente = maior consumo.
      O conceito a que o Vítor quer chegar é o da máquina perfeita. Uma máquina que produz mais energia do que a que consome. No dia em que essa maquina for inventada metade dos problemas da humanidade ficarão resolvidos. Este conceito é totalemente impossível aos olhos das leis da fisica que conhecemos.

  16. Vítor Nunes says:

    Obrigado amigo Francisco mas ainda assim eu continuo a achar que ainda há muito mais a fazer nesta matéria até mesmo a ideia do inversor de corrente podia ser mais uma das ajudas talvez um de por exemplo de 2000 wots e ser alimentado por um alternador ligado a uma bateria que por sua vez alimentaria o já referido inversor de corrente e não ligar ás baterias de litium que alimentam o veículo.
    São ideias era só arranjar os equipamentos com as equivalências certas…

    • Ricardo Silva says:

      E tu a dar-lhe… nao entendes nada de física.. Está-se mesmo aver….

      • Vítor Nunes says:

        Meu caro Ricardo Silva Eu não percebo nada de e tu és especialista ou achas que és se eu não soubeçe o que estou a dizer estava calado mas já que és assim tão especialista explica como é que eu tenho um frigorífico class A++ no-frost num anexo ligado á quase 2 anos uma bateria Tudor usada e para isso é um inversor de corrente que por sua vez tem ligado o já referido frigorífico e um carregador de bateria outomovel coisa que pela lei da física é impossível calculos feitos não aguentaria nem um dia mas já lá vão quase dois anos e ainda funciona como é que tu explicas isso???
        Mas eu é que não percebo nada e tu é que és o inteligente existem várias formas de contrariar o conceito da física ainda por cima com todas as novas tecnologia tanto de eletrónica como mecânicas é só dar asas hã imaginação o ser humano foi feito para criar e eu assim tento fazer já se fosse como tu por exemplo que se limita àquilo que os outros inventaram…
        Continua assim que vais longe

  17. Vítor Nunes says:

    Bateria Tudor usada + nversor de corrente ligado á bateria onde ligo um frigorífico classe A++ No-frost é o licarregador de bateria que por sua vez faz o carregamento da mesma queres que te faça um desenho

  18. Vítor Nunes says:

    Amigo Ricardo Silva crentes não e eu tal como te disse tenho a prova viva de que é possível acredites ou não pois já lá vão quase 2 anos e sempre a trabalhar noite e dia e ainda tem mais duas lâmpadas flurcentes de 1m20cm e dois holofotes Led de 50w de exterior agora pensa já agora procura também por Lamborghini eólico que vais ter outra surpresa….
    Depois eu é que sou o burro….

    • Joao says:

      Esse tal lamborghini não passa de um conceito. Um esboço de uma ideia…porque achas que não foi construido?
      Eu também posso desenhar uma arvore que dá notas de 500…isso não significa que tal exista ou seja possível.
      Misturar a realidade com ficção é perigoso…

  19. Vítor Nunes says:

    Agora também vos digo que não é comprar esses equipamentos e ligar uns nos outros que tens esses resultados pois em ambos os aparelhos que são o inversor de corrente e o carregador de baterias auto é necessário lhes fazer algumas alterações a nível de eletrónica coisa pouca posso dizer que gastei pouco mais que 20 euros para adequirir esses componentes para fazer tal alteração posso dizer que o inversor que tenho é de 2000w e mais não digo…. O que eu acho é que ainda se pode fazer mais e até se conseguir o mesmo resultado com outras várias formas ou outro tipo de componentes eletrónicos …
    Estudem e não se baseiem só naquilo que os outros inventaram inventem também pois agora é que é a oportunidade pois é agora que o mundo está numa fase de mudança por isso amigos criem novos sistemas também tal como eu por exemplo encontrem suluções que contrariem a física e terão resultados espantosos acreditem e nunca desistam…
    Também dei muitas cabeçadas para chegar até aqui até chegar ao ponto de pensar que não seria possível mas mesmo assim não desisti por isso façam o mesmo ao contrário de criticar…
    Se todos pensarem como vocês acho que daqui a 50 anos tudo estaria na mesma estudem, inventem, criem, desenvolvam, contrariem façam tudo mas nunca deixem acima de tudo de acreditar…
    Pois só assim é que se consegue fazer alguma coisa.

    • Joao says:

      Vítor, desde que a revolução industrial aconteceu que se tenta encontrar uma forma de que uma maquina produza pelo menos a mesma quantidade de energia que necessita para trabalhar. Pelas leis da fisica que se conhecem, tal coisa é totalemente impossível. Se tal feito fosse logrado, revolucionaria o mundo tal e como o conhecemos. Grande parte dos problemas da humanidade seriam resolvidos e o inventor de tal maquina seria provavelmente premiado com pelo menos 1 nobel…pelo menos.
      Tu estás a dizer que inventaste tal tecnologia e que a tens aplicada a…um frigorifico. É como se eu venho para aqui dizer que na minha cave transformo areia da praia em ouro, só por hobbie.
      Ninguém vai acreditar nessa historia até ver algo mais que palavras. Porque não documentas a coisa? Que alterações foram essas? Se tens um frigorifo que gasta 0 de electricidade, porque não o vendes? Eu compro-te já uns 10 por 5k cada.

      • Gonçalo says:

        Aquilo que me parece é que ele conseguiu que o gasto de energia seja minimo ao ponto em que a bateria tenha aguentado durante dois anos.

        • Ricardo Silva says:

          Não me digas que tambem acreditas na historia da carochinha ??? O consumo até pode ser minimo… mas com todas as perdas gastas em mais inversores e mais nao sei o que o Genio Vitor inventa….gastas mais do que se o ligasses à tomada!!! 😀

        • Francisco says:

          Parece realista.

          e com essa ideia o Vítor quer quebrar as leis da física e pôr um frigorífico no carro? Precisamos de mais explicações.

          agora fora de brincadeiras, o Vítor entende que um carro elétrico, por exemplo o Tesla S: com bateria de 100 kWh faz 539 km, e que um frigorífico a trabalhar 2 anos gasta provavelmente uns 300kwh, desses A+++.

          Ou seja, se o Vítor tem 3 baterias no valor total de 45.000€ para alimentar um frigorífico, parabéns pelo o conceito, é realista até

          mas não extrapole ideias que há maneira de resolver estes problemas dos carros que são impedidas pelos os magnatas do petróleo. Como por exemplo esse conceito do Lamborghini que não passa de um arabesco

  20. Vítor Nunes says:

    Amigo João disso já eu ando a tratar mas infelizmente é preciso ter verba para patentear tal projeto….
    Mas também não sou egoísta ao ponto de quase ter dito tudo que é possível fazer e ja agora procura no Google por Lamborghini eólico que podes ter uma surpresa e que não é nessesario ter uma torre montada com um aerogerador com uma ventoinha com pás montada no veículo vê e depois comenta….
    EM relação ao frigorífico de que já falei quem sabe se um destes dias é até muito próximo não compres não 10 mas 1000 por 500k…
    E mentaliza-te de uma coisa o sábio não é aquele que sabe tudo mas sim aquele que não sabe nada…

  21. Vitor Nunes says:

    Certamente que sim amigo Gonçalo e são quase dois anos mas ainda não sei quanto tempo e que ainda vai durar mais …

  22. Vítor Nunes says:

    Amigo João disso já eu ando a tratar mas infelizmente é preciso ter verba para patentear tal projeto….
    Mas também não sou egoísta ao ponto de quase ter dito tudo que é possível fazer e ja agora procura no Google por Lamborghini eólico que podes ter uma surpresa e que não é nessesario ter uma torre montada com um aerogerador com uma ventoinha com pás montada no veículo vê e depois comenta….
    EM relação ao frigorífico de que já falei quem sabe se um destes dias é até muito próximo não compres não 10 mas 1000 por 500k…
    E mentaliza-te de uma coisa o sábio não é aquele que sabe tudo mas sim aquele que não sabe nada…

  23. Ricardo Silva says:

    Ahahahahahahhahahaha Tanta mentira junta…. Uma maquina que gera energia infinita…. LOOOOL

  24. Vítor Nunes says:

    Amigo Ricardo Silva isto que vos passei é real e acho que para uma bateria usada já estar há quase 2 anos e sempre a trabalhar noite e dia acho muito sinceramente que supera qualquer expetativa por isso estou muito satisfeito com isso sei que um dia a bateria vai acabar e nesse dia talvez então tenha que fazer uma troca por outra que pelos vistos não tem que ser nova posso até dizer que a bateria para o qual eu estou a usar estva para ir pro lixo por isso nem tive que fazer nenhum tipo de investimento para adquirir a dita bateria…
    Toda a gente sabe que o frigorífico é um equipamento que não está sempre a consumir pois ele quando atinge as temperaturas desliga e o consumo passa a ser de 0 nessa altura o carregamento da bateria está a fazer o recarregamento da mesma…
    É simples silencioso e eficaz e a energia é 100% limpa…

  25. Vítor Nunes says:

    Amigo João achas mesmo que não fiz medições de gastos e consumos se não o tivesse feito não tinha dado tantas cabeçadas e algumas vezes vontade até de desistir e achar que não era possível mas não desisti e estou muito satisfeito por isso é acho que não é pra menos eu acho que tu queres é que eu te diga tudo e quais foram os materiais usados para conseguir fazer isso.
    MAS fica descansada que eu não vou divulgar tudo tenta fazer algo do género ou mesmo melhor

    • Joao says:

      Vítor, o teu discurso está cheio de contradições e incongruências.
      Vejamos:
      – Por um lado dizes que fizeste medições, dás a entender que tens o projecto documentado. Por outro dizes “Certamente que sim amigo Gonçalo e são quase dois anos mas ainda não sei quanto tempo e que ainda vai durar mais …”
      quando te dizem que o unico que conseguiste foi conseguir um consumo tao baixo que a bateria de automovel aliementa 2 anos o frigorifico.

      – Dizes que o motor do frigorifico carrega a bateria e depois dizes que a bateria carerga quando o frigorifico está desligado. Em que ficamos?: ” o frigorífico é um equipamento que não está sempre a consumir pois ele quando atinge as temperaturas desliga e o consumo passa a ser de 0 nessa altura o carregamento da bateria está a fazer o recarregamento da mesma”

      Em que ficamos?

  26. Vítor Nunes says:

    Obrigado amigo Francisco pois ainda há alguém com bom senso e o problema é mesmo esse os poderosos e donos do petróleo e outras empresas ligadas à rede de distribuição de energia mas infelizmente é a realidade que temos…

  27. Vitor Nunes says:

    Amigo João aprefunda mais a tua pesquisa hã cerca do Lamborghini e verás que não é apenas um esboço nem tao pouco ficção existe um prototico com testes realizados só que em termos de rentabilidade ou fins lucrativos não seriam aprovados pelos tubarões donos do mundo dai todos os esforços terem ido todos por água abaixo …

  28. Ricardo Silva says:

    E voces a darem-lhe… Nao é possivel uma maquina autonoma que gera energia infinita !!!!

  29. Vítor Nunes says:

    Amigo João acho que tens andado bastante distraído mas eu vou te dizer de novo pois não quero que frustado por não teres acompanhado a matéria…
    Mas antes deixa que te diga onde é que eu disse que o motor do frigorífico é que carregava a bateria nunca que eu saiba não tenho culpa de andares distraido mas eu digo novamente quais são os aparelhos…
    Uma bateria Tudor usada que estava para ser deitada ao lixo…
    Um inversor de corrente de 2000 W…
    E um carregador de baterias auto…
    EM que tamto o inversor de corrente de 2000W como o carregador de baterias auto ambos sofreram alterações com alguns componentes eletrónicos em que eu tambem digo que gastei pouco mais de 20 euros.
    Estes mesmos componentes serviram para reduzir os consumos e aumentar as potências dos mesmos para assim dessa forma poder tirar mais rendimento e contrariar até certo ponto as leis da física …
    Uma outra coisa que eu nunca disse foi o de querer fazer um carro 100% autónomo a ideia é sim aumentar ao máximo a sua autonomia e assim poder aumentar a distância percorrida de uma forma bastante significativa quem sabe até mais que o dobro daquilo que atualmente fazem em kilometros percorridos.
    Digo também que além de usarem apenas sistemas que carregam as baterias quando estes estão em fase de desaceleração e ao usar o travão poi também se pode usar outro tipo de equipamentos que ajudem também a fazer um AUTOCARREGAMENTO estando o mesmo em andamento e é por aí o caminho…
    Daí ter falado das várias formas possíveis em fá-lo por exemplo da energia solar à energia eólica um alternador montado num dos eixos de uma das rodas ligado à uma bateria extra e nessa mesma bateria ligar um inversor de corrente que põe sua vez iria dar uma ajuda extra no carregamento das baterias que alimentam o veículo…
    Penso que todos já tinham percebido a ideia há excepção do ou o conceito como lhe queiram chamar há excepção do amigo João..
    Espero que tenhas ficado bem esclarecido….

    • Francisco says:

      Então a ver se apanhei também

      tens um carregador de um automóvel, ligado à tomada
      este carregador está ligado a uma bateria TUDOR.
      esta bateria está ligada a um inversor,
      este inversor está ligado a um frigorífico

      Tudo com as suas modificações
      E isto a funcionar assim desde há 2 anos certo?

      Se for isto que o Vítor está a fazer, parabéns pelo o seu projeto, é sempre bom verificar que as coisas funcionam

      mas daqui até melhorar rendimentos vai um salto muito grande

  30. Ricardo Silva says:

    Vigarista

  31. Vítor Nunes says:

    Amigo Ricardo Silva por acaso conheces-me de algum lado alguma vez te tratei mal pois ou te vigarizei acho que não….
    Ser vigarista por acaso é falar verdade….
    Deves te achar mais inteligente do-que todos e não aceitas a realidade mas temos pena…
    Só com uma grande diferença é que ja consegui 0algo e tu não por isso estou satisfeito na mesma agora tu deves estar frustrado não sei porque mas deves mas fica lá com os teus argumentos e teorias enquanto eu cá me vou adiantando em relação a ti….
    Continuo muito satisfeito comigo mesmo e não vou parar porque parar é morrer e tu estás morto…
    Acorda pra vida rapaz…

  32. Vítor Nunes says:

    E isso amigo Francisco mas com uma diferença o carregador da bateria não está ligado à tomada mas sim ao inversor de corrente que daí transporta a energia para fazer o carregamento da bateria e no inversor tem também ligado a ele o já referido frigorífico tudo isto com as alterações feitas em que já referi..

  33. Vítor Nunes says:

    Estudo aponta que 99.9% das grandes descobertas foram baseados em pequenos conhecimentos.
    É caso para dizer…
    Todos os que desprezam os pequenos conhecimentos nunca farão grandes descobertas.

  34. Vítor Nunes says:

    Amigo Francisco o inversor de corrente está ligado há bateria…

  35. Vítor Nunes says:

    https: //www.facebook.com/MuseudoVinhodeAlcobaca…

    Ponham os olhos…

    Parece que não sou o único maluco por assim dizer e até vai de encontro ao que eu tenho idealizado e só tem parte de tudo aquilo que ainda é possível porque ainda há muito a fazer e está é só uma suluçao perfeitamente possível por isso meus amigos aprendam um bocadinho mais por isso digo mais uma vez…
    Todos os que desprezam os pequenos conhecimentos nunca farão grandes descobertas.

  36. Vítor Nunes says:

    Peço desculpa a todos mas o URL do site não é o que tinha postado mas sim este…
    Uma vez mais desculpa por tal lapso mas não foi de propósito até não sei como tal aconteceu mas fica então aqui o link e desta vez sem erro…

    http: //www.tintafresca.net/News/newsdetail.aspx?news=ffc35315-47ac-4533-9c99-1f341b31c5bd&edition=96

    • Francisco says:

      Amigo Vítor, depois de me rir um pouco com a notícia que postou, de um protótipo de um Senhor de origem humilde que mesmo assim gosta de sonhar e trabalhar em mecânica!

      ainda investiguei o nome desse senhor de Caldense e parece que não fui o único
      a SIC chegou primeiro eh eh eh

      está aqui o link da SIC a dar uma aula ao senhor Inventor, que com certeza o amigo Vítor também irá beneficiar, já que não nos quer ouvir e prefere acreditar em fake news

      https://www.youtube.com/watch?v=fiUAaq_YhSQ

  37. Ricardo Silva says:

    Acho que o Vitor ainda nao entendeu isso.. e está dificil pelos vistos… Enfim

  38. Vítor Nunes says:

    Nós na EFACEC eu em parceria com alguns colegas já estamos a trabalhar num projecto para provar ao mundo e à todos de que tudo aquilo a que vos digo digo é possível entre outras que ainda não posso revelar mas também não tenho muito tempo livre nesta altura de preparação dos exames do ensino superior tecnológico…
    Aguardem aprendam ou então sejam felizes conforme aprenderam.
    Mas também não vos posso julgar porque eu também cresci com as mesmas bases e teorias que vocês todos mas ao longo do tempo vamos aprendendo e evoluindo evuluam vá lá e acima de tudo sejam felizes….

  39. Vítor Nunes says:

    Continuem assim há espera que os outros criem, inventem para depois vocês irem atrás…
    Há e já agora só uma questão…
    Na teoria aquilo que vos falei do frigorífico em termos teóricos não seria possível pelas leis da física mas o que é certo é que ainda está a funcionar e já está prestes a fazer dois anos que é nem mais nem menos no dia 18 de Janeiro….
    Arranjem alguma explicação para este feito mas em parceria com alguns dos meus colegas em breve iremos ter algumas novidades bombásticas ao mais alto nível e vai ser em grande acreditem e muito mais não posso divulgar posso só vos dizer que a Tesla volkswagen volvo jaguar entre outras marcas que já se mostraram interessadas no nosso projecto e com ofertas milionárias acreditem e mais não posso dizer por enquanto…

  40. Vítor Nunes says:

    Amigo Ricardo Silva esse tipo de aulas eu também já dei e por isso compreendo tudo aquilo que vos faz pensar assim mas com todas as novas tecnologias existentes nos dias de hoje tornam tudo muito mais fácil e possível até mesmo o projecto do sr. Fernando bem trabalhado pode funcionar e espero que ele não desista e que encontre as pessoas certas nem que seja só para aumentar a distância percorrida já seria um grande passo para alguém que só tem a quarta classe mas que faz ver muitos que parecem ter formação dentro da área em questão…
    Um bem haja ao sr. Fernando e não desista e quem sabe se um dia destes não pega num carro e faz 2000 km sem ter que parar 75 minutos para recarregar baterias…
    Pode até ser que eu até um dia destes não o canvide para que possa expor todas as suas ideias e com a minha ajuda e de toda a minha equipa façamos com que o seu sonho se torne realidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.