PplWare Mobile

Integração do Windows 10 com o Android é forte e já não pode ser removida


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. JCFB says:

    NTLITE FTW!
    Fiz uma limpeza na instalacao do windows 10. ficou um espetaculo. a iso ficou quase 2gb menor

    • Lucia says:

      É pago e limitado na versão gratuita.
      Muito caro se pagar pra usar só uma vez.
      Sou contra pirataria e uso de crackers.

      • Pedro Fonseca says:

        Não é pirataria. O NTLite usa o DISM, que é uma ferramenta para personalizar o instalador do Windows. É usado em empresas em que no instalador pode já vir os drivers dos PCs e programas que essa empresa necessite.
        Contudo também dá para personalizar e remover funcionalidades, como esta.

  2. Danilo says:

    Pode ser removida sim, usem o WinReducer. Tem muito mais funções e não precisa pagar.
    O único problema de modificar o W10 é que a cada 6 meses tem uma grande atualização que reseta praticamente tudo, fazendo ser um trabalho cansativo e em vão.
    Por causa dessas atualizações que muita gente prefere ficar utilizando W7 e W8.1. Não os condeno por isso.
    W10 querer seguir o conceito rolling release deu nisso. Trabalheira e mais trabalheira pra configurar o sistema.

  3. Joao Ptt says:

    A Microsoft deve ter a liberdade de meter lá tudo o que acha que pode ser benéfico para os seus clientes, mas deveria oferecer sempre a opção de não ter activo (não ser executado seja individualmente ou como parte de outras coisas), de tal modo que eles possam actualizar tudo como se estivesse a funcionar em todos os Windows, independentemente de estar ou não na realidade a ser utilizado/ executado… isto traria o benefício para a empresa de não ter de prever mil e uma configurações e combinações de configurações… porque os ficheiros teriam sempre de existir, e apenas teria de verificar se estava a ser utilizado ou não e respeitar tal opção.
    Por tanto maior modularidade e flexibilidade.
    Se é simples? Não, mas a Microsoft já fez bem mais complicado e corria até melhor que actualmente em termos de actualizações.

  4. A says:

    “Se no segundo caso o sucesso é relativo, no as provas estão dadas.“

    Creio que falta aqui “No primeiro”

  5. PGomes says:

    Claro que dá para remover com os comandos de powershell. Ou usando o Windows10Debloater.

    Verdade seja dita, o Windows10 está cada vez pior, com tanto lixo que a MS lhe mete em cima.
    Cada vez mais o Windows 10 parece um daqueles telemóveis chineses baratos, cheios de bloatware e todo o tipo de lixo que apenas gasta recursos desnecessariamente.

    • scp says:

      Claro que sim… Quais são as funções do Windows 10 que gastam recursos desnecessariamente?

      • PGomes says:

        Todas as apps que vêm com a Windows Store, os joguinhos, o spyware, a própria Windows Store, etc.
        Tanto lixo a gastar espaço no SSD, a ocupar memória, a sincronizar dados com a MS, a gastar ciclos do CPU, etc.

        • Danilo says:

          Isso porque você não viu a quantidade de serviços habilitados, alguns que não tem motivo para estarem lá e só servirão para servidores… e desenvolvedores. Não para o usuário comum!

    • Danilo says:

      É tanto bloatware que se precisa usar de software de terceiros e comandos em cmd e powershell pra remover.
      Mas logo estão de volta quando lançarem a nova versão do Windows 10 reescrevendo tudo para o padrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.