PplWare Mobile

Está farto do Unity no Ubuntu? Use o KDE ou Gnome ou XFCE


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Hugo says:

    Muito bom trabalho 🙂
    Penso que o único problema do Unity é mesmo deixar o sistema pesado. Prefiro o Gnome ou o XFCE

    E olha uma correcção. Na parte de explicar como se instala o XFCE tens como titulo “KDE no Ubuntu” 😉

  2. Emannxx says:

    Estou a utilizar o Gnome 3.6 desde que instalei a 12.10, não troco por nada 🙂

    • Pedro Pinto says:

      Pois, ainda dei uma hipótese ao Unity mas…decididamente não! Pesado, muito pesado, fraco desempenho…arrisco mesmo a dizer que se não fosse a linha de comandos considerava-o um sistema operativo inútil!

      • Emannxx says:

        Exato. Eu também tentei “adaptar-me” ao Unity, mas não consegui.

        Gostei bastante do método de funcionamento do Gnome 3 e toda a hierarquia existente, o Unity ao lado dele não lhe chega aos calcanhares 😉

      • Serva says:

        Boa tarde ,

        Pedro Pinto não tenhas a menor dúvida , o que eu sugeria era que em vez de estarmos a instalar vários ambientes gráficos podemos tranquilamente fazer o download do Kubuntu , Xubuntu no caso da Gnome Shell não existe uma instalação limpa derivada do Ubuntu e aí fica mais difícil não instalar primeiro o Ubuntu , mas existe outra alternativa que é instalar o Debian puro e depois instalar com os mesmos comandos a Gnome Shell , penso que desta forma se evitam vários conflitos que se geram na altura dos upgrades dos diversos pacotes e é bom lembrar que poderemos ter sempre 3 partições diferentes num HDD o que nos permite também ter alguma liberdade de acompanhar a evolução de outros ambientes gráficos e distros .

        Cumprimentos

        Serva

        • Pedro Pinto says:

          Não me estragues a novidade do próximo artigo 🙂

        • DJLinux says:

          Tens o Ubuntu Gnome Shell Remix

        • Jay says:

          A máquina que disponho para “brincar” com as várias distribuições Linux já é tem alguns anos e – talvez por isso – dá-se muito mal com o Unity (tem a ver principalmente com questões ligadas à placa gráficas… E pelo que pesquisei são muitas as pessoas a terem problemas com o Unity em máquinas com a mesma placa gráfica).
          Passei então a usar o Xubuntu, que até agora não deu problema nenhum.
          Só me falta conseguir arranjar uma forma de arranjar algo do género daquele Messaging Menu, porque gosto de ter ali tudo agrupado. Se alguém souber que se põe isso a funcionar no Xubuntu 12.10, agradecia a dica!

        • Antonio Ventura says:

          Experimentei o Debian puro na máquina virtual e gostei muito. Acontece que estou com o Linux mint e funciona muito bem..Vou aguardar. Obrigado.

    • Gil Nóbrega says:

      Mas para quem prefere o gnome no ubuntu pode instalar esta distro (que penso que vai ser oficializada pro ano neste site: http://gnomebuntu.com/ ) mas que está disponibilizada no site da ubuntu como ubuntuGNOME: https://wiki.ubuntu.com/UbuntuGNOME/ReleaseNotes/12.10

  3. DJLinux says:

    Bom post. Mas não esquecer que existem mais alem destes. Certo que estes são os mais conhecidos, mas também temos o MATE desktop e o Cinnamon desktop (do grande Linux Mint) que cada vez estão a ganhar mais adeptos.

    Acho que também faltou o – sudo apt-get install lxde

    Continuem o bom trabalho 🙂

      • Serva says:

        Boa tarde ,

        São ambientes gráficos ainda muito verdes , o que mais promete e vai tendo cada vez mais adeptos é o Cinnamon .

        cumprimentos

        Serva

        • Glink says:

          outro muito verde mas está com bom aspecto é o Pantheon da elementary team, estou a usar e a gostar bastante 🙂

          • Jorjão says:

            De facto o Elementary OS Luna está um espetáculo. Tenho-o a correr no virtualbox e está muito bom, muito rápido e bonito. Traz poucas aplicações o que o torna ainda mais simples. À consideração do PPlware.
            Abraço, Jorjão.

        • Antonio Ventura says:

          O Debian puro está melhor do que o Mint Cinnamon?? Obrigado.
          Cumprimentos e BFS

      • Marcos says:

        Eu ainda continuo com o ubuntu 10.04…O Gnome 2 é pra mim sem dúvida o melhor ambiente gráfico para mim. Como muitos experimentei o Unity mal ele saiu mas não me habituei, nem o gestor de aplicações conseguia enocntrar. O Mate e o é uma fork muito interessante do gnome 2 e a solução para as novas versões de Gnome 3 que sairam recentemente e que também não gosto por parecer muito mac e eu nao me habituar a ter as opções das janelas na barra tipo mac.
        Até encontrar alguma coisa que continue leve e bastante estável o ubuntu 10.04 vai continuar por cá.

        • Serva says:

          Boa tarde ,

          Eu ainda tenho a 10,04 LTS instalada que me acompanhou por 3 anos até que descobri o KDE forçado que fui a procurar alternativas ao Gnome 2.3 que gostava muito mas que agora acho pouco prático pelas facilidades que o gestor de ficheiro Dolphin proporciona e por outro lado tenho toda a capacidade de fazer uma personalização total do sistema sem usar qualquer programa de tweaks o que diga-se é muito o meu espírito mudar os cursores , mudar os ícones mudar as janelas , mudar a composição de cores ,criar transparências , colocar widgets no ambiente de trabalho etc e como no meu Ubuntu 10,04 LTS a performance não é prejudicada .

          Por outro lado tenho acompanhado outros ambientes gráficos , outro que me agrada muito é o XFCE que está cada vez melhor é muito diferente do KDE é minimalista , mas não deixa de ser bem poderoso , no entanto não encontro as vantagens do KDE , o facto de eu poder dividir uma janela e numa pare estar a trabalhar no hdd do pc e na outra parte da janela estar a trabalhar numa pen ou disco externo e poder fazer transferências de ficheiros com um arrastamento é algo que nos dá grande liberdade de movimentos e eu tenho 5 discos internos , por isso já devem compreender a razão de eu dar tanto valor a estas funcionalidades .

          Cumprimentos

          Serva

      • Fábio says:

        O Lubuntu como referido nas respostas é sem dúvida uma alternativa muito leve em termos de ambiente gráfico. De momento continuo com o Lubuntu 12.04 e ocupa-me em média 300Mb de ram.

      • vvvvvv says:

        o mate é mais leve que a gnome-fallback-session?

    • Daniel Mendonça says:

      O Cinnamon é de facto o meu favorito.

    • RickPinto says:

      Ora nem mais…
      Já usava mint antes. Então desde que saiu o unity, esqueci definitivamente o ubuntu…

  4. Nuno says:

    Nada melhor do que xmonad para linux 🙂

  5. quimkaos says:

    ou então instalam a distribuição portuguesa Caixa Mágica que é baseada em Ubuntu/debian e vem com o Gnome 3 por defeito, mas que também tem a possibilidade de instalar o KDE ou XFCE por distribuição (Caixa Mágica KDE por ex.) ou por instalação a partir de repositórios. Partilha pacotes com Ubuntu e Mint.
    Das distribuições que experimentei que usam o Gnome 3 pareceu-me a mais estável.

  6. Daniel says:

    Eu gosto do Pantheon, mas parece-me que não mostra todas as aplicações do sistema quando clicamos no lançador..

  7. cf says:

    Alguem conhece uma app para premitir gestures em linux, mac style.. para o gnome3 fica brutal, para quem tiver um touchpad que permita 5dedos, ficava com uma experiencia incrivel.

  8. Luis says:

    Neste site podem ver como instalar e remover cada um dos ambientes.

    http://www.psychocats.net/ubuntu/index.php

  9. Serva says:

    Luís , boa malha , excelente o teu post

    Cumprimentos

    Serva

  10. Rui "ALL" Sousa says:

    “traz um conjunto e novidades”
    *de*

  11. Porfirio says:

    KDE sem duvidas!

    O KDE tem tido uma má fama, mas desde as ultimas versões que tem ficado bem estavel e mais leve!

    É um Desktop super personalizavel e em que tudo está integrado.

    Ainda tem um longo caminho para andar mas chega lá!

    Existe um novo DE, o maui-project.org que me tenho acompanhado.

    Usão de origem as tenclogias mais recentes como wayland e Qt5, que ainda não saiu, está em fase beta.

    Tenho observado os repositorios e parece estar a evoluir bem.

    Claro que antes do Qt5 estar disponivel não será fácil instalar. Portanto é esperar para ver 🙂

    • Serva says:

      Boa tarde ,

      O Wayland é um dos projectos que pode colocar o Linux na frente dos SOs , quanto ao QT5 grande parte do código está a ser migrado do SO meego eu já instalei e de facto ainda existe muitas arestas para limar , deverá estar pronto por altura do KDE 5 que provavelmente estará pronto em Abril ou Maio do próximo ano , considero que o workspace 4.9.2 para além de nos ter trazido o Dolphin 2.1 e praticamente versões novas para todas as ferramentas que acompanham esta interface preferiu apostar na correcção de alguns bugs já devidamente identificados , a versão do Kubuntu 12,10 está rápida mais versátil mas sobretudo estável .

      Cumprimentos

      Serva

      • Andros says:

        Nos últimos tempos também tenho estado a utilizar o kde (4.9.2, no momento), e estou a gostar bastante. Muito rápido e bonito 🙂

        No entanto, a distribuição que utilizo é o Arch Linux 🙂

        • Serva says:

          Melhor ainda , o KDE dá-se mito bem com Arch Linux , eu confesso habituei-me muito aos comandos do Debian e fui seguindo sempre distribuições derivados dele , mas quem mexe bem em Arch é uma combinação perfeita , talvez mesmo a melhor combinação que podes encontrar para o KDE .

          Cumprimentos

          Serva

  12. Pedro Santos says:

    Excelente! Eu a falar nisto à pouco e já está aqui um artigo! Fantástico =)
    De referir que o último titulo a negrito é XFCE e não KDE.
    Bom artigo!

  13. Filipe says:

    Boas, sempre usei o Gnome, mas neste momento no Ubuntu 12.04 estou a usar o cinnamon e estou a gostar mesmo muito, simples, eficaz e bonito. O xfce também é um dos meus favoritos.

  14. Madiba says:

    Eu costumo refilar quando aparecem coisas novas e demoro a adaptar-me mas desta vez venceram-me. O Unity com um bocado de hábito consegui vencer.
    Obviamente que há outras opções e o Gnome é daquelas que me faz voltar para ver como estão as coisas.
    Não uso apenas um ambiente gráfico e nisto está a beleza do Linux. Não é de massas nem precisa de ser mas faz tão bem ou melhor aquilo que os outros fazem.

  15. monux says:

    – Baixei o Lubuntu 12.10 , e instalei em um K8N – 1 gb de memoria – Está me surpreendendo pelo bom desempenho.

  16. Ricardo says:

    Adotei o Zorin OS e abandonei o Ubuntu. Mas uma pena que o Ubuntu parece ter abraçado essa aberração que é o Unity

  17. Rodrigo says:

    Estou a ter dificuldades em instalar outro ambiente gráfico porque no momento em que coloco o código no terminal, este pede-me a password mas não são lidos caracteres nem números. Alguém tem conhecimentos que me possam ajudar?

    Obrigado

  18. ric1 says:

    Eu até agora uso Cinnamon , sem problemas , muito ainda o acham verde , mas para mim é muito bom, mais uns retoques e pronto.

    Unity ainda tentei usar , mas não gosto mesmo nada.

  19. Willian M. says:

    Eu achei o que Canonical iria lançar um Ubuntu com o Gnome-shell por padrão, mas eu não vi essa versão!

  20. Sambas31 says:

    Só funciona no Ubuntu 12.10 Quantal…

  21. Ricardo F. says:

    Tenho uma dúvida; quando instalo um ambiente de trabalho alternativo o sistema não fica mais pesado e lento? Embora eu escolha com qual trabalhar no inicio de sessão não ficarão resíduos do Unity no sistema que o façam ficar mais lento? obrigado, não sou muito entendido nisto.

  22. FernandoRJ says:

    Totalmente adaptado ao Unity. Muito funcional e está melhorando a cada versão. Ubuntu com sua identidade própria. Cinnamon também evoluindo bem.

  23. Tiago M. says:

    O Ubuntu 12.10 acabou de sair, será que não é mais prudente esperarem 1 ou 2 semanas para deixarem a equipa da Cannonical resolver estes primeiros problemas?

    Isto acontece em qualquer SO, não é só no Ubuntu. Lembram-se do problema com a bateria que tinha o MacOS Lion? E no Windows temos os habituais Service Packs a corrigir as falhas após o lançamento.

    Portanto isto acontece em todo o lado, há um certo tempo de maturação logo a seguir ao lançamento. Eu como já previa esta situação, ainda para mais tendo em conta que não é uma versão LTS, decidi esperar para fazer o upgrade. Acho que estas críticas à performance do Ubuntu deveriam ser feitas apenas depois de um certo prazo, mas é apenas a minha opinião.

    • DJLinux says:

      Verdade, mas como é Ubuntu o pessoal pensa erradamente que tem que sair perfeito. Depois tem aqueles que se esquecem que o Kubuntu, Xubuntu e Lubuntu faz tudo parte do Ubuntu, por isso ao dizerem que Ubuntu não presta, porque raio então instalam o Lubuntu por exemplo.

      Acabei de instalar o Ubuntu 12.10 e só tenho duas coisas negativas a apontar … As Drivers ainda não estão disponíveis,o que não me proibi de fazer tudo, menos jogar. E algumas aplicações que usava no 12.04 ainda não funcionam no 12.04 … Eu ia esperar uns dias até instalar, mas não resisti a tentação e neste momento posso continuar a dizer : Ubuntu Rocks =)

  24. Jakob says:

    Eu também tive dificuldades a adoptar o Unity, agora já consigo trabalhar bem com ele MAS noto um consumo muito grande de recursos, e após tentar instalar o Ubuntu num portátil com uma gráfica Nvidia e estar sempre a bloquear decidi experimentar o Lubuntu e fiquei espantado… Já tinha experimentado o Kubuntu 12.04 mas tinha montes de bugs onde às vezes reiniciava o computador e este perdia todas as minhas definições, e decidi ficar me pelo Ubuntu.
    Mas agora após testar o Lubuntu estou a ponderar mudar, parece muito rápido, gasta poucos recursos e ainda não me deparei Bugs.
    No caso do KDE experimentei o achei-o muito bonito, rápido, mas tive dificuldades em adaptar me, ainda mais dificuldades do que com o Unity…

  25. R. Fernandes says:

    Ai os Unity haters…

    Lá porque não se conseguem habituar ou não gostam e preferem outro tipo de ambiente gráfico, tudo bem, respeito perfeitamente! Agora o que eu vejo é que tudo serve para denegrir a decisão do Ubuntu de seguir o seu próprio caminho com o Unity.

    Quando é que vão deixar de testar o Ubuntu em portáteis com placas gráficas NVIDIA? Já toda a gente sabe que existe essa incompatibilidade porque os senhores da NVIDIA são uns “s*c*n*s”, por isso é que o Linus lhes mostrou o dedo do meio.

    Corram lá o Ubuntu num portátil com Intel HD Graphics e vejam lá se afinal é assim tão mau como andam a pintar… não sejam falaciosos.

    Claro que o Unity é exigente em recursos, o que vai um pouco contra a natureza leve do Linux, mas também se querem instalar num Pentium nem deveriam considerar o Ubuntu! Já sabem que o Ubuntu tem aspirações mais altas do que apenas refrescar hardware ultrapassado, está a tentar competir por quota de mercado! O meu Core2Duo com Intel Graphics corre perfeitamente o Ubuntu 12.10, não me revejo em nada em todos estes comentários sobre lerdeza do Unity.

    • jpng81 says:

      E só porque tu dizes… a malta toda agora vai meter os portáteis de lado e vai tudo comprar portáteis com gráfica intel… nao sejas doido.
      Aliás a cenas mais parva que aconteceu agora foi obrigar os antigos utilizadores a correr o ubuntu 12.10 em modo de aceleração gráfica… e como se pode confirmar a aceleração gráfica está o no que está com gráficas um bocado mais antigas.
      O ambiente gráfico sem unity sempre foi super rápido, nunca ninguém se queixou da perda de performance. Agora se querem transições parvas nas janelas de efeitos de que nada servem… aí têm o choro que sempre houve por causa do sistema da aple que era todo bonito e tal e o ubuntu também devia ter.

  26. FernandoRJ says:

    Você precisa dizer em voz alta 3 vezes: Abracadabra, alakazan, depois insere a senha. Problema resolvido.

  27. jpng81 says:

    A partir do momento que unity surgiu, passou a deixar de ser o ubuntu. Obrigado ao Sr. Mark pela inovação em “lentidão” e pela publicidade da Amazon, estou ancioso pela versão 13.04 para ver que mais mer… dá para meter no ubuntu, então agora em DVD upa upa, é só meter mais lixo para lá.

  28. vvvvvv says:

    gnome shell irrita-me, não consigo estar sem ter a barra de aplicações à vista. kde farta-me talvez de ter um aspecto parecido ao windows. xfce gosto e do unity, mas têm mesmo de alterar aquele dash ou então meterem um opção para meter um menu mais classico

  29. vvvvvv says:

    btw no gnome não basta instalar o gnome-shell? é que é uma diferença de espaço enorme

  30. JDourado says:

    Eu uso o Kde com o Kubuntu, e estou a adorar, já experimentei algumas distribuições e sem dúvida esta sem duvida para mim a melhor.

  31. Bairos says:

    Boas, em relaçao instalaçao do ‘Gnome’, parece haver alguma confusão, uma vez que imagem que aparece é do ‘Gnome 3’ cuja instalaçao será algo do genero:

    sudo add-apt-repository ppa:gnome3-team/gnome3
    sudo apt-get update
    sudo apt-get install gnome-shell

    Bom artigo

  32. manecas says:

    Cada cabeça sua senteça, é a conclusão que tiro depois de ler os comentários
    Uso Ubuntu, temos opções no arranque, prefiro sem efeitos, em vez de unity, pois ainda não tive paciência para experimentar… e o meu portátil, dual core já com mais de 3 anos, com upgrade de HDD SSD funciona na maior, rápido e sem problemas.
    Se não fosse o excel e powerpoint, windows deixava de usar, assim ainda tenho dual boot.

    Cumprimentos

  33. MultiOS says:

    Só não usa o Unity quem não quer ou não se adapta com facilidade aos diversos SOs e ambientes gráficos que por aí andam. O Unity está fantástico, muito intuitivo e também muito rápido. Não percebo como podem alegar que puxa pela placa gráfica quando o estou a usar neste momento numa máquina virtual com um portátil que tem uma Intel HD 3000! O único senão é ainda faltarem algumas ferramentas de personalização, mas em breve essa questão estará resolvida. Aqui só se encontra profissionais do rato, salvo raras excepções. Já sei, não vão publicar este post…..

  34. Lincoln says:

    outro ambiente gráfico que tem chamado a minha atenção é o Razor QT, ele ainda está muito verde e por isso pouco personalizável, porém tem um belo visual e permite que seja rodado sobre o Openbox, Metacity ou Kwin (sobre o Kwin ele fica com os mesmos efeitos que o KDE), talvez ele consiga trabalhar sobre outros gerenciadores de janelas, mas testei apenas com esses

  35. Roberto Santos says:

    O que seria de um restaurante famoso se apenas um único e exclusivo prato, com seus acompanhamentos e bebidas. Assim é mundo Gnu/Linux, existe um ambiente gráfico para cada gosto, isto é bom, mais torna-se o calcanhar de aquiles do sistema para que os usuários comuns passem a usa-lo. Ai entra o JANELÃO e sua beleza promiscua, e todo mundo vai atrás do promiscuo por causa da facilidade de uso. Por causa disso passei a ser radical, tenho uma versão montada co DVD de instalação do UBUNTU 12.10 64 bits com 6 ambientes gráficos Unity 3D, KDE4, Gnome3, Gnome classic, XFCE4, MATE. assim é possível escolher o que achar melhor.Além de ter muitos aplicativos gráficos, editores de video, editores de audio, musica, e cracker. Ficou bem grandinho quase 4.2 GB. Só uma coisa, ainda não entendo por que tem tanta medrosa em usar nomes anónimos e não assumir suas opiniões com a cara limpa.

  36. Fabricio Marques says:

    Muito obrigado Pplware 🙂 mas faltou o gnome clássico, pois ele é simples e elegante, gostei muito, que é por esse comando sudo apt-get install gnome-session-fallback

  37. rfigapt says:

    Viva!

    Pretendo instalar o KDE ou o Gnome num computador sem acesso à Internet. É possível?
    Onde posso obter os binários?

    Obrigado e parabéns ao Pplware pelo excelente trabalho.

  38. Tiago Delgado says:

    Boas, instalei o gnome como está descrito no artigo mas não gostei, como desinstalo ?
    Cumps

  39. Milton Iovine says:

    Bom dia
    Fiz instalação cfe o passo a passo e não mudou nada, ou seja, eu não tenho a opção de iniciar Unity, Gnome ou Kde. Não aparecem opções aos iniciar. Se indicar solução, agradeço. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.