PplWare Mobile

Steam Play: Todos os jogos do Windows a rodar no Linux


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Carlos Mogas da Silva says:

    “todos” <—-

  2. Ricardo says:

    Boa sorte.
    Jogar é no windows e ponto final.

    • Carlos Mogas da Silva says:

      lol

      • Ricardo says:

        Joga lá Black ops 4 no linux.

        • Carlos Mogas da Silva says:

          compra-me o jogo que eu testo se dá ou não. Mas á por haver N jogos que não dá, não quer dizer que não há jogos no Linux ou que “jogar é no Windows”.
          Jogo Dota 2 por exemplo, sem problema nenhum.

        • Ewerton Urias says:

          “Jogar é no Windows”, “Joga lá Black Ops 4”, é esse seu argumento?
          Deu pra ver que não passa dum empurrador de mouse que não entende absolutamente nada sobre “Sistemas Operacionais”, muito menos as diferenças e benefícios de cada um.
          Antes de cagar pelos dedos, faça um bom estudo para evitar vergonha gratuita.

          • Carlos Silva says:

            Tinha de aparecer um “especialista”….

          • Ricardo says:

            Então joga lá black ops 4 no Linux. Tens até ao fim do ano para mostrar essa tua inteligência.

          • Alberto says:

            Ele até tem razão só as pessoas que nunca usaram o Wine, Playonlinux e etc é que sabem que o suporte para jogos recentes é muito fraco ou mesmo nenhum.
            Cod bo4 é um jogo que está em beta é sai no fim deste ano logo é impossível jogar em Linux por agora.
            E ainda vai demorar algum tempo, senão anos até dar em Linux.

          • Paulo says:

            Tens toda a razão o Windows é muito melhor para jogar.
            O Linux independentemente da distribuição é mais seguro e vocacionado para servidores (trabalho).

            Agora Linux da para jogar, mas é muito mais fácil no Windows.

          • Ricardo says:

            Como sabes a educação no Brasil é mais fraca e pobre, logo é normal que o teu nível de Qi seja inferir.
            Estamos numa notícia de jogos, logo não estamos a comparar estabilidade, segurança,produtividade, etc.
            É para jogos queres queiras ou não o Windows é bastante melhor que o Linux.
            Tens imensos jogos que não funcionam no Linux, podes fazer 30 por uma linha no teu wine, playonlinux, etc.

          • Ewerton Urias says:

            Ricardo, a questão aqui é você afirmar que “Jogar é no Windows”, e utilizar o argumento “Joga lá Black Ops 4 no Linux” como se isto significasse algo.
            Entenda Ricardo, não é que os jogos “não funcionam” no Windows, simplesmente estes “imensos jogos” que você se refere (inclusive Black Ops 4) não foram desenvolvidos para o Linux.
            Windows é recomendado para usuários que querem jogar jogos exclusivos para Windows, como Battlefield, Call Of Duty, GTA V, entre vários outros exclusivos (por enquanto).

        • Carlos Marques says:

          Pois claro que jogo:
          https://steamcommunity.com/sharedfiles/filedetails/?id=523717032

          E se os camaradas fanáticos do Windows deixassem de ser ignorantes? Era bom, não era?

          Só quem recebe salário da Microsoft é que ganha com o seu monopólio ANTI-CONCORRÊNCIA chamado DirectX. Mais ninguém ganha nada com isso. Aliás, se houvesse gente mais competente na DG-Comp da UE, isto já teria valido uma gigante multa contra a Microsoft, e este monopólio já teria sido desmantelado há mais tempo.

          Fico feliz por ver a Steam (e à AMD, por via do Vulkan) dar apoio e visibilidade a esse verdadeiro serviço de interesse público chamado WINE, que já permite a muita gente fazer escolhas livres há muitos anos.

          Este é o princípio do fim do “imposto Microsoft”. Viva o mercado da livre concorrência!

          • Pedro says:

            Black ops 4, não é o primeiro.
            Jogar no Linux é possível mas demora imenso tempo para ter suporte aos jogos recém lançados.

          • Eu mesmo says:

            Hum agora as empresas é que têm de ser penalizadas pela concorrência? Claramente não sabes como funciona um mercado livre. Um mercado livre é um mercado onde tens várias alternativas e os consumidores é que escolhem.

            Isto é: as desenvolvedoras de jogos podem escolher a alternativa que for mais economicamente viável e os mesmo para os consumidores finais. A UE não precisa de intervir. Porque razão uma desenvolvedora devia perder dinheiro a fazer jogos para todas as plataformas que existirem? Em vez de escolher as plataformas que tiverem rentabilidade.
            Tu como consumidor tens a opção de escolher os jogos para a plataforma que quiseres. E se achas que fazes melhor, cria a tua empresa e faz tu o jogos! Isso é o mercado livre.

            As regulações que estás a pedir apenas, reforçam a posição dos gigantes no mercado. Ou achas que a UE ou o governo são a caridade? Os políticos não fazem dinheiro? Quem é que achas que lhes mete o dinheiro nos bolsos? Não é o cidadão comum, de certeza. Pois se assim fosse eles preocupavam-se mais com estes.
            São as grandes empresas que formam os lobbies. Assim as empresas ao pagar, conseguem decidir as regulações que lhe agradam. Se os políticos não recebessem este dinheiro, era menos provável serem eleitos, pois iriam haver outros que iam aceitar o dinheiro, e logo ter maiores hipóteses de ganhar. A grande maioria dos políticos não está lá para melhorar a vida dos seus cidadãos, mas sim para receber a sua fatia da tarte.

            Ou seja com o teu texto mostra que não percebes nada do que estás a dizer.

            Ninguém é obrigado a usar DirectX. Mas se o fazem é porque se calhar tem vantagens. Talvez por ser uma API. Se souberes o que isso significa.

    • António says:

      Eu tinha a mesma opinião que tu, até alguém me dizer que isso é só “verdade” porque os jogos são feitos para Windows e não Linux. Não é por o Linux não aguentar, é só mesmo a compatibilidade das bibliotecas.

    • wolf says:

      Basta o jogo vir com Vulkan que já jogam Day 1.Doom e Wolfenstein têm ambos essa API

  3. Ze says:

    A steam vai ser uma plataforma mais voltada pra o linux no futuro com a guerra windows store vs steam….

  4. Jorge says:

    Se funcionar com os jogos todos ou praticamente todos mais jogados com performance igual ou melhor, é xau xau windows. Ja so uso o 7, mas em 2020 acaba o suporte e ja nao suporto windows 10 que é lixo a cada update.

    • hugo says:

      Se tudo continuar assim, 2020 vai ser o ano do linux no desktop!

    • DrFrankenDerpen says:

      Diz lá onde windows 10 é lixo já que estás tão seguro que o 7 é melhor.

      • jorge says:

        O 7 é bem melhor que o windows, pois é muito mais leve, ou seja fazes uma fresh install e não tens de perder 30min a desactivar tudo que não interessa principalmente na Aba privacidade onde ate quantos pintelhos tens eles querem saber. Já para não falar em one drive, cortana, aquele lixo todo de meteorologia, noticias, skypes, offices, enfim esse lixo todo que tenho de desinstalar a cada “grande update” que aparece e que te enche o HDD com a versão anterior. Também para não dizer que é o SO que manda em ti e não tu nele, cancelo a opção para que o SO não instale as drives, removo as drivers que eles “insistem” em instalar e que não quero e dou restart e voilá as drivers estão lá outra vez.

  5. Rui says:

    Vai é haver um problema! Esta “compatibilidade” só será possível se as editoras deixarem! A Steam não manda nas IP’s de terceiros!

    • ademirt says:

      Se isso realmente fosse verdade, então os games de Xbox 360 não poderiam ser executados no Xbox one por meio de emulação.
      Exemplo: Red Dead Redemption 1

      • Carlos says:

        Pois, e não podem.
        A única razão para a Xbox One ainda não permitir correr todos os jogos da 360 é precisamente os donos dos direitos dos jogos não deixarem que sejam emulados.

  6. Rui says:

    Como aqui alguém referiu, jogar no Linux é possível mas para jogos antigos.
    Se quiserem jogar sem problemas sem dúvida que o Windows é muito melhor.

  7. John says:

    Acho piada á malta que tenta descascar batatas com uma colher 😀
    Não aceitam que para certas tarefas há ferramentas melhores.

  8. Pedro Silva says:

    Windows 10 é o maior lixo de SO alguma vez visto, eu recuso-me a voltar a instalar o mesmo, enquanto o W7 der tudo bem, mas o caminho é Linux

  9. zeze camarinha says:

    macOS sem problema algum mas ainda a quem ande nos Windows nos linuxs da vida e depois vem todos aqui reclamarem cada um tem o que merece

  10. met says:

    Adeus Windows no dual boot, olá Fedora no disco todo. Esperei por isto muitos anos.

  11. ademirt says:

    Mal percebem que esta iniciativa da Steam é excelente e benéfica para todos os tipos de users (windows , linux, mac).

    Jogar em PC não é muito barato, e se este mercado -> Games PC for cada vez maior para a Microsoft, será cada vez mais fechado e caro.

  12. Cortano says:

    “Tropico 4”??!
    Vai sair o Tropico 6 brevemente!

  13. Cruela says:

    O dia que Roblox funcionar no Linux, eu uso Linux. Enquanto isso deixe os bobos a acharem que todos os jogos funcionam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.