PplWare Mobile

Jogar no computador? Não há alternativas viáveis ao Windows


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. k says:

    Por mais que eu gostasse de uma alternativa porque concorrência obriga a inovação e evita a estagnação, até nem tenho grande razão de queixa sobre o windows PARA JOGAR.

    Não é perfeito. A microsoft abusa um bocado na telemetria e nos patrocínios. Os painéis de controlo são uma confusão do caral** – umas configurações na parte “antiga” outras na “nova”, algumas nas duas e a cada update mudam de sitio. Não há update que não parta qualquer coisa em algum cliente nosso, há bugs que nunca foram corrigidos desde sempre (de cabeça, a parte da configuração das impressoras tem alguns) e não há maneira de me convencerem que o menu inciar actual é mais prático que o Classic Start, por mais que o tente usar.

    Independentemente de tudo negativo, o windows é uma excelente plataforma para jogar. Praticamente tudo debaixo do sol é compatível com o windows, instalar/desinstalar jogos é quase sempre um processo super limpo de “next, next, finish” e desde que não seja uma batata do século passado, normalmente não é o windows que compromete. Ainda é das poucas áreas que a Microsoft domina unilateralmente e, se não meterem água nesta parte, deverá continuar por muito tempo. Eles têm realmente o melhor produto para o efeito.

  2. Joao Pinto says:

    No meu Manjaro KDE uso o steam e jogo todos os jogos actuais, e com o wine jogos os restantes. Não ha limitacoes no linux, é so saber como fazer e roda melhor que no windows garanto vos.

    • Victor says:

      Não há limitações mas corres um “emulador” e quando não funciona tens que “saber como fazer”, isso para mim e restante público alvo são limitações para quem quer apenas clicar duas vezes num ícone e começar a jogar.

      Para tudo o resto sim, é mais aberto e seguro que Windows

      • Joao Pinto says:

        É so lerem um bocado ou ver no youtube como configurar o wine e funciona super bem. Os jogos do steam é so install and play, igual ao windows. Mudem para o kde manjaro que é de longe melhor e mais bonito que o windows, alias o windows 10 copiou o kde plasma UI

        • Paulo says:

          Steam com Proton, DXVK, InSync mostram que Linux esta apto a ser uma plataforma de jogos, basta ser inteligente o suficiente para saber ler e configurar.

          Abraços.

          • Stopmanx says:

            Aí já tirou toda praticidade, os consoles você aperta um botão e 5 segundos depois aperta outro e já está abrindo um jogo, no PC é um pouco mais complicado, porém qualquer pessoa pode abrir, você acha que esses usuários vão se dar ao trabalho de emular jogo no Linux (falando de forma grossa), por esse e outros motivos que o Linux não vai sair dos 1% da steam, e agora está chegando a epic que novamente deixa de lado o Linux, além da Windows store.

          • Lucas says:

            Então usa Console.
            Video game foi feito visando jogos e não PC.
            PC é consequencia.

          • Mateus Pinto says:

            Stopmanx & Lucas: um PC é compatível com jogos por vezes de há 15 anos ou mais, um hardware para trabalho e jogos e multimédia; uma consola por norma é compatível apenas com os jogos dessa geração ou como muito alguns da geração anterior; por norma é muito mais lenta a instalar e ler os jogos que num PC e muitas até em multimédia são fracas. Trabalhar? Nop.

          • Lucas says:

            Então fique no Ruindows

          • Hugo says:

            Lucas, eu tenho pena de pessoas que não têm acesso à informarão, mas tu és mesmo burro por opção.

          • Lucas says:

            É, pelo visto, tens muito acesso a “informarão”. Hahaha

      • Daniel says:

        Wine não é emulador, é mais um tradutor, uma camada de compatibilidade.
        Muitos jogos do Windows rodam com maior performance, desempenho e maior fps, porque no Windows você tem antivírus, serviços inúteis e bloatwares drenando a performance, a bateria (no caso de portáteis). Por isso o Linux consegue rodar melhor muita coisa.
        Esse papo furado de “linux não roda jogos” é apenas para quem é leigo e nem sequer sabe jogar. Tem gente tão noob que nem sabe configurar a steam pra jogar no próprio Windows, que dirá no Linux.

        • Mateus Pinto says:

          “Esse papo furado de “linux não roda jogos” é apenas para quem é leigo e nem sequer sabe jogar. Tem gente tão noob que nem sabe configurar a steam”

          Não sei por esses lados mas instalar o Steam é tão fácil como instalar uma aplicação normal; por outro lado tem muitos menus e quem vê pela primeira vez não é intuitivo.

          Quem tem menos experiência em PC é obrigado a ver tutoriais ou saber navegar em menus complexos para instalar uma App? Não.

          O resultado é que a google e Apple tem uma loja super descomplicada e funciona. O Windows também tem uma lojas descomplicada mas poucos utilizam. O Linux … bom… trapalhada acima de trapalhada.

          Nem só os miúdos PRO são “jogadores”, os meus pais têm PC e se lhes apetecer jogar algo (Nem que seja Sudoku ou sim city ou sims) não deveriam ter complicações. Por isso para eles o telemóvel é espetacular. No Windows/ Linux tudo é mais complicado. A culpa é dos meus pais? Não, do Windows/ Linux

          • Daniel says:

            “Quem tem menos experiência em PC é obrigado a ver tutoriais ou saber navegar em menus complexos para instalar uma App? Não.”
            Óbvio que sim, se a pessoa é leiga a ponto de não saber, que procure no Google. Vídeo games e computadores não são como a 30 anos atrás que colocava fitas e jogavas. Hoje em dia tudo é online, até mesmo os consoles tem acesso a internet.

            “O Linux … bom… trapalhada acima de trapalhada.”
            Não existe “Linux”, existe distribuições baseadas no Linux, já que Linux é apenas um kernel.
            E existem distros e distros, você não vai querer jogar numa distro que é baseada para servidores, para IoT, para pentest, para desenvolvedores de software. Então, o mesmo vale para o Windows. Existem várias versões do mesmo.
            Hoje em dia, jogar em distros Linux é bem fácil se você souber escolher a distro certa visando esse tipo de coisa. Ubuntu, Mint, Manjaro… Hoje em dia, com a tecnologia de containers e serviços de streaming para jogos, mais opções irão aparecer.

            “Nem só os miúdos PRO são “jogadores”, os meus pais têm PC e se lhes apetecer jogar algo (Nem que seja Sudoku ou sim city ou sims) não deveriam ter complicações.”
            Não tem nada de complicado nisso.

            “Por isso para eles o telemóvel é espetacular.”
            Saiba que o Android usa o kernel Linux e ninguém reclama que é difícil instalar jogos (ou jogar) no Android.
            Mesma coisa para iOS que é unix-like. Quem reclama? E mesmo no mundo Android existem roms e roms.

            “No Windows/ Linux tudo é mais complicado.”
            Não é complicado, mas é diferente. Windows não é Linux e Linux não é Windows. Você tem que parar de compará-los.
            Linux é um kernel, como se fosse o motor do carro. Windows é o carro inteiro com motor e tudo.

          • Lucas says:

            Perfeita colocação Daniel.
            +1

      • Macgyver says:

        Até ano passado eu concordaria com vc, mas com o lançamento do proton da Steam ficou só clicar e jogar, sem treta, ao menos nos jogos que tem na Steam.

      • Aybara says:

        Nem o Wine, nem o proton nem o DXVK sao emuladores. Se queres pegar em alguma, pelo menos informa-te antes de mandares postas de pescada.

    • Paulo Pereira says:

      Até podes jogar alguns jogos actuais, mas só para instalar é sempre grande bico de obra.
      A verdade é que o Windows roda tudo e os jogos são simples de instalar

      • rjSampaio says:

        falhou-te a parte que o steam tem instalação directa no linux juntamente com uma serie de jogos? https://store.steampowered.com/linux

        • Paulo says:

          Sim, de fato, e ainda tens o proton que podes jogar jogos de Windows no Linux a um clique pela Steam.
          Haja dificuldade, né?
          Ah, também tem o Lutris 🙂
          No Linux tens diversas formas de jogares e configurares os jogos, basta saber ler e configurar.
          Na Steam nem isso, como dizem os brazucas, “é moleza”.

        • Paulo Pereira says:

          Sim eu sei que tem. A diferença é que já tenho uma biblioteca de jogos na steam que consigo jogar sem problemas no windows, no Linux a conversa já é outra.
          Sou obrigado a ter steam, lutris, wine, etc, para conseguir jogar tudo o que tenho no windows, onde é simples de instalar e funciona.
          Apenas queria referir, que eu como utilizador pago por um jogo, e quero que seja simples e rápido de instalar. Para conseguir jogar sem problemas.

          Tenho um computador com windows e outro com linux, e digo sem problema nenhum que se não fossem os jogos que apenas utilizava linux mas a nível de jogos, sim, o windows não tem alternativa.

          • Jeff Andrade says:

            Cara, você já chegou a usar? Eu uso hoje Steam (com Steamplay/Proton) e como e disse no meu comentário, hoje 86% da biblioteca da steam funciona perfeitamente exatamente como no windows, bastando clicar no “Play”.

          • Paulo says:

            Tu deves se atentar ao funcionamento do Proton, ele está ligado a Steam e pela mesma tu ativas e podes jogar sem problemas.
            No blog do Diolinux há tutorial ensinando a ativar isto.

          • Paulo Pereira says:

            Jeff Andrade desconhecia o steam play, é sem dúvida um enorme avanço. Sendo que a maioria dos jogos da steam iria conseguir jogar, mas damaioria até serem todos, demora.

            Um grande problema é que não tenho apenas jogos na Steam, também tenho na Origin, no GOG, etc.

      • Samuel says:

        Tenta lá executar o AOE sem problemas no Windows 10. No Linux eu jogo sem problemas. E há jogos no Linux que fazem os do Windows parecem jogos criados por amadores.

    • leenoox says:

      nativamente em linux até deves conseguir correr muitos jogos mas infelizmente não todos, especialmente os multiplayer que usarem software anti-cheats feito para windows, esses só deve dar mesmo com VM.

    • k says:

      Gostava mesmo de conseguir concordar, mas não. Espero que a tua experiência seja diferente da minha.
      Já há muitos anos que de vez em quando instalo um linux e tento por jogos a correr. Acabo sempre por desistir. Da última vez que tentei até instalei mesmo o manjaro porque havia muita positividade acerca da distribuição. Mas sempre que eu encontrava um problema, era consenso geral dos comentários de ajuda na net que “com o ubuntu isso não me acontece”. Realmente, até instalar o steam nativo me deu montes de erros no manjaro. Pelo menos no ubuntu isso foi de primeira. O que corre nativo steam linux corre bem mas não é o que eu jogo.

      No meu caso: World of Warcraft, League of Legends, Warframe. 3 dos jogos mais jogados actualmente. Este é o status dos jogos no site do wine:

      World of Warcraft – Status: Garbage
      https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=version&iId=36961

      What works
      Nothing works anymore after current patches 8.1.2.

      Logging in into server impossible.
      Starting game works,
      Accessing the option menue works,
      entering game online does not work at all. Trash

      What does not
      I have no windows, dude

      Workarounds
      I tryed everything, what was possible.

      What was not tested
      I tryed everything, what was possible.

      League of Legends – Status: Parece não funcionar. Por curiosidade, este diz especificamente que com o Manjaro que sugeres, status: Garbage.
      https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=version&iId=36323

      What works
      Installs
      The Launcher Also Works Perfectly Fine

      What does not
      The launcher works perfectly, but when trying to start the game i get blank(white) window, bugged bugsplat.
      i tried running the game from 3 different devices to confirm that the issue is not only with this one, same results, it crashes on game start.

      Workarounds
      then i tried with wine-staging 4.2 on all 3 of the machines and League works perfectly.
      so i can confirm that the use it with version 4.4 of wine-staging

      What was not tested
      i tested everything in the launcher [chat,voice,shop,runes page] everything works fine without any lag or etc.
      in-game was not tested because the game crashes on start.

      Warframe – Status: Gold com workarounds
      https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=application&iId=14857

      Este até está reportado como sem problemas de maior (apenas uns workarounds), mas é um dos jogos que verifica se existem outras aplicações de fundo a correr e suspende automatica e permanentemente (até ao ano 2035) a conta do utilizador se não concordar com algo. Dada a natureza pouco “natural” em que está a ser executado, eu não vou arriscar.

      Special mentions, eu não jogo mas são super famosos:

      Fortnite: https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=application&iId=18383
      Status: Garbage

      Overwatch: https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=version&iId=33746
      Status: Gold mas
      The game runs very poorly compared to Windows, 200 fps on Windows vs 30-40 fps on Linux.

      Apex Legends: https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=application&iId=19271
      Status: Garbage

      DOTA2: https://appdb.winehq.org/objectManager.php?sClass=application&iId=13522
      Status: Garbage para a versão atual

      Resumindo, talvez até haja maneira de pôr tudo a funcionar, ainda por cima porque isto está em constante desenvolvimento mas correr algo que não é nativo ao linux não vai ser a experiência limpa que o windows proporciona. E todos eles tem sempre algum problema, seja algo em grande ou algo menor.

      • Filipe Coelho says:

        Se fores ao site do Lutris (https://lutris.net) tens logo no banner da página inicial muitos desses jogos:
        – World of Warcraft
        – League of Legends
        – Overwatch
        – Warframe

        Relativamente ao Dota 2, não percebo bem o que faz aí, visto que existe versão para Linux oficial na própria Steam.

        Quanto ao Apex Legends e Fortnite (e já agora, por experiência própria, DragonBall Xenoverse 2), é verdade que não dão, mas por causa do EasyAntiCheat, não por causa do sistema. Porque até houveram alturas em que funcionavam (estavam disponíveis no Lutris) e foi lançado um patch para o jogo que bloqueou o acesso aos mesmos no Linux. Enquanto a Valve não arranjar solução para o EAC, assim será infelizmente.

    • Alisson Seraggioto says:

      No Linux tem muitos problemas de compatibilidade de drivers de GPU, joysticks não funcionam direito, ainda mais se for via Bluetooth e o desempenho dos jogos não é sem sua maioria superior como alguns dizem.
      Sem contar o fato de programas como frontends como launchbox e Hyperspin não funcionarem.
      Enfim, gosto muito de Linux, confesso que não sou um expert no sistema, mas o Windows ainda é superior na parte de games.

  3. VaGNaroK says:

    “Não há alternativas ao Windows para jogar no computador”, alternativas tem, não tem é jogos AAA portados para as outras plataformas como o linux (e um port descente), windows é relacionado a gaming por que desde quando a steam foi criado o windows já existia é natural criar jogos AAA para windows já que desde os anos 90 é usado para jogos. Só eu que acha esse título bizarro?

    • Fulano says:

      Tenta agora em PORTUGUÊS.

      • VaGNaroK says:

        Expecifique, PT-PT ou PT-BR? Fica difícil saber qual desses, de uma pessoa que tem como nick o nome “FULANO”, cujo nem se deu o trabalho de usar os nerônios para inventar um nome descente.

        • Daniel says:

          O problema desse site é que se você não escreve em PT-PT, você escreve errado. Eles esquecem que o PT-BR é diferente do PT-PT. Lembro-me de uma postagem numa notícia que ficaram a “discutir” sobre o fato de se escrever FACTO e FATO, sendo que pela norma atual, o certo é FATO, mas os tugas ainda usam FACTO. E reclamando se diz-se úmido ou húmido.

    • Daniel says:

      Há alternativas sim, mas pra quem é preguiçoso e não gosta de ler, quer tudo na mamata, melhor ficar preso ao ruindows até a morte chegar.

      • k says:

        Chegas a casa do trabalho já meio estourado, tens que cozinhar, comer, arrumar louça, tratar dos putos, tratar de lavar/estender/arrumar roupa, tratar da casa, etc. No fim disso tudo ainda consegues encaixar uma meia hora, se correr mesmo bem talvez 1 horita de jogo.

        Vais:
        – torrar a pouca paciência e tempo que te sobram a ler sobre como pôr a funcionar um jogo num sistema alternativo para o qual não foi desenhado, provavelmente só vai dar erros e não vais jogar nada ?

        ou

        – vais carregar 2x num icon e jogar o pouco tempo que tens?

        O povo que joga quer perder tempo a jogar, não a por o jogo a funcionar. Se com o windows é mais rápido e simples de instalar, é fácil perceber porque é que alguém o haveria de escolher. Ainda por cima não só funciona bem, funciona melhor que literalmente tudo o resto que existe para o efeito. Can you blame them?

        • Filipe Coelho says:

          Engraçado, para instalar a Steam no Windows tens de ir ao site oficial, descarregar e instalar. No Linux, tanto os jogos como a própria Steam podem ser instalados clicando 2x num icone. O que não tens é compatibilidade com jogos competitivos recentes (por exemplo PUBG, Fortnite ou Apex Legends) mas quem joga só uma hora por dia não deve jogar esse tipo de jogos também.

  4. Fulano says:

    Mas existe algum sistema operativo para ter em casa ou escritório melhor que o Windows? Desde jogos, aplicações profissionais de audi, video e imagem nenhum outro oferece tanto de forma tão simples.

    • Daniel says:

      macOS é excelente pra uso profissional, mas é só pra quem pode, se não podes fiques preso ao ruindows até a morte chegar.

      • Style says:

        Define uso profissional.

        Isso que acabaste de dizer, de facto, em tempos verificava-se. Hoje em dia… Nem por isso. Ou então sou eu que devo estar num universo paralelo ou então está-me aqui a escapar qualquer coisa, uma vez que não consigo encontrar um único exemplo válido para aquilo que disseste. Mas de certeza que os há.

        O que fazia do MacOS atractivo era o software exclusivo que não tinha rival à altura. O problema é que o caso mudou de figura nos últimos anos.

        Se há 15 anos atrás trabalhasses com audio a nível profissional, pura e simplesmente não tinhas uma alternativa viável ao Logic Pro da eMagic no PC. Ponto!
        Epa, sim, havia os Cubases, havia os Reasons, os Cakewalks e mais um monte deles. Faziam o que o Logic fazia? Nem perto.
        Os standards de estúdio ainda hoje são o Logic (muito por conta disso) e o Pro-Tools que nessa altura tinha de ser vendido com uma placa DSP dedicada e custava para cima de uma batelada.
        A juntar a isso, a implementação de drivers de som do próprio MacOS era bastante melhor que a do Windows, uma vez que tinha menos camadas de abstração, o que fazia com que se conseguissem valores mais baixos a nível de latência no MacOS com buffer sizes idênticos.

        Esta hegemonia começou a perder-se quando as alternativas que existiam começaram a ganhar terreno e quando surge software novo. A juntar a isso a Steinberg (sim, a mesma do Cubase e dos VSTs) aperece com as ASIO drivers e resolve o problema de latência no Windows. Se não fosse pelo status quo que o Logic conquistou em tempos, hoje com alternativas como por exemplo o Reaper (podia deixar aqui uma lista mas não o vou fazer) não há grande razão para dizer que o MacOS bate o Windows neste departamento até porque tal não se verifica. E nos últimos anos o que tenho visto é gente a migrar de Mac para PC, mas números que lembram o êxodo rural do Brasil em 1964.

        Na componente de video tinhas o Final Cut Pro. Este aqui então é que estava a anos luz do que havia. A malta do PC gritava Sony Vegas mas lá no fundo toda a gente sabia que não era bem a mesma coisa. Até porque um era utilizado em filmes como “No Country For Old Men” e “300” e o outro… Pronto…
        E a coisa provavelmente durava até hoje, só que entretanto o Premiere Pro da Adobe que até já aí andava desde 1991, começa a ser preferido, muito por culpa da versão CS5.
        Depois borraram a pintura com a brincadeira da subscrição online, mas isso são outros 500 paus.
        O Final Cut não passou a ser mau (establidade e renderização rápidas são sempre bem vindas) só que o PC ganhou aqui um heavyweight contender que me parece que levou o cinto. Já nem vou falar do After Effects que pode ser utilizado em conjunto com o Premiere.

        Servidores então é que nem vale a pena discutir. A malta do Linux que se chegue à frente.

        Para fechar, não estou aqui a mandar abaixo o MacOS nem a dizer que o Windows é um Deus Ex Machina. O MacOS tem coisas boas. Por exemplo a interface da calculadora bate a do Windows 10 aos pontos.

  5. Tiago Marques says:

    Como assim viável?? Só porque o Windows corre mais jogos, o Linux e o Mac não são alternativas “viáveis”??
    “Os dados são da Valve e revelam que o Windows é rei no segmento do gaming da plataforma da empresa tendo uma cota de 95,91%”
    Não sei porque é que a valve têm apostado no Linux como uma alternativa ao Windows, se não é viavel segundo este artigo.

    • Daniel says:

      A Valve sabe que o Linux tem poder, por isso apostaram nele. E é bom que existem alternativas, concorrência é sempre bem vinda. Mas pelo visto geral gosta de ficar preso ao Ruindows tal qual gostam de ficar preso a Google com seu Chrome. Pra alguns, cartel, monopólio é vida.
      Não os entendo.

  6. Joseph Bertucci says:

    Pobres gajos

  7. Daniel says:

    “Windows 8.1 com apenas 0,05%.”
    Something is wrong.

    Como pode essa versão do Windows 8.1 ter um número tão baixo?
    Windows 8.1 está anos-luz acima do Windows 7. E anos-luz acima do Windows 10.
    No 8.1 você tem um sistema estável, moderno, sem atualizações de versão que ferram com tudo, ainda com suporte até 2023, sem necessidade de SSD pra rodar rápido.
    Dá pra deixar o Windows 8.1 com a cara do 7, basta instalar o ClassicShell e pronto.

    • Blue Beast says:

      Você não deve estar bem da cabeça.Olhe,trata-se e ganhe juízo !! Só faltava agora esta,o Windows 8.1 melhor que o Windows 10 !! Olhe,beba menos.

      • Daniel says:

        Ah é? Windows 10 é muito cheio de bloatware, as atualizações ao estilo rolling dão muito problemas a cada 6 meses. E ter que formatar PC a cada 6 meses por culpa de atualização? Isso não acontece no Windows 8.1. Ele é apenas uma versão e recente updates que não crasham nada.
        É sem dúvida superior ao Windows 7 em perfomance e não deixa a desejar como o Windows 10 em estabilidade e performance.

        • Hugo says:

          São esses os teus argumentos? São todos inválidos rapaz. Gostas mais do 8 não há problema, agora pára é de dizer asneiras.
          Mas qual instabilidade? Qual formatar a cada 6 meses? Deves ter sonhado durante a noite só pode.

          • Daniel says:

            Já expliquei e pelo visto tens problemas de interpretação de texto.
            O Windows 10 tem um sistema de atualização diferente das outras versões do Windows. A cada 6 meses há uma grande atualização de versão que consequentemente costuma trazer mais problemas que consertá-los. Lembra-te da polêmica de arquivos dos usuários terem sido apagados após a atualização de Outubro? (versão 1809)? Pois é, fui vítima disso. Que tanta estabilidade é esta? E as queixas com drivers não funcionando, programas sendo instalados (mesmo após terem sido removidos) sem consentimento do usuário? Como Paint 3D, por exemplo? A quantidade de coisa instalada no W10 é assustadora. Mesmo que removidas, como disse acima, costumam serem instaladas depois de um tempo. Cade a liberdade do usuário? Não vou nem falar da questão da privacidade, porque todos já sabem e está manjado. De estável o Windows 10 não tem nada. Windows 7 e 8.1 continuam a serem mais estáveis que o 10 nesse sentido. Esse modelo rolling adotado pela Microsoft só fez piorar as coisas, tanto que a atualização 1809 foi retirada pela Microsoft e só depois liberada ao notar os problemas ocasionados por ela. Só cego não percebe isso, você!

          • Junior says:

            Pior que é verdade Daniel… Eles retiram mesmo quando viram a cagada

    • k says:

      Provavelmente porque a maioria foi actualizada semi à força para o 10 e porque se tens o 7 ou o 8, podes usar a licença deles para instalar o 10 legalmente. Numa eventual formatação, é normal usar o que for mais recente possível.

      Mas mete um SSD nisso. Nenhum sistema corre “rápido” se tiveres a comparar discos mecânicos com ssds. Aliás, nenhum sistema corre rápido num disco mecânico, period. Experimenta usar um ssd uns meses e depois volta lá para o teu hdd. Até arrancas cabelos.

      • Daniel says:

        Não podes no caso de máquinas compradas com licença semi (de 30 dias) ou OEM. Há também problemas no caso de você trocar de computador e placa mãe, a licença fica salva na placa mãe e ao remover tem que ter conta Microsoft pra provar que é você. É um complicação enorme e EU NÃO QUERO SAIR DO 8.1. Prefiro mil vezes ficar nele. Quando o suporte acabar eu vou migrar pro Linux.
        Nem tudo que é novo ou recente é melhor. No meu caso o W10 ocasional mais problemas e por isso fiquei no 8.1 já que o 7 meu processador, placa mãe não reconhecem, há também problemas relativos aos drivers.
        Eu uso um SSHD e estou muito feliz, não pretendo usar SSDs tão cedo a não se que custem baratos como HDs e ofereçam 1 a 4 TB de espaço. Ninguém merece viver com SSD de 240 GB.
        No Linux, pelo que testei corre bem superior ao Windows, por isso estou de olho nele. Se a Microsoft forçar muito a barra, pulo o cerco e vou de vez pro Linux. Enquanto tiver suporte ao 8.1 estarei usando, até 2023 muita coisa vai mudar e até lá vou está pro no Linux, enquanto isso sigo-o estudando via VM.
        Só usaria um SSD se fosse um EVO PRO de 1 a 4 TB a preço de banana. Não vale a pena investir tanto em algo assim.

    • Zeitgeist says:

      Eu vejo windows 8.1 64 bit 3.26% estranho quem escreveu o artigo ter olhado a versão 32 bit por sinal com menos cotação. Ou tendencioso ou engano, certo é que com 32 bits e menos 4gb RAM já há poucos gamers

    • Lucas says:

      Entre o Windows 7 que está perdendo o suporte, e o Windows 10 cheios de problemas de privacidades e atualizações bugadas (concordo). Realmente, a única opção meio-termo é o 8.1

      • Hugo says:

        Problemas como ter melhor performance em jogos por exemplo…

        • Daniel says:

          Problema de performance tive no W10 com a enorme quantidade de bloatware instalada, de processos activos (que mesmo fechados voltam a activarem), de antivírus (quando não de terceiro, do próprio W10 que atrapalha do desempenho). As actualizações semestrais que trazem mais problemas do que resolvem e resetam as configurações padrão dando mais trabalho a mim. Bem, nada disso ocorre no 8.1, já que pode ser facilmente moldável. Só critica o W8.1 quem não sabe como configurá-lo. No W10 podes configurar a vontade que a cada 6 meses a Microsoft vai resetar tudo com a actualização de versão.

          • Hugo says:

            O que não falta por aí são benchmarks que provam que o win10 tem melhor performance em gaming. Agora se tiveres um computador da pré história mais vale ficares pelo 8.

            Essa dos 6 meses não sei onde foste buscar.
            Uso win 10 há cerca de 2 anos e NUNCA formatei. Aliás…já desde o 7 que isso não acontece.

          • Daniel says:

            Benchmarks não tem tanto valor quanto a experiência do usuário. Lembra um pouco usuários de Android que adoram falar em Antutu. Se formos procurar por benchmarks, consigo até benchmarks provando que X jogos funcionam melhor em XP, em Linux. Isso prova que o XP e Linux são tops em rodar jogos, não! E isso nem é importante, explicarei mais abaixo.
            A questão aqui é está “sem opção”. Windows 7 não é aceito no meu computador (i7-6700K 4.00 GHz, 16 GB RAM, 1 TB SSHD, NVIDIA GeForce GTX 1060) e o suporte está a acabar, não vale a pena a dor de cabeça em tentar instalá-lo a força. Windows 8.1 é o meio-termo aceitável, único que não é problemático quanto W10, mas que de certa forma ainda é atual e terá suporte até 2023. Meus jogos tem rodado muito bem nele, não tenho o que reclamar em comparação com o W10. Consigo me divertir? Isso que importa. Consigo trabalhar? Isso que importa. Só os problemas de lag, lentidão, e quase obrigação de usar um SSD só pra deixar o W10 menos pior… Desisti. As atualizações foram um problema pra mim. Então medi os prós e contra e optei por hora, pelo W8.1.
            Eu também sou um usuário que gosta de configurar todo sistema, e certas coisas o W10 não me deixava configurar, me limitava. Por essas e outras que optei pelo 8.1 enquanto não existem alternativas. Penso realmente em migrar pro Linux até 2023 (ou mesmo antes).

    • Hugo says:

      Win8 acima do 7 e do 10?
      LOL Dou por encerrado o assunto. Não sabes o que dizes.

      • Daniel says:

        Aposto que nunca usastes o W8.1 e por isso o critica tanto.
        Deve ser daqueles gajos que falam que 8.1 é um fracasso só feito pra tablets, mas não sabe modificá-lo.
        Se o 8.1 tivesse o mesmo estilo de atualização do W10 eu já estaria no Linux sem pensar duas vezes.

        • Hugo says:

          Apostas mal.

        • Daniel says:

          Teu problema é não aceitar as escolhas alheias, achas que todos tem que optar pelo W10 quando o mesmo tem mais contras que prós NA MINHA MÁQUINA.
          Se na TUA, tudo funciona perfeitamente e você CAGA E ANDA pra PRIVACIDADE. Então fique nele, e aproveite e use GOOGLE e FACEBOOK e seja MARIA-VAI-COM-AS-OUTRAS.

          • Hugo says:

            Falo de experiência própria. No meu computador o win10 é superior aos anteriores. Claro que não posso afirmar que é superior em todos os setup’s, assim como tu não podes afirmar o contrário só porque no teu dá problemas.
            Quando falei em benchmarks refiro-me a testes efectuados por utilizadores. Diversos jogos…lado a lado. Não há manipulação.
            Agora se o teu problema é privacidade é simples: Não uses Windows. Nenhum deles.

  8. Luis Silva says:

    As pessoas só usam Windows 10 porque não tem escolha mesmo. Se tivessem usariam outra opção.

    • Daniel says:

      Sim, fiquei no 8.1 justamente por isso. Mas Luis, de uma olhada no Linux, talvez seja uma boa. Eu mesmo estou estudando ele enquanto uso o 8.1

    • ElectroescadaS says:

      As pessoas têm sempre escolha. Podem é ter dificuldade em se adaptarem a outros sistemas operativos e como tal terem de reaprender a fazerem as mesmas coisas (ou quase) nos ditos sistemas operativos. Claro que instalar um outro sistema operativo num computador não será “fácil” para muita gente…

  9. Luan says:

    Windows serve bem seus clientes. Eu mesmo sempre usei e nunca tive grandes problemas. É claro que se fosse perfeito a margem não estaria em 90 e poucos porcento e, sim, em 100 porcento kkkk.
    Já utilizei Linux e o que me fez largar foi a questão da praticidade que não é igual ao do Windows: “Preguiçoso! É só ir pesquisar os comandos na web e etc”. Qual sentido de trocar praticidade com outro coisa mais complexa? Don’t makes sense! E a última questão foi a falta de compatibilidade com alguns programas. Okay, existe o Wine, mas, poha… Fui usar o Adobe Reader DC (que muito utilizo) e tive de baixar as fontes do Windows 7 porque o programa foi feito para suportar Windows, o resultado foi uma fonte toda feia e sem filtro, fora o fato de não poder logar para sincronizar.
    Então, não só para jogos mas também no geral, na minha opinião, o Windows serve bem seus clientes e a prova está nos próprios números de utilizadores.

  10. Blue Beast says:

    Você não deve estar bem da cabeça.Olhe,trata-se e ganhe juízo !! Só faltava agora esta,o Windows 8.1 melhor que o Windows 10 !! Olhe,beba menos.

  11. FernandoRJ says:

    Matéria tendenciosa. Linux promove ótimas jogatina sem grandes esforços.

  12. Joselito says:

    O Windows é rei e sempre será! Simples! Linux só serviu para atrapalhar o mercado e desvalorizar a TI!!! Hj poderíamos ter concorrentes de peso a revelia do Windows! Mas parece q a Canonical vai resolver isso!

  13. Jeff Andrade says:

    Texto raso demais. A Steam tem investido pesado e hoje cerca de 86% de sua biblioteca é jogável no Linux com a mesma facilidade que no Windows, e às vezes com performance até melhor.
    O PlayStation 4 roda sobre BSD. Android sobre kernel Linux. Mac é um derivado do Unix. Se bobear existem mais pessoas jogando em outras plataformas que no próprio Windows.

    • Daniel says:

      Eu também percebi isso, mas geral aqui é muito fanboy, não consegue olhar fora da caixinha. Eu mesmo uso 8.1 por falta de opção, mas não digo que Linux não presta, muito pelo contrário, tenho olhado para o Linux como uma boa alternativa.
      É bom olhar fora da caixinha de vez em quando.

  14. Miguel says:

    Esta conversa de alternativas ao Windows já ouço há mais de 15 anos. Linux, os, etc etc, todos são muito melhores que o Windows. O problema é que na prática continua tudo na mesma… Não passam de alternativas que os consumidores domésticos não usam, porque será?

  15. Anderson Dourado Cunha says:

    Só uma correção … O XCloud foi anunciado antes do Stadia !! E é mais promissor!

  16. Fabiano says:

    A palavra ” viciados” na terceira linha, foi um pouco exagerado da tua parte.

  17. Daniel Rios says:

    70% desse público do Windows nem sequer conhecem o Linux, e os outros 30% conhecem mas não tão afim de mudar por acharem Linux difícil. Linux é sim muito viável e não apenas pra jogos, mas a galera tem que conhecer ele, esse é um dos principais pontos negativos das distros Linux, o marketing, ou a falta dele. Eu mesmo tenho o Windows 10 instalado aqui mas já não uso ele há uns meses, pois os jogos têm rodado muito bem no Steam Play, se isso não é viável eu não sei o que é, mas como eu falei, as pessoas têm que conhecer pra ele poder ser viável, o Windows é viável pra eles porque eles conhecem o Windows, cresceram usando ele, se tivessem crescido usando o Linux, ai o Windows que não seria viável.

    • Jeff Andrade says:

      Até pq nem faz sentido alguém investir em marketing de algo que não é pra se vender né. As empresas que oferecem linux como produto são focadas no ambiente corporativo.
      Mas o Linux é extremamente viável sim, inclusive muito do investimento da Steam é pra isso. Os jogos da Valve são feitos para serem compatíveis. A Feral Interactive tem feito ports perfeitos para Linux. O steam OS roda sobre linux. O steam play/proton é um investimento absurdo nesse sentido. A própria Microsoft é uma das principais contribuidoras ao Linux hoje. Falta só bom senso de empresas como a Nvidia que mantém seus drivers em código fechado, enquanto a AMD já caminha para uma melhor compatibilidade com Linux.
      É só questão de tempo para que o cenário se inverta.

      • ElectroescadaS says:

        Pois só que ficar dependente da Steam para jogar no Linux é algo que não vai interessar à maioria do pessoal que gosta de mandar uns tirinhos…

    • Daniel says:

      Nossa, deve ter uns 3 Daniel’s aqui.
      Um lá em cima defendendo o Linux com unha e dentes.
      Eu que ainda uso Windows 8.1 por falta de opção, mas tenho olhado o Linux com bons olhos e uma opção viável a longo prazo.
      E você cujo comentário é muito inteligente e não tem fanboyzismo.

  18. informado says:

    Ainda bem que só jogo xadrez. Mas jogo contra computadores (máquinas) 🙂

  19. Fteixeira says:

    Sim, se realmente os jogos virarem para a vertente cloud… o q eu duvido que seja nos próximos tempos, o sistema operativo deixará de ter importância.

  20. Pedro says:

    Eu só jogo no Linux e pela minha experiência pessoal desde que a Steam lançou o Steam Play, a maioria do catalogo da Steam é perfeitamente jogavel no Linux.

    Não interessa se não se pode jogar todos os títulos, basta que se possa jogar os títulos em que estamos interessados para ser uma boa alternativa.

    O titulo do artigo engana, pois lá porque a grande maioria joga no Windows, a grande maioria podia jogar perfeitamente no Linux, não o fazem em parte porque não sabem e são enganados com títulos como estes. Um artigo como este é bastante dececionante e faz questionar a qualidade dos restantes…

  21. Felipe says:

    “Não há alternativas” é bastante forte. Reconheço que o Windows é a escolha mais sensata para a maioria dos gamers (hardcore), que já investiram uma grana em hardware só para games, faz sentido nesse caso investir também no software que aumentará o leque de games disponíveis. Só que para quem esse não for o principal critério, tem bastante jogo disponível sim.

  22. Justo says:

    Um dia destes alguém foca-se no Linux a serio e nao se esquece de criar uma API decente e séria para facilitar o desenvolvimente de jogos para o linux.

  23. ElectroescadaS says:

    No dia que eu puder jogar um qualquer dos meus jogos favoritos Windows numa qualquer distribuição Linux que e/ou venha a instalar e usar (confesso que gosto bastante do Mint xFce) sem ter de recorrer a aldrabices e (desculpem o termo) merdices para colocar um software a correr em Linux, aí mudo de sistema operativo. Enquanto isso não acontece, “temos pena”…

  24. Cagh@sapo.pt says:

    Só jogo Linux e o artigo faz sentido; com as peças todas que o Windows pede emprestado ao Linux em que até o kernel é Linux na volta é considerado Linux e de facto o mac não é alternativa 😉

  25. Junior Lopes says:

    Qualquer emulação de app windows no linux é pura HIPOCRISIA.
    Se vc gosta de algo exclusivo do Windows, seja homem e use, não precisa amar e adorar ajoelhado.
    Tenho dualboot e uso windows em gigantesca parte do meu tempo para jogar, linux tem capacidade para ter jogos de peso e futuro para ser superior ao Windows até neste quesito, mas se as empresas não investem nele oq posso fazer? Boicotar e ficar sem jogar por birra? Jogar em uma distro Linux emulando com limitações? não sou tão arrogante, sei usar ambos os sistemas para suas finalidades distintas. Vcs fãs do Wine são iguais veganos comendo carne falsa.
    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.