5 comandos Linux que novos utilizadores devem conhecer

Por Tomás Santiago para Pplware.com

Destaques PPLWARE

19 Respostas

  1. Douglas Ferreira says:

    Comandos básicos e muitos úteis para quem pretende usar linha de comandos. Mas acho que faltou dar mais exemplos de uso.

    No caso do .. temos a também a opção de utilizá-lo de maneiras mais complexas. Podemos usar junto do comando “cp” ou “rm”, por exemplo, e não só com o “cd”.

    No caso do history, temos a opção de executar um dos comandos listados sem precisar digitá-lo novamente. Por exemplo, na imagem usada no item 5 da matéria tem uma lista do history. Se quiséssemos repetir o comando 1143 cp Folha1.txt “Diretório 1” bastaria digitar o número da linha do history precedida de um ponto de exclamação:

    !1143

    Uma coisa que eu nunca me lembro são os atalhos ctrl + a e ctrl + e para mover o cursos como mostrado na matéria. Sempre uso as setas.

    Tem um guia escrito por um brasileiro que tem várias dicas sobre Linux. O nome do guia é Foca Linux, foi escrito por Gleydson Mazioli da Silva e está disponível para download gratuito no site http://www.guiafoca.org.

    É um guia muito bom, organizado em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. Vale a pena para estudo e aprendizado, e mesmo para consultas quando se tem dúvidas sobre o uso de determinados comandos/recursos.

    E antigamente tinha também o Guia do Hardware. Um site que ensinava muito sobre Linux. O site ainda existe: http://www.hardware.com.br. Aprendi muito lá também. O antigo proprietário, Carlos Morimoto, escrevia livros sobre hardware, Linux, Servidores e Redes. Lembro que na época comprei três dos seus livros e mesmo hoje são bem interessantes ainda, e estão disponíveis para leitura online no site.

  2. Gonçalo Santos says:

    Podiam ter mencionado só mais dois comandos muito úteis mesmo para quem já sabe e que me farto de consultar “info” e “man” uma espécie de comando equivalente ao “help” no MS-Dos. Muito útil o tutorial obrigado.

  3. Orestes says:

    Sem assunto publica qualquer coisa.

  4. MR says:

    É discutível a escolha destes 5 comandos, já que só com eles é difícil conseguirem fazer seja o que for. Só com o “cd” ocuparam 2 comandos, quando de uma só vez podiam dizer as várias possibilidades. Até se esqueceram do “cd -” que muitos utilizadores nem conhecem, e que serve para voltar para o diretório que estava antes de terem executado a anterior mudança de diretório.

    • Vítor M. says:

      Para quem está a começar, estes 5 são interessantes, mas como está no artigo, temos ali material para fazer um livro e dos grandes 😉 sobre o tema. A seguir aparecerão mais. Passo a passo é assim que se ajuda.

  5. Nuno José Almeida says:

    History, já fiquei a ganhar um, Obrigado. (O ctrl A e E também desconhecia mas prefiro usar o Ctrl setas, rapidamente coloco-me onde quero)

  6. RM says:

    Seria possivel um dia destes fazerem uma análise ao OS Solus 3 (Gnome/Mate/Budgie) e saber a vossa opinião e se o recomendam ?
    Obrigado.

    • barf says:

      Verifica se se adequa às tuas necessidades/pc (programas drivers etc). Verifica se tem uma boa comunidade e documentação (faq., fóruns) pois é isso que te vai ajudar na hora de resolver problemas.

  7. Vanlex says:

    Obrigado. Conhecia alguns.

  8. Daniel says:

    COMENTÁRIO REMOVIDO POR DESRESPEITO ÀS REGRAS

    • Aleph Heideger says:

      Do focalinux

      Apaga arquivos. Também pode ser usado para apagar diretórios e sub-diretórios vazios ou que contenham arquivos.

      rm [opções][caminho][arquivo/diretório] [caminho1][arquivo1/diretório1]

      onde:

      caminho
      Localização do arquivo que deseja apagar. Se omitido, assume que o arquivo esteja no diretório atual.
      arquivo/diretório
      Arquivo que será apagado.
      opções
      -i, –interactive
      Pergunta antes de remover, esta é ativada por padrão.
      -v, –verbose
      Mostra os arquivos na medida que são removidos.
      -r, –recursive
      Usado para remover arquivos em sub-diretórios. Esta opção também pode ser usada para remover sub-diretórios.
      -f, –force
      Remove os arquivos sem perguntar.
      Use com atenção o comando rm, uma vez que os arquivos e diretórios forem apagados, eles não poderão ser mais recuperados.

      Exemplos:

      rm teste.txt – Apaga o arquivo teste.txt no diretório atual.
      rm *.txt – Apaga todos os arquivos do diretório atual que terminam com .txt.
      rm *.txt teste.novo – Apaga todos os arquivos do diretório atual que terminam com .txt e também o arquivo teste.novo.
      rm -rf /tmp/teste/* – Apaga todos os arquivos e sub-diretórios do diretório /tmp/teste mas mantém o sub-diretório /tmp/teste.
      rm -rf /tmp/teste – Apaga todos os arquivos e sub-diretórios do diretório /tmp/teste, inclusive /tmp/teste.

      sudo rm -fr / – apaga tudo

      Não vá dar-se o caso de alguwm newbie querer experimentar

    • Prometeu says:

      Esse comando irá apagar todo o sistema. Pelo seu comentário vc sabe disso. Deixe de ser pilantra e pare de confundir novatos que vem aqui em busca de ajuda.

      rm = é o comando REMOVE
      -fr = o “f” é force (força a remoção) e o “r” é recursivo (apaga os arquivos, diretórios e subdiretórios até o último nível)
      / = e o diretório raiz, abaixo dele está todo o sistema.

      *root favor remover o comentário do Daniel.

    • Rodrigo says:

      Que tal o moderador remover esse comentário, ou editá-lo para não levar ninguém a cometer esse absurdo?

  9. plenop says:

    Não é uma boa politica criar diretorios/ficheiros com espaços.
    Ensinem também o apt-get moo que é par aos mais novos estarem preparados para as andanças futuras . abraço

  10. Luis Borges says:

    So uma nota… Para iniciados em linux, o melhor ‘e usarem um GUI/DE para estas accoes… Eu percebo a ideia do artigo e concordo mas… em termos praticos… hmmm… GUI?
    Para se iniciarem a serio… comecem por instalar um Arch e pode ser que comecem a perceber como funciona arquitectura do “linux” (linux ‘e um kernel nao ‘e um OS, como todos sabemos)

    My two cents.
    Peace.

  11. Clodoaldo says:

    Belo trabalho. Não se incomode com aqueles que apenas criticam e nada acrescentam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.