Quantcast
PplWare Mobile

ArchLinux 05.2010 – O Sistema Operativo Perfeito

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. cf says:

    Muito bom 😉

  2. Vou experimentar assim que puder, já há algum tempo que estou para testar…
    Bom post 🙂

    cumps

  3. Rui Costa says:

    Só não percebi a comparação com “O sistema operativo perfeito”.

  4. Ricardo Faria says:

    “desenvolvida com o objectivo de ser o mais simples possível, dando ao utilizador o poder de tomar o maior numero de decisões possíveis quanto à sua configuração” ???
    Se é simples, não pode dar ao user poder de decisão em tudo. Vejam o MacOS. Simples porque o user não configura nada. A ideia de linux é ser tudo configurável, logo não é simples.

    • RzR says:

      “A simplicidade do Arch não deve no entanto ser interpretada de forma literal, pois o simples neste caso é ter acesso aos ficheiros de configuração do sistema directamente e de forma clara, e não através de GUI’s que segundo a visão dos Dev’s do Arch, apenas complicam o Sistema Operativo, ocultando tudo o que esta por trás!”

    • xtrender says:

      quantas vezes eu no ubuntu a tentar por algo a funcionar e o raio do SO insistia que sabia mais do que eu. BAH

      A ideia que a simplicidade é ter uma coisa que faca tudo sozinha é muitas vezes errada…

      prefiro ter uma aplicacao com muitas opcoes, e configurar a minha maneira do que ter um programa que so tem um uma porque alguem achou que assim ficaria mais simples.

      –‘

      usei o arch e *****!
      agora tou a usar slack e tb *****!!

  5. BigOix says:

    Já tenho instalado no meu portátil, não é muito complicado instalar basta seguir os manuais disponíveis na internet, um conselho que dou é visionar uns videos no youtube sobre a instalação do arch , o mais difícil vai ser configurar o sistema, esta distribuição é para quem queira saber como sistema operativo funciona.

  6. Leonardo says:

    O ArchLinux é muito bom, pelo fato de ser rolling release e ter sempre os softwares mais atualizados, porém para usuários menos experientes pode ser difícil instalá-lo e configurá-lo.
    Recomendo a leitura deste dois ótimos artigos de instalação e configuração do ArchLinux:

    http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Mamae-quero-Arch-%28parte-1%29

    e

    http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Mamae-quero-Arch-%28parte-2-final%29

  7. António Santos says:

    O Archy é um excelente sistema operativo, mas para perceber como funciona um Sistema Operativo Linux mais vale experimentar o Linux From Scratch – http://www.linuxfromscratch.org/

    Aprende-se logo o que são dependências circulares e configurações básicas. 🙂

    Perde-se é imenso tempo a compilar pacotes. lol.

    Porque não um artigo sobre o LFS ? 🙂

  8. Pedro Guedes says:

    Discordo!
    Esta distribuição é para quem não tem vida própria xD
    A falta de GUI é sem duvida uma vantagem, quem pretender aprender mais sobre um Sistema Operativo claro que pode fazer as coisas mais low level e andar colado na shell e nos .conf’s.

    “pois o simples neste caso é ter acesso aos ficheiros de configuração do sistema directamente e de forma clara”

    Se no Ubuntu com GUI demoras 20 segundos aqui demoras… 3/5 minutos?

    E não o “Sistema Operativo Perfeito” xD
    Distros como o Slackware, Debian… essas sim mereçem talvez esse titulo. Especialmente o Slackware pela estabilidade e segurança, fruto das regras apertadas em relação á adição de conteudo.

    • paranoid_not_android says:

      Eu tenho uma máquina a 2 meses com o arch e só posso dizer que como máquina para ter apache + Mysql + php é ok.

      Agora para uso diário não serve para nada, serve tanto como uma NAS ou coisa assim de resto produtividade é nenhuma.

      Portanto essa de ser o sistema operativo perfeito é hiper exagerado mas ok quando se fala do linux é tudo perfeito já sabemos!

      • Pedro Guedes says:

        tb nao te esqueças que pro apache, mysql e php existem GUI nem que seja via browser 😉

      • AliensGoo says:

        isso do Nao servir para nada e que disestes mal
        Depende do que instalas
        por exemplo meu tenho o Arch o sistema por defeito e o win 7 so para jogos para alem de o Arch estar optimizado para o teu CPU ‘muito mais leve , pk n tem os serviços desnecessarios

    • -_-' says:

      Cala-te camarada. Experimenta, e verás. Para resolver um problema, é ir ao ficheiro de configuração respectivo, mudar, e já está. Acredita que é bem mais rápido que andar por GUIs. Eu uso o Arch e Ubuntu, e o Arch só perde na potência gráfica (tenho uma ATI, o pessoal da Canonical faz magia negra para ter a gráfica melhor no Ubuntu).

      • JPedrosa says:

        bem, quando para argumentar é preciso mandar calar os outros … 😉

        E sim ele tem razão, se alguma ditro merece titulos destes, é Slackware ou quanto muito Debian.

        Mas slack tem regras muito próprias que lhe garantem a estabilidade. Não pode é ser chamado de simples.
        Pelo contrário, é no entanto, sem dúvida a melhor distro para quem quer saber o que é Linux.

        • -_-' says:

          Experimentem. É o melhor conselho que posso dar. Bate Debian e Slack a milhas. Não a estabilidade, como é óbvio, pois Arch é bleeding edge.

  9. ALB says:

    Se alguém quiser um endereço mais rápido para sacar isso.

    Universidade do minho – http://cesium.di.uminho.pt/pub/archlinux/iso/2010.05/

  10. Vitor says:

    Primeiramente gostaria de dizer que preferências por sistemas operativos é uma questão muito pessoal, o simples para uns nem sempre é o simples para os outros.

    E gostaria de saber uma coisa:
    Há três versões para download, a core-i686, a core-x86_64 e a core-dual.

    A versão core-i686 eu creio que seja uma versão 32 bits, e o core-x86_64 uma versão 64 bits. O que seria então a versão core-dual?

    • Diego Pereira says:

      Olá Vitor,

      A versão core_dual que se encontra nos downloads é uma iso que possui as duas arquiteturas, 32 e 64 bits, sendo que vc pode escolher entre elas no momento do boot.

  11. AirCrack says:

    Vocês tem é que parar de apresentar “coisas” boas, porque para quem tem vida própria, não pode de maneira nenhuma, perder tempo a decidir se experimenta ou não?!

    Este ultrapassa a minhas barreiras…

    Se eu podia viver sem o Pplware? Poder podia mas não era a mesma coisa.

    • Vítor M. says:

      hehehe excelente 😉 é batido mas sabe sempre bem ler 😉

    • Paulo39 says:

      Neste momento padeço dum “problema grave”.
      Não tenho tempo suficiente para me actualizar com o Pplware sem deixar de fazer outras coisas indispensáveis na minha vida (como dormir, comer ou estudar).

      Deixo aqui o pedido de baixarem o ritmo de lançamento de novos artigos diários. É que eu ainda tento fazer uma selecção dos artigos que mais me interessam, mas acabo por ler todos!

  12. Beu eu uso debian àuns anos sempre linha de comandos, o servidor cá de casa sempre foi e sempre será DEBIAN esse sim pode ser considerado perfeito, mas como é obvio, são opinioes, não critico quem goste mais de outra distribuição de linux, apenas critico o uso do “sistema perfeito”! Que nos linux penso que de modo geral iria para os ubuntus (xubuntu e afins) estes sim são fáceis para qualquer um, rápidos e fiaveis (raras excepçoes). Se não gostas de GUI’s, simples tens sempre o joe/nano ou o vim e isso sempre vai existir… Resumindo, sistema perfeito é aquele que consegue satisfazer a maioria dos utilizadores, sejam avançados ou leigos, seja para criar uma firewall para uma empresa seja para reutilizar o lixo velho que se tem por casa…

  13. dockme says:

    Para mim a melhor distro de sempre! . Fácil de utilizar! Simples! E prática! A vantagem do arch linux é a liberdade do utilizador. A diversidade do sistema é perfeita. Podemos ser iniciantes ou experientes, mas o arch não tem limites. Instalem arch linux e verifiquem a velocidade e a performance!

  14. Alexsandro says:

    Ja tentei por 2 vezes instalar e sem sucesso…o meu ultimo problema foi criar uma conta de utilizador porque não sabia como havia de dar as permissões, mas um dia chego lá :P.

    Até porque preciso de um SO com baixa latência no kernel.

  15. m00nbl00d says:

    Não confundam Sistema Operativo com distribuição. Sistema Operativo é o núcleo das várias distribuições. OpenSUSE, Fedora, etc., são tudo distribuições.

    E se não há uso/pouco uso de GUI, então como é pode ser considera uma distribuição que apresente simplicidade? Não pode. Algo simples, é algo que um novato consiga perceber. Se não consegue, então é porque é complicado, e não simples.

    Tal como já mencionaram, por esta ordem de ideias, a distribuição Slackware é mais simples de todas, e vou já instalar no computador da minha avó.

    • slackie says:

      A mim parece-me que tu e’ que estas a confundir *simplicidade* com *intuitividade* e se por um lado uma GUI pretende ser mais intuitiva, nao quer isso dizer que seja mais simples.
      Quanto ‘a simplicidade e’ um pouco relativo ja’ que o que e’ simples para mim pode ser complicado para ti.
      Sendo eu um utilizador de slackware ha’ varios anos tenho a dizer que e’ deveras uma distribuiçao que presa pela simplicidade na medida que recorre a ficheiros texto em grande parte das configuraçoes necessarias e isso e’ simples, mas implica conhecimentos da tua parte.. ora se a tua avo’ nao os tem se calhar o melhor e’ continuar no windows 🙂

      Em relaçao ao arch (para fugir aqui ao off-topic) tenho a dizer que pessoalmente nao sou grande admirador precisamente por alguns factores que ja’ foram aqui mencionados, sendo o facto de usar pacotes muito recentes aquele que mais me desencoraja o seu uso ja’ que isso traz muitas vezes problemas de estabilidade 🙂

  16. Pedro Correia says:

    Usei Arch durante meses, adoro a distribuição e aprendi imenso com ela. Uma pessoa tem realmente um enorme controlo sobre rigorosamente tudo o que está no computador. No entanto quando troquei de portátil optei por não instalar Arch. O processo é muito moroso e para quem precisa mesmo de trabalhar e não quer perder muito tempo a configurar coisas Arch não é bom.

    Não existe algo como o Sistema Operativo perfeito e sinceramente arch está longe dessa definição. Agora, se me perguntarem se é uma boa distribuição eu terei de responder “É, se fores um utilizador médio/avançado de linux ou se quiseres aprender realmente como funciona o SO”.

  17. “O maior tempo gasto no Arch e mesmo na 1º semana de uso” Eu na primeira semana que comecei a usar linux sem ser como brincadeira (no caso Debian GNU/Linux 3.1 (“sarge”)) deu-me pra compilar o kerner para a maquina que tinha trabalhar melhor e na segunda tentativa já tinha tudo a bombar como queria… se alguem com alguma experiencia demora uma semana de volta de um sistema… bem ou o sistema não presta mesmo ou então deve estar a usar uma calculadora em vez de um computador…
    Neste momento demorao cerca de uma hora a instalar e configurar o servidor aqui de casa (apache/mysql/dnsmasq/squid/firewall-ebtables e mais algumas coisitas) e demoro umas 6 horas na minha maquina de trabalho (windows vista, visual studio e o resto dos gigas de lixo que costumo usar)…
    Por isso mais uma vez pergunto, como se pode demorar uma semana a configurar uma maquina?

    • Xehoz says:

      A primeira vez pode ou não demorar algum tempo. Mas não tem tanto a ver com o Arch Linux ou com outra distribuição qualquer. Depende do que pretendes. Imagina que para além de estares a experimentar o Arch Linux, também te dá para experimentar o KDE 4.5. Com tanta aplicação que aquilo tem, estás necessariamente perdido e demoras tempo a afinar aquilo. Necessariamente. Mas tem a ver com o Arch? Não. Duvido que alguém tenha experiência com Slackware ou Gentoo demore muito a instalar o Arch.

      Se já sabes o que é o hal, o crond, o ntpd, o cups, xorg, alsa, pulseaudio, etc fazem, não vais demorar muito tempo a configurar o Arch Linux. Demorará um utilizador do Ubuntu. Mesmo que esteja familiarizado com as suas funções, não faz a menor ideia de como é que aquilo, de facto, funciona tudo. O que é precisa do quê. Mas, acima de tudo, instalar e configurar o Arch demora o tempo que se demora a ler a wiki. Está lá tudo. 🙂

      Se souberes o que queres e se não estiveres com experiências e testes até é bastante rápido.

  18. sendo assim… eu como quando comecei no debian já andava as voltas no redhat… não foi dificil a mudança…

  19. Eded says:

    Bem… Eu na primeira instalação do Arch levei um tempinho. Foi lendo a wiki e os tutoriais para entender o que estava fazendo e fazendo também uma série de testes (a própria distro abre espaço e incentiva a fazer isto).

    Na segunda foi de primeira e muito rápido. O tempo gasto foi o necessário para o download dos pacotes e configuração dos aplicativos que afinal, todos temos que fazer.

    Para mim (atenção!! para mim) é a distro perfeita pois é simples na manutenção (por incrível que pareça), excelente desempenho, pacotes sempre atualizados, documentação farta, comunidade ativa, só reinstalo se desejar (adeus distro com prazo de validade).
    Quanto a instabilidade, não vejo desta forma. Nunca tive problemas com atualizações e além do mais você sempre pode aguardar um pouco (para ver se alguém está tendo problema com os novos pacotes) antes de atualizar ou até mesmo não atualizar se acha que não precisa.
    Bem é isto… No momento não troco por nenhuma.

  20. gio says:

    Simplesmente a melhor distro de todos os tempos.

    x)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.