Quantcast
PplWare Mobile

Aprenda a instalar o FreeBSD 10 passo a passo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Ricardo Gaio says:

    Boa! Parabéns pelo post.
    E um interface gráfico…?
    Pode ser a parte 2 deste tutorial. 😉

    • Alexandre Martins says:

      Caro Ricardo, o FreeBSD não tem qualquer interface gráfico, como o entendemos por point-and-click, na instalação. No entanto, e se procura um sempre pode testar o PC-BSD; bastante fácil de instalar e usar.

    • Paulo Machado says:

      Para aqueles que querem um ambiente gráfico e uma instalação mais fácil (de raiz), podem utilizar PCBSD… ainda com o 9.2..
      Por acaso ja fiz o update para o 10, para intalar o gnome-shel..

    • Ricardo Gaio says:

      Obrigado 😉
      Ando com vontade de experimentar, mas a nível de desktop, daí pretender com GUI.

  2. john cena says:

    dá para jogar ps4 com este sistema operativo? porque a consola é baseado nisto

    • Alexandre Martins says:

      Para além do facto da Playstation não ser, propriamente, o PC que vemos por aí, o Sistema Operativo, pressuponho, terá só mesmo as fundações em BSD. Daí, e muito resumidamente, não; ou andaria muito boa gente a instalar o FreeBSD para jogar GTA5.

  3. KikoFHM says:

    Meus caros,
    Que distro aconselham para meter numa pen, e ter um SO portátil sempre no bolso?
    até ao momento o único q consegui a correr no meu portátil, Asus G51jx, é o lubuntu… pois de resto todos os restantes no momento de iniciar o ambiente gráfico aparece assim (exemplo: http://img801.imageshack.us/img801/5032/img0025mq.jpg)

    cumps

    • D says:

      Numa altura, em que fiquei sem disco no portátil mas precisava de trabalhar com ele. Fiz um live CD do slackware! Podes personalizar um livecd com os utensílios que precises!

      • D says:

        Peço desculpa, Slax Linux

        http://www.slax.org/

        Estive a dar uma vista de olhos assim por alto e parece que já não permite fazer o que fazia na altura. Escolher X e X mods e depois fazer download de uma ISO com tudo incorporado!

        • KikoFHM says:

          Obrigado D

          de facto já tive oportunidade de experimentar o Slax e realmente adorei.

          apesar que instalando o google chrome a distro fica “croma”, passa a não detectar redes sem fios sendo possível apenas a ligação via cabo.

          e é bom e mau não ter forma instalar aplicações como estou habituado no ubuntu
          ou a utilização do Wine

          porque de resto fantástica.

          o Porteus já permite escolher alguns dos módulos já predefinidos e configurar. Gostei bastante mas não consegui activar modo de persistência.

    • Alexandre Martins says:

      Depende dos seus gostos. No entanto é sabido de os *buntu’s têm, de facto, melhor compatibilidade de hardware, o que penso ser o seu problema.
      Se assim for, penso estar muito bem servido com o Lubuntu, pois o LXDE é bastante leve e rápido. Se preferir algo ainda mais simples e dinâmico sempre pode optar pelo WattOS.
      Experimente e veja se gosta.

    • A. Tarzan Dumental says:

      Experimenta o Linux Mint 16 Petra Mate.
      Ou então saca o Yumi (http://www.pendrivelinux.com/yumi-multiboot-usb-creator/) e enfia numa pen várias distribuições e vai experimentando.
      Eu tenho Mint, slacko puppy, Manjaro, Debian, Fedora, Cruncbang numa pen e todos funcionam.

      • KikoFHM says:

        Gostei muito do Cruncbang. Recomendo muito (#!)
        Mas não consegui usar em modo de persistência.
        não pretendo instalar no meu portátil a minha ideia é manter um(ou vários) SO(s) numa pen.

      • Chaveanjo says:

        bom uso o yume jah tem algum tempo, mais nao vi nenhuma opção lá para instalar o freebsd 10… sempre uso debian e windows 7 no pendrive, e ate o proprio hirens boot… em conjunto.. se tem como, godstaria de saber qual opção lá devo escolher para instalar no pendrive o freebsd 10 release

    • Paulo says:

      Tenho o mesmo modelo de portatil e ja resolvi esse problema.
      Faz assim, quando te aparece o simbolo do ubuntu carrega em f8 e depois em “modo live” ou “instalar” (o que precisares) carregas em f6 e escolhes “NOMODESET” carregas “ESC” e “enter”.
      Qualquer duvida é so perguntar.
      ja agora eu nao utilizo ubuntu numa pen live mas sim instalado numa partiçao no disco.

      • KikoFHM says:

        Obrigado Paulo

        o NOMODESET realmente resolveu tudo isso em qualquer distro que já tive oportunidade de testar

        eu antes usava ACPI=OFF e NOACPI mas de facto o NOMODESET resulta e é só um comando apenas

        Obrigado!

  4. Ricardo Gaio says:

    Andei a ver o PC-BSD e saiu ontem a 10 RC5 http://blog.pcbsd.org/2014/01/pc-bsd-10-0-rc5-now-available/
    Foi fazer o download e testar. 🙂

  5. KikoFHM says:

    OFFTOPIC:

    Ficaria muito grato caso me indicassem como aplicar o modo de persistência no crunchbang.

    ou uma sugestão a equipa da Pplware de um tutorial/artigo para melhores SO para meter num Pen Drive, pela sua vantagem levar o nosso conteúdo e as nossas definições no bolso e aceder com qualquer computador, quer nosso ou de um amigo.

  6. Estrela says:

    Qual .iso foi utilizado para fazer essa instalação?
    No meu VB so aparece 32bits não me da a opção de 64bits.
    Tanto que da um erro na tela de inicio:
    erro:
    Booting:
    CPU doesn’t support long mode
    Error while including /boot/menu.rc, in the line:
    menu-display
    como resolvo isso?

  7. fifisim says:

    vlw garoto!
    só o ouro!
    bj

  8. Thyago says:

    Poderiam fazer um post ensinando a instalar a interface gráfica no FreeBSD 10 por favor?
    vlw pessoal!

  9. Kwami says:

    Fiz exactamente como está no post, mas a instalação dá o mesmo erro: Não arranca, diz que não encontrou o arranque no GRUB, epá assim ficarei sempre com o meu Debian

  10. José Augusto says:

    Como instalo um ambiente gráfico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.