PplWare Mobile

Velocipedo: Bateria de 8 kWh e uma velocidade máxima de 95 km/h


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

19 Respostas

  1. João says:

    Que giro…
    Faz lembrar o Sinclair C5
    LOL

  2. Tiago Silva says:

    Dizer que isto é ágil como uma scooter e seguro como um carro é no mínimo caricato 😀

  3. Rogerio Sameiro says:

    Isto será o futuro. Aliás em Paris já se vê muita scooter carro como esta mas a gasolina.

  4. Blackbit says:

    E pode andar na autoestrada?
    Porque se nao pode entao esta destinado ao mesmo fracasso que o twizzy 🙁

    • Luís says:

      vêem-se “alguns” Twizzy’s em Lisboa agora…
      e há outras cidades a adoptá-los…

    • albino negro says:

      o fracasso so twizzy tem a ver com a idiotice de cobrar 50€ mensais de alugar de bateria..
      Nao fosse isso ate seria uma viatura interessante para os jovens dado que tem motorizaçoes que nao obrigam a carta de conduçao

      • Fak says:

        e não dá para comprar a bateria?
        certamente à marcas de concorrencia que vendem baterias LOL
        é sempre assim, quando algo é exclusivo ou acaba, prolifera-se uma vasta gama de marcas a vender peças, parecem formigas numa banana…

        foi como quando a Chevrolet deixou o mercado europeu, apareceram logo 1001 empresas a vender peças para chevrolet…
        ou quando a apple criou o notch, 15 dias apareceram logo smartphones com notch…

  5. Marco says:

    É por causa de coisas feias como esta que ainda há muita gente que não gosta de veículos eléctricos.

    • Fak says:

      não é que seja feio, é simplesmente um objeto muito pequeno para se trabalhar o design honestamente… não é do tamanho de um carro, um carro tem muita area trabalhavel, isso não… mal cabe a luz da frente quanto mais ter um design arrojado…

  6. Oretoh says:

    Epah eu sou a favor de veiculos eletricos, alias eu adoro Teslas…agora isto…Epah depois queixem-se que ninguém os usa…a mim é que nao me apanham dentro do caixotinho amarelo de certeza.

  7. Carlos Marques says:

    “first electric car in the United States was developed in 1890-91 (…) a six-passenger wagon capable of reaching a speed of 23 kilometres per hour. It was not until 1895 that consumers began to devote attention to electric vehicles (…) by which point Europeans had been making use of electric tricycles, bicycles, and cars for almost 15 years.”

    “A cabin motorcycle is a fully or semi-enclosed motorcycle. They first appeared in the 1920s.”

    “inovação”… “ágil como uma scooter, mas seguro como um carro”…
    Marketing, a arte de apresentar o velho como novidade, e de vender banha da cobra a preço de ouro, desde que existiram os primeiros mercados.

  8. Kar Alhu says:

    1º carro elétrico nos EUA em 1890. 6 passageiros, e 23 Km/h. Na Europa já se usavam bicicletas, triciclos e carros elétricos”

    Nos anos 1920s apareceram primeiras motas com capota.

    #novo

    • Fak says:

      o primeiro carro eletrico foi por acaso em 1835, por um senhor que nem era engenheiro nem qual que, era ferreiro. Thomas Davenport.
      em 1890 é que foi criado o primeiro carro a ultrapassar 100KM/h, chamava-se La Jamais Contente.

  9. Fak says:

    este veiculo é dos melhores que já vi!

    – tem 2 rodas a frente e outra atras… otimo para fazer piões no meio da estrada, até vais parecer um street racer!
    -vais ali com o ventinho a aquecer-te a cara durante o inverno!
    -com aqueles pneus é ideal para ires fazer uns drifts ao track day! aproveita!
    -Como não tem apoio para os pés, é espetacular pois deixa aquele passageiro irrequieto com as pernas dormentes, fazendo com que se mexa menos (ideal para as familias com crianças!)
    – Obriga os homens a fechar as pernas! se há algo menos educado de se fazer é a mania dos homens conduzirem com as pernas abertas para não apertar os tintins! deste modo, este veículo vai promover o aquecimento desta area tão critica, de modo a que estejam sempre à temperatura ideal!
    – os bancos são tão bons mas tão bons, que vais sentir saudades de conduzir a tua viatura durante 1h seguida no meio do trafego.
    – e por fim mas não menos importante, tem máxima segurança! aquela barra de segurança imitação de porta é feita de titanio, vai-te dar a maxima proteção no caso de um carro te bater de lado. O parachoques também é titanio, caso contrario ficarias com os pés esmagados no caso de um embate de frente, assim como também é titanio o teto, se não o fosse no caso de capotar ficavas sem cabeça!

    esta empresa é mesmo boa!
    recomendadissimo o veículo!

    • AP says:

      Já vi bancos de madeira com aspeto mais confortável.
      Quanto à segurança, para afirmações “seguro como um carro” assumo que tem pelo menos 1 airbag por passageiro e os 2 laterais, zona da compactação à frente, etc…
      Ahaha, nem tinha reparado no pobre do pendura que deve ir tipo estrela do mar.

      E para finalizar tudo, por apenas o preço de uma mota a gasolina topo-de-gama, compra um aborto de veículo! Fantástico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.