PplWare Mobile

Qual será mais rápido, Windows 10 ou Ubuntu? A resposta já existe!


Autor: Pedro Simões


  1. Fulano says:

    Agora façam o mesmo com o MacOS…
    O Ubuntu também é uma excelente opção para substituir em velhos Macbook.
    Aliás, até nos novos.

    • Miguel says:

      Em 2020 ainda existem malucos para usar Linux? Já está morto há anos para desktop, Windows Mac e até iPadOS são mais produtivos para edição de fotos vídeo e office a sério.

      • Sulfur says:

        Se so usa um PC para jogos então sim, não existem muitos “malucos” a usar Linux, se usa o PC para trabalho e produção então ai os malucos já são os que não usam Linux…

      • David G says:

        Uso Linux a tempo inteiro. Só está morto para quem não o usa. Para office tenho o WPS que é compatível com o MS Office. Não faço edição de fotos e vídeo porque não preciso. É preciso perceber que o sistema operativo e o software são coisas distintas. Se empresas como a Adobe não fazem software compatível com Linux, o problema não é do SO…

        • zezinho says:

          esquece, estas no pplware. A palavra “linux” para a maioria do pessoal que aqui anda a mandar postas de pescada, quer dizer tanto como “pão com doce de abóbora”. Este pessoal quer é microsoft office, photoshop e gaming com força, como em linux nao conseguem meter nada a funcionar, mandam os bitaites habituais. Nem os problemas do windows conseguem resolver, quanto mais os de linux (que também os há).
          Na minha opiniao, distros como o linuxmint (e aguardem a versao 20 que vai sair no verão), comprovam que o desktop linux veio para ficar…e cada vez conquista mais pessoal! (menos os abronhos que usaram windows a vida toda e nao têm mente aberta para experimentar algo novo).

      • jonas says:

        Sim há muitos malucos. E cada vez há mais. Ao ponto de a Dell já vender laptops já instalados com linux.

        Para um sistema operativo “velhinho” nada mau.

        Agora falado a sério:
        IOS = Unix
        Android = Unix
        OSX = Unix
        W10 = para lá caminha….. para o Unix

        É preciso dizer mais ?

      • Michel says:

        Eu uso Linux,num mac velhinho que tenho aqui em casa.É a única forma de tornar o computador utilizável,vou substituir também o Windows 7 num i3 que tenho pelo Ubuntu que utilizo para apoio da impressora 3d.Nem todos podem ir a correr comprar pc’s novos………

      • Iuri says:

        Vc que é louco em achar que Linux esta ata morto amigo, sou desenvolvedor de software a anos, e as unicas opçoes boa no mercado de pc para se desenvolver é utilizar uma maquina linux ou mac( Até desenvolvedores .NET da microsft usam linux).
        O servidores que vc busca informaçoes na internet linux, teu telefone android é linux, o mac que tu falou originou da mesma finte no linux, a prorpia NASA usa linux em seus servidores e pcs…
        Desinformação nos dias de hj é burrice, pesquise antes de falar algo que nao sabe amigo só uma dica.

      • pirata says:

        ” ainda em 2020 existem malucos para usar windows/ mac?” Linux da um pau, tanto em liberdade (open source), como processamento, customização e suporte da comunidade. Quem usa windows/mac só usa pela comodidade, posi nao sabe mexer em linux

      • Emerson says:

        Isso é relativo, meu caro.
        Se você tem a intenção de manter um servidor, com alto desempenho e custo quase zero, Linux é a melhor opção.

  2. Lourenco says:

    Uso o python e faço o uso de muitos dados, leitura e escrita tanto em memoria com em disco para diversos calculos e é clara a diferença de execução do Windows10 para o Ubuntu. Na primeira vez até achei que no Ubuntu não tinha executado todos os calculos mas os logs estavam la para comprovar. Cada vez mais uso o Linux no dia a dia.

  3. Samuel MG says:

    Acho que o MX Linux é mais rápido que os dois.

  4. Amilcar Alho says:

    Imaginem se o teste fosse feito com o Lubuntu em vez do Ubuntu…

    • Realista says:

      Se a um carro tirares oa bancos traseiros, isolamentos, interiores, etc. também ficas com um carro mais rápido sem mexeres no motor…

      • Diogo says:

        +1 Realiste, nem mais.

      • Amilcar Alho says:

        Nem eu disse o contrário.
        Aliás, podes ficar com isso tudo, basta tirares o ar condicionado, o rádio, e tudo o que seja extra, basta que fiques com o essencial. 😉

      • Pedro Miguel Sousa Guedes says:

        Não. Tem a ver com a forma como os dados são escritos em disco. Tenho dual boot, e o Windows no mínimo arrasta. O Linux todo artilhado, com DBS, VMs e muito mais nem gagueja

        • Mestre em direito says:

          Deves ter um hardware do tempo da pedra. Mesmo os PC chinos de uma centena de euros com Atom Quad Core 8×50 correm o Windows 10 que é uma categoria e no teu arrasta -se… ora o problema não deve estar no software no teu caso .

          Abre lá os cordões à bolsa, compras um AMD Ryzen, 8 GB RAM, SSD 128 GB e um HDD e já tens um PC de luxo. Ou fazes como as pessoas normais, compras um Ryzen 7 de 7nm, 16 GB RAM, gráfica Radeon ou Nvidia, SSD 1 TB NVMe e monitor 4K e já está.

          • Architect says:

            o teu nome diz tudo – Mestre em direito – por isso deixa-te ficar por isso…

            A minha torre velhinha de trabalho tem XEON 20 NUCLEOS, 128GB RAM, 2 GTX 1080, 1TB SSD e 4TB HDD e acredita… o LINUX de uma forma geral e em qualquer disto arruma com o WINDOWS.

            A malta passa a vida a dizer baboseiras, falam mal do LINUX porque não tem o SOFTWARE que pretendem… vêm para aqui falar de photoshop e Autocad, como se fossem as coisas mais importantes do mundo… e as vezes nem nesses programas sabem mexer.

            Eu como uso todos não me faz diferença… acho sim que se houvesse um iluminado que fizesse, mas fizesse só o código de uma editor de imagem, vetor, video e cad, que o GUI aparecia logo.

            por exemplo o BLENDER no LINUX…. Jesus faz-me esquecer o 3D MAX do Windows e o C4D do Mac OS, mas de longe… encrava muito menos e muito mais fluido.

  5. Cortano says:

    ” Por fim, o bem conhecido GIMP pendeu para o lado do Ubuntu”

    O Gimp não é atualmente exemplo para nada. Aquilo está um caos.

    • Paulo says:

      Podes explicar porquê? Ou foi mais uma frase retirada do manual dos trolls?

      • Cortando says:

        Quer ter tudo o que o Photoshop tem, mas está mal organizado e está a começar a ficar mal optimizado.
        Voltei a instalar o Gimp há cerca de 1 mês só para testar, para ver como está, e senti algum lag em algumas funcionalidades – coisa que antes não sentia.
        A máquina onde use o Gimp é a mesma onde uso o Photoshop, portanto, o problema não é da máquina.
        O Interface achei um bocado caótico atualmente – ok, pode ser por já não estar habituado ao paineis flutuantes e por estar habituado a ferramentas que o Gimp não tem ou tem de ser feito de maneira diferente.

        Conheço o Gimp se calhar há uns 15 anos. Antes de ter licença Adobe profissional, usava o Gimp.

        Em termos de brushes, o Gimp até era melhor que o Photoshop devido ao elevada liberdade de customização.

        Troll se calhar és tu,,,

        • jorge santos says:

          Atenção que dá para tirar os painéis flutuantes e usar janela única agora.

        • Ruy Acquaviva says:

          Eu gosto muito do Gimp, discordo que a interface seja caótica e não percebo nenhum problema de desempenho. Mas isso éa minha opinião, não necessariamente uma expressão da realidade. Cada um pode ter sua opinião sem problema. Um gosta do software X e não gosta do Y, outro pode achar o oposto e tudo bem.
          Mas, sem acusações de trollagem, eu acho complicado quando alguém coloca uma mensagem chamando um software de lixo (ou caos, ou coisa que o valha) sem explicar mais nada. Sim, é direito de qualquer um fazê-lo, mas não contribui em nada e parece mesmo que o único objetivo é desestimular incautos a conhecerem o software.
          Já a sua explicação sobre os motivos que o levam a desconsiderar o Gimp servem para levar os utilizadores a um segundo olhar e uma reflexão sobre o software.
          Não vai aí nenhuma crítica a ninguém, é apenas um ponto de vista sobre a questão.

          • Cortando says:

            Existem atualmente soluções melhores que o Gimp (excluindo o Photoshop da equação).
            Atualmente o Afinity é, talvez, a melhor alternativa ao PSD no software a pagar.

            Tal como disse, usei durante muitos anos o Gimp e habituei-me aos paineis flutuantes.
            Depois, passei para o Photoshop e comecei a trabalhar profissionalmente.
            Aora voltei ao Gimp por curiosidade e achei que está um caos.
            Atalhos que estão mal pensados, ferramentas sem grande lógica ma forma como estão dispostas no painel lateral, continua a ter graves problemas em perfis de cor – CMYK continua a dar problemas.
            Podes dizer que podes configurar tudo, ok… mas eu estou a falar da experiência de utilização sem qualquer alteração, é instalar e usar.

            A maior parte das alternativas ao Photoshop têm a tendência de tentarem usar a mesma filosofia de interface, isto para que se torne fácil quem use photoshop, chegar ao software novo e não perder tempo a procurar coisas básicas.
            O Gimp continua com o mesmo layout de há 15 anos, com uma forma de lidar com os layers diferente do PSD, ferramentas diferentes, etc.

            Fui tester do Afinity e acho que se não tivesse uma licença profissional da Adobe Cloud, mudaria para o Afinity – licença é de 50€ unico pagamento.

            Não chamo Gimp lixo. Muito pelo contrário. Acho o projeto Gimp um dos mais valiosos dentro das alternativas a software caro e admiro a longevidade do projeto.
            Acho que o layout já devia ter sido repensado.

            Acerca do lag, é a tal coisa, estou habituado a um workflow do PSD, à resposta rápida, etc., o que senti no Gimp foi um ligeiro lag, mas acredito que se trabalhasse com ele diariamente esse lag deixava de ser notório.

          • Luis says:

            Cortando, já testou o PhotoGIMP?
            Top pra que vem do Photoshop. Procura lá na Snapcraft Store!

            Abraços!

          • Cortano says:

            @luis parece interessante.
            MAs como referi, eu tenho licença Adobe paga, obviamente que não vou mudar 😉

          • Architect says:

            @cortando eu por acaso tenho os affinity também… são ótimos! tenho desde os betas, mandei lá uns bitaites nos fóruns, como todos os outros dos betas (que se interessaram em melhorar aquilo) e depois as ultimas versões são geniais… o futuro deles está garantido.

            Não digo melhor que PS e AI, mas diferente e muito no bom sentido.

            Para todos os efeitos no dia a dia, uso o Creative Cloud, porque o trabalho assim exige por uma questão de compatibilidade com colegas.

          • Cortano says:

            @architec
            Onde trabalho também todos usamos o Adobe cloud, mas já há que use também o Affinity.
            Uma coisa que gostei no affinity é que é que junta o PS e o Ai num só.
            Uma das coisas que me chateia na Adobe são os “milhentos” programas que tem e que há uns que se sobrepõem quase.

  6. IBF says:

    O Linux já é a escolha da esmagadora maioria dos servidores no mundo, dos super-computadores, da NASA, da Estação Espacial Internacional, do CERN – o maior laboratório de física de partículas do mundo etc.

    • Cortano says:

      E o que isso tem a ver para o tema?

      Já agora, a MS tá bem usa Linux em alguns servidores seus.

    • Jorge RIBEIRO says:

      A Razão para que o Linux é a escolha para servidores é que em linux podemos ter o sistema operativo com as especificações necessárias para a função do servidor e sem nenhum inconveniente de estar limitado, ou sub-carregado com especificações impostas por outras empresas, onde o software usado é feito especificamente para aquele servidor, já para não falar que em muitos casos estamos a falar de informações confidenciais que são trabalhadas nesses computadores e não convém ter de se lidar com um SO de código fechado e possíveis backdoors. A flexibilidade do linux faz com que seja a melhor opção para estes casos específicos, mas não faz dele um melhor sistema operativo para o consumidor doméstico ou até mesmo empresarial. E uma das razões para a qual o linux pode não ser a melhor opção está à vista nesta threat de comentários onde metade dos comentários é a discutir qual dos sabores de linux é o melhor.

    • Lord says:

      Dizes bem, para SERVIDORES, não como ESTAÇÕES de TRABALHO.

  7. Cortando says:

    O interessante mesmo neste teste é mesmo o equipamento do teste.
    Parece ser um bom PC para o preço – claro que cá ele não custa isto, mas é um achado de PC.

    • Jorge RIBEIRO says:

      Na PC diga tem alguns com especificações idênticas a 250 euros ou menos sem SO. Nos estados unidos muitas vezes o preço que aparece é sem IVA.

      • Cortando says:

        Não vejo lá nenhum!!!
        O portátil mais barato com AMD Ryzen3, sem SO, custa 350€
        O computador mais barato que têm lá é um HP que custa 230€ e tem um AMD E2.

        A julgar pelos comentários no site do benchmark, acho que o preço referido é o preço final ao consumidor.

  8. Pedro says:

    Ubuntu é bom.

    Bom não usar!

    porcaria de S.O.
    só serve pra servidor mesmo!
    lixo, estou usando na empresa a 1 ano, e tenho cada vez mais raiva desta porcaria!

    • RT says:

      Pode dar alguns exemplos para poder compreender a sua posição?

    • Architect says:

      Ou tu é que só serves para bater nas teclas?

    • VaGNaroK says:

      Falta de conhecimento é a causa de sua frustração, uso linux a mais de 10 anos e não acho o sistema como você mesmo diz “uma porcaria”. Se nunca andou de carro na vida e for pegar para usar terás problemas isso é fato.

      • N'uno says:

        Nem mais! Eu também uso há muitos anos e prefiro ao Wndows em grande parte das utilizações. Só quem não tentou seriamente usar pode afirmar uma coisa daquelas…

    • Ruy Acquaviva says:

      É curioso como algumas pessoas gostam de fazer os comentários como substitutos de uma terapia psicológica, que em geral percebe-se (e este é um caso típico) ser realmente muito necessária.
      Bom, já percebemos que você sente-se extremamente frustrado e infeliz, senão não viria desabafar neste fórum de forma completamente imprópria, mas e daí? Para nós tal desabafo em nada contribui e não acredite que não haja aqui nenhum psicólogo disposto a judá-lo em suas frustrações.
      Já de você fizesse uma crítica embasada ao sistema, com argumentos melhores do que “tenho raiva dessa porcaria”, talvez houvesse fosse proveitoso para alguém e até suscitasse alguma troca de opiniões produtivas.
      Mas do jeito que você fez apenas declarou a todos, de forma até constrangedora, a sua infelicidade. E nem se pode saber se a causa é mesmo o Ubuntu ou alguma outra questão pessoal mascarada pela questão do sistema operativo.
      Sugiro procurar aconselhamento psicológico profissional.

      • BlackFerdyPT says:

        Muito do que se lê em comentários na Internet não são opiniões genuínas… Pois, quando são textos que tentam denegrir alternativas a (ou quem se insurge contra) o poder estabelecido, há sempre uma grande probabilidade de tais textos serem da autoria de chamados “trolls”. (Procure, por exemplo, no português “Sapo Vídeos” por “‘Trolls’ na Internet”…)

  9. ZarkBit says:

    …Ubuntu… LoL

  10. Mario Jr. says:

    Sim, mas para quem entende pouco de computador, eu prefiro ficar com o windows mesmo

  11. Joaquim Telêmaco Carneiro says:

    Pois bem, e para jogos simuladores de corrida + VR Linux ou Windows?!?

  12. Samuel MG says:

    Ubuntu é uma porcaria quando se deixa de suportar as versões 32bit dos programas(apps).

  13. Marcos says:

    O problema aqui é que o windows por defeito vem com muitas bugigangas, muitos programas a correr por trás, o que afecta a performance.

    • Ruy Acquaviva says:

      Se utilizares o Ubuntu Minimal podes configurar o sistema À sua preferência, instalando apenas o que desejas e nada mais.
      A instalação padrão do Ubuntu tem por objetivo facilitar ao máximo ao usuário final, que normalmente utiliza, ou pode vir a utilizar, boa parte dos softwares pré-instalados. Sendo assim, ao ser focado na comodidade do usuário final, ele perde em otimização. Mas quem quer um sistema otimizado pode valer-se do Ubuntu Minimal que instala o sistema básico, extremamente enxuto e permite durante a instalação, agregar a este alguns pacotes de softwares, incluindo interfaces gráficas completas, ou manter o sistema no mínimo para instalação manual que certamente é mais trabalhosa, mas leva a um sistema otimizado para a aplicação que o utilizador deseja.
      Se achar que isso ainda não é o que desejas, queres mais performance mas tens preguiça de fazer a instalação manual, ainda existem os diversos “sabores” de Ubuntu como o Lubuntu, Xubuntu ou Ubuntu Mate. Estes tem o mesmo núcleo do Ubuntu, porém com interfaces gráficas mais leves e menos softwares pré instalados.

  14. Hugo Andre says:

    pelo que tive haver das specs, este teste esta muito mal feito!
    Toda a gente sabe que hoje em dia o Windows esta otimizado para processadores Intel, recém a Microsoft esta a otimizar para processadores AMD e ARM nos surfaces Laptop!

    Alem disso se forem a ver o (ssd) que esta metido nesse teste, nao é mesmo grande coisa!

    Alem do mais toda a gente sabe que o Windows alem deviam bom ssd tira partido tambem da memoria, pelo menos 8Gb devia ter!

    Essa configuração do teste esta totalmente desequilibrada e dai o preço desse wallmart, mas as pessoas pensam logo que estão a comprar alguma coisa de jeito!?
    O que o Marketing faz!…

    • Architect says:

      Toda a gente ao ler o teu comentário sabe que não percebes patavinha de OS, muitos menos de Hardware.

      O Windows está tanto actualizado para INTEL, que a própria Microsoft vende os seus PC’s com processadores AMD.

      Ai Jesus…

      • Hugo Andre says:

        Architect, a maioria das Aplicacoes que conheço tiram partido dos nucleos core do processador, muita gente programou com instruções que só existem nos processadores Intel e sei do que falo pois programo!

        E se viste bem o meu comentário te disse que só recentemente a própria Microsoft tem surfaces com AMD! Assim todas as APPS que foram programadas só com instruções Intel, nao servem ou o processador AMD não pode tirar partido e vice versa!
        Embora haja muitas instruções que são comuns a ambos os processadores!

        E ja pensaste entao sequer a programação nas placas graficas!? AMD vs NVIDIA!?

        Acho que tens que dar o braço a torcer de quem é que aqui sabe alguma coisa!

      • Hugo Andre says:

        Architect, a maioria das Aplicacoes que conheço tiram partido dos nucleos core do processador, muita gente programou com instruções que só existem nos processadores Intel e sei do que falo pois programo!

        E se viste bem o meu comentário te disse que só recentemente a própria Microsoft tem surfaces com Amd! Assim todas as Apps que foram programadas só com instruções Intel, nao servem ou o processador Amd não pode tirar partido e vice versa!
        Embora haja muitas instruções que são comuns a ambos os processadores!

        E ja pensaste entao sequer a programação nas placas graficas!? Ams vs Nvidia!?

        Acho que tens que dar o braço a torcer de quem é que aqui sabe alguma coisa!

    • paulo g. says:

      Aí é que está. Para se usar um computador para 90% das pessoas este computador chega e sobra, tem é de se usar o sistema operativo certo que funciona e não dá chatices… Linux.

      • Hugo Andre says:

        Simplesmente disse que este pc dos testes para o fazerem barato, tem componentes desequilibrados! Nao tendo assim a performance desejada em alguns sistemas operativos!
        Se dá para 90% das pessoas, baixa ai um pouco a percentagem que eu tiro um pouco de kgs ao peixe!
        E nao digas que Linux nao da xatices, porque tem tantos problemas como aos outros! Quer a nivel desempenho em algumas tarefas, quer a nivel segurança, para que nao saibas há portas mais abertas por má configuração no Mundo unix, linux do que por exemplo no Windows ou em MacOS!!!
        Nao sei te Android diz alguma coisa, mas se tiveres um smartphone com este, é bom que o tenhas mais seguro encriptado e com dito firewall Antivirus rastrear todas as Apps que tens e as suas permissões!

    • Architect says:

      E depois vens falar em Marketing… desde quando o UBUNTU vive de Marketing? Ai se assim fosse… aí sim, ninguém iria dizer que LINUX era uma bosta… até porque muitas pessoas conhecem LINUX por causa da imagem da UBUNTU, ou melhor da CANONICAL.

      e além disso uma vez mais toda a gente sabe que o minimo requirido para WIN10 é 1/2GB de RAM dependo dos bits… ou achas que eles iam descontinuar um sistema operativo sem ter a certezaa que o que o que iam mantar podiam correr no mundo inteiro? cmon dude… marketing.

      • Hugo Andre says:

        Architect, mais uma vez, estas a dar-me razao, pois
        se aqui nao fossem sensacionalistas, eram isentos e nao havia por este site e boutros tanta marketing, dito publicidade, aos sistemas operativos baseados em Unix, linux… do migra win7 ou win10 para Linux! Toda a gente sabe que Unix, linux para algumas coisas é muito melhor!
        E Tas certo! Linux nao precisa de marketing! Mas para alguns, quem nao fala nele, nao se lembra dele!

        Tanto uso Ubuntu, como o Kali, como RedHat Enterprise nos servers, como o Windows 10, como windows servers, como MacOS! E ja agora Android! iOS so os emulators utilizo para construcao das Apps!

        Sim minimo 1/2 Gb qué? 32 bits!? Se for com unix, 512Mb chegam!? Depende do que se for para fazer!…
        E se tens processadores e sistema operativo a 64 bits!? pois o que!? 4Gb Ram no mimino, certo!?

        E se tiveres um disco hdd, 4 Gb chegam-te com as novas atualizacoes do Win 10!? Nao!
        Ainda para mais se as particoes migram de MBR para GPT ficam mais lentas ai notas no desempenho do PC que não se mexe! o que fazes ai!? Pois mais Ram? 8 Gb!? Sera que chega!? Naoooo!
        O Windows 10 com as novas atualizações já dá primazia a discos ssd e nvme!
        Por isso que façam os testes de novo e experimentem vocês mesmo com o que disse (discos decentes de preferencia e nao se cinjam só a AMD, pois isto não é ser isento nem haver comparacoes) e vao ver quem é que faz alguns testes mais rápidos, seja em qualquer dos sistemas operativos!
        Ah programas e programas uns podem estar programados ou não com instruções diferentes e estar mais ou menos optimizados!

    • Cortando says:

      Tanta asneira pegada.

  15. Architect says:

    Mas para resumir isto tudo… em vez de tarem a discutir qual mais rápido, qual mais fácil… usem o que vos dá mais jeito… eu uso MAC OS, UBUNTU, WIN e RASPBIAN… e nenhum me mete nojo…

  16. BlackFerdyPT says:

    E, o Ubuntu é apenas uma amostra do que é o GNU/Linux, em geral…

    Até quem usa Windows, mas já experimentou o GNU/Linux (como um vendedor de um departamento de uma grande loja, há uns bons anos, que uma vez aconselhava uma pessoa na minha família que estava a comprar um computador, do qual eu ia imediatamente remover o Windows para instalar nele o GNU/Linux) sabe que o desempenho é *largamente* superior no GNU/Linux (ex: o vendedor de que falo, contava uma experiência que tinha feito em que, visionando um vídeo de cinema no Windows o sistema ficava lento – enquanto que, no GNU/Linux dava para abrir várias janelas com vídeos, antes de que tal também acontecesse).

    A única coisa que ainda faz muita gente usar o Windows – para além da preguiça e falta de inteligência – é a compatibilidade de certos programas – como jogos. Mas, há já várias alternativas de Software Livre que são boas, para as principais funcionalidades que a maior parte das pessoas precisa. E, até para jogos proprietários há já a alternativa do “Steam”, que também corre agora no GNU/Linux.

  17. Miguel says:

    Windows Mac e até iPadOS são mais produtivos para edição de fotos vídeo e office a sério. Ubuntu não presta

  18. oldbug says:

    Usei CP-M, Prologue, DOS, Xenix, Unix, Spix, Windows, VMS, VM/SP, VSE, MVS, até GCOS e AOS, profissionalmente e em casa.
    Agora uso Linux (Ubuntu, Armbian e acabei por deixar totalmente o Windows), prefiro pelo controlo que me permite e pelas caraterísticas que pude perceber no SO e considero relevantes.
    Compreendo perfeitamente as resistências dos utilizadores numa eventual migração de sistema operativo, o Windows tem uma base instalada atrativa para quem desenvolve e como tal os títulos de software saem mais para Windows que para outros SO, adicionalmente, o Office é sem dúvida o melhor software de suporte ao escritório que existe no mercado. Estes dois fatores influenciam de forma decisiva o equilíbrio, pelo que é natural que, por inércia, o Windows se mantenha como sistema mais implantado para os desktop.
    Nota: Em casa uso LibreOffice, mas assumo que não há rival para o MS Office.

  19. JCFB says:

    Imaginem usar ubuntu vanilla, ou melhor imaginem usar GNOME
    Arch wins

  20. Sardinha enlatada says:

    E obvio que o Windows nunca ira ser tao rapido quanto qualquer linux. A razao disso e a tralha instalada em windows que so atrapalha o desempenho. Enquanto que alguns linux sao mais limpos nesse aspecto.

  21. Telmo Amado says:

    Eu uso os três (+MacOS) há muito tempo e tenho que reconhecer que têm as suas vantagens para diferentes tipos de utilização.
    No fim, acho que grande parte do peso do Windows vem de ser um canivete suíço para todo o tipo de utilizadores e da retro-compatibilidade. Do Linux/Ubuntu não posso dizer que tenho más experiências mas entendo que tem as suas manhas e que obrigue a ter alguma paciência extra para certos tipos de utilização.

  22. kiridu says:

    Manjaro deixa estes dois a comer poeiras.

  23. sakura says:

    Tive que fazer uma apresentação com uma animação, mas como sei pouco de “multimidia”…. usei Gnu/Linux e :

    https://www.freecadweb.org/ (desanho)
    https://openfoam.org/ (modelo para os fluidos, agua)
    http://www.meshlab.net/ (matematica)
    https://www.paraview.org/ (para “fazer” o video)
    https://code-aster.org/

    De 30 pessoas ng conheçe o software que usei……….. so winows e ps,cad… +++formação em TI pls.

    se usam swap o “rato vai ter LAG” em pcs modestos é um pb que tem 15anos ou + .

    • N'uno says:

      Tem-se falado aqui em inteligência, mas este caso que relatas é revelador… Eu vejo comodismo, para além da preguiça e da eventual atitude menos inteligente. Uma falta de vontade generalizada, quer pelo comportamento de grupo estereotipado, quer pelo receio do desconhecido, diria.

      A verdade é que não consideram outras opções, que até poderiam ser economicamente menos onerosas.

      • Cortano says:

        Quem usa coisas menos mainstream é mais inteligente que os outros, é isso que estás a dizer?

        • N'uno says:

          Ninguém falou em “coisas menos mainstream”. Não, não é isso que estou a dizer. Refiro-me a comportamentos, mais do que classificar pessoas.

          • Cortando says:

            Dá-me uma razão lógica para eu mudar de Windows para Linux?
            Não é de certeza para questão monetária porque já tenho as licenças que preciso.

            Já usei Fedora no passado a tempo inteiro, portanto, não é por não querer conhecer coisas novas.

          • N'uno says:

            Não estava a referir-me ao teu caso, mas sim ao que o sakura descreveu. Cada caso é um caso, e a selecção de ferramentas que cada um faz é com cada um, por isso não defendo nenhuma solução específica ou genérica.
            O meu ponto aqui é que o ser humano é tipicamente avesso à mudança e, podendo, opta sempre pelo mais popular, uma vez que isso normalmente traduz uma vantagem aparente. Uma vez que há alternativas, válidas em maior ou menor grau, reforço, perde quem opta por não as conhecer minimamente. E é pior, a meu ver, quando o faz simplesmente porque dá trabalho, ou porque a maioria opta da mesma forma e prefere depender de uma única empresa, de idoneidade discutível. Esta dependência é, para mim, o maior dos motivos (ou a razão lógica que solicitas) para procurar alternativas.
            Particularizando, eu sei o que sei e sei o que não sei, vivo bem com o que não sei que sei, mas preocupo-me solenemente com aquilo que não sei que não sei.

          • Cortano says:

            Sinceramente, não sei porque fazem tanto alarido em redor dos sistemas operativos.
            Na prática, as pessoas não usam o sistema para trabalhar. Um SO para a grande maioria dos utilizadores é a base onde correm o software que querem usar – seja jogos ou programas.

            Eu não passo o dia a mexer no sistema, se calhar só “mexo” mesmo no sistema quando faço “shut down” – excluindo o file manager.

            Por vezes fico na dúvida mesmo afinal o que é que as pessoas fazem de tão produtivo directamente no sistema operativo que usam.

            Há pessoas que usam o sistema que está no computador sem sequer saberem que existem outros sistemas. O que usam mesmo são ferramentas que precisam.
            A muita gente se meteres um Mint a correr e um link no desktop para o software que usam, está tudo bem para elas.

            Esta conversa do “Windows é para ignorantes” é uma treta.
            Ignorante é aquele que não percebe que, no mundo real e geral, as pessoas não querem saber que sistema estão a usar.
            Usa-se mais Windows porque a Microsoft tornou o computador acessível a todos, porque conseguiu criar uma abordagem à informática que é para todos.

            Se os computadores vêm equipados com Windows foi porque a MS no passado investiu para isso acontecer.
            Os PCs têm de vir com um sistema, e a Microsoft garantiu isso desde cedo.

            Claro que podes comprar um PC hoje em dia sem SO, mas sejamos realistas, é uma minoria que sabe como instalar um SO.
            Também podes comprar com Linux, mas o preço nem sempre é assim tão diferente como isso que justifique a mudança.

          • N'uno says:

            Sistema operativo e ferramentas disponibilizadas por este que se convertam em funcionalidades para o utilizador, e que facilitem e até embelezem essa utilização, são nessa medida os melhores para cada um. Concordo quando dizes que a malta não quer saber do SO, mas não posso dissociar as funcionalidades, ou aplicações, dos SOs, simplesmente porque são dependentes.

            Os SOs estão cada vez mais a tornar-se commodities, e a MS sabe isso. No dia em que o Office correr no Linux, maior parte dos crentes perderão a fé….

            O caso da Adobe é mais estranho. Penso que fará parte de uma estratégia de business continuity, na medida em que correm menos riscos se defenderem a MS e o nicho da maçã, as suas milky cows. Mas as opções específicas podem ser arriscadas também, e suportar sistemas open source dar-lhe-ia um apoio importante no caso da queda repentina do monstro… São decisões políticas, mais do que económicas, parece-me.

            Para muitas actividades, o sistema que está por baixo é irrelevante, sim. Mas não é para todos, pelas razões que todos sabemos!

    • Cortano says:

      Bonita história… E?

  24. dlnk says:

    de novo essa discussão.
    no dia que no linux rodar o photoshop, office e autocad aí sim ser mais rápido será uma vantagem.

  25. Asdrubal says:

    Que treta de guerra, duas belas porcarias que tenho que trabalhar todos os dias, ambos maus é dizer pouco… #windows&linuxbyebye

  26. informado says:

    Se fosse com o linux fedora aquilo era num instante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.