Quantcast
PplWare Mobile

pCloud – a forma segura de guardar os seus ficheiros na Cloud, também para a família

                                    
                                

Autor: Hugo Cura


  1. David Guerreiro says:

    É único até o serviço acabar, sabe-se lá o dia em que acontece isso.

  2. Helder Coelho says:

    Estava a pensar no sync.com… estou completamente indeciso sobre este tema, preciso de alojar um monte de fotografias.

  3. Art says:

    Disco externo 2TB 65€. O pagamento é único e vitalício (enquanto funcionar)
    ** link removido **

    • JJ_ says:

      E ligado ao router, tens acesso em todo o lado…

    • David Guerreiro says:

      E quando deixar de funcionar lá vão as fotos todas à vida, e com sorte para recuperá-las pagas 1000€ em laboratório de recuperação de dados. Tantos e tantos que tomaram essa opção arrependeram-se amargamente.

      • LS says:

        O meu modelo de backup cá em casa é ter um disco multimedia no pc. Fazer sync desse disco para um disco externo numa nas (em raid). mensalmente faco sync para outro disco que está na casa de familia.

        Se o disco do meu pc for a vida, tenho a copia no NAS. se um dos 2 discos do nas for à vida, tenho sempre o outro (em raid). e se a casa arder, entre varios problemas apenas perco no maximo 1 mes de fotos.

        A cloud é sempre boa para evitar fazer a ponte com a casa de familiares. tenho usado o google photos, mas ja sabemos que o de borla desse tambem irá em breve terminar.

      • Tiago Abrantes says:

        eu tenho um servidor que faz copia encriptadas para a onedrive. simples, facil e da milhões

  4. Ricardo Abreu says:

    Esta é outra opção, tem acesso em qualquer parte desde que tenha net.
    https://shop.westerndigital.com/en-ie/products/cloud-storage/wd-my-cloud-home#WDBVXC0020HWT-EESN

  5. Carbonato de Sódio says:

    Entende-se por “vitalício” o período de tempo em que a empresa prestadora deste serviço existir e não alterar as condições contratuais.
    Há sempre a hipótese de adquirir em alternativa uma drive externa, já as há a preços bastante atractivos, simplesmente uma drive externa padece de uma série de problemas que o armazenamento na nuvem não tem. Mas lá está, cada método de armazenamento tem as suas vantagens e os seus inconvenientes, sendo que cada utilizador terá de decidir o que é que se adequa mais às suas necessidades.
    Voltando ao pCloud, confesso que não conhecia, e entretanto já andei por lá pesquisando. Saliente-se a vasta lista de FAQs que têm disponível e a apresentação do site em Português, mesmo estando evidente o sotaque sul-americano.
    350 paus por uma assinatura vitalícia pode ainda não estar ao alcance de todas as carteiras, mas enquanto eles não alterarem a definição de “vitalício”, ao fim do quarto ano já ficou mais barato que uma assinatura de 2 TB do Google 1 ou de 2 TB do Dropbox. Ao sexto ano já compensará o preço de 1 TB no OneDrive, só que este último serviço já pertence a outro campeonato. E com a evolução que as coisas levam, daqui a quatro anos 2 TB é uma ninharia, para além de o acesso só ser viável para quem residir nos principais centros urbanos; para mim com uma ligação por ADSLento que nos melhores dias chega aos 2 ~ 3 Mb/s, é para esquecer.
    Não deixa, porém, de ser útil e interessante esta dica do Pplware, pois nem só de Google, Microsoft e Dropbox vive a humanidade.

  6. José says:

    Por estes preços, compro uma drive SSD de 4 tb e tenho o problema resolvido. Será para gravação e leitura eventual, portanto, poderá durar uma eternidade. Quase de certeza, irá durar mais do que estes serviços. Fui e sou subscritor de alguns, e o que tenho visto ao longo do tempo é ver acabar o serviço como já aconteceu com diversos casos ou diminuir, brutalmente, a oferta e em troca aumentar ou acrescentar “serviços” pagos! Dão “imensas “vantagens durante três ou quatro anos – cheguei a ter 440 gb gratuitos no OneDrive, por exemplo -, depois cortam-nas e põe-nos contra a parede! Daí as marcas pregarem o facto de que ninguém usa hoje os formatos físicos – é uma questão de fé, como em tudo, eu uso e abuso e cá continuam, alguns com mais de 20 anos – para guardar os seus ficheiros. O que “querem” é terem acesso a eles em qualquer sítio! Bom depende. tenho feito mais uns cursos, usei sempre um pc hibrido, não gastei um papel, mas chegava a casa guardava o meu trabalho noutros meios! Não andava a mostrar a todos nem pretendia ter sempre disponível depois do curso terminar. dava jeito enquanto durava e era uns dois ou três gb. Apenas vejo alguma utilidade nisso em relação às fotos e filmes. Não admira, que promovam tanto este tipo de serviços, viram aqui um mina de ouro. Eu é que não caio no conto do vigário, só uso enquanto derem acesso, acabam, compro de imediato um disco e fico com as coisas guardadas comigo. Como sempre se fez ao longo da História da Humanidade, pois tenho livros bem como fotos dos meus treta-avós e, vejam só, duram até hoje. Apenas digitalizei alguns documentos e fotos para ter mais meios de protecção mais modernos – já que estão à disposição – e partilhar com outros elementos da família. Façam contas aos numerosos serviços de subscrição que hoje há? Não há por aqui um certo abuso e oportunismo?

    • PeterJust says:

      Não é comparável, estás a comparar um carro com uma mota, a drive SSD pode avariar (já vi bastantes a irem sem sequer dar sinal) e ficas sem dados, muito dificilmente perdes os dados num armazenamento pago, além de que, se quiseres acesso em todo lado tens de ter uma NAS sempre ligada em casa. Lembra-te que estas empresas também guardam tudo fisicamente em mais que um local e além disso ainda fazem backups dos mesmos, não queiras comparar com os teus métodos arcaicos de backup pois já vi pessoal a ficar de joelhos a olhar para os discos como se tivesse morrido a mãe.

  7. PauloT says:

    As regras de segurança associadas ao sync tem 5 ou 6 vez mais restrições do que o pcloud, isto porque o sync.com está alojado no Canadá e as regras de segurança metem o RGPD a um canto. Quanto ao backup e por segurança eu utilizo 1 NAS synology que syncroniza os meus dados com o Onedrive 1 (conta familiar), tem funcionado bem, para além destaa duas seguranças tenho os ficheiros todos syncronizados pelo Onedrive num computador, e ainda utilizo discos externos como backup offline. Em relação a NAS com algum investimento compra-se 1 com 4 drivers 3 para RAID e 1 para storage backup. O RAID podem ser discos rápidos ou SSD o disco storage 1 red da wester digital 2 a 3 vezes maior que o tamanho do RAID. E pode se syncronizar até com o glaciar da AWS. Se quiserem mais detalhes avisem.

  8. Valter Pinho says:

    Tenho 500 gb da pcloud lifetime e estou muito bem servido.
    O serviço é mesmo muito bom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.