PplWare Mobile

3 coisas que deve saber sobre o Windows 9


Autor: Pedro Pinto


  1. Fernando Durão says:

    Ainda não percebi a implicância que fazem por o windows 8/8.1 não ter o menu iniciar clássico … Depois de usarem por um certo tempo habituam-se ao novo menu inicar do windows 8, esta é a minha opninião, porque ao inicio também estranhei mas agora uso sem problema nenhum.

    • ToneZe says:

      Espero que deixem a opção de não ter o menu iniciar.

    • pires says:

      Eu também já me habituei mas acho que o sistema é que se deve adaptar ao utilizador e não o utilizador a adaptar-se ao sistema.

      ps: pela primeira vez na vida tive de pesquisar no google “how to shut down computer win8”

      • Alfie says:

        Porquê? Carregar no botão de power off não dava?

      • Pedro says:

        Basta ir ao start e escrever “shut down” 😉

      • Pedro says:

        Não acho que seja bem assim, se fores a ver os carros de hoje têm montes de tecnologia, desde botões para isto e para aquilo incluindo por exemplo a ausência de chave para ligar o carro e a ausência de travão de mão (substituido por um botão ou pequena alavanca, para não falar de coisas mais complicadas) agora diz-me quem se adaptou o utilizador ou quem fez o carro que “inovou” modificou ou acrescentou algo e mesmo que para ti (embora pareça que não pois quem não sabe desligar o win8…)seja fácil adaptares-te pensa nas mulheres ou nas pessoas de mais idade que sempre andaram em carros “normais”? Pois é, se fosse as marcas a “adaptarem-se” sempre ao utilizador se calhar não havia evolução, nunca se passava de um teclado para um touch, etc, mas percebo a tua ideia, pois tento ver sempre os vários prismas das coisas, mas dificilmente compreendo (só se for para empresas) o porque da embirração com o menu iniciar e o metro para mim é bem mais rápido e intuitivo que um menu que tem de se andar á procura de onde estão os programas, sim porque estão dentro de menus e mais menus consoante os programas, ora digam-me não é mais rápido ir na mesmo ao canto inf esq clicar e escolher o programa diretamente no ícone e ainda por cima ícones (mosaicos) grandes? Sem falar que para quem não gosta do metro pode sempre “ignorar” o mesmo literalmente ou seja há uma opção para isso mesmo o pc abre no ambiente de trabalho e não me metro e o Windows fica igual aos outros. Enfim….

      • Joca says:

        Sendo assim quando vai comprar um carro é ele que se tem de adaptar a si. Com visões desta natureza vamos longe vamos.

      • Vítor Morais says:

        Eu pesquisei no google “how to turn on a iMac”

        …não encontrava o botão :S

      • César Motaco says:

        Windows + X

    • Luis Silva says:

      O windows 8 devia ter tido a opção de escolher o tipo de interface que queremos, quem quer metro fica om metro, equem quisesse ao modo com menu iniciar assim seria…..pois ficavamos todos a ganhar……
      E uma coisa é habituar, outra é dar jeito ou não, e o emtro não dá assim tanto jeito….

    • AKA says:

      Eu uso o Windows desde o 3.11, e desde o 95 que abomino o menu iniciar, sempre o achei muito desorganizado e cheio de lixo.
      Sempre que era possível, instalava algum tipo de shell para o desktop ficar mais pratico e limpo.

      O windows 8 veio trazer um “Menu Iniciar” muito limpo e direto, mas com o normal acesso ao restante “lixo”.
      No windows 8.1 ficou ainda melhor em vários aspectos.

      Algumas pessoas não suportam a mudança, no entanto usam ambientes similares como android e IOS sem qualquer problema.
      Outro problema comum de muitas pessoas é colocarem os metro apps e o start menu novo tudo no mesmo saco, tudo bem que os metro apps estão longe das espectativas dos IOS/Android users, mas o menu iniciar novo está bastante bom.

      Como podem ver abaixo no meu desktop, limpo e pratico, sem qualquer addon.
      http://tinyurl.com/orkhpxp

      • Gonçalo says:

        O nosso “povinho” e mesmo assim, tem de falar mal de tudo e nada esta bem, e so procura comodismo e aninha-se nele, tentando sempre fugir ao desenvolvimento e evolucao natural das coisas.
        Quem nao esta bem seja com quem for, nao use, nao compre, nao falem mal so porque nao sabem o que e, como usar, ou ate mesmo o que dizem.
        Poxa!!! Povinho burro este!!!

        Nota: Sou Portugues sim, mas nao sou cego nem burro.

      • Glorioso says:

        boas!!!
        se é assim tão bom porque é que milhões de pessoas se queixam do metro??? se calhar são todos burros queres ver? eu detesto o metro…organizado??? não sei onde, passava mais tempo a procura das coisas que as a executar…faz como eu, atalhos na barra de ferramentas, basta clicar uma vez.

    • K says:

      Trabalho em suporte, manutenção e reparação informática por isso estou habituado a qualquer windows mas não vejo mal em não gostar do “novo” menu iniciar. Dado o meu emprego, falo tenho que lidar com dar suporte a uma variadade muito grande de utilizadores e ainda não me apareceu um que dissesse “este menu é muito mais simples e prático que o anterior, gosto muito mais”. Pelo contrário, é sempre algo muito mais nas linhas de “fo**** lá este menu e mais quem o inventou”, “que confusão de icons”, “para onde raio foram os programas”, etc.
      Cada um é livre de usar o que quiser e de certeza que há opiniões contrárias, mas dado o que eu vejo todos os dias de várias pessoas diferentes, não acho que a implementação tenha sido muito bem conseguida.

      A microsoft podia ter minorizado o impacto disponibilizando opções, mas não o fez. Principalmente depois de ver que bastaria algo como os mínimos 6Mb do classic shell para uma implementação como eu acho que deveria ter sido feita. Depois de instalar o classic shell as pessoas, todas ficam com uma opinião muito mais positiva do win8.x e isso, para mim, significa algo.

      E, pelo menos para mim, a pesquisa de qualquer coisa feita pelo classic shell apresenta (os mesmos) resultados mais rápidos que a do “novo” menu iniciar (que foi o principal motivo que me levou a usar o CS para começar).

      • Pedro says:

        Confusão de ícones? Pra onde foram parar? Bem para já pode-se por e tirar os ícones que se queira, logo não há confusão, depois eles estão todos no metro e se não estão é porque não são necessários como acontecia no menu que ficavam lá todos como por exemplo se havia um programa que tinha o executável que abria o programa e depois tinha mais o manual e mais o programa de configuração que a maioria não usa no menu iniciar ficam lá todos a criar confusão no metro fica por norma apenas o executável e o resto fica “escondido” na parte “aplicações” que no Windows 8.1 é uma simples seta que não “confunde” ninguém acho que ou é falta de jeito ou má vontade das pessoas ou pior ainda dizer mal por dizer, o que acham que disseram as pessoas quando passaram do 3.11 para o 95, se calhar fizeram bué “confusão” não?

  2. André says:

    É impressão minha ou vai ao encontro do mesmo ? É caso para se dizer “Mais do mesmo”, bom resta esperar e ver o que por ai vem!

  3. ElectroescadaS says:

    Adivinhar o futuro é sempre ingrato mas como a Microsoft faz sempre um mau lançamento para a seguir fazer um excelente lançamento talvez quem sabe se não será um bom produto.

    Como diz o poeta – só o futuro o dirá… :mrgreen:

    • João Reis says:

      Sim, é sempre assim, FAIL WIN FAIL WIN.

      A MS faz de nós beta-alfa testers e ainda por cima obriga empresas e particulares a pagarem para testar e vai mudando radicalmente a medida que envia service packs.

      O windows seguinte é sempre o total de correcções e mudanças finais.

      Normalmente acaba por não mudar muito, este Windows 9 não espero nada de diferente do 7, e vai ocupar mais recursos.

      Claro que para PCs novos e potentes aconselha se o mais recente, mas para potentes mas ja com algum tempo, sem duvida que Windows 7 é o melhor a tirar partido dos recursos.

  4. ToneZe says:

    “O Windows 9 poderá ser gratuito
    Tal como acontece com a concorrência”

    Duvido muito. Os da concorrência só são de graça porque “ninguém” os usa.

    • Jorge Carvalho says:

      Por essa lógica o Windows 8.1 já deveria ser gratuito …

      • Emannxx says:

        O 8.1 é gratuito para quem tem o 8.

        • Jose says:

          Alguma vez pagaste por um Service Pack no Windows XP/Vista/7?

          Então dizer que o Windows 8.1 é gratuito como se fosse um SO novo é uma barbaridade, não passa de um Service Park.

          Ao contrário da Apple, a Microsoft não cobre por Service Packs.

          Enquanto ao Windows 9, é possível que haja uma versão extremamente limitada e gratuita como foi dita a alguns tempos, mas no fundo o Windows 9 não será gratuito e mesmo utilizadores do Windows 8, acredito que terão de pagar.

          Uma coisa é um Service Pack, outra é uma versão nova do sistema em si.

          • Nunes says:

            “Ao contrário da Apple, a Microsoft não cobre por Service Packs.”
            pois… tendo em conta que a Apple não usa Service Packs, e não cobra nada por nenhuma versão dos seus sistemas, há tanta coisa errada com essa afirmação!

          • Jose says:

            A Apple não cobra? Temos fanboy.

            A Apple cobra por updates que podes muito chamar de Service Packs.

          • Nunes says:

            @ Jose
            :S essa tem piada chamar a outros de fanboy quando nem sequer sabes que já se vai em duas versões gratuitas do OS X para quase todos os Macs, com a Apple a dizer que a prática é para continuar!
            Mais piada tem quando preferes chamar as versões de Service Packs, regurgitando a ladainha daqueles que há falta de argumentos elucidados, embicam com o ritmo de evolução do sistema.

          • jorge santos says:

            Estás errado. A Apple não cobra NADA por nenhuma nova versão do OS X.
            Quando é lançada uma nova versão do OS X fica disponível na App Store de forma gratuita.

          • Nunes says:

            @ Jose
            estás a comentar sobre a tua afirmação!? É que realmente é muito “feio” dizer que se paga quando já se deixou de pagar há algum tempo e assim irá continuar!
            enfim…

          • Nunes says:

            Já agora, ao contrário do Windows 8.1 (que requer a versão 8), o OS X é realmente gratuito, independentemente da versão instalada, apenas precisa de ter acesso à loja de aplicações e um computador compatível!

          • ravager says:

            Não pagam o OSX, mas pagam (e bem) a marca.. no final do dia acaba por ir dar ao mesmo.

          • Jose says:

            Estou a falar de vocês, porque eu sei muito bem do que falo.

            A Apple viu-se obrigada a mudar de politicas por causa da Microsoft.

            Não venham é dizer que nunca cobrou por updates.

            E mais, a APPLE agora não cobra pelos os updates e afins não perde nada, porque vender o Hardware. A Microsoft não vende Hardware, apenas vende o Sistema Operativo, logo os vossos argumentos são invalidos em todos os sentidos.

            Quem andou sempre a chular e a ser invejosa foi a Apple.

          • Nunes says:

            @ Jose
            Mas quem é que disse que a Apple nunca cobrou por updates? Tendo em conta as várias décadas que o sistema tem, isso seria até uma coisa muito estranha de se dizer – ainda mais quando já paguei por alguns. Referi-me ao presente e aos dois sistemas da Apple, Mac e iOS! Para dizer a verdade, nem sequer é a primeira vez que novas versões do Mac OS são gratuitas.

            “A Apple viu-se obrigada a mudar de politicas por causa da Microsoft.”
            lol, essa deve ser para rir, a Apple já cobrava quase nada pelas versões (20 euros), nunca cobrou nada pelo iOS, tem os lucros por vender o hardware, e ía ser o facto da Microsoft oferecer um Service Pack gratuito que a Apple se ía sentir obrigada…? lol. A Microsoft é que se viu obrigada a repensar o seu modelo de negócio, já que depende e muito da venda de licenças do software e está a sofrer forte concorrência de sistemas que não cobram nada.

            “logo os vossos argumentos são invalidos em todos os sentidos.”
            Essa agora…!!! Que eu saiba o teu argumento é que a Apple cobrava pelos updates, o que se verificou ser falso, e tens a lata de dizer uma coisa dessas? O facto de a Apple ter lucros com a venda de hardware em nada retira ao facto de já não cobrar pelos updates.

            “Quem andou sempre a chular e a ser invejosa foi a Apple.”
            queres mesmo fazer as contas de quem é “chulado”??? As margens da Microsoft são enormes, muito maiores do que a Apple. Se somares os custos dos últimos updates dos dois sistemas, nos últimos anos, qual deles é que será mais barato? OS X! À volta de 80% dos Macs podem ter a última versão do sistema sem qualquer custo. Só 13% dos PCs é que podem ter a última versão sem qualquer custo adicional.

          • Jose says:

            A Microsoft nunca cobrou por Updates.

            Dizes que é falso, quando toda a gente sabe que a Apple cobrava por Update. E seja 20 ou 10€ não deixa de cobrar, onde a Microsoft nunca cobrou por Updates.

            A Microsoft quando cobra, lança Sistemas Completamente diferentes, e não é um simples Update, tanto que se aconselha a fazer uma instalação de raiz.

          • Nunes says:

            @ Jose
            Mas estamos a desconversar ou quê!?
            Não estamos a falar de updates numa mesma versão, mas em novas versões – upgrades, coisa que tiveste sempre que pagar no Windows.
            A Microsoft lança sistemas diferentes tal como a Apple lança sistemas diferentes. Dado o ritmo mais acelerado da Apple, cada versão do OS X não implica saltos tão grandes como no Windows, mas tudo somado há imensas modificações com o passar dos anos, com um preço total a pagar inferior, sendo agora sem custos!
            enfim… desconversar para não assumir os erros é muito feio!

        • bizugodaterra says:

          No Pirate Bay é gratuito…lol

        • João Sousa (joaocnsousa) says:

          não se esqueçam que quando o Windows 8 saiu, este teve em promoção com um preço “simbólico” de 15€

    • ACS says:

      É mais porque eles vendem é hardware e o software apenas server para ajudava a melhorar a experiência com o dispositivo. Oferecendo o SO gratuitamente dimuniu-se a fragmentação e garanta-se que todos têm o mais recente. Perfeito para quem desenvolve.

      A SO não faz dinheiro com hardware, alias perde e grandes quantidades de dinheiro tanto com a xbox como o pad por isso oferecerem um SO de borla nunca! A não ser que este seja realmente um pequeno upgrade ao windows 8 e metem-lhe 9 só pelo marketing e para a pessoas esquecerem um pc a má fama deste tal como o viste teve.

  5. André S says:

    Eu não implico com o menu do windows 8/8.1 . Simplesmente não utilizo!
    Demoro o quadruplo do tempo a usá-lo. Mesmo a nivel empresarial, em 250 máquinas que faço gestão, os utilizadores não gostam do metro. É uma autentica perda de tempo.

  6. Cristiano says:

    “terá a missão de fazer esquecer o Windows 8 (que desapontou milhares de utilizadores) mas também conquistar novos utilizadores que “fugiram” para outros sistemas operativos”

    “Windows 9 poderá ser gratuito para os utilizadores que ja tenham o Windows 8.1 Update 2”

    Acho que com esta politica só quem já tinha o windows 8.1 ou quem gostava dele fica a ganhar e não o contrario.

    Se querem que este SO seja um sucesso deveriam pensar numa coisa mais inovadora.

  7. Filipe says:

    Fazerem um Windows gratuito só para quem tem 8.1 acho parvo.

    Quem tem Windows 7, acho que não iria pagar para ter o 8 visto que em certos aspectos este “deixou” de ser um Windows de pc.

    Façam um XP + 7 + 8.1 num só e lembrem-se que quem tem 7 para trás provavelmente não irá pagar por um novo logo o dinheiro que iriam ganhar com as vendas iria ser quase o mesmo se fosse só gratuito para quem tem 8.1.

    A sorte da Microsoft é que Linux provavelmente nunca será tão “bom” como Windows e a Apple continua sem fazer Mac OS para máquinas não Apple, se não ia ver o caso mal parado.

    • Bruno Coimbra says:

      Parvo pq?
      Atao agora a MS tem de andar a oferecer SO?? N entendo realmente essa logica, queres grátis usa Linux…

      Essa da Apple so pode ser para rir tb, a apple n lança para todas as maquinas pq o SO deles assenta sobre aquele Hardware especifico e eles optimizam ao máximo o rendimento das specs se eles abrem as portas para todos os pcs so o problema q vao ter com drives e afins la vai a magia e começam os problemas.

      A malta parece q n tem noção da vastidão de maquinas onde Windows corre com as combinações possíveis de hardware e praticamente com todo o software.

      ”Façam um XP + 7 + 8.1 ” o que é q isso significa sequer????

      Quem tem 7 pa tras n quer pagar por um novo n paga fica com XP ou o 98 ou ME agora n venha é pedir upgrade á borla so pq sim quer dizer é no mínimo comico, deixa-me la levar o meu nokia 3310 pa ver s m trocam por um lumia 930 à borla!?

    • Gonçalo Damas says:

      Então na tua opinião os que compraram o Windows 8 à 2 anos ou o 8.1 à 1 ano não devem ter um upgrade gratuito. Foi o que entendi com esse “acho parvo”.

      Eu uso o 8.1 e é mais rápido e fluido do que o 7 (pelo menos no me PC). Demorei um pouco para me habituar a esta nova interface mas depois de habituado faço as coisas quase que automáticas.

  8. Bruno says:

    o windows 9 tem de ser obrigatoriamente gratuito para quem já tem o windows 8 senão seria completamente ridículo deixar quem comprou pc com o W8 com um SO falhado.

  9. Kingdra says:

    Cara Microsoft,

    Não tragam o menu iniciar de volta.

    Por favor.

    Sinceramente que mesquinhice com o Metro, quando foi anunciado, o suporte para android nos cpus novos da intel e da amd toda a gente foi UAAAAAAAAAAAAAAU BRUTAL ISSO SIM E UM AVANÇO TECNOLOGICO, mas no entanto o que vai acontecer a a adaptação de um operativo mobile aos desktops e laptops.

    A Microsoft faz o inverso, melhora brutalmente o Windows e é só choro pela net fora.

    O problema do Windows 8/8.1 não esta na interface em si mas no comodismo dos users, que quando falta um simples botão começam a entrar em pânico.

    • filipe says:

      eu n tenho W8 mas a minha visao é que essa interface metro nao é mto boa para quem usa para trabalhar… para quem usa so para internet e redes sociais acredito que seja bom… para alem de mtos comandos escondidos. uma coisa é um pc outro é um tablet

      • Alibaba says:

        “interface metro nao é mto boa para quem usa para trabalhar”
        Isso para mim é mito, porque eu trabalho melhor no Win8.1 do que no Win7. O Menu Iniciar não faz falta nenhuma, queres aceder a um programa que não está na interface metro, é so escrever o nome que o programa aparece e para isto não é necessário ir a um sítio especial para procurar, basta mesmo escrever o nome ou uma parte dele.
        Se tivesse aparecido primeiro um OS X ou um Ubunto com uma interface à Win8, toda a gente dizia que era revolucionário e que o futuro já chegou e a microsoft devia evoluir.

        • Pedro says:

          Estás a distorcer as coisas. Eu concordo com a evolução da Microsoft no Windows 8, o sistema ficar leve e fácil. Alguns utilizadores mais comodistas ao invés de acompanharem essa evolução, reclamam. Agora comparar isso dizendo que se aparecesse um OS X com a interface à Windows 8 já era brutal.. acho que não está correcto, aliás, se vais por esse caminho e com tanto ódio à Apple, ás tantas diziam que era horrível.

  10. Bootstrap says:

    Continuo a não perceber o porque de tantos utilizadores odiarem o Win8.
    É pena existirem tantos “experts” em informática que não gostam das coisas sem as testarem primeiro, mas por um lado é normal, quando já sabem tudo penso que já não há mais espaço para aprenderem coisas novas 😉
    Que venha o Windows 9 🙂
    Cumps

    • Miguel Sousa says:

      Eu testei… quando um sistema operativo de um portátil OBRIGA a utilizar um programa externo ou a ter de se conhecerem montes de comandos só para aceder ás funções básicas do gestor de redes sem fio, chega para formatar a partição e instalar outro sistema operativo.

      • Bruno Coimbra says:

        Montes de comandos?? atao vamos la ver a quantidade de comandos que usas para aceder ao gestor de redes
        Tens o W8.1 botao direito no canto esquerdo da taskbar e voilá ca em cima aparece network conections

        Ok tens o w8 n tens o botao iniciar, vais ao ícone da rede wireless botao direito e já la tas tb….

        Estas em ambiente metro…sem carregar em nenhum ícone começas a escrever no teclado o que procuras (atenção n precisas de meter em nenhum modo especial ou combinação de teclas é so usar os dedos e escrever…. complicado eu sei mas vá vamos fazer o esforço)

    • jorge santos says:

      É uma questão de gostos e filosofia de utilização.
      Eu não consigo ser produtivo com Windows 8, por exemplo. Nem com Unity e nem com Gnome-Shell.

      Felizmente uso OS X e no Linux tenho o MATE. Tenho o meu problema resolvido.

  11. Miguel Sousa says:

    Só acho giro as pessoas dizerem que é muito giro usar o metro e que não sentem falta nenhuma do menu iniciar… porque TODOS os que usam os computadores para trabalho, sabem que usar o windows 8 (8.1 ou 8.xxxxxxxxx em que já vai) complicou brutalmente as funções simples.

    A microsoft já começou a aceitar que isso foi uma falha gigantesca e que levou a que fossem feitas centenas de milhares de downgrades em computadores novos. Pior é que muitos dos utilizadores compraram computadores novos e não mantiveram o windows 8, passando a instalar o 7. No caso das empresas o windows 8 é de tal forma residual que mal aparece nos registos… porque qualquer funcionário não quer aquela barbaridade.

    Mais giro é as pessoas a dizer que se habituaram… mas tem um tutorial com os 9300 atalhos… ou instalaram 40 a 50 programas que simulam as funções disponíveis no windows 7.
    Desde o gestor de redes sem fio (que desapareceu do windows 8 e só pode ser usado pela linha de comandos… algo que a maioria dos utilizadores não conhece sequer as opções básicas quanto mais as 5658 que estão disponíveis) até ás funções de controle de rede local.

    O windows 8 foi pensado só para touch screens e para tablets… daí ter perdido aquelas opções todas… algumas que já vinham de há 16 anos atrás e que sempre funcionaram.

    Felizmente a porcaria dos tablets estão em queda virtiginosa e os milionários que andam por aí com smartphones estão a voltar a usar o computador para trabalho… em vez de gastarem 5000 euros em telemóveis e tablets, só para irem ao facebook e estarem a conversar com o telemóvel.
    Nas universidades, do ano passado para este, os tablets desapareceram… da mesma forma como existiam mais de 90% dos alunos com um durante o ano de 2013.
    Os portáteis voltaram a aparecer nos auditórios e os tablets deixaram de ser os objetos da praxe. A microsoft apostou mal … pode ser que se emende no 9. Nem que seja só lavar a cara ao 8, adicionar as funções do 7 e voltar a ter um SO que funcione para tudo e não só ter um SO para brincar com um tablet.

    • Jose says:

      É um facto, na minha empresa desde que o Windows 8 saiu, nunca se falou do mesmo, a não ser para downgrades de PCs de clientes para o Windows 7.

      O Windows 8 foi de facto feito a pensar em tablets e afins, a própria Microsoft confimou-o a anos, mas ainda ha muitos fanboys que acreditam que a ModernUI foi bem feita e que a falha é nossa. Porque é o que são mesmo, fanboys, nem a própria Microsoft protege a ModernUI.

      Se quiseram usar o Windows 8 estão a vontade, não digam é barbaridades, porque o Windows 8 foi feito para tudo, menos para um ambiente Desktop.

      Falam em mais simples, mas a unica coisa que vejo, é que o numero de passos e tempo perdido para usar simples funcionalidade dos Sistema são um total downgrade em comparação ao Windows 7. No Windows 7 dois cliques, no Windows 8 cinco ou seis cliques para aceder ao mesmo menu/funcionalidade.

      • Bruno Coimbra says:

        Diz la que coisas vais aceder e fazes com 2 cliques no W7 e no W8.1 usas 5 ou 6???
        Já agora gostaria de saber tanto falam pra ai..
        Se voçes n sabem fazer de maneira mais eficaz e usar as ferramentas q o SO disponibiliza a culpa é de quem? da MS? Os travões do carro tb n se acionam sozinhos e tb podes travar o carro com os pés….ou contra uma parede

    • jorge santos says:

      Concordo com tudo que disseste.

    • Glorioso says:

      muito bem…tiraste-me as palavras dos “dedos” 😉

  12. D3POD says:

    É triste ver certos comentários, muitos quando percebemos só pela maneira que relatam certos factos que nunca testaram o Windows 8/8.1 em condições para poderem ser críticos.
    Começa logo quando dizem que o Windows 9 só servirá em máquinas novas e potentes… já alguém experimentou instalar um Windows 7 numa máquina velha e de seguida trocar para o Windows 8/8.1? É que deixam logo de dizer porcaria.
    Depois passamos aos críticos que dizem que a Microsoft devia pensar em algo mais inovador… mais inovador? a sério? Temos um sistema que vai analisar o nosso dispositivo e interfaces e reagir conforme o que tivermos conectado… um sistema que segue os passos necessários para unificar tudo num único sistema para que possamos ter uma experiencia única em qualquer equipamento.

    Sinceramente deixem-se de criticar à toa… querem apresentar pontos negativos ok toda a gente deve respeitar, mas inventar coisas só para dizer mal isso desculpem mas não faz sentido.

    Onde é que o Linux Ubuntu inovou nos últimos 5/6 anos? Gostava de ser quais foram as grandes inovações que a Apple apresentou para os seus MAC, pois não vejo nada de novo a não ser melhorias de performance e gráficas… no Windows ao menos tentam mudar as coisas para tirar proveito do hardware.

    • jorge santos says:

      Quem trabalha não precisa de inovação no ambiente gráfico.
      Quem trabalha quer manter a produtividade no ambiente de trabalho (escritório). E o Windows 8 retira essa produtividade.

      O Windows 8 é bom para brincar aos “tablets”, não para trabalho com várias folhas de cálculo, documentos de texto, aplicações de gestão, browser, etc. abertos em simultâneo e que te obrigam a saltar entre eles.
      O Windows 8 está vocacionado para o modo mono-tarefa do MS-DOS.

      • Luís says:

        essa é nova… e o Alt + Tab serve para?
        supostamente para alternar entre janelas…
        usava Linux mas as contingências da vida (programas para a facuuldade que só correm em Windows) fizeram com k migrasse outra vez
        Ubuntu era bom quando não tinha o Unity, que o deixou a arrastar-se…

      • rui says:

        Eu faço muito mais do que isso que disseste, no meu 8.1, e “safo-me” tão bem ou melhor do que quando tinha o 7.

  13. Mota says:

    … Ou seja mais um Windows onde vou ouvir os clientes a perguntar “como posso ter o windows 7 ou então como posso usar o menu iniciar, é que dá mais jeito”.

    Não acho que o W8 tenha sido o mesmo “lixo” que foi o Vista, porém penso que também não irá deixar grandes saudades.

    Cada vez mais penso em manter me desatualizado perante a MS.. isso ou Linux.

    • Jose says:

      Meu amigo, o Windows Vista não foi nenhum lixo.

      • Mário Silva says:

        Também acho que não. Tive o Vista, trabalhei com ele bastante tempo e nunca tive problemas com essa versão…

        • Jose says:

          Se tiveres um PC que cumpra os requisitos minimos do Windows Vista, e todos os updates, é igualzinho ao Windows 7.

          Por isso não, o Windows Vista não é nenhum lixo, as pessoas que queriam usar o Windows Vista sem cumprir os requisitos minimos.

          • Loolada says:

            Tu deves ser é tolo comparar o vista com 7…looool para um user PRO como pelas tuas conversas TE fazes parecer tiveste ai um FAIL MESMO BRUTO…..ahhaahaha brincalhão não digas essas coisas dessa forma que as pessoas podem acreditar…loool

          • Jose says:

            O unico que não é pro aqui és tu.

            Quem percebe da coisa, sabe muito bem do que falo.

            Não passas de mais um desinformado sem qualquer formação no assunto, a mandar bibaites para o ar.

  14. Alex says:

    Gostei das mudanças, aspecto bonito, diferente! Se continuar estável e leve como o W8.1, já está aprovado, se for de graça, 2x aprovado 😀

    Quem não gosta, não use e pronto. Já basta o monte de chatos que tem na internet….

  15. Bruno says:

    Se o windows 9 não for gratuito para quem tem o windows 8 será uma total falta de respeito para quem usa este SO.

  16. Pedro says:

    Pela lógica da não inovação dos sistemas ou equipamentos, muitos de nós ainda usaria o velhinho e popular Nokia 3310, por ser simples e funcional. No entanto, hoje em dia, muitos dos utilizadores deste antigo telemóvel usa um iPhone ou produto similar, tendo-se habituado e adaptado à mudança, muitos de nós porque gosta, outros porque está na moda e tem de ter igual ao do vizinho.
    Eu pessoalmente utilizo o windows 8.1 e gosto da mudança. Na verdade não sinto falta do menu iniciar dito “tradicional”, até porque, à semelhança de muitos de vós, sou da opinião que esse menu já necessitava de uma mudança por ser uma grande desorganização e concentração de lixo.
    Penso que quando falamos mal de um sistema operativo, temos de nos perguntar realmente o porquê, se só porque embirramos, embora seja melhor, mais fiável e rápido, se porque simplesmente não gostamos ou porque não somos de mudanças.
    Quantos de nós utilizamos, pelo menos dois sistemas operativos diferentes diariamente? A evolução faz-se de mudanças, tem sido sempre assim

  17. Pedro says:

    Boas

    Não sei se já sabiam, mas no desenvolvimento do futuro windows 9 (windows build 9788), lançada este fim-de-semana para developers, a Microsoft já adicionou um novo menu iniciar:

    http://www.baboo.com.br/wp-content/uploads/2014/07/startmenu9788_mini.jpg

  18. Bruno says:

    O metro é muito giro para lazer…

    Para quem trabalha o menu iniciar faz muita falta, e apesar de não ser perfeito é bem melhor que o que existe actualmente.

    Acho que os utilizadores se devem adaptar aos sistemas e vice-versa. Agora a evolução circula nos 2 sentidos e não só num.

    Acho que o w8/8.1 é um bom SO mas acho que se “excitaram” em demasia com o Metro e meteram a pata na poça.

    A imposição demasiado dura do W8 cheio de mudanças secalhar ditou o seu fracasso.

  19. Gerardo says:

    Ainda não percebi a pancada com o menu iniciar. Eu não uso o menu iniciar desde o Windows 7. Sempre que quero qualquer coisa carrego na tecla windows e começo a escreve as iniciais do programa que quero. É um hábito que vem desde o 7 e funciona no 8/8.1

    Só vejo vantagem no menu iniciar em alguém que não saiba o que quer e ande a ver que programas o PC tem disponíveis. Mas quando é que isto acontece????

  20. Rubens says:

    Sou profissional de TI no dia-a-dia com o windows 8 houve uma repercussão negativa em 99% dos usuários. Teve até gente que veio me pedir para trocar o sistema operacional. Foi então que comecei a instalar o menu iniciar de terceiros e resolvi meus problemas. Na prática, como usuário, o start do teclado e digitar o nome do programa na busca não é nem de longe operacional. Muito menos os acessos a programas de 32bits que é possível acessar pelo ícone da janela do windows explorer. O retorno do menu iniciar é o acerto de um erro cometido na versão anterior. Se não fosse ruim não teria voltado no 9. Com o menu iniciar o acesso aos programas é muito mais rápido.

    Se quiserem deixar sem, é possível configurar, mas no 8 só se instalar uma ferramenta de terceiros.

    • Gerardo says:

      Gostaria de saber como é mais rápido encontrar o Word no meio de uma data de programas do menu ou escrever Wo (no máximo Wor) e clicar no único icone que aparece???? Para não dizer que os programas que os utilizadores mais usam (32 ou 64bits) que normalmente são apenas 2 ou 3, podem ser comodamente afixados no na barra. E com o update gratuito para o 8.1, podem por por defeito o ambiente de trabalho, pelo que raramente ou nunca verão o metro. Mas tu escolheste o caminho mais fácil, em vez de educar os colaboradores espetaste uma ferramenta de terceiros…. são opções…

      • Nunes says:

        O menu iniciar está longe de ser perfeito mas permite algumas coisas importantes para os utilizadores comuns: ter um ponto de referência sempre visível para chegar a algum programa ou função; não ter que lembrar do nome dum programa qualquer que se abriu recentemente, ou de alguma combinação de teclas para fazer alguma coisa.
        O cenário que caracterizas simplesmente não satisfaz toda e qualquer situação, para toda e qualquer pessoa!

        • Pedro says:

          Posso perguntar porque tem de estar um ponto visível, ele está lá invisível no cantinho só aparece quando é preciso e vai dar ao metro, e queres mais intuitivo e rápido que ver todos os ícones (apenas os necessários) num ecrã enorme e não em menuzinhos dentro de menuzinhos com palha? E como foi dito aqui no Windows 8.1 podes por as apps e programas na barra de tarefas queres mais rápido que isto? Sinceramente não percebo lembro-me de para abrir um programa nos Windows anteriores ter de ir ao famoso menu iniciar, ir á procura no meio dos tantos programas, localizar a “pasta” do programa que abria mais um menu cheio de ícones que nunca se usam porque são configurações dos programas e acham isto rápido, sem falar que são ícones minúsculos, mas pronto como outras pessoas dizem aqui “haters” opu com má vontade ou que não querem evoluir, pena é a Microsoft dar ouvidos porque precisa de vender.

          • Nunes says:

            :S Eu acho que é bastante óbvio o que é que a visibilidade permite a um utilizador que não seja experiente – a pessoa não tem que aprender e lembrar os truques para poder usar.
            Haver pontos de referências dá às pessoas familiaridade e segurança, não se pode esconder tudo e esperar que as pessoas descubram e achem excelente.
            A organização hierárquica por pastas é uma boa maneira para uma pessoa criar memória e dividir centenas de elementos, desde que mantenha uma orientação espacial consistente. Os vários métodos de navegação podem co-existir perfeitamente complementando-se; não é necessário um desaparecer para ter o outro.

            “E como foi dito aqui no Windows 8.1 podes por as apps e programas na barra de tarefas queres mais rápido que isto?”
            e…? quem disse o contrário? Mas isso não é um método para chegar a todos os programas ou funções.

          • Pedro says:

            Não é método para chegar a todas é mais uma ferramenta para chegar ás mais importantes e pelo que vejo do comum dos utilizadores utilizam, office, um programa para retocar fotos, o navegador de internet e pouco mais e por isso mesmo há muita gente a abandonar desktops, portáteis por tablets, por que pouco ou nada fazem de extraordinário no pc, já quem trabalha a serio é outra coisa, mas o metro alem de poderes configurar o que queres lá por ele por si já elimina os “anexos” dos programas como configuradores que muitas das vezes niguem usa ou usa a na primeira utilização, deixando o espaço limpo com o essencial, depois dá para agrupar por temas, por nomes aos grupos, queres mais simples que isto? É que por muito que tente não consigo ainda perceber porque o metro é assim tão difícil de usar e creio que muita gente não gosta não é pela utilização é pelo habito e pelo gosto pessoal o que é diferente e ainda se pode dimensionar os mosaicos de forma a evidenciar o mais utilizados e importantes e encolher os menos usados, sempre que se precisar dos nunca usados há várias opções, escrever parte do nome, caso não saiba, clicar na seta isto no 8.1 ou ir a todos os programas no 8 e mesmo ai está ordenado por nome e categoria, ficheiros de sistema, grupos de programas etc.

          • Nunes says:

            Eu não estou a dizer que o menu iniciar é perfeito, nem que tudo no metro é horrível.
            O que te estou a apontar é que retiraram do interface uma referência importante, que mesmo que até demorasse mais tempo a realizar uma tarefa, dava uma forma óbvia e algo consistente para as pessoas se situarem e navegarem.
            Um bom interface para estes sistemas não é necessariamente o mais rápido ou eficiente, é aquele que facilmente e rapidamente se percebe para chegar ao básico, e que é consistente.
            O interface no Windows não é consistente (dois interfaces diferentes não muito bem integrados um no outro), e requer uma maior curva de aprendizagem por haver tanta coisa que não é óbvia à partida. É por isso que há tanta gente a reclamar.
            O que eu não entendo é como é que os iluminados acham que o mal está nas pessoas e não no planeamento e transição para este interface! Faz lembrar os argumentos de quem usa a linha de comandos…

        • Pedro says:

          Não percebi bem mas espero que não estejas a comparar a linha de comandos com o metro é o oposto, isso faz lembrar o tão aclamado Linux agora não sei mas algumas versões atrás tinhas de por um comando (acho que mount) para “montar” o leitor de cds e quem não sabia do “truque” é que no Windows a aprendizagem faz-se com a utilização vai-se descobrindo agora escrever na linha de comandos “mount, blá´, blá, blá…” ninguém descobre acho Eu e fosse bom o dos ainda era usado e não havia Windows 1.1 nem Windows 8.1 e já agora pergunto és contra a evolução ou mudança, estranhaste mudar do Windows 3.11 para o 95?

          • Nunes says:

            Acho que percebeste muito bem o que quis dizer!
            Há quem defenda a linha de comandos como melhor interface, esquecendo o quanto é preciso aprender para que realmente tenha vantagens.
            No Windows tens tb muitos truques longe de serem óbvios, especialmente para quem está num computador de secretária, para poder realizar tarefas que antigamente eram óbvias. Muitos desses truques até chegam a envolver comandos de teclado.

  21. Ricardo says:

    Após ler todos estes comentários a maior parte deles só me dão vontade de rir com tamanha ignorância por parte dos “windows 8 haters” e “supostos profissionais de TI”.
    Como podem dizer que um sistema operativo não presta se nem o sabem testar da devida forma? Por não ter um botão ridículo? Eu acho ignorância pois as pessoas simplesmente não se dão ao trabalho de quererem aprender algo “novo” pois custa muito, preferem não evoluir e ficar presos a tecnologias ultrapassadas.
    Quando vocês dizem que utilizam o windows 8 para trabalhar fazem o quê? Utilizam o Office e o Internet explorer? LOLOL isso não é trabalhar num computador para ver a capacidades do sistema operativo e dizer que o mesmo não presta.
    Tenho uma empresa de comunicação e todas as nossas máquinas neste momento utilizam o windows 8.1. Trabalhamos com pós produção de video e efeitos especiais, criação de ambientes e cenas tridimensionais, isso sim puxa a sério por uma máquina e por um sistema operativo e deixem-me dizer-vos que nunca tivemos um SO tão estável e que nos trouxe-se resultados tão rápidos de processamento como o windows 8.1
    Apresentem-me dados concretos que o windows 8.1 é pior que o 7…não têm pois não existem…tamanha ignorância de quem não sabe o que fala…

  22. Artur Mendes says:

    Acho que fazem bem em meter o menu iniciar de volta, ao menos acabam com a choradeira dos “profissionais” que não conseguem ser produtivos sem ele.

    Pessoalmente a minha produtividade não passa pelo menu iniciar, onde hipoteticamente vim a perder tempo fui ganhar x5 noutros lados.

    O único atalho que tive de “aprender” foi o win+x e sinceramente não preciso de + atalhos para nada, tenho lá praticamente tudo o que preciso, o que não está lá, posso por na metro ui / task bar / ambiente de trabalho.

    Se pudesse mudava uma ou outra coisa no WIN8 mas certamente que um menu iniciar não estaria incluído na minha lista de necessidades.

    Utilizei praticamente todas as versões de Windows que saíram e sinceramente acho que estão a ir no bom caminho.

    A nível de performance, noto melhorias, salvo raras exceções.

  23. Paulo Guarnieri says:

    Que lixo de sistema! O menu do windows 7 já era pior que o do XP, onde tem que ficar abrindo pastinhas atras de pastinhas só pra ver se é o aplicativo procurado, o 8 então nem menu tem, tem que ficar correndo tela, as vezes até um movimento brusco com o mouse e lá abre outra coisa na frente pra incomodar! Por isso instalei o programa StartMenu X, que tu pode personalizar como quiser o menu, e deixei quase tão bom quanto o do Linux, com os programas organizados por categoria, e não por empresa.
    O 8 também abre uma janela só por vez, acabando com o conceito de janelas, ou seja, multitarefa. E tem que atravessar toda a tela, ou até correr várias telas para chegar num aplicativo. Só falta agora dizer que ficar com o braço o dia inteiro levantado resbalando na tela é mais prático que o rato.

  24. CopyCatz says:

    com ou sem menu iniciar, qualquer que seja a forma, formato e estilo que a nova plataforma Windows venha a ter, que continue a ser estável, intuitiva e adaptável. tudo resto é conversa da treta

    quem não gosta, não come 😛

  25. Mike says:

    Tragam de volta o menu Iniciar, tragam, que o Ecrã Iniciar é uma anedota em termos de consistência de interfaces (admitidamente melhorou imenso com o 8.1 e o 8.1U1, mas mesmo assim, quem decidiu juntar aqueles dois estava tudo menos sóbrio).

  26. Amadorjp says:

    Eu fui um dos que não gostou do Win 8. Aquele interface não me agradou, mas como o ditado popular diz e muito bem, “primeiro estranha-se, depois entranha-se!”.
    Agora o meu patrão comprou um pc com Win 8.1 e já me convenceu a mudar o meu Win 7 para Win 8.1. É mais fluído e dá para colocar as apps que mais uso diariamente no primeiro bloco da interface metro para não ter de andar a percorrer aquilo tudo.

    Menu iniciar? Não consigo imaginar que haja pessoas que usem diariamente apps e que as abram pelo menu iniciar.

    Quem usa produtivamente o Windows tem os atalhos definidos para o que usa diariamente. Muitos têm desktops cheios de icones para o que usam e o resto usam muito pouco.
    Eu por exemplo, desde há muitos anos criei o hábito de fazer um doc de excel com os programas que uso nos diferentes trabalhos. Tornou-se tão prático que já deixei atalhos para as apps de trabalho por vários empregos.

    Quanto ao navegar entre apps, ALT+Tab é um atalho de produtividade, quase tão funcional como o ALT+F4 para fechar.

    Por mim, vou esperar as primeiras impressões do Win 9 e ver se vale a pena ou se o Win 8.1 está mais estável por agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.