Quantcast
PplWare Mobile

Ubuntu 21.10 tem melhor desempenho do que o Windows 11?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Secadegas says:

    Provavelmente bem melhor que o MacOS, visto que o Windows é de longe superior a ambos.

  2. jota says:

    O Linux é um atraso de vida, ponto!

    • luis baker says:

      kkkkkk vai falar isso para a google steam netflix etc

    • Secadegas says:

      Não é um atraso, até porque a sua utilização na comunidade científica é bem grande, mas para usar diariamente como sistema operativo sim. Complicado para o uso normal e com uma curva de aprendizagem complicada.

      • Samuel MG says:

        Parece que não sabes o que dizes!! A curva de aprendizagem é menos que complicada ou seja é mais difícil aprender a usar MacOS e o Windows do que o Linux. Não venhas com a parte da linha de comandos que isso já é do passado!!

    • Cc says:

      Típico comentário de quem nunca experimentou Linux e só se baseia no que ouve
      O Linux apenas para jogos e programas do Windows não suportados é que não é dos melhores
      De resto até acaba por ser superior ao Windows, mais leve sem aqueles processos ocultos do Windows, atualizações sem reiniciar, tu controlas o PC, mais estável
      No Windows o computador manda em ti, no Linux és tu que mandas nele
      Para um utilizador comum chega perfeitamente e é o melhor
      E raramente precisa de usar o terminal pois em parte a parte gráfica faz tudo, salvo para resolver problemas que são menos comuns que no Windows

    • R!cardo says:

      Calado és um poeta

    • Darth says:

      Falou o que nem sabe hahahahahha

    • Rodrigo says:

      Bem, visto que a WEB como um todo é construido em Linux, tipo Facebook, Netflix, Steam e muito mais e que saber mexer com o sistema de forma tecnica dá muito dinheiro e o patrões é quem procuram para contratar, é com certeza atraso de vida pessoas sentadas em frente a um computador no mundinho das janelas usando Android e nem sabe que é Linux.

  3. Gertrudes Fonseca da 2a circular says:

    Geralmente os windows fan boys nos foruns é malta que: 1- trabalha na microshaft 2- são gamers que nunca sairam da sua caverna para descobrir o mundo, nem mesmo testaram alternativas diferentes de sistema operativo, apesar de passarem 5h por dia agarrados àquilo… Enfim, valem o que valem.
    Os pros, escolhem estabilidade, open source, transparência, segurança, privacidade do linux 😉

  4. thept says:

    Não é fácil mudar para o Linux ainda para mais de quem vem do Windows.
    Mas se conseguirem ultrapassar essa parte provavelmente não vão querer voltar a instalar o Windows.

  5. Gy Blade says:

    O Linux é “demasiado complicado” para o utilizador normal, mesmo nesta fase em que qualquer instalção de programa ou configuração de dispositivos já está muito simplificado. Confesso a minha ignorância, mas sempre que instalava uma release, se algum hardware não fosse reconhecido, nunca consiga pôlo a funcionar. O Mac, como é um ecossistema muito fechado em termos de software e hardware (que é sempre de topo e obviamente faz-se pagar) vem tudo logo a funcionar na perfeição e basta deixar que tudo ocorra como aAplle planeou. Para os comuns mortais, que compram máquinas com configuração de hardware infinitas (com os preços mais acessíveis possíveis), com objectivos muito simples de consultar o mail internet e streaming de plataformas de streaming, que”sabem” configurar alguns periféricos com o software duplo-clique que os fabricantes por à disposição e gostam de fazer algum controle do que instanlam e como o fazem, usar alguns programas e jogos de origens menos legais e querem compatibilidade com os computadores com local de trabalho, resta o Windows – com todos os defeitos que se conhecem. Mas nesta fação estão incluídos mais de 80% da população (estimativa minha). Por isso, apenas a nível de conhecimento e exigências mais altos o Linux poderá ser uma alternativa e então sim a comparação com as possibilidades avançadas do Windows (e Mac) poderão fazer sentido.

    • Samuel MG says:

      Ou seja está a dizer quem utiliza Linux é mais inteligente do que quem usa Windows e Mac!! Obrigado pelo elogio 🙂

      • Gy Blade says:

        Não! e o teu comentário prova isso. Agora, se usas e dominas o Linux já perdeste tanto tempo e tiveste tantos problemas para resolver situações que no windows/MAC são tão intuitivos de fazer, que, se não é essa a tua área de diferenciação /profissão, estás a deitar a vida fora. Basta ver a penetração do Linux no mercado e percebes que , excetuando algumas situações pontuais, não e um sistema para a generalidade dos utilizadores.

        • UmGajoQualquer says:

          Acho que neste momento os maiores entraves à adopção de Linux são a disponibilidade de alguns softwares e a falta de oferta de computadores que venham com Linux pré-instalado nas gamas mais baixas.
          Em termos de usabilidade já à bastante tempo que está a um nível muito bom

        • Samuel MG says:

          Não por acaso nunca tive problemas no Linux mas o mesmo não pode dizer do Windows, só para resolver um problema no WinXP foi uma guerra de 2 dias!! O Linux é mais intuitivo que o Windows e Mac!! Se queres comparar o Painel de Controlo no Windows era um autentico quebra cabeças e no Linux estava tudo num sitio e agora neste Mint esta tudo num menu ou seja se tiver um problema vou ao menu e resolvo esse problema. Não preciso de usar o Terminal (Linha de Comandos).

        • Coisotal says:

          Ora aí está mais um que não sabe o que está a falar.
          Na generalidade é bem mais difícil resolver problemas do Windows do que em Linux.
          A maior dos problemas resolvem-se no terminal, em que basta apenas fazer uma pesquisa no Google num fórum Linux com o teu problema e basta apenas copiar os comandos e colocares no terminal e resolve na maior parte das vezes, senão é procurar outro fórum. Se é uma distro popular vais ter bastante suporte.
          Enquanto que no Windows, boa parte dos problemas nem a Microsoft tem solução e soluções na internet, boa sorte. Quero ver tu teres um problema no Windows, driver, programa e saber resolvê-lo sem formatar e passar umas dezenas de horas, boa sorte.
          O Linux pode ser um pouco menos visual-friendly, mas é bem mais simples, pois resolves praticamente tudo no terminal, enquanto que no Windows nada.
          Se nunca usastes Linux verdadeiramente, não venhas falar do que não sabes e levar ao erro outras pessoas.

          • Gy Bla says:

            Bem, deixo então uns dados que surgiram noutros comentários a uma publicação do pplware, que demonstram a percentagem de “inteligentes” e a extrema facilidade de utilização e ENORME penetração desse SO tão fácil e intutivo:
            – Windows: 83.51%
            – OS X: 11.81%
            – Unknown: 3.25%
            – Linux: 1.19%
            Desktop Operating System Market Share Portugal
            Aug 2020 – Aug 2021
            Fonte: GlobalStats statcounter

            Como diriam os Xutos 6 pontapés: Não, não sou o único.. que acha que o Linux tem muitas qualidades, mas não serve para a generalidade dos pessoas e dos que se dizem “linuxers” mas só sabem mexer num ou dois programas que necessitam profissionalmente. E os dados não são meus. Se discordaes ão me respondas a mim e vai questionar a “GlobalStats statcounter”

          • Coisotal says:

            Sabes o motivo de as empresas oferecerem as versões gratuitas para estudantes e etc?

            É muito simples, é para essas pessoas aprenderem a usarem o sistema deles e habituarem-se aos mesmos, para depois no final pagarem, pois se aprenderam a utilizar aquele programa, não vão querer aprender a utilizar outro, mesmo melhor e gratuito, pois isso dá trabalho e custa tempo. As pessoas resistem à mudança.

            E o que o Windows tem a haver com isso?
            Simples, se comprares um pc este já vem com windows e os putos já aprendem a utiliza-lo desde criança, nas escolas a mesma coisa tudo com Windows, porque os professores não sabem usar outro.

            Não é por ser melhor é só que não sabem usar outra coisa mesmo que seja pior, além de que boa parte do software só está disponível no Windows, pois este é o mais utilizado e não interessa criar software para Linux

            Mostrastes esses dados para o mercado doméstico, mas agora convido-te a ver os dados de utilização num mundo de servidores e vais ver algo totalmente diferente a esses dados.

            Mas pronto, eu utilizo os 2 SOs e sei bem o que estou a falar, já por vezes há certas afirmações que demonstram que tu nunca ou pouco usastes Linux, pelo que deves conhecer bem os dois mundos

            Não estou a dizer que Linux é melhor ou pior que o Windows, apenas quero dizer que não é tão atrasado e mau como muitos julgam e é um adversário à altura do Windows e se não acreditas, experimenta

      • Coisotal says:

        Já agora, esqueci-me de acrescentar de que apenas para um utilizador comum que pouco entende de um computador é que utilizar um terminal pode ser um pouco complicado, mas qualquer problema seja em Windows ou Linux é complicado para eles, portanto faz
        É uma questão de opiniões, uns acham que é mais fácil resolver problemas no Linux, outros no Windows, mas o Linux não é muito mais difícil de resolver problemas que o Windows, garantidamente

  6. Manuel da rocha says:

    Resumindo:
    Nas funções que 99,95% dos utilizadores usam, o Windows esmaga o Linux. Nas funções muito específicas que só os profissionais da área gráfica usam, o Linux esmaga o Windows.
    Nada a estranhar.

  7. Samuel MG says:

    Resumindo:
    Todos os que aqui estão a falar mal do Linux estão a tomar uma árvore pela floresta!! Queria ver o tipo a fazer uma comparação:
    Nitrux e o MXLinux vs o Windows 10 e 11!!
    Os resultados iriam surpreender muito que aqui estão!! Então o Nitrux que só corre em máquinas com altas configurações.

  8. António says:

    A verdade é que o Windows tem vindo a melhorar! Sobretudo na estabilidade!

  9. Estradiol says:

    Acho os comentários dos defensoresdo Linux aqui muito divertidos:
    – ora dizem que é ainda mais fácil que Windows e Macos (what?!?! Devem ter uma distro literalmente de outro mundo… Eu consigo fazer uma lista de pelo menos 500 coisas em que o Linux é muito mais complicado, e é a lista curta…)
    – outra dizem que é o melhor do mundo… (então os outros 96% de utilizadores são pouco inteligentes, só pode…)

    De rir os comentários

  10. dude says:

    Instalei o linux no pc da minha mãe que tem quase 60 anos e não pesca nada de pcs. Nunca mais teve chatisses de lentidão. Faz tudo o que quer no pc. Se esse w11 é ainda mais rápido. Vou ficar mt supreendido.

  11. sweet says:

    Eu acho estes comparativos uma perda de tempo. Ninguém vai deixar de usar Windows ou distribuições Linux porque um é não sei quantos milissegundos mais rápido que o outro.

    Eu uso Windows no trabalho e Linux (debian) em casa. Acho que quem usa sistemas Linux não é mais nem menos inteligente do que quem usa outros sistemas operativos, é uma questão de gosto e interesse no assunto. Quem tem interesse em experimentar sistemas diferentes, investe tempo a pesquisar e a experimentar. Quem não tem, dedica-se a outras coisas. Eu quis experimentar Linux, li umas coisas, uso debian e gosto porque é seguro e muito estável.

    Um esmaga o outro, o outro esmaga um, ninguém quer saber. Numa boa parte dos casos, o utilizador usa aquilo que vem instalado no computador e pronto. Precisa de um browser que mostre o Google, as redes sociais e que haja um processador de texto para escrever umas larachas e uma folha de cálculo para fazer umas contas.

    sudo relaxem && sudo bebam-um-copo-com-os-amigos-antes-que-confinemos-outra-vez

  12. Fabio says:

    Saudações do Brasil!
    Essas comparações são excelentes, pois como o hardware é o mesmo, demonstram falhas no algoritmo ou na implementação de um ou de outro SO, indicando pontos onde podem melhorar.

    Os primeiros testes mostraram que o Driver da NVIDIA para Linux precisa ser aprimorado, o que depende de mais utilizadores de Linux para justificar os investimentos dessa empresa.

    Os testes onde o Linux foi melhor indicam pontos onde o Windows pode melhorar.

    Por fim, os testes de benchmarking ao longo do tempo irão convergir para resultados muito próximos, conforme Microsoft, comunidade Linux e NVIDIA evoluem algoritmos e suas implementações.

    • Alex says:

      Concordo plenamente, no entanto a NVIDIA está a ser um pouco burra quanto ao Linux.

      Podiam facilmente cooperar com a comunidade open source para terem as melhores drivers, mas preferem manter tudo muito proprietário, ao contrário da AMD.

      O problema é que, segundo me parece, a NVIDIA continua a ter a maior parte do mercado mesmo para utilizadores de Linux. Falo por mim, que não sabia muito bem que placa gráfica comprar e optei por NVIDIA simplesmente por conhecer mais.

  13. eachtime says:

    Com o Windows 11 a deixar de fora tantas e tantas máquinas relativamente recentes. Quando o Windows 10 deixar de ter suporte o Ubuntu vai ser uma excelente alternativa

  14. Dionisio says:

    Uso Linux há muitos anos, o Ubuntu desde a sua inauguração. Em nenhum teste o Windows vence. Só venceu por alguns anos nas opções de aplicativos. Nos últimos dez anos ou mais não há mais necessidade de ser usuário Windows. Se o Windows fosse tão “não”, por que servidores (quase a totalidade) rodam Linux ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.