Aprenda a instalar o Linux Deepin 15.4


Destaques PPLWARE

15 Respostas

  1. psgroove says:

    olá, podem me dizer se dá para testar sem instalar?!
    igual a live de ubuntu que dá pra testar sem instalar.

  2. Miguel Lima says:

    Já instalei uns dias atrás e até agora é uma agradável surpresa.
    É sem dúvida uma grande distro e candidata a SO principal…

  3. alopes says:

    Tenho lido alguns (dos muitos artigos publicados) sobre linux e as várias versões existentes. Já experimentei e utilizo ubuntu num computador desktop antigo com um teclado “normal”. Ultrapassada a fase de aprender a instalar uma dificuldade com que me deparo quando pretendo instalar e usar num computador portatil seja ou não mais antigo com teclados mais ou menos compactos (atualmente uso um lenovo yoga 3 pro) que têm um teclado unicamente com 5 “linhas” é precisamente a configuração do teclado.
    Será que podem explicar num tutorial ou indicar como resolver esse problema (já fiz imensas pesquisas na internet e ainda não encontrei nada satisfatório para configurar teclados em PT-PT), ou será que o linux não têm configurações para dar resposta capaz?….
    Obrigado

    • George Orwell says:

      Nas duas versões anteriores confrontei-me com o mesma questão.
      Na configuração do “layout” do teclado, por ordem alfabética encontrava facilmente o teclado PT-BR, porém desacompanhado do PT-PT. Até que descobri que também existia o PT-PT mais à frente fora da ordem alfabética.
      Sou pois levado a pensar – embora não tivesse testado a última versão -que a o PT-PT continua a existir como opção de teclado mas fora da ordem alfabética, isto é, terá fazer o scroll de todas as opões de teclado para encontrar algures o PT-PT, este que até conta com umas cinco sub-opções. Será desculpável porque tendo os chineses olhos em bico podem não ter enxergado bem o “PT” e confundido com outro caracter algures como um vegetal perdido numa tijela de arroz xau-xau.

      Quanto à distro, realço a sua loja – uma grande superfície grossista com tudo que interessa, gratuito e à discrição -, os seus próprios contributos para o mundo Linux sendo de referir as suas próprias aplicações de vídeo e música e o seu próprio ambiente gráfico, além de, nas definições terem incluído um botão de S/PDIF para redireccionar o audio ( p.e. por hdmi) , para não falar que é das ser das poucas que, no meu caso, permitiu dispensar completamente uma visita ao Terminal.

      Neste momento a Deepin já se encontra na 8º posição da Distrowatch deixando para trás colossos como o CentOs, Elementary e Antergos e por este andar ainda um dia vai morder os calcanhares ao Ubuntu e Mint e quando lá chegar pode não largar e fical ali bem assente como a grande muralha da China.

      Sem dúvida, uma das mais elegantes, mais simples e melhor organizadas “distros” que o mundo Linux alguma vez já mostrou.

  4. J. Frazão says:

    Em tempos experimentei o manjaro com esta interface mas não achei muito prático.

  5. Luís says:

    Talvez possa ser do tipo de instalação que fiz, ontem resolvi instalar em dualboot com o windows 10. Vi a instalação do windows 10 comprometida e para resolver o fixmbr ou fixboot através de linha de comandos do windows para possivel remoção do computador para poder testar outras versões ou simplesmente manter o windows 10. acabei por ter de formatar a máquina chegando à conclusão que esta distribuição chinesa não só não corria fluida no referido pc: Core 2 duo a 2.53 mhz com 4gb de ram e uma gráfica de 512mb da nvidia com um dds samsung evo 250gb. Claro que é um computador com alguns anos mas que corre o windows 10 na sua versão mais recente creators update sem stress e nesta distribuição chinesa arrasta-se. se servir de referência a alguém. Gostei bastante e tem bastante software, porém a questão de segurança pode ficar comprometida, sendo que para nenhum do software da deepin store fui solicitado para password mas apenas para entrar no sistema. muito parecido ao sistema Windows

  6. Fábio says:

    Instalei semana passada e não me arrependi, instalei em quadruplo boot, com o remix OS windows 10, Ubuntu, e deepin, tudo com o próprio GRUB do deepin

  7. Manuel says:

    Quem quiser isto em 32 bits basta instalar o build 15.3 e depois o so faz atualização automática para 15.4.

  8. Alan Masters says:

    Instalei em MacBook Pro A1278 4 GB RAM NVIDIA 320 e broadcom. Problemas com renderização, e o WiFi só funciona suspendendo e inciando a sessão. Uma pena, por enquanto fico com Mint 18.1 Serena Cinnamon 64 que e 100% compatível com meu antigo Mac, mas a sistro e boa sim principalmente em computadores atuais.

  9. alopes says:

    Tenho o ubuntu vrs 16 instalado numa pen que utilizo em modo dual boot, mas que não consigo ligar á internet (não reconhece nenhuma rede wi-fi), alguêm pode informar/ajudar como configurar.

    Obrigado

  10. Marcos says:

    Desculpem, mas não poderia ser um pouco mais explicativo e seu tuto? Desculpe-me mas muito fraco esse tuto

  11. Elicleude says:

    Otima distribuição, uso ela a uns 2 anos, mas nessa ultima versão 15.4, ive problemas com o wifi que só permanece conecttado por alguns segundos, alguém teve esse problema e conseguiu resolver?
    Nem no forum do Deepin consegui resolver,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.