Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft Surface para Educação esgota stock em Portugal

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Bruno Santos says:

    Ja encomendei o meu no ISEP dia 9 de Setembro e até agora nada.
    Comprei logo a pronto para aproveitar o preço com type cover que ficava mais em conta. Mas esperar até ao Natal é irrisório porque o Surface2 ja saiu e o RT vai cair no preço de promoçao. Para isso esperava que o mesmo caísse sem ter de empatar o €. A MS bem que podia mandar uns Surface2 ao pessoal em consideraçao pelas mais de 8 semanas de espera.

    • João Silva says:

      concordo em pleno, ja que não tem o 32 GB podiam compensar o pessoal e enviar o 64 ou ate mesmo no surface 2, ja que quando o “nosso” chegar, ele já vai estar quase abaixo do preço que o compramos pela dita promoção para ensino

  2. Nelson says:

    Porreiro, assim põem os putos a aprender Windows e Office, que é para quando forem para o mercado de trabalho, não saberem outra coisa.

    • Miguel Goyanes says:

      Claro. Não são parvos nenhuns.
      Têm a estratégia muito bem montada.

      É incrível a quantidade de licenças que tenho para produtos Microsoft através do dreamspark. Não são burros nenhuns…

    • Deco says:

      E se fosse linux, de que forma aconteceria que outra coisa que não isso? lol

      • Nelson says:

        A diferença é que o Linux será sempre livre e Grátis.

        A menos que se faça o que a Google está a fazer (com o Chrome e o Android), que foi exatamente o que a Apple fez no OSX, com o Mach, o FreeBSD e outras peças de licença BSD (que prevê e permite isto).

        Uma das vantagens de saberes utilizar Linux, é que já sabes utilizar Mac OS X e FreeBSD.

        Uma das vantagens de saberes utilizar LibreOffice, é que a tua empresa não precisa de gastar centenas de euros em licenças Office e Windows. Além disso, o LibreOffice usa ODF (Formato de documentos open-source) desde sempre, e é esse o standard aprovado pela União Europeia.

        • Rod says:

          Com que então saber utilizar Linux é saber utilizar Mac OS?
          Como não entendem que o “saber utilizar” está ao nível do interface, e não na programação do OS, depois não admira que os utilizadores prefiram sistematicamente usar Windows ou MacOS. Continuem a desvalorizar o interface…

        • MM says:

          Tu só dizes asneiras!!
          “Uma das vantagens de saberes utilizar LibreOffice, é que a tua empresa não precisa de gastar centenas de euros em licenças Office e Windows.” Isto é uma das coisas mais estúpidas que li tuas. Parabéns.

      • Miguel Goyanes says:

        Exactamente.

        Ou outro SO qualquer…A vantagem é que a Microsoft têm um capacidade (entre muitas coisas, capacidade monetária) que outras empresas não têm. Semeiam agora para colher depois.

    • Paulo says:

      Eu nao sei que idade tens, por isso nao sei a quem chamas de “puto” mas esta promoção é para o ensino superior.
      Eu nao os chamo de “putos” mas eu sou um gajo novo por isso… 😛

      • Diogo Lamego says:

        Esta promoção da microsoft é uma forma de introduzir nas escolas um melhor ensino e fazer chegar aos estudantes, que por vezes não podem adquirir bons equipamentos devido ás despesas escolares e que na realidade precisam disto para p ensino.
        Quanto aos comentarios de ser uma forma de vender… é mais viavel este tipo de investimento que num computador modelo em fim de vida como aconteceu com os e-escolas e por ai e muito mais viavel que colocarem ubuntu nas escolas.

        • Nelson says:

          O Surface RT é um produto em fim-de-vinda, o seu sucessor (por completo) já foi anunciado e já está no mercado.

          • Paulo says:

            Tas a brincar certo?
            Um equipamento que nem sequer UM ano de vida tem(foi lançado em Novembro do ano passado) ja esta em fim-de-vida?
            E mais esta campanha começou em Julho, o Surface 2 so foi anunciado em Setembro (acho eu).

          • Nelson says:

            já estava ultrapassado quando saiu…

            Pelo mesmo preço, conseguia-se um muito melhor iPad 3, já com display retina.

          • Rui says:

            Não vejo onde o ipad é superior ao surface RT! Convém referir que este RT que está muito longe do fim de vida, já vem com o office de raíz (office 2013, word, excel, powerpoint e one note + windows 8 RT), tudo por 190€. Digam-me lá se conhecem alguma coisa mais barata e a trazer quase tudo o que a esmagadora maioria dos portugueses precisa (SO + office + browser)!

          • Nelson says:

            O iPad 3 não é?

            É mais rápido, tem muito melhor ecrã (já tem retina), tem mais MUITO MUITO MUITO mais apps e jogos então nem se fala…

            Por 190€, ok, venha lá um surface, se for esse o orçamento, melhor surface que ranhoid. 😀

            Agora quando foi lançado, não… 500 mil vezes iPad 3. Aliás, os números de vendas mostram qual foi o melhor, já que aqui, preço não conta a favor de nenhum (preços base iguais).

          • Rui says:

            Ó Nelson, eu tenho um bmw, bem sei que vende menos que a Volkswagen, Toyota, Ford…. Mas não o troco por nenhum dos 3 🙂

            Queres que te diga o porquê? Não tenho dúvidas que é superior a qualquer um dos mais vendidos…..

          • Quim says:

            @ Nelson

            O iPAD 3 já tem retina? Dito assim até parece que tem algum tipo de tecnologia xpto no ecrã..

            Nem quero imaginar qual seria a desculpa de comparar um ipad mini com outro que fosse superior..certamente aqui o ecrã já não era muito importante..

          • Nelson says:

            @Rui, BMW até vende bem, mas se um BMW custasse tanto como um Renault, e o Renault vendesse mais, isso sim, é que seria mau sinal. Como foi o caso.

            @Quim, tem. Xau.

            O iPad mini vendeu mais que toda a linha Samsung, esta que consequentemente vendeu mais que toda a linha Asus, inclusive Nexus.

            Mesmo sendo mais caro, as pessoas compraram o iPad mini, por diversas razões.

            Vais agora dizer que toda a gente é fanática da Apple, não é? Claro…

        • artur says:

          dupla treta. a msft não os conseguiu vender no mercado aberto e veio despejar o lixo caro que construíram no mercado restrito da educação, iludindo encarregados de educação e professores, boa parte dos quais semi-iletrados funcionais no que toca às tecnologias digitais em geral e totalmente ignorantes no que diz respeito aos tablets. tive de explicar pacientemente a muitos que com o dinheiro da pretensa oferta compravam um android com maior capacidade para os filhos e que a oferta era destinada a escolas, não a indivíduos. como responsável técnico e professor, desaconselhei abertamente esta pretensa “oferta” da msft em todos os contextos. a segunda treta é esta:”fazer chegar aos estudantes, que por vezes não podem adquirir bons equipamentos devido ás despesas escolares e que na realidade precisam disto para p ensino”. não precisam. não há currículo e actividades que requeiram o uso deste tipo de equipamentos. se nem de pcs… e sei do que falo. sou professor de TIC e um dos meus grandes desafios nestes últimos anos é encontrar uso para os tais tablets que os alunos supostamente não têm possibilidade de comprar mas, miraculosamente, aparecem nas mãos deles.

          • mario says:

            Discordo, o aparelho é muito bom, devia testar.

          • Nelson says:

            A Microsoft precisa de ganhar maturidade mesmo…

            http://blogs.technet.com/b/microsoft_blog/archive/2013/10/23/apples-and-oranges.aspx

            Isto, vindo de quem vem…

            Ficaram bravos com o iWork da Apple…

            Eles estão habituados a impingir o Office ás empresas, no mundo dos PC’s… agora chega-se ao mundo “pós-PC”, em que chegam tarde com a sua plataforma, e prontos…

            Além disso, que precisa de todas as funcionalidades do Office, deve trabalhar bastante, e um tablet não chega certamente…

            Além disso, é desconfortável editar documentos em 16:9 como o tablet deles, 4:3 tem muito mais a ver com uma folha de papel…

          • joaquim says:

            Bom parece ser um professor de TIC e nada mais…pois eu sou um professor de informática e gosto de inovar, de preparar aulas que sejam motivadoras, utilizando pc, tablets e smartphones. Parece que o sr. só deve usar powerpointt nas suas aulas…

          • Nelson says:

            Realmente com professores de TIC (presumo eu seja equiv. á minha ITI), realmente… Temos futuro, e a educação é uma aposta ganha…

            Se acha que pode comprar um Android “melhor” por 190€, já deixa escapar o que você percebe de computadores…

            Então quando não consegue arranjar atividades para estes primeiros post-PC devices… Não deixa dúvidas…

            Ta visto de onde vem aquela máxima antiga de “quem não sabe fazer, ensina”.

          • Ask Me says:

            Recomendas-te Android em vez do Surface? És inteligente.

  3. Marco Nunes says:

    Também estou à espera do meu mas o meu pedido data de final de Setembro e também não paguei ainda…

  4. Bruno says:

    O mais engraçado nisto tudo é que a Worten (Empresa responsável pela entrega dos equipamentos) tem em stock o surface quase ao preço da campanha para estudantes. Vale a Pena os largos meses de espera!

  5. Paulo Bastos says:

    Esta noticia cheira-me a manipulação da Microsoft, é para ver se pega e malta vai toda aderir ao Surface.

  6. Francisco says:

    Eles não esgotaram o stock, querem sim esgotar, ninguém quer esse chaço

  7. pixar says:

    Duas questões:
    Os universitários pretendem fazer os seus trabalhos, que não são poucos, com esta amostra de computador?
    Ou pretendem comprar também um computador a sério para trabalhar e ficar com estes para ir ao facebook e youtube durante as aulas?

    • Nelson says:

      Sei lá, um estudante de engenharia, isto não serve para nada…

      Para um estudante de direito ou de economia, p.ex., deve servir perfeitamente…

      • lmx says:

        exactamente…isto com windows RT não serve para nada…

        Podiam arranjar equipamentos com Linux e ai, ai sim, teriam todo um leque de opções…que não existe agora…e ainda por cima é um SO propriétario, e com softwares proprietarios e de código fechado…isto não serve os interesses dos alunos, e di Pais…

        Mas…serve o interesse de alguns…os que enchem os bolsos…ainda por cima esta coisa vem cheia de backdors..

        Até o ex chefe de segurança da M$…mudou para Linux hehehe

        Eles andem aí!!
        http://www.theguardian.com/world/2013/sep/30/microsoft-privacy-chief-nsa

        cmps

      • pixar says:

        Nem para um estudante de direito. Como bem se percebe, em direito há a necessidade de escrever longos texto, tal como em línguas, história, etc. Ora a produtividade não é o forte destas amostras de computadores, nem mesmo com aquele quase-teclado.
        E apenas estou a falar de aspetos ergonómicos.
        Se entrarmos na capacidade de processamento, realmente nas ciencias sociais e línguas já deve chegar, mas nas ciências exatas e engenharias é lixo.
        Por muito fraco que seja o portátil, com o valor deste Surface compra-se alguma coisa melhor.

        • Nelson says:

          Nem é (só) a capacidade de CPU.

          É não ter duas coisas: 1 – software, 2 – janelas.

        • MM says:

          Epá, eu recebo montes de documentos em Word feitos por advogados!
          Surface RT vem com o Ms Office 2013 instalado. Ligas um teclado e rato ao USB e ficas com um computador. Já fiz isso e funciona (coisa que não posso fazer com mais nenhum tablet da concorrência).

          Muito gosta a malta falar mal do que não conhece nem faz o esforço por conhecer.

      • Nuno Vieira says:

        Mesmo assim não estou a ver um aluno de direito ou economia fazer a sua tese num tablet.

      • Ricardo says:

        Realmente é só rir com este tipo de comentários, para um estudante de engenharia informática que frequenta o curso no 3º ano. Tenho um Asus G75VW para poder trabalhar, jogar e etc. Tenho um tablet para poder levar para as teóricas e teórico-praticas para poder tirar apontamentos, fazer rabiscos nos pdf’s com a matéria importante ou algumas anotação ditas pelos prof’s.
        Agora dizer que não serve para nada, isso é mentira, eu nao vou tirar um portatil de 17″ num anfiteatro que leve 300 pessoas onde a mesa que tenho para escrever mal é do tamanho da palma da minha mão, tiro algo pequeno para tirar apontamentos, e poder consultar os slides se não vir bem para o sitio que está a ser projectado (é o meu caso que tenho problemas de visão)

        • Nelson says:

          Eu quando falei de “não serve para nada”, obviamente que estava a falar de efetivamente trabalhar…

          É claro que nós, como estudantes de engenharia, somos pessoas normais, e temos que estudar antes de começar a trabalhar…

          Já agora, compra uns óculos, lol… Que também eu comprei… Xd

        • Fábio Ribeiro says:

          Finalmente um comentário decente depois de ler tantos de tanta gente ignorante(para não dizer pior), aproveito para deixar aqui um conselho de um informático para o vosso futuro, antes de falarem, de comentarem tentem informarem-se do assunto para não acontecer como 95% dos comentários deste artigo que parecem saidos sei la de onde, é só de lamentar de facto

    • Mafc says:

      Olha que estava mesmo a pensar nisso e na real utilidade disto, quando não faltam computadores portáteis (com linux) pelo preço a que andam a despachar o surface…

      Produtivamente falando, não estou a ver mais que o office como uso sério.

  8. António says:

    mais uma daquelas notícias da MS.

    “Esgotou…”!
    quantos tinham para venda?

    Já tinham utilizado este marketing no início da comercialização…e depois 900 K $ empatados 🙂

  9. TMC says:

    vocês falam falam e não sabem nada

    http://www.technobuffalo.com/2013/10/24/microsoft-beats-street-with-18-53b-in-revenue-for-q1-2014/

    “Surface revenue actually climbed $400 million, and the company noted “sequential growth in revenue and units””

    • Nuno Vieira says:

      Receitas não significam automaticamente lucros. A Nokia quando fechou o ano de 2012 tinha mais de 30 milhares de milhões de dólares em receitas, no entanto tiveram 3 milhares de milhões de dólares de prejuízo.

  10. Carlos says:

    Quantos dos que dizem que o Surface RT não presta para nada e é um zero em produtividade é que já usaram um mais do que 30 segundos na Fnac?
    A sério, digam lá.
    É que no meu, estou a usar para escrever isto com o touch cover, já agora, o Office funciona perfeitamente. melhor ainda se se ligar um qualquer rato USB (eu tenho um ótico wireless que comprei no Lidl).
    E não é só o Word e o Excel, é também o PowePoint e o onenote e o Outlook que ainda por cima sincroniza com o Exchange da empresa, o que significa que tenho acesso a todos os e-mails enviados e recebido por lá, mesmo que os tenha enviado pelo OWA de qualquer lado, como também lá tenho todos os contactos e, last but not least, a agenda, que me permite consultar, aceitar, recusar e agendar reuniões. E como está ligado ao Exchange até me deixa reservar a sala para as reuniões que marco.
    E isso é o Office, porque do lado metro, como posso usar 2 aplicações ao mesmo tempo sem ter que andar a saltitar emtre elas porque estão ambas no ecrã ao mesmo tempo. Até dá para fazer coisas como ter o ambiente de trabalho numa metade do ecrã (ou a 2/3) e na outra metade ter o Skype, por exemplo. Ou o Cliente de Remote Desktop.
    E agora que o Windows 8.1 melhorou seriamente o reinicio das aplicações (porque só as esconde quando as fechamos) voltar onde se estava é ainda mais rápido.
    E ainda tem uma capa que faz de teclado.
    Algum outro tablet faz isso tudo? Além do Surface 2, claro…

    • Nelson says:

      Coitado de ti…

      O touch cover é realmente daquelas coisas que foi mesmo para a fotografia… Isso é pior mesmo que teclado no ecrã… Que nos tablets bons, dá melhor para escrever… A principal desilusão dos surface foi mesmo a tal capinha que as pessoas experimentavam na loja, e viam logo que aquilo não prestava (ou não tivessem agora redesenhado completamente)…

      Isso, para usar rato, no office é. On, para tudo o resto, é muito mau…

    • Nelson says:

      PS: iOS tem VPN, Exchange, S/MIME e spam filter “de origem”…

    • Rui says:

      Nelson, não inventes, experimenta um antes de criticares. Bem sei que para ti a microsoft não sabe fazer nada de jeito e teve a sorte de ter 90% de tapadinhos a usar os seus SO nos computadores pessoais…..

  11. bakchich says:

    Este Nelson é um espectáculo, já agora pelo preço que custa o surface nesta promoção diga-me lá outro tablet que faça o que este faz! diga-me lá que tablet disponibiliza uma experiência total na navegação da internet? é o seu ipad? Costuma ver muitos filmes online ou futebol por sites em flash? Um tablet é um tablet e nunca um substituto de um computador portátil, e sendo assim pergunto-lhe qual outro oferece a mesma experiência que o surface disponibiliza, pelo que já falei, e também pela compatibilidade com periféricos, expansão de espaço de armazenamento ou até mesmo compatibilidade entre dispositivos….

    • Nelson says:

      Realmente, o Surafece é um espetáculo…

      Então para que serve o Surface 2?

      PS: Flash não funciona no Surface RT.

      PS2: “costuma ver muitos filmes online ou futebol por sites em flash?” não é preciso flash para nada disso. Uso o meu raspberry pi (arm) para ver isso na minha TV.

      • bakchich says:

        Mas afinal estamos a falar de tablets ou raspberry? Informe-se em relação ao flash no windows rt! Para que serve o iphone 3g, 3gs, 4, 4s….. ipad 1, ipad 2…..,bla bla bla bla….. o seu comentário não faz muito sentido…

      • MM says:

        @nelson: Flash funciona funciona sim. Tu insistes na ignorância.
        Ja agora, sabes que há empresas multinacionais que têm milhares de empregados que têm de usar um sistema com, uma suite de produtividade comum, que por outro lado têm milhares de clientes que usam um suite de produtividade que tem de ser a mesma…
        Eu sei usar libreoffice, open-Office, Linux. Achas que eu tenho alguma influencia no IT de uma empresa que abrange milhões de pessoas?
        Tu estas completamente fora da realidade e bens com ideias ridículas que sabendo usar suites gratis a empresa poupava nas licenças.
        Estou a falar de mercados de milhões de euros onde 300 euros (que é bem menos numa escala de milhares de licenças só para uma empresa)por licença é peanuts face ao lucro obtido.
        O mundo empresarial não tem nada a ver com a empresa de 5 pessoas do teu bairro.
        Podia também falar-te dos problemas técnicos, mas isso já vai muito além da tua percepção

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.