Quantcast
PplWare Mobile

TV pirata por IPTV gera mais de mil milhões de dólares a cada ano

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. znax says:

    Em portugal quem adquire os serviços de IPTV certamente é pelos canais desportivos (futebol), porque para ver a liga portuguesa e liga dos campeões é preciso desembolsar cerca de 50€ por mês, isto não tem lógica!

    Certamente não adquirem este serviços pelos canais generalistas.

    • Spoky says:

      Não baixam os preços, são teimosos. A maioria dos portugueses paga já entre 50-80€ por 4P (isto se não souberem negociar senão pagam muito mais).

      Não cabe na bolsa dos portugueses, a maioria tenta ir por essa via. Porque simplesmente não é porque não gosta, mas sim porque as possibilidades são poucas e admito esta muito caro para pagar.

      Eu não pago, é muito caro. E depois queixam que a culpa é da pirataria.

      Se ninguem fizer pirataria e deixar de pagar, a culpa é da pirataria… é sempre assim.

      • Hugo says:

        Era o que faltava…o cliente a decidir o preço dos produtos.
        Manquem-se!

        • Luis says:

          nao é questao de decidir preços é uma questao de evoluçao, tambem havia pirtaria de musicas dps chegou o spotify quantas pessoas pagam spotify premium ? tambem havia pirataria de filmes e series chegou o netflix quantas pessoas têm netflix ? é claro que continua a existir pirataria mas é muito menos se o preço for correto muita gente paga.
          O problema é que as operadores parece que nao querem evoluir porque nao criar um sistema em que escolhemos as equipas/campeonatos que queremos ver e cada um paga um preço personalizado enquanto isto continuar assim a pirataria vai continuar e eu continuo nela com muito gosto

        • Spoky says:

          Então arcam com as consequências, eu sou cliente e se acho isso caro não vou pagar. E se não pago não há novos clientes, correto? Se os clientes não pagam ou não querem pagar por um produto caro.

          Vais culpar a pirataria? A culpa é da pirataria!!! Não é do preço.
          É assim, essa é a consequência, não é o cliente que decide qual preço que quer.

          Mas é o cliente que obriga as lojas a baixar o preço, falo por mim. Deves ser vendedor de loja ou de algum serviço, se eu não gostasse do preço. Sairia porta fora e iria comprar noutro lugar.

          Ta feito, vais culpar o quê? Os ladrões? A mim por não comprar? É menos uma compra efectuada na tua loja, menos dinheiro que recebes de um “possível cliente”

          É assim que funciona Hugo, mas é que manco-me mesmo. Não tenhas dúvidas, se visses a quantidade de vezes que fui a uma loja experimentar apenas roupa que gostava e achava cara, fui experimentar para comprar online.

          Vais proibir? Uii uii, compro online por metade do preço! E disto falo de relógios e outras roupas ou sapatilhas!

          É que manco-me mesmo não tenhas dúvidas, mas é de lojas e serviços cujo o preço excede aquilo que posso pagar.

          Temos pena, depois culpam a concorrência, depois disso vão culpar o quê? O consumidor? Vão obrigar-lo a aceitar o preço e a comprar de forma obrigatória

          Então era isso!

          • Hugo says:

            Pirataria não é concorrência. Volto a dizer “Manquem-se”.
            Daqui a bocado vão dizer que não compram roupa de marca porque na feira, roubada, é mais barata. É cada uma.

        • ervilhoid says:

          Claro que o cliente decide o preço final, de uma forma ou de outra decide.. toda a gente devia cortar estes canais e vias se não decidia no preço..

          eu cada vez ligo menos a futebol, uso um site bastante conhecido, normalmente não falha, mas se falhar não dou a mínima

          • Hugo says:

            O que decide o preço são as vendas e a concorrência. Achar que conteúdo roubado entra no mesmo saco é mesmo muita ignorância.

        • Euéquesei says:

          O cliente não decide o preço dos produtos, mas decide se os compra ou não.
          Se não os comprar, o fornecedor que os coza com batatas e os coma.

    • Canadas says:

      Boas a todos! Porque é que as operadoras não preferem serviço pre-pago nas redes de MB. Para os seus clientes terem acesso a vários produtos , como acontece noutros países. O mesmo acontece nas seguradoras de seguros. O mesmo seguro deveria ser usado para 2 veículos no mínimo. somos um país do 3º mundo.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Tudo ilegal.É vergonhoso. 😐

    • Spoky says:

      E tu não estas a fazer nada de ilegal? Essa imagem tens os direitos de autor? Concederam-te o uso dessa imagem?

      Tens fotocopia em casa? Ao fazeres cópia de um livro, página de alguma revista é também um delito, mas não é por isso que deixas de fazer.

      Pirata todos nós somos, o pior é que só serve a carapuça para uns e para outros não.

    • Euéquesei says:

      Sandokan, Vá, vá lá meter mais uns biliões no Novo Banco, que não é vergonha nenhuma.
      Disto nunca o ouvi falar agora da iptv vc está em todas….

  3. Spoky says:

    «Em Portugal o preço mensal de uma subscrição para ter TV+Internet ronda os 31.4€»

    Faltou citar, isso é o preço do pacote em média. Não dos canais de desporto. Que ao juntarmos isso, o preço sobe muito mais, e excede para valores demasiado altos para as possibilidades dos portugueses.

    A Pirataria é sempre culpada, o preço nunca é. É sempre assim, preferem deitar as culpas na pirataria, do que procurar a real causa, que é mesmo o preço.

    Temos pena, é a dura realidade em Portugal. Ainda para mais, ninguem quer pagar 30-60€ para ver jogos dos quais não esta interessado.

    Se fizessem um sistema cujo pagavamos X percentagem para ver um determinado jogo, talvez a Pirataria baixasse, mas não. Preferem ficar no mesmo sistema a espera que a bofia faça o trabalho deles.

    Mexam-se, inovem! O problema é o preço, muito caro. Se fizessem por exemplo 4€ para ver um jogo Atletico x Real Madrid (exemplo) ganhariam muito mais! Se cobrassem por jogo e se houvesse essa possibilidade. Não há.

    Paciência, podiam utilizar o Streaming online fazer algo do genero Netflix mas para desporto. Não querem, ficam com a consequência > pirataria.

    Como se diminui? Baixando preços e criando alternativas (o tal sistema que disse).

    • Sergio says:

      Essencialmente é isto. Se a pirataria dá assim tanto lucro aos piratas, então também daria aos serviços oficiais, se o preço for correto. Mas eles preferem ter 10 utilizadores a pagar 30e, do que 100 a pagar 3e… ou quem sabe 200 a pagar 3e!

      • Hugo says:

        Sabes que os piratas para além do equipamento não têm grandes despesas nem com impostos certo?
        Porque é que não trabalhas por 10€ ao dia? Há quem o faça. Vá….sê coerente.

        • Euéquesei says:

          Hugo, Sim e tb não têm accionistas a quem têm de dar milhões de lucro anualmente…
          Os piratas têm despesas sim senhor, electricidade, andar sempre alerta, isso custa horas de sono e dinheiro.

          cada vez que me lembro que os operadores pagaram mais de 400 milhões de euros por causa do futebol, até quase caio para o lado.
          Um país tão pequeno como o nosso, com salários tão baixos, depois pedem balúrdios mensais e o pessoal não quer.
          A culpa é dos piratas, como se cada um que vê pirataria se ficar privado dela vai assinar a sportv, a BenfasTV e a Eleven. Então não…
          E o burro sou eu?

          • Hugo says:

            “Os piratas têm despesas sim senhor” LOOL
            ATENÇÃO, eu recorro a pirataria, mas consciente de que é incorrecto. Não é sequer defensável. É conteúdo grátis e de mais fácil acesso que o oficial, mas é incorrecto a vários níveis. Agora pagar por “roubado” nunca. Nem roupa, nem telemóveis, NADA. A menos que eu não saiba.
            Em relação ao último parágrafo concordo contigo, mas já é outra história.

    • Visco says:

      Spoky concordo plenamente. Sou dos que defende que os canais de desporto deveriam ser “pay per view”. Eu não teria que fazer a subscrição do canal, mas sim comprar o jogo que quero ver. Aliás isto acontece nos EUA com vários desportos ( NFL, NHL, Boxe..) em que se compra o “evento”. Curiosamente até leva a uma coisa engrassada que é varios amigos juntarem se em casa de um deles para ver o jogo e partilharem o custo entre todos ( não é boa ideia para os dias que correm.. mas isto vai melhorar).

  4. Vítor Oliveira says:

    Exemplo para o ano 2019 adepto do benfica: serviço canais por cabo em media, 40€; ver jogos do Benfica com outras equipas sportv, 40€; ver Benfica quando joga em casa no Benficatv, 10€ ; chanpions na eleven sport, 10€.
    Ou seja, rapidamente chegamos aos 100€!
    Vale a pena ou não o iptv pirata? A anacom (entidade reguladora de telecomunicacoes) é a entidade fantoche que temos. É antes que venham os sensíveis defensores das empresas de TV por cabo dizer que eles investem muito em direitos e patrocínios e que isso tudo tem que ser pago. Eu respondo… Os outros países também sem explorarem os clientes.

    • Luis says:

      isso dos patrocinios é tudo treta eles levam aquele preço porque querem explorar as pessoas, eu vejo formula 1 um dos desportos que mexe mais dinheiro para ir ver uma corrida paguei 115€ para barcelona e foi sentado na relva mas para ver as corridas pago 50 para um ano e acabou

  5. B@rão Vermelho says:

    Já para não falar, da importância que o futebol tem neste mundo, eu adoro desporto, Futebol, Motociclismo e ciclismo, são os 3 desportos que mais admiro, mas “legalmente” só posso ver Ciclismo que por em quanto ainda é em canal aberto, porque não fazer tipo Netflix, pagas uma conta a dividir por 4 amigos?
    sem falar que para cafés e negócios do género, a mensalidade é mais do dobro.

  6. albino negro says:

    Lembram-se quando se perdia tempo a sacar musica porque os CD tinham preços exorbitantes e muitas das vezes queríamos apenas 1 ou 2 musicas desse album?
    Com as plataformas digitais baixaram significativamente o preço e por uma subscriçao mensal temos enorme quantidade e qualidade de escolha…
    Prova que se fizerem um preço justo a malta paga e ate ganham muito mais dinheiro.

  7. Alfredo Pereira says:

    E as operadoras “obrigar” a que fiques fidelizado a um serviço 2 anos mesmo que não o queiras mais, não é ilegal? e “obrigar” a teres serviços mesmo que não o queiras nem precises para justificar o preço, não é ilegal? e terem todos a mesmo preço quase ao centimos ignorando a lei da concorrência, não é ilegal? e adoptarem estratégias de marketing em formas de ofertas só para te sacar mais 1 mês de subscrição ou mais 2 anos de fidelização e sempre com aviso camuflados, naõ é ilegal? Oferecer preços diferentes a clientes pelo mesmo serviço prestado, não é ilegal? e continuava por aí fora….Ilegal sei que até pode não ser, mas é de uma desonestidade moral enorme.

  8. Hugo Domingues says:

    Pois é, enquanto as operadores não tiverem consciência de que o mercado nacional é extremamente pequeno e limitado e que o zé comum não consegue pagar o que eles querem por serviço, o iptv é a melhor solução bem como a melhor alternativa, sim tem riscos, mas é um risco que justifica. Não posso despender em media de 100€ por mês para poder ver desporto., quanto mais 100€ por ano e está bom. Vivemos num mundo de elites em que não preciso de viver com essas mesmas elites, viro-me á minha maneira no que puder seja legal ou ilegal. cumps

  9. Algo says:

    Saudades da antiga TV Cabo. Nesses tempos toda a gente era premium, ahah!

  10. Euéquesei says:

    O pay per view, que em alguns países funciona muito bem, em Portugal é muito difícil de vir a acontecer porque é impraticável.
    Vejamos, Sporting x Porto, milhares de pagamentos para ver o jogo.
    Belenenses x Moreirense? Tondela x Aves? Boavista x Santa Clara? Quem vai pagar para ver isto? 10 pessoas? 15? 20?
    Por isso eles englobam tudo no mesmo saco.
    Só que o SLB veio baralhar o negócio todo com a sua BenficaTV e agora as Eleven ainda pior.
    Resultado, para poder seguir os jogos tem que ter assinatura Sporttv, BenficaTV e Eleven.
    Quem é que pode pagar isto?
    Tuga normal tem mais o que fazer ao dinheiro…
    Baixem os preços e acaba a pirataria…
    Mas o empresário Tuga é assim, sem visão, querem o retorno rapidamente, depois queixem-se disto e daquilo.

  11. Joselito says:

    Isso se chama open-source, o toto faz, e os espertos desfrutam…

  12. Rodrigo says:

    em vez de pagar por mês porque não pagar por jogo 🙂 as empresas ganhavam muito mais dinheiro assim
    spor tv pagar por jogo é mil vezes melhor

  13. Pintor says:

    Acho muito bem que o preço dos canais de desporto se mantenham como estão ou que aumentem de preço.

  14. Jorge says:

    Os preços que as operadoras praticam não é usurpação, é mas com consentimento. Isso sim é usurpação.

  15. Rodrigo says:

    Lá estão vocês a falar de perdas. Como é que uma operadora perde dinheiro por algo que não ganha se não existisse pirataria? Tenho iptv com todos os canais premium. As operadoras não estão a perder dinheiro comigo porque se não fosse a iptv eu não subscrevia nenhum dos pacotes premium. Deixem-se de dramas onde eles não existem.

  16. Sérgio Pereira says:

    MEO,NOS e Vodafone é iptv. É necessário definir a diferença. IPTV Pirata e IPTV dos operadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.