MotoGP 17: Modo Carreira em 2 Rodas


Destaques PPLWARE

3 Respostas

  1. ZOA says:

    Começa logo mal o artigo, porque tanto a Capcom e agora a Milestone já tinham modo carreira e já era possível ter uma “equipa” e fazer upgrades, por isso nada de novo e muito menos algo de inovador.

    Aliás o modo carreira nestas sequelas sempre foram falsos modos carreira porque na seguinte temporada os pilotos não mudam de Motos, nem sobem nem descem de categorias, a ordem dos circuitos é a mesma que rapidamente se torna num jogo repetitivo em que apenas se conseguia fazer upgrade à mota.

    Se estas lacunas forem inteligentemente colmatadas tal como os sons das 3 categorias finalmente ao fim desta pomada de sequelas serem os reais em vez daquele som metálico arcada, ter danos físicos, uma jogabilidade mais apurada e o piloto criado pelo jogador também poder ser upgrade às aptidões/lesões etc… bem como aprender com os vários jogos já lançados será um forte caso de sucesso…
    Até porque MotoGp é uma disciplina que anos após ano tem superdado de longe a defunta fórmula 1 e tirando também milhares de adeptos e com todos os ingredientes para programar o melhor jogo de MotoGp… Mas a verdade é que com tantas sequelas já feitas este jogo corre sério risco de ser mais do mesmo…

    • Paulo Silva says:

      Boas. Talvez o mais acertado fosse referir que MotoGP 17 vai ter um Modo Carreira reestruturado, a fazer juz ao significado disso mesmo. Com o este “novo” Managerial Career Mode, creio que é precisamente isso que a Milestone pretendem fazer … criar um modo carreira mais robusto, imersivo e abrangente que consiga traduzir no jogo o que é criar uma reputação no mundo do motociclismo.

      Em relação à sonoridade do jogo, e tal como coloquei no artigo, houve uma preocupação para ir mais além e reproduzir realmente as mais subtis diferenças de mota para mota. Esperemos que não seja apenas da “boca para fora”.

      Jogaste a versão do ano passado? O que achaste?

  2. ZOA says:

    Boas. Sim joguei todos os Motogp da Milestone (consolas) incluindo os Superbikes.
    Pela minha experiência ao fim destes anos, as diferenças entre eles sem ser os “ajustes” gráficos (que nunca impressionaram nem muito menos o som das motos) a jogabilidade foi sempre o ponto mais interessante sobretudo o primeiro jogo de superbikes e o de MotoGp, mas o de 2016 a Milestone conta com uns modos de jogo inúteis nem jogabilidade alguma, mesmo assim fica se sempre tal como os anteriores a sensação de uma cópia polida do anterior a um preço de um jogo completamente programado de raiz e infelizmente tal como acontece com as sequelas de formula 1 e mesmo os 2 jogos de bola simplesmente não está a existir alguma concorrência e por isso é impossível estes mesmos jogos tal como a sequela Motogp inovar por completo e ser um jogo de vanguarda e apetecível na proxima sequela de 2018 pois na minha opinião anterior além de criticar sugiro algumas das alterações até simples de efetuar.
    Quanto ao modo de “carreira” de certeza absoluta que vai ser mais um retoque e nada mais sem arriscar um prosuto arrojado e continuando assim ser mais o “modo desafio” e não carreira e assim temos o que estes estudios iltimamente nos têm brindado um produto já feito e algo mais qie vistoapenas com melhoramentos superficiais sem arriscar alguma coisa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.