PplWare Mobile

CES 2019: Hyundai Elevate, o carro que tem quatro pernas


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. informado says:

    Impressionante 🙂 Será mais um veículo robot 🙂 É parecido com o que vi em alguns vídeos de robots japoneses.

  2. Falcão Azul says:

    Poça,e quando uma pessoa pensa que já viu tudo neste mundo aparece-nos isto. 😀 😀 😀

  3. Pedro H. says:

    1 – O vídeo devia mostrar a máquina a subir a mesa em todos os passos ( a demora no acto não é desculpa ). Só por aí, essa acção em particular é um bocado suspeita… Possivelmente a primeira roda escorregou e os engenheiros ainda precisam de resolver o problema da aderência.
    2 – É uma excelente ideia e um conceito digno de ser um carro à lá James Bond.
    3 – Será que o Kuratas ( robot gigante ) irá beneficiar de um sistema base destes?

  4. jimmy says:

    isto e o futuro 20 anos antes!É de facto espantoso.

  5. Ruy Acquaviva says:

    Só é possível especular sobre esse tipo de veículo devido à flexibilidade permitida pela tração elétrica, que permite incluir os motores no interior das rodas, reduzindo o pesados mecanismos que seriam necessários para transmitir a força mecânica de um motor tradicional para as rodas com essa configuração. Também a movimentação dos braços robóticos (ou, em uma analogia mais adequada, pernas robóticas) necessitaria de complicados e pesados mecanismos mecânicos ou hidráulicos onde, pode-se perceber, foram usados motores de passo muito mais leves e eficientes.
    Evidentemente é uma proposta voltada para aplicações especiais, onde toda essa flexibilidade seja necessária e justifique o custo maior do conjunto de suspensão. Gosto muito de ver projetos desse tipo mas sempre é bom lembrar que nem todo conceito (de fato, apenas uma pequena parte deles) chega efetivamente a ser produzido.

  6. orelhodu says:

    eu já vi isto no mass effect 2

  7. paulo says:

    Se vai vigar depende do preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.