PplWare Mobile

Steam.TV já é ofical! Chegou o verdadeiro concorrente do Twitch?


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. Rui Silva says:

    Para baterem a Twitch, só há duas maneiras:

    1ª – Ou pagam o dobro do que a Twitch paga;
    2ª – A Twitch vai à falência.

    Não me parece que nenhuma dessas hipóteses se ponham na mesa..
    Mas, tentar não custa! Dinheiro para tentar também não lhes falta, visto que cada coisa que uma pessoa vende no mercado da Steam, eles ficam com uma grande percentagem…

    • Daniel says:

      Jogos como Dota2 e CSGO são da Steam. Passar majors na SteamTV ou no Twitch ?

      Parace-me bastante obvio…

      • Daniel says:

        Óbvio é passar onde a audiência está (isto claro, se estiver interessado em ter audiência, se quiser somente fazer algo para dizer que tem podem fazer o que bem entenderem).
        É completamente irrelevante quem é o “dono” do franchise, o que interessa é onde a audiência se encontra.

        Isto sim é que é óbvio.

        Dito isto, garantidamente que só a Valve perde se lhes passasse na cabeça deixar de fazer stream no Twitch e passar a por em exclusivo no Steam.TV… o que por sua vez se mantêm nas duas (três) plataformas então não existe qualquer incentivo a passar a usar a Steam.TV.

      • Pedro says:

        Se pensas que é so mudar o canal e vai tudo atrás, estás completamente enganado.
        Se fizerem isso, coisa que acho que não irão fazer, irão perder viewers de certeza.

        • Daniel says:

          Estou ? Veremos. As pessoas parecem que se esquecem do poder da Valve.

          • Carlos says:

            Bom, a Google com o YouTube, e a Microsoft com o Mixer, não tiveram grande impacto no Twitch, mas se tu acreditas que vai ser a Valve que tem uma longa história de deixar tudo feito só pela metade, que vai destronar o Twitch, enfim, desejo-te rápidas melhoras.

        • Filipe says:

          Não vão. E eu explico. Conheces o festival Ultra Music Festival? Começou a estar em exclusivo no youtube (antigamente tinha transmissão no twitch). Sabes o que se começou a fazer? Criar uma conta e fazer re-stream no twitch. Levavam ban? Nova conta e novo re-stream. Se a valve virar as coisas dos jogos deles para plataforma deles, irá acontecer exatamente o mesmo e a audiência ficará, na sua maioria, no twitch, tal como tem estado até agora.

      • Rui Silva says:

        Não sei porque é que pensas que isso vai influenciar alguma coisa…
        Se eventualmente os torneios forem para a SteamTV, posso dizer com 90% certeza, que perdem 50% das audiências!
        Fazer isso, é como começar do 0 praticamente…
        E arriscar isso, com a variadade de jogos que andam a superar os jogos da Steam, é quase um tiro no pé!

        Mas são opiniões meu caro.

    • joaquim faria says:

      Ainda mais fácil é meter o ninja o stremar lá e tá feito

      • Daniel says:

        Muitos “grandes” streamers tentaram dar o salto entre Twitch e Youtube.Gaming e ficou mais que demonstrado que grande parte da demografia não “migra”, nem sequer temporáriamente.

  2. naodou says:

    a steam já veio dizer que não é TV. era só um teste para o torneio de dota2

  3. censo says:

    Atenção ao titulo, Pplware.

  4. Jorge says:

    steam.tv???
    e lançarem uma nova operação para cs go????

    • Rui Silva says:

      Nova operação?
      Deves ter menos de 18 anos, se isso é o que realmente te interessa no CS:GO xD

      Se fosses mais velho, muito provavelmente preocupavas-te era em que eles realmente tivessem um anti-cheat updated.

      • Npafonso says:

        Eu ja ficava satisfeito com um anti-cheat, sim, porque o que eles têm neste momento não é nada 🙁

        • Filipe says:

          Verdade. O jogo está infestado de wallhackers. É ridículo a valve, sendo a empresa que é, ter deixado chegar o jogo a esse ponto. Mas como todas as empresas como a valve, o que importa é apenas e só o dinheiro que “metem ao bolso”.

  5. spyvspyaeon says:

    Acho muito difícil que isso ocorra (migração massiva de twitch para steam), apesar de um anúncio recente da Twitch dando a entender que vão adoptar o mesmo modus operandis do Youtube. Se há algo que me repugne pessoalmente é o youtube e muitos dos meus contactos dizem o mesmo, o youtube passou anos a dar tiros nos pés e basicamente só o Twitch foi a alternativa para uns tantos gamers (youtube gamming, what a joke). Apesar da steam ser um reseller de jogos acho que isso não será a menina dos olhos de ouro para atrair os streamers. A realidade é que a twitch neste momento tornou-se um gigante do streaming/gamming com um modelo de negócio muito distinto de qualquer outro.

    O facto de terem só um canal com Dota 2, isso será um eventual teste para ver o que dá. No entanto não é nada que me atraia a atenção. (falo pela minha experiencia e dos hostings que conheço à data).

    Tive conta no youtube durante mais de 10 anos, faço livestreams e a experiencia assim me diz. Tal como lembrar que a plataforma mixer, está obsoleta e não tem o impacto expressivo da Twitch.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.