Quantcast
PplWare Mobile

PinguyOS 12.04 está disponível para download

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Linuxiano says:

    Este screenshot fez-me crescer água na boca. Parece um Ubuntu mais límpido e para quem não gosta de Unity com certeza mais funcional.

    Requisitos mínimos?

    • joaodh says:

      Mas aquela barra lateral não represanta a interface Unity?

    • Serva says:

      Boa tarde ,

      Linuxiano , boa tarde , é leve não necessita de grandes recursos corre muito bem no meu P4 , eu já instalei e apesar de achar a distribuição muito estanque nas personalizações , já traz o Ubuntu Tweak e Gnome Twael tool o que é certo é que os temas não abundam , de resto muito estável , alguns problemas com o VLC que crashou uma vez , no sitio da Pinguy está uma chamada de atenção para este problema que já conhecido estão já a desenvolver uma patch para colmatar este problema .

      Com uma UI com 2 docks muito úteis e um painel lateral que nos dá muita informação desde a cobertura de rede a utilização do Cpu ou ao espaço ocupado no(s) hdds etc .

      As docks são muito sensitiveis e respondem mal o cursor do rato passo por cima , aliás todo o sistema é muito responsivo , mais uma excelente distribuição que nos traz um pouco de outras mas que tem uma identidade própria , o wallpaper é de uma elegância que diria que como defeito este será dos melhor conseguidos .

      Cumprimentos

      Serva

      • Linuxiano says:

        Boas Serva.

        Obrigado pelo teu feedback. Desde já vou experimentar em máquina virtual assim que possível.

        Eu ando já há algum tempo a procurar uma distribuição que se adapte bem ao meu Pentium IV, prefiro que seja baseada em Ubuntu, mas por uma razão ou outra, das muitas das que já testei, todas elas não conseguem superar o Windows XP. Comecei pelo Ubuntu, depois fui para Lubuntu, Xubuntu, Bodhi Linux, Caixa Mágica e Linux Mint, este último com MATE foi o que se adaptou melhor mas ainda atrás do XP, sobretudo quando se trata de actividades que levam o processamento ao máximo (por exemplo abrir um volume do Truecrypt, carregar conteúdo das páginas web) e da capacidade gráfica (vídeos flash), deixam a desejar.

        Eu compreendo que isto se deva ao facto de os componentes deste PC serem antigos mas se fosse possível um dia gostaria de substituir o XP por uma distro Linux neste computador.

        Estou com receio que os efeitos do Pinguy puxem pelo grafismo, mas talvez experimente em Live-USB e vamos ver se supera o Linux Mint.

        Cumprimentos.

        • Serva says:

          Bom dia ,

          Linuxiano , instala o Big Linux , a UI é KDE , mas está super leve e com os efeitos do Compiz no máximo . já traz todos os codecs e extras que possas imaginar , se tiveres uma nvdia esta distribuição traz as drives fornecidas pela mesma e funcionam sem breaks , ver filmes em MKV a 1080 é uma brincadeira , experimenta mas não em maquina virtual corre o live DVD para sentires mais o poder desta distribuição .

          Link do Big Linux :

          http://www.biglinux.com.br/web/

          Se gostares o melhor é esperares porque deve estar a sair a 12,04 LTS .

          Para teres uma ideia do desenvolvimento do ambiente gráfico KDE .

          http://techbase.kde.org/Schedules/KDE4/4.9_Release_Schedule

          Neste momento estamos na versão 4.8.4 a última estável , mas eu já estou a usar a 4.9 beta 2 e está um espectáculo .

          Como alternativa já pensaste em instalar o Kubuntu ou a caixa magica 198 em KDE ,ambas estão super rápidas .

          Fica aqui um vídeo de uma das novidades do KDE 4.9 final que será lançado dia 1 de Agosto de 2012 .

          https://www.youtube.com/watch?v=qZcnQ3aZ3KQ

          Cumprimentos

          Serva

          • Linuxiano says:

            Boas Serva.

            Relativamente ao ambiente de trabalho KDE, eu experimentei precisamente com o Caixa Mágica que saiu recentemente, confesso que não o conheço tão bem como as outras que normalmente uso (Unity e Gnome no portátil, LXDE e MATE no Pentium IV), desconheço as suas potencialidades mas estou disposto a testá-lo.

            O problema é que uma vez testei o Caixa Mágica 18 com KDE em máquina virtual e tendo atribuído a mesma RAM que tenho no Pentium (1GB), ele não se portou tão bem como o Xubuntu ou o Mint MATE, daí que tenha desistido de tentar uma distro KDE no Pentium.

            Contudo, sei que o ambiente virtual pode ser diferente do ambiente “real” e portanto tendo em conta a tua opinião, talvez volte a olhar para o KDE, desta vez em Live-DVD, sobretudo se ele se portar melhor do que o Linux Mint que actualmente tenho em dual-boot com o XP.

            As configurações deste PC até não são extremamente más, embora ultrapassadas, 1GB de RAM e um processador 2,8Ghz, mesmo sendo single-core, a placa gráfica por acaso não é NVIDIA, é Intel integrada, desde que o não sobrecarregue com várias aplicações ou separadores ao mesmo tempo e use uns bloqueadores de Flash e banners, dá para trabalhar.

            O problema é que como o Windows XP está quase a ficar sem suporte, comecei a verificar as várias alternativas existentes no mundo Linux para o substituir e nenhuma delas se revelou superior até agora.

            Até mesmo o Lubuntu acabou por decepcionar porque apesar de apresentar a interface de consumo mínimo LXDE, criava uma série de conflitos e por vezes tinha colapsos aleatórios.

            Ou seja isto prova que apesar de as configurações serem algo ultrapassadas, utilizar uma distro de baixo consumo pode não ser suficiente, é preciso que a distribuição e o ambiente gráfico em si se adaptem da melhor forma aos componentes deste computador para correr da melhor forma e é isso que tenho procurado.

      • Fabio Santos says:

        Concordo plenamente, tem que se ter uma máquina mesmo muito fraco para nao conseguir rodar linux, mesmo ubuntu com todos os seus efeitos 3D roda bem em máquinas low end

  2. Francisco says:

    Come tanta bateria como o Ubuntu ?

  3. Ricardo says:

    É muito engraçada esta distro, mas eu já testei e a minha ventoinha nunca se calou, a bateria durava para ai 1/3, muito puxada graficamente.
    O unity é habito como tudo, no inicio custou habituar-me mas agora não quero voltar ao Gnome.

  4. flavio says:

    Sabe o proquê eu odeio Linux. Que tudo roda a base do terminal. A interface gráfica, qq que seja a distribuição, é só um enfeite, na verdade tudo roda sobre a base do terminal. No Windows a interface gráfica é tudo de baixo nível, nao usa terminal de nada.

    Por isso detesto Linux, pra mim se linux deixasse de existir amanhã para uso domestico não faria diferença nenhuma pra mim.

    • nuno says:

      Só mesmo quem não percebe nada pode dizer uma barbaridade dessas

    • Lorde says:

      1º- O Windows começou por ser uma interface gráfica para o MS-DOS, e hoje em dia a caixa de comandos no windows por vezes até da jeito.

      2º No mundo Linux instalar programas é muito mais simples na prompt do que graficamente,entre outras.

      3º Não te fazia mal nenhum experimentar uma distribuição qualquer do linux por exemplo o Ubuntu ou qualquer um baseado nele, cada uma é a pensar nas necessidades de cada um.

      4º o Linux assim como o windows requer aprendizagem (o ser humano é feito de hábitos)

      5º O linux cada vez será mais fácil de usar!

    • José Carlos says:

      LOL Amei essa teoria. E o MacOS tb é todo “baixo nível” ?
      ROTFLLLL Tipo tb é só enfeites não é ?
      Já agora essa do Interface grafico de baixo nível além de paradoxal é no minimo… vá…. tonto. Entao nao podes chamar os UI do windows pela linha de comandos ?

      Mas ta bem …. curti da trolice.

    • wolfytuga says:

      Só barbaridades…

      Na realidade não rodam em terminal, rodam naquilo que o terminal chama para podermos chamar as aplicações… Mas isso também acontece no Windows, aliás (esta verdade pode ser chocante para o Flavio) acontece em todos os Sistemas Operativos!

      Só uma questão: Tens um «router» para te disponibilizar a Internet? Se o Linux deixasse de existir, muito provavelmente ficavas sem poder aceder à Internet… Já que muitos destes dispositivos têm Linux a correr no seu interior!

      Cumps.

    • Serva says:

      Flavio estás fora do contexto , hoje é praticamente tudo feito em ambiente gráfico , eu no meu caso habituei-me dos tempos passados a usar muito a consola , mas confesso que uso cada vez menos , alguns comandos já nem me lembro .

      Cumprimentos

      Serva

    • flavio says:

      Discordo. A minha impressão no Linux corre como se estívessemos usando um Win 3.x ou 9x, pois tudo que é executado tem um terminal por baixo, como se a interface gráfica fosse um “emulador” para a mesma. No Windows é tudo mais direto, indo profundamente na linguagem da máquina, a qualquer clique que a gente dê nos menus e ícones..

      • SergioA says:

        Quando se fala do que não se sabe, dá nisto…

      • wolfytuga says:

        Dê um exemplo de programa onde isso acontece e eu dou-lhe 2 ou 3 exemplos de aplicações para Windows que até são da própria Microsoft e chamam a consola durante a instalação!

        Tenho um jogo que é preferível chamar pela consola no Windows 7 do que esperar quase 10 minutos que o Explorer o lance!

        Já agora, a interface gráfica no Linux é tão emulado como o do Windows!!!

        Win 3.x ou 9x?!? Andou a hibernar? Tem o Unity, Gnome-shell, KDE, e17, XFCE, LXDE, Cinnamon, etc… Quem dera ao Win 3.x ou 9x ter um aspeto semelhante ao de qualquer um destes! Só se ainda estiver preso no Openbox e Fluxbox em estado bruto!

        De certeza que viu as mais de 10⁵ (← isto é conseguido graças ao teclado expandido no Linux, tenta fazer o mesmo no Windows :p ) distribuições GNU/Linux que existem? Para ter esta opinião, é porque só viu uma de relance…

  5. Arlindo Pereira says:

    P’ra mim, é a cara do xubuntu, cópia autêntica.

  6. xivi says:

    mais do mesmo

    • Serva says:

      Sabes porque dizes isso porque és um céptico e tudo para ti te parece igual , mas fica sabendo que não são iguais as distribuições e algumas são direccionadas para áreas especificas , não percebo esse tio de comentários , quando se trata de umas melhorias ou no Windows ou em Mac faz tudo um WOW , em Linux tu dizes que é mais do mesmo fantástico , já agora publica aí quais os dados que te baseaste para fazeres essa afirmação .

      Cumprimentos

      Serva

  7. Jorge Revés says:

    Instalei mas tou com problemas. Não reproduz som.
    O micro ta a funcionar a captar sem problemas, mas output não dá nada :(.

  8. Pedro says:

    Estou ansioso é para ver a nova versão do Elementary OS, parece-me melhor que o Ubuntu e pronto a liderar o top das distribuições mais amigáveis para utilizadores leigos, suporte amplo derivado da base ubuntu-debian e design espetacularíssimo.

  9. macgyver says:

    Já experimentei e gostei, mas encontrei uma bastante superior!
    LuninuxOS . Alem de belissima distro,tudo funciona lindamente.
    Experimentem
    Pedro Pinto, sugiro talvez uma review desta distro.
    cumps

  10. Reis says:

    Estou a escrever deste sistema operativo… Como não tenho um pc mt bom, retirei-lhe mtas coisas e deixei-o com o aspeto do gnome shell default. Gosto mt do unity, mas esta farta-se de bloquear :/

    Cumprimentos,
    Reis

  11. Eskiso says:

    Eu encontrei esta semana o SliTaz ( http://www.slitaz.org/pt/ )
    Só tem 30mb mas está muito bom, já vem com algumas das aplicações necessárias e é extremamente leve.
    Usa o Openbox como ambiente gráfico e corre maravilha em maquinas antigonas.. experimentem =)

  12. Nelson says:

    onde arranjar o wallpaper que esta na primeira imagem??

  13. Guerreiro says:

    E para quando uma review do sabayon, um gentoo out-of-the-box super poderoso e bleeding edge?
    Fica a sugestão, afinal linux não é só ubuntu e derivados certo?

  14. sideshow says:

    Linux não é para geeks, já foi, atualmente e do que vejo à minha volta é o SO mais fácil de utilização, básico e simples… Vejo pessoas a trabalhar em Linux que dificilmente conseguem fazer alguma coisa em Windows… ou seja, Linux – também para burros.. :p

  15. Serva says:

    UI que essa foi forte , essa saiu ao lado do alvo .

    • sideshow says:

      Caso não se tenha percebido. eu só utilizo Linux desde 2005… e sou um grande defensor da comunidade de software livre e muito crítico com os monopólios nestas áreas. À minha volta vou “influenciando” todos a usarem estes sistemas, o feedback é fantástico 😉

  16. Renato says:

    PinguyOS é apenas um ubuntu configurado!

    Não é mais fácil usar o Ubuntu? LOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.