Microsoft vai levar o .Net para o Linux e OSX


Destaques PPLWARE

42 Respostas

  1. Erro:
    “Visual Studio Community 2013” -> Visual Studio Community 2014!

  2. Mario says:

    Acho o yosemite mto melhor que o futuro windows10, pelas notificacoes que sao brutais, se sair o ipad pro nem penso 2x

  3. Gerardo says:

    É impressão minha ou isto é o maior tiro no pé do SO windows de sempre??

    Se agora os programas .NET vão correr em linux oficialmente, haverá muita empresa a dispensar o windows.

    Mas também me quer parecer que não faltará muito para o Widnows ser gratuito…

    • leor says:

      Não. Programas .NET já correm nativamente em Linux desde 2007, isso graças ao Mono que é um framework multi plataforma de compatibilidade ao .NET.
      Com isto a compatibilidade só vai aumentar e isto significa lucro para a Microsoft.

    • YaBa says:

      “Mas também me quer parecer que não faltará muito para o Widnows ser gratuito…”

      E achas mal, queres ver?
      De qualquer forma, gratuito =/= open source
      Isso é que era serviço 🙂 🙂 🙂

      • Marco says:

        a framework .net vai passar a ser open source, com repositório no github.
        Do que li, assim na diagonal nas noticias, o .net 5 vai ter um core mais pequeno e depois podemos nas nossas aplicações via nuget incluir módulos adicionais do .net na aplicação.

        ASP.net 5 vai correr nativamente em mac e linux.
        A MS adoptou o unity e apache cordova para se poder fazer aplicações multi-plataforma móvel.

    • Ricardo Gonçalves says:

      Perde licenças no windows e ganha no office, visual studio e outros softwares que são os melhores no mercado.

      A Microsoft está a fazer o que deveria ter feito a muitos anos que é ajudar o programadores a desenvolver softwares multi plataforma.

    • Carlos says:

      O Windows já é gratuito, perdão custa 0 dólares, se for para dispositivos com menos de 9 polegadas. Para os outros há o Windows with Bing, pelo menos para dispositivos que custem até 250 dólares.

    • lo says:

      também nunca paguei pelo sistema windows, desde sempre. E obrigado à microsoft por facilitar isso. Neste momento em tempo, prefiro um windows não comprado do que um linux gratuito.

  4. RDRC says:

    Aos poucos,linux vai conseguir ter a compatibilidade que merece

  5. jedi says:

    para mim é tambem indicador, que cmom já foi indicado no pplware, que o proximo IE ( Internet Explorer), irá ser disponibilizado para sistemas operativos Unix. 😉

    • lmx says:

      ninguém se preocupa com o IE, eu pensava até que ja tinha sido extinto..

    • lmx says:

      Não me parece que isto vá mudar a forma de pensar dos programadores…
      A m$ já causou demasiado estrago ao ecosistema, para poder ser aceite de mãos abertas..

      No entanto as migrações para linux, tornasse-ão mais fáceis agora…

      Isto para algumas arch’s, porque não é possivel por exemplo correr uma app em x86 e depois leva-la para ARM…

      Algo que o Java está anos luz a frente, pois a mesma app que corre em x86 pode correr em ARM..

      Portablidade de codigo entre Arch’s…

      Isto apenas permite a portablidade de código(esperam os programamadores .net), entre SO’s, e não arch’s diferentes…

      • Gonçalves says:

        Tem toda a lógica que seja assim.

      • Carlos says:

        Acho que se calhar devias investigar melhor isso.

        As aplicações para o .NET Framework não só correm em sistemas operativos diferentes, com o Mono, como em arquiteturas diferentes.

        Um exemplo disso é o Unity. O Unity tem um núcleo desenvolvido em C++ que tem versões nativas para vários sistemas operativos, mas o interface com esse núcleo é feito por componentes que usam o Mono. E tem performance suficiente para jogos como o Dreamfall Chapters.

        Quantos jogos como o Dreamfall Chapters conheces que usam Java?

        • Grande maioria nem usa Unity..E’ mm C/C++ mas sim n ha grandes jogos feitos em java…

        • lmx says:

          CArlos…

          não é bem assim Carlos…uma coisa é portabilidade entre SO’s, outr coisa é portabilidade entre arch’s…

          So o java é que permite as duas coisas!!

          Nos ambientes Windows, a conseguires correr a mesma app em diferentes arch’s, tens obrigatoriamente que a compilar primeiro…percebes-te a diferença??

          Em Java é “sempre andar”…!!

          O .net está muito virado para SO’s M$ e foi optimizado pra isso mesmo e acima de tudo para x86…

          O Java…não sei quantas arch’s suporta…
          mas é uma porrada delas…até nos leitores dvd de casa tens java a correr…pois é.

          cmps

  6. Rui Costa says:

    A questão da Microsoft finalmente abrir a sua plataforma de programação ao linux e so, embora possa “dar um tiro no pé” ao perder vendas do SO, poderá ganhar muito mais, pois irá permitir que as empresas mesmo com linux possam usufruir das aplicações de gestão e faturação no linux.

    • Marco says:

      assim como vender o office e sharepoint entre outros para linux e mac.

      • Ricardo Gonçalves says:

        É possivel aceder ao sharepoint através de Linux, visto ser uma servidor web e para isso basta ter um browser.

        Mas duvido que o servidor de Sharepoint venha a correr em Linux.

      • Myself says:

        o office e desenvolvido em ambiente c (c++) so alguns componentes foram sendo desenvolvidos com base na .net framework, nao confundir a mesmo com o visual studio 😀
        a net framework tem por base as linguagens “.net” vb.net , c# , f# , etc ..

  7. Ricardo Gaio says:

    Duas excelentes noticias!
    -Um novo VS.
    -Linux a “subir”. 😀

  8. Pedro says:

    morning glory-noel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.