PplWare Mobile

Tem medo do Arch Linux? Instale o Antergos Linux


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

53 Respostas

  1. Marco says:

    Muito bom, é a que uso.

  2. Rui says:

    Uma coisa nada a ver com isto. Mas a Google está a fazer uma censura enorme agora nas pesquisas. Tudo que não é main stream, é pro sistema, é tudo censurado. Ou seja sites de informação alternativa quase nem aparece nas notícias. Acho que merecia um artigo aqui no pplware.

  3. Nagib José Curi says:

    Muito bom esse aparelho

  4. SoulReaver says:

    De salientar também que a equipa que desenvolve o Antergos tem uma “parceria” com a equipa “Numix”, e que os Numix square Icons & Theme já vem por default, independentemente do ambiente de trabalho que escolhermos.

  5. Danilo says:

    Ter medo de Arch Linux? KKKKKKK
    Arch é a coisa mais fácil do mundo, basta ler a documentação em sua wiki. Não tem segredo. Agora sim, quero ver instalar Gentoo do zero ou pior, um LFS. Isso sim é trabalhoso, Arch é rapidinho.

  6. arc says:

    Completando um pouco a informação….
    Em ambientes gráficos, encontram-se disponíveis também o KDE, MATE, Openbox e Deepin, se não estou em erro.
    Antergos Linux, quando comparado com outras distribuições Arch like, deixa para o utilizador, escolher qual o ambiente desktop, que melhor se adapta ao seu gosto. A isso se chama LIBERDADE total para o utilizador.

    Por outro lado, o freeze time para os pacotes instalados, é bastante curto, quando comparado com outros sabores Arch like, na medida em que o Antergos trabalha directamente com o branch principal do Arch Linux.

    Concordo com o @SoulReaver, o Numix Icons and Themes, emprestam ao Antergos um look and feel, bastante bonito.

    Por outro lado, e muito a pensar na filosofia do Arch Linux, a quantidade de pacotes/aplicações por default, é mínima, quando comparada com outros Arch like.
    Este principio é bastante IMPORTANTE, na medida que dá ao utilizador TOTAL LIBERDADE, para instalar, somente as aplicações que vai necessitar e NÃO impõe qualquer aplicação NÃO NECESSÁRIA.

    Alias, podem nem instalar qualquer ambiente gráfico, ficando somente com a consola. Mais uma vez está presente o principio KISS do Arch Linux.

    Por último, dizem … que por tudo isto e por muito mais….Antergos Linux, é bastante mais rápido que outros derivados do Arch Linux.

    • marco says:

      +1.

      Acrescento alguns cuidados.
      1 – Na instalação, deixar o cnchi actualizar para então instalar.
      2 – Nvidia optimus, não instalar os drivers nvidia durante a instalação, instalar depois(ver wiki antergos).
      3 – Se alguém quiser dual boot windows, convém consultar a wiki mas também aparece um link para a informação durante o processo.

  7. Carlos Costa says:

    esta distribuição é excelente. traz o poder do arch a todos

  8. Carlos Costa says:

    Zero links para a página do projeto? lol ou estou cego.

  9. Nelson Carvalho de Jesus says:

    Bom dia. Que tal é o suporte para máquinas antigas (MacBook 4.1) e o seu comportamento, estou a pensar erradicar por completo o macOS que já não tem suporte. É o Ubuntu e muito lento (2gb RAM). Obrigado

  10. pia says:

    Que belo dia pra instalar lixux, kkkkkkkk
    Esse refisefuqui chamado Antergos….. Só um arch com tema numix e alguns repos diferentes, nada mais que um Arch normal
    Sou mais Windows 10 ou macOS Sierra.

  11. D'choer says:

    Esse Antergos não tem algo que me prende no Manjaro. Uma GUI pra instalação de drivers, pacotes de idiomas e kernel. Isso facilita muito a vida.
    No Antergos/Arch Linux tudo é mais “terminal”, não que seja ruim, mas falta um GUI. Veja o Ruindows por exemplo, você faz praticamente tudo pela GUI e só usa o terminal em casos extremos, no Linux não, você usa o terminal pra tudo e isso é um ponto negativo quando você quer chamar novatos ou usuários finais pra plataforma. Não há GUI pra nada além do básico do sistema. Por essa e por outras que prefiro Ubuntu/Mint e derivados ao Debian, Manjaro ao Antergos/Arch Linux, GeckoLinux ao openSUSE etc. Essas distros-mães parece que pecam no básico ao usuário, parece que foram feitas pra usuários intermediários a avançados. Não sei porque diabos ainda há pessoas sugerindo Slackware, Debian, Arch Linux pra usuários novatos como se fosse só instalar e pronto, tudo ready-to-use, open-of-the-box #SQN

  12. Paulo Duarte says:

    Gostava de saber qual a melhor Distro para o magalhães 2 e para um pc COMPAQ Presario 2800???

  13. Altino says:

    “hh hu hhuuu mãmã mãmã!!!!! desmarca as minhas reuniões todas de hoje, a ultima actualização do arch rebentou-me o xorg”

    • Luís Nabais says:

      Aos anos que algo desse género não acontece em Arch.

      • ademirt says:

        Umas 3 semanas atrás fui atualizar o kernel-linux-Lts na minha instalação.
        Ao reiniciar, tela preta.
        Precisei remover o kernel-linux-lts e utilizar o kernel- linux.
        Desconfio que seria uma incompatibilidade entre driver nvidia-390 com o kernel-lts.

        Mas agora, tudo de boa!

        • Luís Nabais says:

          Isso é diferente. Tens o driver nvidia-lts e o nvidia. Tens que usar o driver de acordo com o kernel.

        • Luís Nabais says:

          O ecrã preto é porque não foi usado o driver correto, então foi usado o driver nouveau, que é o open source e costuma causar ecrã preto.

          • ademirt says:

            Sim, eu utilizava o nvidia-lts junto com o kernel-lts.
            Logo depois que havia atualizado o kernel-lts, aparecia a tela preta.

            Mas isto já umas 3 ou 4 semanas.

            Talvez foi algo naquele dia e possivelmente já foi corrigido.

  14. Miguel Carvalho says:

    O Antergos, tal como o Manjaro, são duas boas distribuições “chave-na-mão” baseadas no Arch, óptimas para “quem não se quer chatear muito” e ter um sistema a funcionar.

    Instalar o Arch à mão de raíz também não é um bicho de sete cabeças, mesmo quem não sabe muito de Linux (e tem algum tempo livre) basta dar uns comandos em sequência e fica instalado, com a vantagem de se aprender alguma coisa no processo. Eu, pelo menos, aprendi e dei por bem empregue o meu tempo. Aqui fica um bom link para quem quiser tentar, se têm medo de “pendurar” o PC tentem primeiro na VirtualBox que não estragam nada:

    https://coelhorjc.wordpress.com/2014/12/16/howto-install-minimal-arch-linux-desktop-using-i3-mate-openbox-and-lightdm/

    Deixo uma outra sugestão de uma ÓPTIMA e muito bonita distribuição para quem quiser aprender um pouco mais sobre personalização, theming, instalação e configuração de outros DEs (i3, openbox, awesome, bspwm, etc…).

    https://arcolinux.info/

    Em resumo:
    ArcoLinux -> Vem já com várias aplicações e 3 DEs pré-instalados por defeito: XFCE, openbox e i3. Óptimo para quem não tem muito tempo a perder, e quer um sistema funcional e bonito. Facílimo mudar rapidamente os themes, icons, etc… para literalmente dezenas de outras opções pré-instaladas.

    ArcoLinuxD -> Instalador para um Arch pouco mais do que o mínimo, para em seguida cada um instalar as aplicações e o DE que quiser.

    Recomendo começar por instalar o ArcoLinux, meter um bocado a mão na massa, explorar opções, e depois instalar o ArcoLinuxD personalizado “à medida” das necessidades.

    Há centenas de tutoriais no Youtube, sobre como fazer passo a passo cada instalação/personalização. É um EXCELENTE projecto para quem quer aprender, tudo se aplica a qualquer outra distribuição de Linux.

    Quem nunca experimentou um “tiling window manager” como o i3 ou o bspwm, por exemplo, faça-o porque é capaz de ficar agradavelmente surpreendido, para mim representou um aumento significativo de produtividade 🙂

    Aprendam, e essencialmente, divirtam-se!

    • SoulReaver says:

      @Miguel, bom post, obrigado pela contribuição e apoio ao opensource.
      Aproveito para deixar também uma sugestão, para quem tem gráficas Intel, convém instalar o intel-ucode, para suporte, atualizações de segurança e correções de vulnerabilidades…sempre que instalo Arch tenho de instalar este ficheiro “á parte”, visto que mesmo descarregando os drivers para placas Intel este não vem incluido.
      1 abraço!!!!!!!!!!!!

  15. Joe Fagundes says:

    Vivo aterrorizado com o Arch Linux.
    Obrigado, Pedro Pinto

  16. Luís Nabais says:

    Se as pessoas têm dificuldade a instalar Arch, usem um projeto como Anarchy Linux (ex-Arch Anywhere), que é um installer para Arch. É um live ISO que apenas facilita a instalação de Arch, nada mais. A distribuição Linux que fica instalada não é Anarchy Linux, mas sim Arch Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.