Quantcast
PplWare Mobile

Windows 10 vem com impressora PDF nativa

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Alex says:

    Só falta o editor de pdf’s para eu nao precisar de instalar o acrobat

  2. antonio says:

    Para mim, que uso linux, não é novidade. pelo menos ha 2 anos que o libreoffice traz essa opção. Quando a minha namorada viu-me a imprimir como pdf, ficou espantada.

  3. rogerio says:

    Parece que o tal do XPS, não vingou mesmo

  4. Norman Bates says:

    LOOOOOL!

    Mais uma vez, a copiar o OS X… O OS X permite guardar como PDF em qualquer diálogo de impressão…

    É só features copiadas do OS X neste “WinOS X”…

    E ainda há tapadinhos que vêm para a net chingar o OS X.

    • Norman Bates says:

      Ps: já permite isso há quanto tempo? Para aí 10 anos, pelo menos…

      • pedro says:

        Oh Pplware e moderadores. Vamos lá acabar com este tipo de comentários de invejosos. Pela maneira de escrever quase parece que são sempre as mesmas pessoas. Em todos os artigos tem de vir sempre os mesmos dizer que o que se fala no artigo é cópia de alguma coisa. Já agora, essas pessoas é que se copiam umas às outras sempre no que dizem. As opiniões são bonitas, sim, mas é quando não são a estupidez do costume.

        • Mota says:

          Pedro os haters que vês aqui é tudo o mesmo gajo mas muda o nome. Quando vires um comment ignorante acerca de tudo que seja para falar mal de Android ou Windows (não o WP, aparentemente esta personagem gosta dele) e a criticar tudo o que a Google faz já sabes quem é.

          Antes tínhamos o Nelson, esse era um tapado por maçã porém por vezes dizia coisas realmente úteis. Este nunca diz nada de jeito.

          Há pessoas que abusam da liberdade de expressão. 🙂

        • Rui says:

          +1

          Em vez de partilha de conhecimento está impregnado de ataques de ambas as partes. Parece a guerra fria tecnológica.

        • Luís Gonçalves says:

          Não vale a pena comentar e até percebo porque são sempre os mesmos.
          A razão é que no Mac só conseguem navegar na internet e daí só se expressarem dessa maneira.

          • Rui says:

            “A razão é que no Mac só conseguem navegar na internet e daí só se expressarem dessa maneira”

            acreditas mesmo nisso?

          • Marco says:

            ainda bem, assim não tenho de me preocupar com arranjar programas para desenvolvimento. Bem la vou ter de comprar um outro pc so para ter linux e windows….

          • Norman Bates says:

            “A razão é que no Mac só conseguem navegar na internet e daí só se expressarem dessa maneira.”

            Estás a ver a razão do meu comentário?

            Encaixas completamente no perfil que descrevi. Obrigado, mesmo a calhar.

        • José says:

          oh Pedro, o gajo tem razão… o OS X já tem isso ha muitos anos…

    • Rui says:

      @Norman Bates, e??? A microsoft não pode adicionar a funcionalidade é isso?

      Que tal teres no OSX a maximização de janelas como no windows que dá imenso jeito? E poderes cortar e colar de forma nativa como no windows?

      • Miguel says:

        não dá para cortar e colar???
        ainda bem que estou a responder no android
        para o meu mac não ler isto

        e não sinto falta de janelas em ecrã completo

        • Rui says:

          Faz lá cmd+x e cmd+v a ver se funciona. Tens de fazer cmd+opt+v. Para teres simples tens de instalar app, certo?

          cada um com as suas preferências. a mim não me agrada ter de carregar em opt só para ter o + disponível para maximizar uma janelas.

          • Nunes says:

            :S
            mas o que é que estás para aí a inventar! Estás a implicar porque os comandos do teclado não são os mesmos que no Windows!? Santa paciência

            “a mim não me agrada ter de carregar em opt só para ter o + disponível para maximizar uma janelas.”
            O que estás a falar nem sequer maximiza as janelas como no Windows – maximização de janelas funcionou sempre de forma distinta, cada uma com as suas vantagens!

          • Rui says:

            @Nunes, sim, gostava que fosse simples, cmd+x e cmd+v. Para ter isso tive de instalar o XtraFinder.

            O Norman Bates estava a referir que isto do pdf é uma cópia… E? Também já podia imprimir directamente para pdf no windows, bastava instalar uma app. Cada sistema com as suas vantagens.

            E sim, o + maximiza as janelas! Não é em todas as apps mas naquelas que tem a funcionalidade agarrada o + maximiza as janelas. Se quiseres melhor instalas o RightZoom.

          • Nunes says:

            @ Rui
            desculpa, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra! O comando está lá, tu é que queres que o atalho de teclado seja outro. É quase como reclamar do aspecto das janelas e instalares software para que se pareça com as janelas do Windows [hipoteticamente], para depois dizer que o sistema não tinha janelas

            “E sim, o + maximiza as janelas! Não é em todas as apps mas naquelas que tem a funcionalidade agarrada o + maximiza as janelas”
            Não! O comportamento do maximizar no Mac foi pensado de forma diferente do Windows. No Mac maximizar é suposto pôr a janela com o tamanho necessário para ver todos os seus conteúdos – não é para a janela ocupar o ecrã todo.
            No Windows é que é para ocupar o ecrã todo, mas isso tem a ver como o interface é organizado! No Windows não há barra de menus no topo do ecrã, e a janela na prática é a aplicação; maximizar no ecrã ajuda a focar na aplicação e cria posições bem definidas para os menus e outros elementos.
            No Mac as aplicações [quase todas] existem mesmo sem janelas abertas, a barra de menus e outros elementos têm “sempre” a mesma posição, por isso faz pouco sentido nesta organização maximizar a janela ocupando o ecrã todo. Daí tb a Apple ter criado o modo Full Screen como alternativa a esta organização, aumentando o foco no espaço da aplicação!

          • Nunes says:

            “O Norman Bates estava a referir que isto do pdf é uma cópia”
            Não será uma cópia, pois o OS X consegue isto desde o início pelo seu sistema gráfico ter bases no próprio formato pdf.

          • Rui says:

            “Não! O comportamento do maximizar no Mac foi pensado de forma diferente do Windows. No Mac maximizar é suposto pôr a janela com o tamanho necessário para ver todos os seus conteúdos – não é para a janela ocupar o ecrã todo.”

            Nunes, se para ti maximizar significa passar de um tamanho tipo 600×300 para 850×500, em vez de ocupar o espaço disponível no ecrã que queres que te diga, fica lá com a bicicleta. Temos conceitos diferentes de maximização… Para mim maximizar é ocupar o espaço disponível no ecrã e não criar N full screens. E nem vale a pena vires com as teorias de chamar amarelo ao azul pois lido por opção com um Mac todos os dias no meu trabalho e também sei do que falo.

            Se há apps para resolver o problema é sinal que há mais pessoas a pensar o mesmo que eu 😉

          • Nunes says:

            @ Rui
            :S desculpa!? Eu estou a explicar-te como é que o maximizar no Mac funciona e como não faz sentido ser idêntico ao Windows, pois o interface organiza-se de maneira diferente! Quem trabalhar no Mac com qualquer programa com paineis laterais perceberá perfeitamente o que estou a dizer, como não dá para pôr uma janela a encher o ecrã!

          • Rui says:

            @Nunes, o que não faz sentido para ti, para mim faz completamente sentido. Quando estou a trabalhar não quero ter uma janela de por ex 850×500, nem quero ter N full screens. Acho que é simples, janela maximizada só com a barra da app no topo. Estou perfeitamente desenrrascado nisso pois uso o RightZoom que faz exactamente o que é pretendido, e caso não faça em alguma situação posso sempre manualmente maximizar a janela.

            Se no OSX não faz seja lá por o que for, não é por isso que vou dizer ahhhh, okkkkkk, e fico maravilhado com a explicação. Não faz o que quero, ponto.

            Voltando ao tópico da geração do pdf em windows, possivelmente também não foi incluido por algum motivo, no entanto havia e há soluções para contornar essa lacuna, e se calhar também há alguém que usa e gosta de Windows e que diz o mesmo que tu, não é essa a filosofia da microsoft nem faz sentido incluir a impressão directa para pdf.

          • Nunes says:

            @ Rui
            parece que não percebeste o que eu disse!
            Eu não digo que não faz sentido tu arranjares uma solução para fazer uma coisa que para ti dá mais jeito. O que eu disse é que não faz sentido o sistema operativo ser desenhado com esse comportamento por ser incoerente com o comportamento que precisa de ter com muitas das aplicações, comportamento esse que é bastante diferente do Windows!
            Os sistemas são pensados para manter coerência não para ser optimizado para toda e qualquer preferência ou situação.

            “não é essa a filosofia da microsoft nem faz sentido incluir a impressão directa para pdf”
            A questão aí é técnica e estratégica. O OS X já tinha o suporte para PDF por usar no sistema gráfico para desenhar o interface. No Windows não havia tal coisa e o PDF era um formato concorrente doutros produtos da Microsoft!

      • Marco says:

        mas tens, alt + click no botão de maximizar, ou no yosemite do botão de full screen e pumba janela maximizada.

        • Rui says:

          Não funciona em todas as apps.

          • Marco says:

            os devs que façam apps que sigam as guidelines da apple….. A culpa não é da Apple é dos devs e um deles é a Google, que tem a mania de inventar em vez de seguir os guidelines, eles existem é para alguma coisa.

          • Norman Bates says:

            Maximizar funciona em todas as janelas!

          • Rui says:

            @Norman, não faz. Experimenta clicar no + do safari a ver se te ocupa o ecrã completo com a barra no topo. Não estou a falar de full screen.

            @Marco, se calhar por os developers ignorarem certas guidelines é que tens pessoal a migrar de Win para OSX. Gosto e uso OSX à uns bons anos e nem penso trocar, mas santa paciência, o que me faz sentido usar no dia a dia, só se não puder instalar/customizar é que não o faço.

          • PSL says:

            Funciona em todas, mas não funciona como a lógica do Windows.

            Windows maximizar é fazer a janela tão grande como o ecrã.

            No OSX, maximizar é fazer a janela tão grande como o conteúdo da janela, até ao tamanho do ecrã.

            Depois tem o full-screen. Para quando estás muito tempo numa aplicação só…

      • Norman Bates says:

        Estás a dizer que no Mac não tens maximização de janelas????

        LOL! Essa é boa mesmo!

        Tenho ali um botão verde, que é que será que faz? Que é que sera que faz se clicar em cmd+botão verde?

        O essa de “não poder cortar e colar de maneira nativa” é mesmo muito boa, quando o Mac se encontra a anos luz nesse aspecto, e em aspectos de drag&drop…

        Enfim… És o típico iHater que tem ZERO de contacto com OS X, mas vens para a internet meter nojo, porque vocês sao 90% do mercado…

        Tanto tem copiar e colar no Mac, que até é standarizacao em todo o OS, no Windows tens várias vezes, em vários campos que não dá para copiar/colar/cortar, aliás, os atalhos do Windows até foram copiados do Mac de 1984!

        • Rui says:

          iHater????? LOL

          Antes de fazeres juizos de valor sobre pessoas que não conheces, ao menos davas-te ao trabalho de pensar um pouco para não escreveres disparates!!!

          Cá em casa:
          2 MacBook
          3 iPad
          2 iPhone

    • ddymoo says:

      “E ainda há tapadinhos que vêm para a net chingar o OS X.”

      melhor discrição que vi, obrigado pelo comentário

      “tapadinhos que vem a net chingar o OS X”
      “tapadinhos que vem a net chingar o OS X”
      “tapadinhos que vem a net chingar o OS X”

      Bom que acreditas nisso presumo que o contrário seja falso
      “tapadinhos que vem a net” Adorar o OS X
      ou
      “tapadinhos que vem a net chingar” um qualquer OS
      ou mesmo
      “tapadinhos que vem a net” Adorar um qualquer OS

    • JR says:

      Volta lá para o teu Mac…

      • Norman Bates says:

        O meu Mac que dá para imprimir em PDF em qualquer aplicação, editar PDFs sem software para além do que vem, que dá para fazer drag&drop de ficheiros para a linha de comandos, etc…

  5. Daniel says:

    OS X?? isso é o que? Querem comparar um sistema operativo ao outro? ou Querem lembrar-se quando a Apple anunciou que tinha Inventado a CLOUD quando o dropbox já existia à anos?

    • Norman Bates says:

      Antes da dropbox, a Apple já tinha lançado o iTools, muito antes, ano 2000, que fazia exactamente o mesmo que a dropbox com o iDisk.

      LOL! Estar calado quando não sabes quem estás a atacar???

  6. JV says:

    Jeez Microsoft, só agora? Uso Mac há 5 anos e há 5 anos que faço isto de forma nativa, esperava que já tivessem lançado isto há muito tempo!

    • SF says:

      Sempre imprimi como xpf e oxpf e nunca senti dificuldades.
      Não considero que venha a ser o santo graal.

      • JV says:

        Não é o santo graal mas é daqueles pequenos pormenores que fazem alguém gostar (ou não) de um SO.

        Quando utilizamos um sistema operativo é bom ter aquelas animações e coisinhas bonitas mas a novidade dura 1 semana. O que realmente fica são estes pequenos pormenores que nos facilitam a vida e é nisso que o Windows perde (MUITO) para os restantes SO feitos a pensar nos utilizadores.

        Seria muito positivo se a Microsoft atirasse o Windows para o lixo e começassem de novo, do zero. Já há muitos anos que os Windows são actualizados uns por cima dos outros e só perdem com isso, ficam mais pesados, cheios de bugs e sem grandes funcionalidades

  7. Giovani Pinotti says:

    O Windows10 está muito parecido com o Plasma4 e o Plasma5. A Microsoft está sempre se reinventando com a criatividade dos outros…

  8. transcendez says:

    O Mac já tinha. Ok, ao menos copiou-se o melhor. Vai chegar tarde, mas ajuda a otimizar a produtividade. Apesar de que essa limitação poderia ser contornada instalando uma app de terceiros como por exemplo o bullzip, ou o cutepdf.

  9. Leoni says:

    Interessante seria um concorrente ao cloud print do Google.

  10. Alex says:

    Se forem designs iguais considero plagiarismo, mas até adicionar a opção de imprimir para pdf consideram copia do OSX e linux, santo deus. Qualquer dia até reclamam que no windows usa-se teclado e rato/touchpad como nos da apple -_-

    Eu ja imprimia para pdf à bastante tempo mas com software de terceiros, isto ja devia ter sido adicionado à muito…ninguem quer saber do XPS para nada.

  11. Pedro Pinto says:

    Se não tem criticam… Se tem é porque copiam. Que tal pensar que mais vale tarde que nunca e que nunca é tarde para aprender e ser humilde… É não falo só da MS, Google ou Apple, mas sim, principalmente, de alguns crânios que por aqui largam postas de pescada…

  12. JFD says:

    Recentemente instalei o Windows 10. instalei de seguida a impresssora HP Envy 450, funcionou na perfeição. Precisei de instalar o CutePDF e a partir daí deixei de conseguir i9mprimir doc’s do Ms Office (xls, doc, etc) na impressora.
    Alguem pode dar-me uma dica de resolução.

    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.