Quantcast
PplWare Mobile

Debian 8 “Jessie” Alpha 1 já está disponível

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Nelson says:

    Já agora, por ser uma versão “testing”, não quer dizer que não se deva usar em ambientes de produção.

    O debian stable e o debian testing não é uma questão da qualidade/bugs dos programas, muitas vezes o testing tem versões com menos bugs por serem mais recentes!

    A diferença prende-se com o sistema de pacotes. No stable, muito raramente se instala um programa, e se vê que tem algum pacote a menos ou até a mais, já no testing, isso pode não ser tão certo.

    Não se deve é usar em ambientes de produção é o unstable, porque este tem sempre e só as últimas versões dos pacotes… vida loca!

  2. Francisco says:

    o tal falado debian que nunca testei

  3. Eu pelos vários anos que uso debian, já vi que tanto faz ser arável testing ou unstable que sempre são mais estáveis que outros que por aí andam, mas para cenas mais sérias onde não convém falhar nada, stable ou old-stable é o ideal

    • Marco says:

      O problema da testing é qd eles mudam as dependências de um pacote, ou a versão de uma lib qualquer e não fazem o deploy de tudo ao mesmo tempo, é muito raro mas já me aconteceu.

      Debian ou Fedora são as minhas escolhas.

  4. lmx says:

    Um milhão de vezes Debian…

    É um mundo…não é ao acaso que é considerado o sistema operativo universal 😉

    O Sistema Operativo com mais suporte a nível Mundial!!

  5. José Martins says:

    Ola! Gostava de saber uma coisa, nunca usei linux nem nenhuma variante se é assim que se pode chamar, mas tenho aqui um potentissimo pentium 3!!! com 512mb de ram!!!(penso que sou capaz de conseguir arranjar mais 1 chip de 512 ficando com 1gb) e gostava de saber de um linux razoavelmente bonzito que consiga usar com specs assim baixas, qualquer coisa que já tivesse drives incluídas era fantástico, o objectivo deste pc não é para grandes trabalhos, é mais para me iniciar em arduino e coisas assim. Qualquer dica será bem vinda 🙂

    • Nelson says:

      Esta aqui é um bom exemplo 😉

      Se corre no raspbeery pi, corre aí 😉

    • Mikas says:

      Um distro que não costuma dar problemas com drives, é o Ubuntu. Mas com essa configuração, talvez seja um pouco pesado. Em todo o caso, e dependendo do processador, com 1Gb de ram, podes instalar a versão de 32 bits (consome menos ram). Se o processador se aguentar, não fica uma bomba mas desenrasca. A última versõ sairá no mês de Abril, também é expectável que venha mais leve. Apenas recomenda as versões LTS, pois as outroas que saiem a cada seis meses por vezes são um pouco bugadas. A próxima a sair em BAril, é uma versão LTS! TAmbém podes experimentar um derivado do Ubuntu, por exemplo o Xubuntu. É de facto muito mais leve. Embora na minha modesta opinião, não costumam ter a estabilidade do Ubuntu original. E que já que estamos a falar de Debian, tens o Debian 7, que podes instalar com o XFCE (basta escolher o ambiente gráfico aquando da instalação que ele instala tudinho automaticamente). O Debian consome uns míseros 200 a 300Mb de ram, mas também aqui aconselho a versão 32 bits pela mesma razão. Consome menos ram. O único senão é que eventualmente poderás ter problemas com falta de drivers para um ou outro dispositivo, depende do teu hardware. Se não usas hardware “esquisito”, e sendo hardware antigo, é bem provável que ele reconheça tudo. Para um PC de fracos recursos é o que normalmente recomendo, pois é uma excelente plataforma, e leve. Poderá é ser mais difícil dar os primeiros passos, mas já lá vai o tempo em que usar Debian era muito complicado. Hoje praticamente não é preciso usar linha de comandos para nada. O difícil por vezes é conseguir encontrar aquilo que procuros na imensa diversidade de software disponível para Debian, e cujos nomes, diga-se de passagem, costumam ter nomes esquisitos. Mas é tudo um hábito. São as minhas sugestões: experimenta Ubuntu (LTS) a ver se corre fluidamente, Debian 7 + XFCE para ver se te entendes com ele, e se nenhum dos dois servir, experimenta o Xubuntu (LTS) que também ficas bem servido.

    • jorjao says:

      Aconselho-te Manjaro linux com XFCE.
      Já tem os pacotes necessários para teres o teu hardware a funcionar.

    • Edexote says:

      José Martins, o que tu precisas é de Debian com LXDE! XFCE é leve, mas LXDE é ainda mais e o teu P3 vai agradecer. Tinha na empresa um P3 @ 800 MHz com 256 de RAM. Debian LXDE e ocupava 70 após arrancar! Como estava configurado apenas para fazer acesso por terminal RDP ao servidor, funcionava que era um mimo! O pessoal preferia essa máquina que as Core 2 Duo com XP 😀

    • lmx says:

      Se gostas de ubuntu..

      Experimenta linux lite, é baseado na lts do ubuntu +xfce, e parece-me agradável…consumo de ram por volta dos 130mb…

  6. nixman says:

    Eu pessoalmente gosto do Debian. Das 3 raízes principais (Slackware, Debian e Red Hat) das quais derivam tantas outras, o Debian é o que tem mais derivados, não é por acaso, não é?!
    É claro que existem outras distros respeitáveis, com por exemplo o Arch ou o Gentoo entre outros 😉

  7. Ricardo Gaio says:

    Viva!
    Ou estou a ver mal, ou não vejo o link para download, no link que o Pplware indica…

  8. Ricardo Gaio says:

    Já encontrei algo: http://cdimage.debian.org/cdimage/jessie_di_alpha_1/i386/iso-dvd/
    Qual a diferença:
    debian-jessie-DI-a1-i386-DVD-1.iso
    debian-jessie-DI-a1-i386-DVD-2.iso
    debian-jessie-DI-a1-i386-DVD-3.iso
    ?

    • naoliveira says:

      Esses 3 DVD é quanto ocupa a instalação completa do Debian, mas basta teres o 1º ou então o netinstall para conseguires instalar o Debian.

    • lmx says:

      o primeiro, tem os programas normais para uma utilização standard…ou seja tal como outras distros…

      Todos os outros, teem pacotes de software que podes querer instalar, ou não(mas também podes usar o apt, ou o aptitude para instalar via rede…)…

      Não são só 3…são dezenas 😀 , porque Debian é o SO com o maior conjunto de programas disponíveis no seu sistema de pacotes…

      Mas talvez, porque se trata, de uma versão alpha, só fazem 3 isos, não sei…

    • Ricardo Gaio says:

      Obrigado!
      Hoje já não vou conseguir testar, mas na proxima semana vou experimentar! 😉

  9. POliveira says:

    Pois bem, eu só uso duas distribuições:

    Debian: o mais estável!
    Archlinux: o mais rápido!

    Ambas têm um suporte fantástico na web.
    Todas as restantes alternativas não acrescentam grande coisa (excepto em situações pontuais), embora nunca tenha experimentado o Slackware.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.