ProtonMail lança VPN para navegar de forma anónima e segura

Por Diogo Gaspar para Pplware.com

Destaques PPLWARE

23 Respostas

  1. int3 says:

    Por acaso eu tenho um mail deles. Muito bom. Recomendo.

  2. Spoky says:

    Uma das melhores VPN Pagas e acho que não preciso de dizer porquê
    https://www.mullvad.net/
    https://ipredator.se/ (Peter Sunder do Piratebay)
    https://nordvpn.com
    https://cryptostorm.is/ (Uma VPN interessante! Transmite-me muita segurança e confiança)

    Esqueçam VPN Gratuitas, tu és o produto com isto digo como raio as VPN Gratuitas alimentam e pagam os servidores? Gestão dos Servidores? Manutenção? Upgrades? Expliquem me lá? Eu sei a resposta. E quem defende e diz para usar uma VPN Grátis para privacidade será que sabe? Simples os vossos dados tanto emails, como nome, morada e outros dados são vendidos a empresas de Marketing e/ou Parceiros.

    Vender base de dados de email para fazer Marketing via Email custa dinheiro e se for contactos na ordem dos milhares e bilhões fazem uns bons €

    Nunca mas NUNCA comprar VPN em paises sediados no EUA, UK evitem! La a legislação é má, não protege a vossa privacidade, alem de que são paises DMCA-Friendly com isto é, se for para realizar Downloads, basta uma queixa de DMCA para ficares sem VPN. Nesses paises o controlo a nível de downloads é ALTÍSSIMO, muitas VPN sediadas no EUA, UK têm de forma oculta parcerias com empresas anti-pirataria.

    Aquelas que pus em cima não estão sediadas no EUA, nem no UK. São excelentes escolhas.

    • Coisinho says:

      Bom comentário! Recomendas então a ProtonVPN ou na lista de VPN’s que colocaste achas que alguma é superior e vale mais o investimento numa dessas ? Obrigado!

      • Spoky says:

        O ProtonMail é baseado na Suiça, é conhecido por ter e não dar informação, o problema é que… Quando crescem a PRESSÃO é tanta que talvez digo e diria eu. Que possa a vir dar dados ou a estebelecer parcerias.

        Quando um serviço que é bom torna-se grande, é um alvo a abater como foi um serviço de Email que foi encerrado conhecido como “Lavabit” que em principio está de regresso mas foi fechado por pressão da Policia devido a não entregar dados.

        Eu recomendo ficares longe de soluções muito “conhecidas” como sabes são sempre os primeiros alvos a abater.

        Se queres uma VPN Gratuita, usa.. Mas só se for para proteger o teu IP em Jogos Online, Teamspeak etc. De privacidade não tens nada, excepto esconder o IP pode ser privacidade mas não te da privacidade que tu procuras.

        • Coisinho says:

          Excelentes comentários que deste aqui ao pessoal. Obrigado!
          Eu estive entretanto a configurar uma VPS + openvpn para testar que tenho da time4vps (Lituania) mas vale o que vale. Claro que estas soluções pagas já tens tudo prontinho. Vou testar o openvpn no telemovel com o ficheiro que criei a ver se funciona…mas lá está….deixar os logs e se os ToS tiverem lá condições em que entregam os dados…nada a fazer!

          P.S. – isto é tudo curiosidade e algum interesse no “no tracking”, nada de darkweb’s e afins 🙂

    • helioM says:

      Vou já pagar uma vpn aliás o percurso do dinheiro é impossível de seguir e os fornecedores do serviço se forem inquiridos pela autoridade dizem que não têm registos de nada

    • ervilhoid says:

      Eu já usei a cyberghost gratuita, acho que a forma de ganharem dinheiro é com publicidade e não com a venda de informação privada mas…

      No entanto ao ler alguns termos, se houver uma queixa em tribunal, fornecem informação do cliente, na paga já não sei como será

      • Spoky says:

        Ervilho essa forma também é válida, mas olha que a venda de informação seja emails, moradas etc é algo que vende-se bem principalmente as empresas de Marketing e Publicidade e outras agências.

        Muito cuidado!

        «se houver uma queixa em tribunal, fornecem informação do cliente, na paga já não sei como será»

        As pagas geralmente SÓ entregam as informações do cliente quando há uma ordem judicial do próprio pais, com isto significa que não obedecem a outras leis. Imagina que tens um mandato judicial de outro pais, eles não são obrigados a aceitar (apenas se constar no TOS e Politica de Privacidade)

        Por isso é que é importante escolher VPNs fora dos UK e USA pois são paises que cooperam em quase tudo, e as leis que obrigam a proteger os vossos dados são bem poucas.

        Paises como Sweden, Suiça, Islandia, Norway etc é a melhor escolha.

        E claro ler sempre a politica de privacidade, SEMPRE. Eu só compro VPNs pagas quando apenas dão os dados com ordem judiciais do próprio pais! E nunca as que cooperam com todos os paises.

        • ervilhoid says:

          sim tens razão, é ler os termos, mesmo nas gratuitas devem informar se partilham dados com terceiros..

          Se mentem já é outra coisa, mas isso é transversal em toda a internet

    • Tagus Park says:

      Quando a privacidade não é a principal preocupacao, ha muitas alterantivas. Eu pessoalmente uso PureVPN por ser barato. Mas pela qualidade de servido, ia mais para ExpressVPN, unico que funciona 5* em paises como Russia e China. Principalmente na China, quando todos os outros falham/lentos, ExpressVPN conseguiu garantir me acesso a youtube e netflix sem stress.

  3. mike says:

    Eu tenho o CyberGhost6 completo e o Hotspot Shield grátis mas com acesso ao servidor do UK, mas vou dar uma vista no proto.

    • Spoky says:

      Também serve, agora sê esperto e vai comprar um servidor no UK ou USA dares-te ao trabalho de configurar algo para depois teres um servidor num pais onde entregam os dados e cooperam é de rir.

      Logo matas o acesso aos “logs”, mas entregas os teus logs a servidores NÃO offshores como esse above que esta sediado no UK ahhh e tem 1TB de tráfego no plano mais barato.

      Alem de que… anunciam isto


      Immediate, temporary or permanent withdrawal of your right to use our site.
      Immediate, temporary or permanent removal of any posting or material uploaded by you to our site.
      Issue of a warning to you.
      Legal proceedings against you for reimbursement of all costs on an indemnity basis (including, but not limited to, reasonable administrative and legal costs) resulting from the breach.
      Further legal action against you.
      Disclosure of such information to law enforcement authorities as we reasonably feel is necessary.

      Fonte: Aboveclouds.

      Tão doce que é conhecimento, enganei-me.. “Desconhecimento”

      • Asert says:

        Meu caro Spoky, ainda bem que existem muitas empresas que estarão bem felizes em te alugar um dos seus servidores ou VPS em qualquer parte deste mundo, vai depender do preço que estás disposto a pagar.

        As ideias são para quem quer dispender um bocadinho de tempo para pensar nelas e depois aplica-las como melhor entender, é por isso que são….pois bem, ideias! Foi essa principalmente a razão do meu comentário. É assim que depois adquires e fortaleces o tão doce conhecimento! 🙂

        Ja agora, fica o desafio para que consigas descobrir aí por essa vasta internet, como se encripta um filesystem para guardares os logs…é possível, sabias? Fica a ideia e pode ser que adquiras mais algum conhecimento! 🙂 Espera, e já agora, guardar logs pra que?! Enfim devem ser estas mais umas algumas das coisas que pelos vistos desconheces, mas obrigado por partilhares conhecimento sobre as notas legais do aboveclouds. Foi muito útil, obrigado.

        Asert

  4. int3 says:

    Se usarem no dia a dia deixem de ser anónimos.
    Estão a confiar de quem fornece a VPN. Quem garante que não estão a coletar dados?
    Eu cá não uso. Só uso o e-mail deles.

    • Spoky says:

      Quem garante? Simples termos de serviço, politica de privacidade. Sabes que ao aceitares os termos de serviço, politica de privacidade é como se tivesses aceite um contrato e o subscrevesses.

      Ora se nesse contrato diz que não gravam, nem colhetam dados. É obvio que é crime, e é ilegal pois no contrato dizia precisamente o contrário. O que NUNCA ou QUASE ninguem faz é pegar num advogado e processar a VPN.

      O que duvido muito, eles dar dados dão. Mas só com ordem judicial do próprio pais, exemplo tenho alojamento na Suecia eles só dão os dados com uma ordem judicial da Suecia.

      É tão simples, tanto nos alojamentos offshore como nos bancos o que interessa é as leis locais, se as mesmas não dão ordem judiciais não podem fazer nada, nem têm de fazer nada. É por isso que as offshore não são obrigadas a cooperar, entregar dados ou transferencias e informações das pessoas.

      A mesma coisa acontece com a VPN. As do USA, UK são as que mais cedem dados a falta de legislação e privacidade nesses paises é alta, ou seja são paises com pouca privacidade e leis que protejam.

      Dai o melhor ir para Paises mais “restritos” tipo Islandia (Toda a gente sabe que Islandia, Suiça são paises que fortemente protegem os dados)

  5. Miguel says:

    Esta notícia foi patrocinada?

  6. Vítor M. says:

    Não. Nem faz sentido o que perguntas.

    • Miguel says:

      Não sei se isto é a resposta à questão que coloquei (e que entretanto desapareceu (?)). A questão foi “esta notícia foi patrocinada?”. Penso que faz sentido questionar, porque o artigo parece um comunicado de imprensa. Ficariam bem algumas alternativas no final, com pontos positivos e negativos. De VPN está o mundo cheio e faz falta alguém que indique os factores diferenciadores. Como acabaram por fazer nos comentários.

      • Vítor M. says:

        Não faz sentido, não está a vender nada, não está a publicitar nada que as pessoas não possam usar sem tirar proveito. É apenas um serviço, como tantas e tantos que já mostramos e que ao longo dos tempos vão sendo melhorados e adaptados á nova realidade. É descabido aparecer um serviço apresentado e ser perguntado se é patrocinado, parece uma pergunta sem nexo, totalmente desenquadrada quando se fala de tecnologia num site de tecnologia, temáticas de segurança numa altura indicada a debater segurança. Por isso reafirmo, não faz qualquer sentido e é descabido perguntar quando há tanta coisa útil para se escrever para quê usar palavras e letras para inutilidades?

        Se há alternativas? Mas há em tudo, mas é assim, com mais alternativas e mais opções que se faz a diversidade. O que diz até contraria a sua pergunta. Se apenas falássemos só numa coisa, era porque éramos patrocinados, se falámos em muitos é porque temos patrocínio… óh!!!

  7. dom afonso says:

    Alguns comentários aqui destroem o anonimato e dão publicidade a algumas das coisas boas que se vai fazendo no mundo e que obviamente não necessitam de publicidade. No meu tempo militar chamar-vos-ia de bufos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.