PplWare Mobile

Porque hoje é dia da liberdade! TOP 5 distribuições Linux


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. pic says:

    sempre a mesma coisa. só conhecem essas distribuições linux? todos os artigos que lançam deste tipo é sempre os mesmos sistemas operativos. d a s s

    • André says:

      Sempre podes sugerir outras ou então fazes parceria com o Pplware e fazes um artigo com o que achares que deves colocar

    • Pedro chamuças says:

      +1

    • Marcelo Monteiro says:

      Gosto das matérias da pplware, mas com a manchete de TOP 5 VERSÕES e trazer apenas baseados em ubuntu é falar mais do mesmo.
      1 Ubuntu
      2 Ubuntu
      3 Ubuntu

      KD o CentOs? KD Fedora?

      • Mario says:

        Fedora é uma distro de testes, não aconselhada para usuários comuns.
        CentOS é mais usada em servidores e tem pacotes tão antigos quanto Debian.

        Aparentemente as pessoas tem uma paixonite por distros baseadas em Debian ou Ubuntu. As outras são irrelevantes.

        • Marcelo Monteiro says:

          Então @mario, oq quis dizer é que quando leio um título de matéria “TOP 5 DISTROS” eu não espero ver uma caixa dentro da outra, eu gostaria de ver variedades de caixas diferentes, de aspectos diferentes, formatos e bases diferentes. Gostaria de contar com uma equipe que vai atrás de novas coisas, coloquem em teste e nos traga uma boa materia com novidades. NÃO AS TOP 5 MAIS UTILIZADAS POR USUARIOS COMUNS, isso todos fazem e não é o título da matéria ” TOP 5 DISTROS MAIS USADAS “

          • Mario says:

            Eu entendi onde você quer chegar e também acho que poderia ter variado mais. O problema é que, atualmente, a maior parte das distros são baseadas no Debian ou Ubuntu. Existem baseadas inteiramente no Ubuntu, como Mint. O Ubuntu se separou bastante do Debian a ponto de não podermos mais dizer que Ubuntu = Debian, porque não é além do APT. Ubuntu criou suas próprias soluções, como ppas e snap.

            Este site não é um site específico sobre Linux, mas sim sobre tecnologia e acaba cobrindo sobre Linux. Se este fosse um site sobre Linux, sem nenhum direcionamento ou preferência a uma distro em específico, eu concordaria.

            Infelizmente, como disse anteriormente, essas distros são uma das mais populares, sendo Ubuntu e Mint a mais populares.
            elementaryOS é Ubuntu com interface Pantheon
            MX é Debian + Xfce + alguns tools facilitadores
            Linux Mint é baseado diretamente no Ubuntu, mesmo tendo uma versão baseada diretamente do Debian.
            Manjaro talvez seja a única diferente da lista, já que é baseada no Arch.

      • Fernando says:

        Manjaro não é baseado em Ubuntu…

      • Clodoaldo says:

        Eu colocaria o Fedora e tiraria o Elementary dessa lista.

    • KodiakSwallows says:

      Pedro Pinto, mais uma vez apagas comentários quando não te interessam, continua a sugerir sempre a mesma treta baseada em Ubuntu…

    • ervilhoid says:

      Se é o Top 5 de outro site, vão inventar?

  2. Tim says:

    Os mais fracos…

    cent OS – servidores
    arch – desktops

  3. Joaquim Venâncio says:

    Não conhecem “SOLYDXK”?

  4. jaugusto says:

    Ah ah muito bom !!
    Ainda me lembro quando o pessoal do mx linux colocou um post a comemorar os 100 utlizadores …

  5. Ricardo says:

    Recomendo o Fedora. Um moderno bonito e tem por trás do seu desenvolvimento a redhat/IBM .. Muito top top

  6. Evaristo says:

    Debian serviu de ponto de partida pra algumas dessas citadas.

  7. ElectroescadaS says:

    Quando li o título no FB deu-me vontade de rir. Liberdade de quê mesmo?

    Esqueçam! Estou a reinar convosco…

  8. Percival says:

    Falando em liberdade, parabéns pela data de hoje. – Revolução dos cravos-.

  9. Daniel Côrtes Santos says:

    O Ubuntu budgie é muito bom, leve, pouco espaço e elegante.
    Nunca vi ninguém falar sobre

  10. dsr says:

    apesar de estar em beta, o linux deepin tem me consquistado, e o unico que me fez sair do mint, sou virado mais a versoes Desktop

  11. Paulo says:

    Ou seja, das 5 pra variar 3 são baseadas em Debian, não sei pq insistem em falar sobre o Ubuntu, Canonical deve pagar os meios de comunicação, ou estes não fazem idéia das distros Linux.

  12. Luisa says:

    Eu continuo preferindo meu bom e velho Windows 10. Tudo funciona, sem limitações.
    Quem fala mal do 10 é porque tem computador do tempo das cavernas.

    • ElectroescadaS says:

      Não sei se sabes mas dor de corno é o que há mais na Net. todos os sistemas operacionais têm lugar e não precisamos. Então a Brasileira tem cá um ódio à Microsoft que até dá vontade de rir…

      Sou utilizador Windows e testo distribuições Linux de tempos a tempos. Mint xFce é a minha favorita…

      • ElectroescadaS says:

        Queria dizer “Brasileirada”

        • KodiakSwallows says:

          Tipico xenófobo…”Brasileirada”?

          • ElectroescadaS says:

            Não necessariamente KodiakSwallow mas sabes que o pessoal Brasileiro abobina o Windows correcto? Termos como “Ruindows” é o quê?

            Aprende a ler (vendo os topicos deste blog ao longo dos meses como eu faço)e antes de adjectivares as pessoas. Talvez aprendas algo antes de escrever disparates…

          • Danilo says:

            Não só os brasileiros como muitos tugas também odeiam.

        • Fernando Dantas says:

          No Brasil há o Ruindows e aqui em Portugal “país super desenvolvido” temos ainda grande parte da população que não sabe o que é um computador. Xenofobia é coisa de atrasados, não te esqueças que no Brasil moram muitos tugas, aliás espalhados pelo mundo fora. Aprende

          • ElectroescadaS says:

            Não distorças o que se escreve. Falta de argumentação só revela que pouco ou nada percebes do assunto. Aprende…

        • Fernando Dantas says:

          No Brasil há o Ruindows e aqui em Portugal “país super desenvolvido” temos ainda grande parte da população que não sabe o que é um computador. Xenofobia é coisa de atrasados, não te esqueças que no Brasil moram muitos tugas, aliás espalhados pelo mundo fora. Aprende

          • barf says:

            Há o Ruindows porque ainda estavam a usar 486 há uns bons 10 anos atrás e provavelmente ainda haverão muitos pentium4. Mas nem tudo é mau pois levou-os a adaptarem-se muito bem ao linux verdadeiramente minimalista e a criarem distros muito boas, leves, completas e funcionais como o kurumim e resulinux por exemplo. Ou então a massificar o uso de distros como o slackware e Gentoo e por fim o recém chegado arch.
            Claro está que muita coisa mudou entretanto.

        • Fernando Dantas says:

          Aqui o único que precisa de aprender alguma coisa da vida és tu meu caro. Passa bem

      • Ricardo says:

        Irmão está muito,arredondamente enganado quando fala sobre os brasileiros ..isso não confere e digo mais é preconceito puro ..cada um tem suas escolhas e no Brasil o Windows não é dinheiro de cachaça como está a pensar

        • ElectroescadaS says:

          Lê o meu comentário que fiz acima ao Kodiak. EU também uso Linux de tempos a tempos e não venho para este blog deitar abaixo as pessoas só porque não lhes agrada o que se escreve.

          Quando referi “brasileirada” não foi para denegrir quem quer que seja, todos nós temos os nossos problemas pessoais/financeiros e usamos aquilo que podemos…

      • Marcelo Monteiro says:

        Acredito que este preconceito sobre o Windows já saiu faz tempo do brasileiro comum. Oq falta hoje é disponibilidade de recursos que rodem em ambas plataformas ou ferramentas alternativas que sejam compativeis (TOTALMENTE) com as mais conhecidas que são produzidas pra plataforma Microsoft.

        Falando em rotinas comuns para um utilizador típico de Windows, oq prende ele na plataforma é não contar com uma ferramenta que consiga, por exemplo, abrir uma planilha Excel no LibreOffice sem perder as configurações ou até mesmo gerar uma planilha que não fique deformada quando abrir em qualquer outra ferramenta que não seja a que foi confeccionada. O usuário comum está propenso a mudar pra qualquer distro amigável do Linux, porém ele não tem o resultado esperado e isso impacta na sua produtividade. SEM DUVIDAS ISSO NÃO É DEVIDO A BRASILEIRADA PRECONCEITUOSA, e sim, a falta de empenho da comunidade em desenvolver aplicativos e ferramentas páreas integralmente com as mais conhecidas.

        Já passamos da fase de maquiar as distros pra ficar mais parecidas com Windows visando atrair novos utilizadores. Temos a performance, agora precisamos de efetividade na utilização.

        Estou testando o Ubuntu 19.04 e digo que tem me surpreendido muito, dá um banho de longe em qualquer outra distro que ja utilizei.

    • Alfie says:

      Com o planeta no estado em que está reusar é fundamental. Se com um computador do tempo das cavernas atendo às minhas necessidades porquê deitá-lo fora e substitui-lo por um novo e contribuir para poluir mais o local onde vivo?
      E, já agora, não me ouves falar mal do Windows 10.

      • ElectroescadaS says:

        Precisamente e estou de acordo contigo. Reutiliza-se o que funciona…

      • Miguel Ferreira says:

        Concordo! Por exemplo tenho um Quad-Core Q6600 com 4Gb de RAM que com o Windows 10 arrasta-se, instalei em dual-boot o Kubuntu, e aquilo até voa! Em vez de mandar o meu velhinho desktop para a reciclagem, uso-o para navegar na net, ouvir Spotify e ficheiros de música, editar textos com o LIbreoffice e sacar torrents com o qBittorrent.

  13. Junior says:

    MX Linux = Debian
    Manjaro = Arch
    Linux Mint = Debian
    elementaryOS = Debian
    Ubuntu = Debian

  14. baspingo says:

    Void Linux, nao e fork, e LFS e vem com o RunIT e o package manager e XBPS que oferece source e binary como modos de instalacao, super leve e customizavel

  15. SL says:

    Tenho usado Pop OS pela System76 e é bastante estável e simples de utilizar também.

  16. Mario says:

    Adicionaria a lista: Solus, openSUSE, Deepin e Mageia.

  17. Devsys says:

    “…e que são certamente das melhores.” <— o que é o melhor para ti Pedro Pinto, é no mínimo muito discutível para os demais.

  18. Luis says:

    Obrigado PPlware, por mais um excelente artigo, ignorem por favor os comentários incendiários que aqui proliferam e continuem o excelente trabalho, pois sou um Leigo em Linux e sigo os vossos conselhos com muito prazer e como eu muitos mais farão o mesmo. Bom Trabalho

  19. HELDER AFONSO DE MORAIS says:

    Faltou o KDE Neon. Uso diariamente em casa e na empresa.
    https://neon.kde.org/

  20. Samuel says:

    O Mint está a mais já não é bom pois no meu caso dá um erro relacionado com o Ubuntu. Por isso em breve vou mudar.

  21. André says:

    Sugiro que façam uma análise ao Linux Caixa Mágica .

  22. Theneus says:

    Pessoal, a lista de Linux é grande.. eles deve estar colocando as mais mais populares… O legal do Linux é justamente esta ideia de distro adaptáveis a suas necessidades e não o contrario.

  23. Sérgio Santos says:

    E as distros. RPM? Eu uso Mageia (originário do Red Hat) ou Slackel (Slackware). O MX é rápido, mesmo, parece ótima distro; gostei de testá-la, mas seu ambiente é Xfce e prefiro o KDE. Mas a melhor disto é aquela que funcionar melhor na sua máquina. Afinal, todas são Linux.

  24. david aguiar says:

    Uso o Puppy Linux (xenial, baseado no debian). Estou muito satisfeito. Melhores cumprimentos de Belém – Pará – Brasil.

  25. ElectroescadaS says:

    Endless OS presta para alguma coisa?

    Tenho reparado que alguns portáteis (ASUS) trazem esse SO instalado nas suas máquinas…

  26. Hermínio Cerqueira says:

    Não sei porque nunca referem o Kubuntu ?
    Eu utilizo o mesmo desde a versão 12.04 LTS, 64 Bits actualmente a versão 18.04.2 LTS 64 Bits e julgo ser a distro Linux mais agradável e melhor desenhada e com uma ocupação de memória de cerca de 500 MB com driver nativo Nvidia intalado !

  27. Italo Cruz says:

    Cadê as brasileiras? A melhor: DuZeru Linux!

  28. Paulo says:

    Tenho um HP de 2007, dual core T500 1.6 GHz, 110 Gigas de disco e 2 Gigas de RAM, com o Windows 10 arrastava-se, coitado, já práticamente só o usava para ouvir música (via SPDIF para um home cinema) com o Foobar. Criei um disco de recuperação e fiz uma imagem do sistema para um disco externo, e depois instalei o MX Linux, isto há duas semanas… E não volto atrás, pelo menos nesta máquina! Até voa!!!
    Básicamente a única alteração que fiz foi instalar o kernel Liquorix que previlegia o desempenho e tem-se de facto melhor som que com o kernel normal. O Youtube no browser é que é uma treta, mas tenho o SMTube ou então no browser copio o link e vejo o video no VLC (ctrl n + ctrl v + Enter, é um instante). Faz-se práticamente tudo sem o terminal (já usei por curiosidade
    , sou velha escola do Dos e no AS400 era tudo por comandos… velhos e bons tempos 🙂

    Adeus programas piratas! Adeus Windows Updates!

    (agora quero mesmo é livrar-me da Google mas isso é bem mais trabalhoso).

    P.S. Não sou muito de jogos no pc, isso facilita).

    C’amon guys, give it a try!!!

  29. André says:

    Tem gente que não sei por que continua acessando o pplware. Só sabe reclamar nos comentários. Parem de mimimi e façam comentários que agreguem alguma coisa ao assunto, ou então vão falar besteira em outro lugar se odeiam tanto o pplware.

  30. Miguel Ferreira says:

    Muitos aqui criticam o Ubuntu, mas esquecem-se que há outras distros e como tal, liberdade de escolha. Eu pessoalmente uso Ubuntu Mate e Kubuntu, porque simplesmente funciona para as minhas necessidades. Já experimentei outras distros e regresso sempre ao Ubuntu, pela facilidade de utilização e pelos PPA’s. Mais fácil que isto em Linux, penso eu que não haja. Cumprimentos a todos.

  31. zedoido says:

    muito satsifeito com o Manjaro XFCE com o branch testing

  32. Luís Ferreira says:

    Falar de liberdade e falam de distribuições que distribuem software que não é livre… https://www.gnu.org/distros/free-distros.en.html

  33. Volnei says:

    Muda os gráficos e colocam outro nome, mas no fundo é tudo Debian ou unbu….e suas derivações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.