A Microsoft vai passar a vender mais um smartphone Android

Por Eduardo Mota para Pplware.com

Destaques PPLWARE

32 Respostas

  1. Hugo Gomes says:

    Claro propaganda, se traz o software da Microsoft como o Office e one drive quem é que devia de pagar para o ter la no smartphone. Mas como a micro ainda ajuda a vender o produto na sua loja hora quanto ganha a Microsoft de margem de lucro sobre as x vendas. Como se diz uma mao lava a outra, e nos negocios nao é diferente. Mas sim uma bos estratégia para vendas assim em vez de comprar numa loja qualquer for a uma de renome internacional para muitos em certos países é a única solução as das marcas não existem

  2. Raquel says:

    O w10m ainda vai aparecer em força, os crentes acreditam! Os outros já mudaram para iPhone

  3. GM says:

    Eu, enquanto utilizador, ainda que básico, de W10m, só tenho a dizer, da política da MS com a plataforma móvel, o seguinte: Se não podes com o inimigo, junta-te a ele. Agora, por que raio, eu, enquanto utilizador de W10m, mudo para ANDROID, e continuo com os serviços MS??? Devo dizer que a minha conta de email é Gmail, mas só. Tudo o resto que utilizo, é MS (pacote office, skype, one drive mas muito pouco, MS Edge). Se mudo para ANDROID, na plataforma móvel, mudo tudo. Não, não mudo, mantenho-me com o LUMIA 950XL, que me presta um bom serviço, apesar da utilização básica.

    • JJ says:

      Mas porque raio se moda-se para Android, tinha de mudar tudo?
      No Android, consegue usar praticamente todos os serviços Microsoft como utiliza no W10M.

      • GM says:

        Por um princípio básico. Como referi no comentário anterior, para a MS é “se não podes com o inimigo junta-te a ele”. Para mim, não. Se utilizo a plataforma MS, não vai ser noutra que irei utilizar os softwares MS. Uma vez que tem plataforma mobile, faça por vingar a mesma. Caso contrário, saia da pista e deixe os outros SO dançar. Que é o que está a acontecer, ou já aconteceu. Essa de “No Android, consegue usar praticamente todos os serviços Microsoft como utiliza no W10M”, faz lembrar os chicos espertos, que mudam de faixa á medida do interesse, sem olhar para o lado e sem fazer pisca. E avançam no trânsito, sem dúvida. Passam por cima de tudo e todos, mas avançam. Não são os meus princípios. Uma coisa é um produtor/desenvolvedor de aplicações, que apenas as desenvolve, para todas as plataformas. Outra, no meu entender, é uma MS, que tem por base um SO e de seguida aplicações/softwares. E por uma questão meramente de interesses que não têm por base os clientes, abandona um determinado sector, e faz “olhinhos” a esses mesmos clientes, mas noutra plataforma. Como se não acreditasse nela própria. Como se sempre tivesse sido os melhores amigos, WP/W10m e ANDROID. Se assim fosse, não tinha promovido o sistema.

        • JJ says:

          Concordo… E normalmente alinho na mesma ideia…

          O problema actualmente é que a oferta de equipamentos com W10M é muito limitada e os que existem tem com valores, que para mim são altos de mais para um smartphone.

          Por isso, alguém que tenha mesmo de mudar de equipamento, vai ter de procurar uma alternativa nota plataforma.

          Quem tem, concorde que mantenha o que tem, pelo menos até 2019…

        • Xis says:

          Essa cabeça está toda comida amigo, essas comparações mais parecem de criança?
          Se assim fosse, quem usa windows só pode usar software microsoft, quem usa Android só podia utilizar apps da google, quem tem iPhone só podia utilizar apps da Apple… Parece que é assim? Claro que não.
          É importante entenderes que o S.O. e as apps que lá correm são coisas distintas.

          • GM says:

            É, deve ser birra, mesmo!
            Oh amigo, não está comida, não. É uma questão de princípio. Tal como disse num comentário anterior, a minha conta de email, é Gmail (GOOGLE, portanto), não hotmail. Parece-me, amigo, que és dos tais chicos espertos. Agora dá-me mais interesse por aqui, agora, por ali. E serpenteia pelo “trânsito”. Que é o que a MS está a fazer, com as atitudes de desrespeito que tem pelos clientes / utilizadores, neste caso da plataforma mobile. Acresce ainda o silêncio, entrecortado apenas por alguns anúncios feitos por alguns funcionários, no respeita ao rumo da plataforma. Percebo que o segredo seja a alma do negócio. Mas o que sustenta o negócio são os clientes / utilizadores. Se se está a borrifar para os clientes / utilizadores, com este ziguezaguear, na esperança que estes não se importem com as atitudes tomadas em relação a situações anteriores, está incorrecto, e enganados. Pelo menos no que toca à minha pessoa. Um comentador acima, oriundo do Brasil, suponho, porque referiu que trocou de equipamento /SO por causa da app do seu banco, inexistente no universo W10m, referiu que só o fez, exactamente por esse facto. Claro, não está nas mãos da MS o desenvolvimento das app’s. Mas está o resto a montante.

          • Xis says:

            Essa comparação do chico esperto no transito é completamente descabida.
            Quando fazes esse serpenteado (que a mim irrita-me profundamente) estás a desrespeitar os restantes utilizadores da via publica.
            Neste caso, uso aquilo que mais me convém sem criar transtorno a outras pessoas.
            Afinal o que é que tem a ver com princípio eu usar o gmail e o word? Só por um ser da Microsoft e outro da Google?
            Desculpa que te diga mas essa conversa não tem lógica nenhuma..nenhuma mesmo.
            Não vou começar a usar aplicações da Microsoft que sejam fracas em vez de outras com melhor qualidade só porque o Windows é da Microsoft.
            Agora, dizeres que o ziguezaguear da Microsoft está errado, ainda é naquela, agora achar que um utilizador é “chico esperto” só porque usa aplicações de uma marca num S.O. de outra marca, é só parvo, e mais nada…

          • Xis says:

            Ou seja, eu até precisava de editar umas imagens e tal, vou fazê-lo no paint porque uso windows que é da microsoft e o photoshop é da adobe e se eu o usar vou ficar falado por não ter princípios.

        • CC says:

          Amigo isto não é o tempo das Nintendo vs. Sega em que os jogos de uma não davam na outra…….todo software que enuncias existe disponível para Android, tanto que eu sou utilizador deles em Android e Windows10.

          O Velho do Restelo ainda é uma personagem muito válida…….

          • GM says:

            E bem presente.
            A questão que se põe, é que a MS é produtora de SO, desktop/laptop e mobile. E o tema que deu origem a este e outros tópicos anteriores, é o abandono, diria quase sorrateiro, do ambiente mobile. O próprio autor deste tópico mencionou “Um sistema que se limita a ter atualizações de segurança e que não apresenta novidades ao longo do tempo só pode ter esse nome (SO moribundo). Não falamos de uma plataforma isolada mas sim de uma que tem um irmão gémeo a ser melhorado e renovado periodicamente e em que todas essas novidades deviam ser espelhadas.” A MS sai de “fininho”, a ver se ninguém a vê, e aparece, melhor, já tinha aparecido, no mundo ANDROID. Não me choca a existência das apps noutros ambientes, de forma até cruzada (eu estou no teu SO, tu estás no meu SO). O que choca aqui, é, sendo uma produtora de SO, inclusivé no segmento mobile, o abandone, quando este deveria ser o suporte das suas apps mobile, e daí, “exportar” para os outros SO’s, se os utilizadores assim pretenderem e aderirem.
            Ainda ao comentário do Xis das 15:04, que me conste, a ADOBE não produz SO. Ou então ando distraído. Portanto, para editar uma foto, se a edição for básica, posso, ou não, utilizar o MS Paint. Se for mais exigente, terei de utilizar outro software, entre os quais o PHOTOSHOP.

  4. V.T. says:

    Mais um reforço para o lado bom da força, ou seja para o Android. E um reforço de peso diria eu!

  5. Alvaro Campos says:

    Neste vosso artigo https://pplware.sapo.pt/microsoft/insiders-no-windows-10-mobile-continuar/, pelo Pedro Simões, eu utilizador de Windows Mobile bem veterano (sou utilizador da plataforma windows desde o Pocket PC) apelidei a plataforma de “morto-vivo” (procurem nos comentários desse artigo para confirmar) e, no final deste artigo, assinado pelo mesmo Pedro Simões, tem a seguinte frase “A Microsoft com estas parcerias e estas ações mostra que, apesar de ter desistido do Windows Mobile (…)”
    Digam-me lá quem é que faz deste sistema operativo móvel um morto-vivo quando a própria M$ disse que ia manter as atualizações (sem adições de funcionalidades, é certo, mas não deixa de haver desenvolvimento) até ao final de vida, há muito indicado nos road maps da M$, que será meados de 2019.
    A M$ nunca apostou muito na plataforma (então com o Nutella à frente…) mas vocês, fazedores de opiniões que o são quer queiram quer não queiram pois escrevem para uma plateia bem vasta, também não facilitam muito a vida…
    Não será este um típico caso de “uma no cravo e outra na ferradura”?

    • Um sistema que se limita a ter atualizações de segurança e que não apresenta novidades ao longo do tempo só pode ter esse nome. Não falamos de uma plataforma isolada mas sim de uma que tem um irmão gémeo a ser melhorado e renovado periodicamente e em que todas essas novidades deviam ser espelhadas.

      A própria Microsoft já veio a público revelar que desistiram dele e que estão focados noutras prioridades, como pode ver no artigo abaixo:
      https://pplware.sapo.pt/microsoft/microsoft-final-windows-10-mobile/

      Assim sendo, não me parece que este sistema tenha muito futuro. Isto não significa que a Microsoft vá abandonar o mobile de vez. Tem estado a investir em soluções Android, com todas as suas apps a estarem presentes.

      Há ainda o rumor (eterno) de que está para chegar algo completamente disruptivo e que mudará o mercado, mas não será com Windows Mobile, certamente.

      • Alvaro Campos says:

        A ver vamos o que o futuro reserva mas não lhe fechem a porta nem façam já o funeral pois o link do artigo “Microsoft anuncia fim do desenvolvimento do Windows 10 Mobile” é mais antigo (9 de outubro de 2017) que o “Insiders no Windows 10 Mobile vai ser para continuar” (1 de novembro de 2017).
        Em relação ao rumor, é do meu tempo dizer-se “não há fumo sem fogo”. A ver vamos o que aí vem (porque certamente que virá alguma coisa).
        Já agora, gostei da resposta muito diplomática e correta (que nem sempre acontece com alguns elementos da vossa equipa) tendo em conta que no meu comentário ia uma farpa 🙂

        • Nos não fechamos a porta a nada nem a ninguém, mas o problema é que não podemos fechar os olhos ao que está a ser mostrado pela própria Microsoft.

          Repare que esses dois artigos que apresenta são prova do que fazemos. Nós bem que tentamos que ele cresça e tenha mais visibilidade, mas não fazemos milagres. Esses são artigos com dados concretos da própria Microsoft e que explicam bem o que está a ser feito. Eles desistiram de novas funcionalidades, como descrito no artigo, mas mantêm o Insiders, com apenas correções de problemas.

    • JJ says:

      A questão é que a Microsoft chegou a um ponto, que tem de fazer “esquecer” o a “marca” Lumia!
      O W10M esta muito ligado ao Lumia. E por isso, enquanto uma coisa estiver associado a outra, vai ser difícil a Microsoft fazer vingar um SO mobile.

      Por isso o ideal será, terminar este ciclo Lumia, e lançar algo novo. Será quase um começar do zero.
      Só assim, poderá ganhar mais espaço no segmente mobile.

      A estratégia agora é habituar os utilizadores de outras plataformas aos serviços da MS, para depois, quando surgir novos produtos MS, seja mais fácil motivar a mudança de plataforma por parte dos utilizadores.

      • GM says:

        E os actuais utilizadores da plataforma MS vão atrás, que nem cão por trela. Quando a MS se lembrar de criar nova plataforma mobile, os ex-clientes, que foram de trela até outras plataformas, voltavam de novo, de trela.

        • JJ says:

          O problema é a falta de equipamentos. Sem equipamentos é difícil manter-se nesse SO, ainda mais agora que tudo indica não saírem mais modelos com W10M.

  6. ze ninguem says:

    A Microsoft vai passar a vender mais um smartphone Android o declínio e mais grave do eu pensava

    • Cortano says:

      Tu não percebeste bem a ideia, pois não?
      A MS tb vende nas lojas hardware de outras marcas que competem directamente com os Surface.

    • JJ says:

      A Microsoft ao longo da sua historia sempre vendeu produtos da concorrência e produtos para a concorrência.
      Portanto esta noticia, não é novidade nenhuma, nem superintende ninguém que conhece a historia da empresa.

    • Belmiro says:

      Eu a ver as “gafes” dos updates e pancas do W10 (assim como na Xbox X a base W10 tem montes de pancas) chego á conclusão que apesar de milhares de trabalhadores, já não dão contra do recado. Assim sendo melhor reduzirem-se às apps e serviços do que em dispositivos móveis / W10M em que não tem hipótese, é uma batalha perdida.

      E com a evolução e optimização do Android, não falta muito para sair o híbrido Chrome OS-Android onde competirá directamente com o Windows no mercado doméstico.

      Basta ver que muitos telemóveis são mais rápidos e optimizados que muitos portáteis.

  7. ACMSeBr says:

    Eu já comprei meu Xiaomi Mi6.
    Aqui a minha mudança se deu devido ao app do banco Itaú que simplesmente desapareceu do Microsoft Store.
    Mais o Lumia 640XL é muito bom celular apesar da degradação da Loja de apps.

  8. J R says:

    Esperteza foi a da Nokia que despachou por muitos milhões os Lumia para a Microsoft, fez a travessia do deserto e voltou a aparecer com equipamento baseado no Android. E agora os Lumia desaparecem. Bonito. E eu com um 920 que não aceita o w10 e com um 735 reciclado.

  9. censo says:

    Eu troquei o velhinho Lumia por android, e continuei com os serviços da MS, e com tudo sincronizado com o PC. Sem dramas nem extremismos.

    • POBox says:

      +1
      Estive com um Lumia W8. 1 e actualizei para W10. Como tive problemas que a MS não quis ou conseguiu resolver, voltei ao Android. Continuo com o Office e OneDrive que funciona muito bem. Sincronizado com os meus PC ‘s com que trabalho, por que razão iria mudar tudo?
      Viva a compatibilidade que muitos pretendiam. Só falta o pleno no Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.